Benefícios da Melancia

Resumo da matéria

  • A melancia contém mais licopeno antioxidante do que os tomates frescos; um copo de melancia tem 1,5 vezes mais licopeno que um tomate cru
  • A L-citrulina, um aminoácido na melancia, parece proteger contra a dor muscular
  • A casca da melancia é comestível e na verdade contém mais do aminoácido citrulina do que a sua polpa vermelha; a citrulina é convertida em arginina nos seus rins, o que é importante para o coração e a saúde do sistema imunológico
  • Nova pesquisa mostrou que suplementos de citrulina e arginina derivados do extrato de melancia levam a melhoras significativas na pressão arterial e estresse cardíaco em participantes do estudo obesos
  • A melancia contém cucurbitacina E ou tripterpenóide, que bloqueia a atividade da dor e da ciclooxigenase, uma enzima que causa inflamação - a mesma enzima que é bloqueada por remédios inibidores de COX-2  
Artigo Anterior Próximo Artigo

6 Coisas Que Você Não Sabia Sobre a Melancia

5 Junho 2017 | 2,999 Visualizações |


Por Dr. Mercola

Nos EUA, julho é o mês nacional da melancia, chamado assim não somente porque uma fatia gelada e refrescante da melancia representa a personificação do verão, mas igualmente porque as colheitas da melancia estão no auge neste mês.

A melancia é agora a fruta deste tipo mais consumida nos EUA (seguida pelo cantalupo e melão verde). Considera-se que esta prima do pepino, da abóbora  e da abobrinha tem sua origem no Egito cerca de 5.000 anos atrás, onde foi retratada em hieróglifos.

Hoje, mais de 300 variedades de melancia são cultivadas nos EUA e México (embora apenas cerca de 50 sejam populares). Você pode pensar que sabe tudo o que há para saber sobre esta fruta de verão, mas permita-me a surpreendê-lo... a melancia é muito mais do que apenas deliciosa... é uma adição super saudável à sua dieta (com moderação, é claro).

Você só precisa ter cuidado ao comer qualquer fruta deste tipo, coma-a sozinha ou deixe-a de lado, porque ela fará o seu estômago gemer. Portanto, idealmente, não consuma nenhum alimento 30 minutos antes ou depois de comer estas frutas.

6 Fatos sobre a Melancia que Podem Surpreendê-lo

1. A Melancia tem Mais Licopeno do que os Tomates Crus

O licopeno  é um poderoso antioxidante carotenoide que dá aos frutos e vegetais uma cor rosa ou vermelha. É mais frequentemente associado a tomates, mas a melancia é na verdade uma fonte mais concentrada.

Comparado a um tomate fresco grande, um copo da melancia tem 1.5 vezes mais licopeno (6 miligramas (mg) na melancia comparado a 4 mg em um tomate). Irei falar mais sobre por que o licopeno é tão importante em breve…

2. O Suco da Melancia pode Aliviar Dores Musculares

Se você tiver um juicer, tente fazer juicing com aproximadamente um terço de uma melancia fresca e beba seu suco antes de fazer sua próxima sessão de exercícios. Isto irá conter um pouco mais do que um grama de l-citrulina, um aminoácido que parece proteger contra a dor muscular.

Um estudo revelou que os homens que bebiam suco de melancia não pasteurizado natural antes de fazer seus exercícios tinham dor muscular reduzida 24 horas mais tarde em comparação a aqueles que tomaram um placebo.

Porém você precisa ter cuidado ao beber suco de melancia, já que ele contém uma quantidade significativa de frutose. Pode ser melhor comer a fruta inteira, ou optar por estas outras dicas para prevenir dor muscular.

3. A Melancia é uma Fruta e um Vegetal

Você lembra que a melancia é parente do pepino, da abóbora e da abobrinha? Isso é porque ela é parte vegetal e parte fruta (afinal, ela é uma planta doce, que produz sementes). A outra pista de que a melancia é tanto uma fruta quanto um vegetal? A sua casca é inteiramente comestível…

4. Você Pode Comer a Casca e as Sementes da Melancia

A maioria das pessoas joga fora a casca de melancia, mas tente colocá-la em um liquidificador com um pouco de limão para obter uma bebida saudável e refrescante. A casca não só contém bastante clorofila que promove a saúde e a construção sanguínea, mas ela na verdade contém mais do aminoácido citrulina do que a sua polpa vermelha.

