Os 11 Melhores Benefícios do Sexo para a Saúde

Benefícios do Sexo

Resumo da matéria -

  • A atividade sexual beneficia seu corpo de diversas formas semelhantes às do exercício, melhorando a saúde e a imunidade cardíaca e reduzindo a pressão arterial
  • O sexo está ligado à melhora do sono, da intimidade e da autoestima e também pode diminuir os níveis de estresse e proporcionar alívio da dor
  • Uma vida sexual saudável é uma parte fundamental de um estilo de vida saudável; se sua vida sexual precisar de um melhora, fatores nutricionais e emocionais podem precisar ser considerados.
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Muitas pessoas associam um estilo de vida saudável com hábitos que nem sempre são muito divertidos... como fazer exercícios extenuantes ou deixar de comer sobremesas.

Mas isso é um equívoco, uma já que muitos dos hábitos mais saudáveis também estão entre os mais gratificantes.

Tome o sexo como um exemplo disso.

Ele conta como um exercício moderadamente intenso, além de melhorar aspectos da saúde física e mental.

Enquanto você estiver praticando sexo seguro, aumentar sua atividade sexual é uma estratégia infalível para melhorar a saúde!

Os 11 Melhores Benefícios do Sexo para a Saúde

O sexo regular não pode ser subestimado como um fator para reduzir o estresse, reforçar a autoestima e promover sentimentos de intimidade e vínculo entre os parceiros.

Mas o verdadeiro assunto deste artigo é o fato de que uma vida sexual saudável pode proporcionar uma vida mais longa, saudável e, a maioria das pessoas concorda com isso, mais agradável. Entre os muitos benefícios do sexo para a saúde estão:

Melhora da Imunidade

As pessoas que fazem sexo com frequência (uma ou duas vezes por semana) têm níveis significativamente maiores de imunoglobulina A (IgA). Seu sistema imunológico IgA é a primeira linha de defesa do seu corpo.

Seu trabalho é combater os organismos invasores em seus pontos de entrada, reduzindo ou mesmo eliminando a necessidade de ativação do sistema imunológico do seu corpo. Isso pode explicar por que as pessoas que fazem sexo com frequência também ficam menos doentes.

Saúde do Coração

Os homens que fazem amor regularmente (pelo menos duas vezes por semana) estão 45 por cento menos propensos a desenvolver doença cardíaca do que aqueles que o fazem uma vez por mês ou menos, de acordo com um estudo.

A atividade sexual não só proporciona muitos dos mesmos benefícios do exercício ao seu coração, mas também mantém os níveis de estrogênio e testosterona em equilíbrio, o que é importante para a saúde do coração.

Pressão Sanguínea mais Baixa

A atividade sexual, e especificamente a relação sexual, está ligada a uma melhor resposta ao estresse e uma menor pressão arterial.

É uma Forma de Exercício

O sexo ajuda a aumentar sua frequência cardíaca, a queimar calorias e fortalecer os músculos, assim como o exercício. De fato, pesquisas recentemente revelaram que o sexo queima cerca de 4 calorias por minuto para os homens e 3 para as mulheres, tornando-o (às vezes) uma forma “significativa” de exercício. Pode até ajudá-lo a manter sua flexibilidade e equilíbrio.

Alívio da Dor

A atividade sexual libera hormônios que reduzem a dor e identificou-se que ela ajuda a reduzir ou bloquear a dor nas costas e nas pernas, além da dor por cólicas menstruais, artrite e dores de cabeça. Um estudo até descobriu que a atividade sexual pode levar ao alívio parcial ou total da dor de cabeça em alguns pacientes com enxaqueca e dores de cabeça suicidas.

Pode Ajudar a Reduzir o Risco de Câncer de Próstata

Uma pesquisa demonstrou que os homens que ejaculam pelo menos 21 vezes por mês (durante o sexo ou masturbação) apresentam um menor risco de desenvolver câncer de próstata. Essa ligação ainda precisa ser explorada, pois pode haver outros fatores envolvidos nesta associação.

Melhora o Sono

Após o sexo, a prolactina, o hormônio indutor de relaxamento, é liberada, o que pode ajudá-lo a dormir mais rapidamente. A oxitocina, conhecida como “hormônio do amor”, liberada durante o orgasmo, também ajuda no sono.

Alívio do Estresse

O sexo faz com que seu corpo libere substâncias químicas naturais que fazem você sentir-se bem, ajudando a aliviar o estresse e aumentar o prazer, a calma e a autoestima. Uma pesquisa também demonstrou que aqueles que tiveram relações sexuais responderam melhor quando submetidos a situações estressantes, como falar em público.