A citrulina é convertida em arginina nos rins, e este aminoácido não só é importante para a saúde do coração e manutenção do seu sistema imunológico, mas também tem sido pesquisado pelo seu potencial valor terapêutico contra mais de 100 doenças.

Enquanto muitas pessoas preferem variedades da melancia sem sementes, as sementes pretas da melancia são comestíveis e realmente muito saudáveis. Elas contêm ferro, zinco, proteínas e fibras. (No caso de você estar se perguntando, as melancias sem sementes não são geneticamente modificadas, pois elas são o resultado da hibridização).

5. É composta em Sua Maior Parte de Água

Isso pode não ser surpreendente, mas ainda é um fato divertido; mais de 91 por cento da melancia é água. Isso significa que comer uma melancia em um dia quente de verão é uma maneira saborosa de te ajudar a ficar hidratado e evitar a desidratação  (no entanto, isso não substitui beber muita água fresca).

6. Algumas Melancias são Amarelas

A melancia Carmesim Amarela tem uma polpa amarela com um sabor mais doce, semelhante ao do mel, comparada com a sua prima vermelha mais popular. É provável que a melancia amarela ofereça seu próprio conjunto exclusivo de benefícios nutricionais, mas a maioria das pesquisas até agora tem se concentrado nas variedades vermelhas.

Licopeno: Nutricionalmente o Motivo Pelo Qual a Melancia Ficou Famosa

A melancia é uma excelente fonte de licopeno, com mais de 6500 microgramas (6,5 mg) em menos de meia xícara (as variedades de carne vermelha contêm significativamente mais licopeno do que a melancia amarela).

Também digno de nota é o fato de que o licopeno na melancia parece ser bastante estável, ocorrendo pouca deterioração mesmo depois de ter sido cortado e armazenado na geladeira por mais de dois dias. Em um estudo, levou cerca de sete dias de armazenamento para o licopeno se deteriorar, e foi apenas cerca de 6 a 11 por cento.

Então, o que torna o licopeno tão importante? Tem sido sugerido há muito tempo que a atividade antioxidante do licopeno seria mais poderosa do que a de outros carotenóides, como o betacaroteno. Em um estudo, após fazer o controle de outros fatores de risco para derrame, como idade mais avançada e diabetes, eles descobriram que os homens com os maiores níveis sanguíneos de licopeno tinham 55 por cento menos probabilidades de ter um derrame do que aqueles com um menor nível.

Uma metanálise de 2014 também revelou que o licopeno reduziu o risco de derrame (incluindo a ocorrência ou mortalidade dos derrames) em mais de 19 por cento. Além de diminuir o risco do acidente vascular cerebral, o licopeno mostrou ter uma potencial atividade anticâncer,  provavelmente devido às suas potentes propriedades antioxidantes.

Uma metanálise de 2014 de 10 estudos também mostrou que o licopeno dietético pode proteger contra o risco de câncer no ovário entre as mulheres pós-menopáusicas. Há também alguma evidência em estudos feitos com animais de que o licopeno também pode ajudar no tratamento do câncer.

Um estudo descobriu que o tratamento com licopeno reduziu o crescimento de tumores cerebrais enquanto outro mostrou que a ingestão frequente de licopeno suprimiu o crescimento do tumor de mama em ratos.

O Extrato da Melancia pode Reduzir Significativamente a Pressão Sanguínea

Nova pesquisa também destacou o papel dos nutrientes da melancia na prevenção do ataque cardíaco, através de uma redução significativa na pressão arterial. Os participantes do estudo obesos que receberam citrulina e suplementos de arginina derivados de extrato de melancia tiveram melhorias significativas na pressão arterial e no estresse cardíaco, tanto em repouso quanto em um teste estressante com água fria. De acordo com os pesquisadores:

"A suplementação de melancia reduziu a PA (Pressão Arterial) aórtica e a demanda miocárdica de oxigênio durante o CPT [Cold Pressor Test- Teste de Pressão Fria] e a magnitude do aumento induzido pelo frio na reflexão de ondas em adultos obesos com hipertensão. A melancia pode proporcionar cardioproteção atenuando as respostas hemodinâmicas aórticas induzidas pelo frio."

Lembre-se que no seu corpo, a citrulina da melancia é convertida em L-arginina, que é um precursor do óxido nítrico. O óxido nítrico adequado é necessário para permitir que os vasos sanguíneos fiquem relaxados e abertos para o fluxo sanguíneo, que é uma das razões pelas quais ele pode ajudar a baixar a pressão arterial.

Melancia para Inflamação, Saúde Sexual e Mais

A L-arginina também pode ajudar com a disfunção erétil,  ajudando a relaxar seus vasos sanguíneos, incluindo aqueles que fornecem sangue para o pênis - e é por isso que se referem a melancia como "O Viagra da Natureza". De fato, identificou-se que a suplementação de citrulina melhora a ereção em homens com disfunção erétil leve.

No que mais a melancia ajuda? Ela é rica em substâncias anti-inflamatórias. Por exemplo, a melancia contém o antioxidante anti-inflamatório licopeno, bem como a cucurbitacina E, ou triterpenóide,o que reduz a atividade da enzima ciclooxigenase que causa dor e inflamação - a mesma enzima bloqueada por inibidores da COX-2, que incluem a maioria dos AINEs como a aspirina e ibuprofeno.

Embora seja muita baixa em calorias (cerca de 46 calorias em uma xícara), a melancia também contém uma impressionante variedade de outros nutrientes importantes que para muitas pessoas está em falta, incluindo:

  • Vitamina C
  • Vitamina B6
  • Potássio
  • Vitamina A
  • Magnésio

Como Escolher a Melancia Perfeita

Cortar uma melancia e descobrir que falta sabor a ela é decepcionante. Há um truque que você pode usar para escolher uma melancia madura, quer do seu mercado local ou da sua própria plantação. Procure por um pálido ponto amarelo amanteigado (não branco ou verde) na parte de baixo.

Este é o lugar onde a melancia fica disposta no solo, amadurecendo, e é um dos melhores indicadores de maturidade que você pode usar (mesmo os colhedores comerciais de melancias usam isso como indicador). Outros truques para escolher uma melancia madura incluem:

  • Ela deve ser pesada em relação a seu tamanho
  • A casca deve ser lisa com um topo opaco (o topo é o lado oposto ao ponto que toca o chão)
  • O teste da pancada (este é controverso, mas se diz que a melancia madura deve emitir um som grave oco ao receber uma pancada leve)

Armazene sua melancia em uma área fria (10-15 graus) até que seja cortada. A melancia que já foi cortada deve ser refrigerada (e não se esqueça de limpar a sua melancia com um pano úmido antes de cortá-la). Lembre-se, tente tomar um suco feito com a casca misturado com um pouco de suco de limão em vez de simplesmente jogá-la no lixo (escolha uma melancia orgânica, especialmente se você for comer a casca).

Por fim, a melancia deve ser apreciada com moderação devido ao seu alto teor de frutose. Um dezesseis avos de uma melancia média contém 11,3 gramas de frutose  (eu recomendo manter sua ingestão de frutose total abaixo de 25 gramas de frutose por dia se você estiver com boa saúde e abaixo de 15 gramas por dia, se você estiver com sobrepeso ou tiver pressão arterial elevada ou diabetes).

Artigo Anterior Próximo Artigo

Aviso legal: Todo o conteúdo deste site baseia-se nas opiniões do Dr. Mercola salvo expresso em contrário. Os artigos individuais baseiam-se nas opiniões do respectivo autor, que detém os direitos autorais conforme indicado. As informações deste site não pretendem substituir a relação individual com um profissional de saúde qualificado nem devem ser consideradas recomendação médica. Sua finalidade é compartilhar conhecimentos e informações a partir da pesquisa e experiência do Dr. Mercola e sua comunidade. O Dr. Mercola incentiva você a tomar suas próprias decisões de saúde com base na sua pesquisa e em conjunto com um profissional de saúde qualificado. Se você estiver grávida, amamentando, tomando medicação ou tiver um problema de saúde, consulte o seu médico antes de usar produtos baseados neste conteúdo.