Aumenta sua Libido

Quanto mais você fizer sexo, mais propenso você estará a querer continuar fazendo. Há uma conexão mental, mas também física, especialmente para as mulheres. Fazer sexo mais frequentemente ajuda a aumentar a lubrificação vaginal, o fluxo sanguíneo e a elasticidade, o que, por sua vez, torna a atividade sexual mais agradável.

 Controle Melhorado da Bexiga nas Mulheres

O sexo ajuda a fortalecer seus músculos do assoalho pélvico, que se contraem durante o orgasmo. Isso pode ajudar as mulheres a melhorar o controle sobre a bexiga e evitar a incontinência. Você pode aumentar esse benefício ainda mais praticando exercícios Kegel durante o sexo (uma contração Kegel é realizada ao contrair seus músculos pélvicos inferiores e mantê-los no alto e contraídos, como se estivesse tentando parar um fluxo de urina).

 Aumenta a Intimidade e Melhora seu Relacionamento

O sexo e os orgasmos resultam em níveis aumentados do hormônio oxitocina - o “hormônio do amor” - que ajuda você a sentir-se ligado ao seu parceiro e melhora a experiência de conexões empáticas.

O Sexo Esfriou? Verifique a Conexão Emocional

A ansiedade, ficar na defensiva, o medo e o fracasso em comunicar-se são forças psicológicas destrutivas que podem ter um grande impacto na sua libido, seja você um homem ou uma mulher, agindo como obstáculos ao desejo.

O estresse, também, pode diminuir sua libido e fazer do sexo a última coisa na sua mente (o que é algo sem sentido, uma vez que o sexo ajudará a reduzir seus níveis de estresse significativamente).

Aprender a controlar suas emoções ao aprender as técnicas de libertação emocional (Emotional Freedom Technique -EFT) pode ajudar a reativar sua vida sexual. As EFT são uma técnica de acupressão psicológica que pode ajudá-lo a lidar eficazmente com seus pensamentos relacionados ao estresse e deixar você sentindo-se mais calmo e mais capaz de enfrentar seus desafios, sejam eles quais forem, para que você possa concentrar-se em atividades mais agradáveis.

Homens, Tentem Fazer isso Antes de Decidir Tomar Viagra

Os graus variáveis de disfunção erétil (DE) são comuns nos homens e podem interferir significativamente numa vida sexual saudável. Muitas vezes, é simplesmente uma manifestação de estresse ou problemas emocionais, mas também pode ser um sinal de um problema de saúde subjacente como doença cardíaca.

É importante que você busque descobrir a causa inicial, e também que você resista ao desejo de simplesmente tomar uma pílula como o Viagra para uma solução rápida. O Viagra possui riscos de efeitos colaterais potencialmente graves, incluindo:

Dor de cabeça

Dores de estômago

Rubor da face

Cegueira em relação à cor azul/verde

Visão embaçada

Visão sensível à luz

Diminuição repentina ou perda de visão em um ou ambos os olhos

Uma ereção anormalmente duradoura que pode causar danos permanentes ao seu pênis

Perda ou diminuição repentina na audição, às vezes com zumbido nos ouvidos ou tontura

Ataque cardíaco, acidente vascular cerebral, batimento cardíaco irregular e morte ocorreram em homens que tomaram Viagra

No que diz respeito às alternativas naturais, existem muitas opções a ser consideradas, incluindo a L-arginina, um aminoácido que é o precursor do óxido nítrico, um composto natural que ajuda a relaxar os vasos sanguíneos. O óxido nítrico envia um sinal para as células musculares do seu sangue para ajudar a relaxar os vasos sanguíneos, de modo que os vasos sanguíneos dilatam e seu sangue flui mais livremente.

Isso ajuda suas artérias a recuperar a elasticidade e a ficar livres de placas. A L-arginina também pode levar ao aumento da microcirculação nos tecidos genitais, o que resulta em ereções mais fortes e uma melhor capacidade de resposta sexual, através deste mecanismo do óxido nítrico.

Estudos científicos mostraram que a L-arginina pode ser particularmente efetiva quando utilizada em combinação com outro agente natural, o picnogenol, que resultou em melhora significativa na função sexual em homens com DE, de acordo com um estudo búlgaro.

Da mesma forma, um estudo piloto publicado na revista European Urology descobriu que 6 gramas de L-arginina combinada com 6 mg de ioimbina, um composto encontrado na erva yohimbe, foi bem-sucedido no tratamento de homens com DE. Além da L-arginina, outras alternativas naturais incluem:

  • Panax ginseng e raiz de maca peruana, que tem sido usada há séculos como tônico para aumentar a libido
  • Colina e vitamina B5. O neurotransmissor que desencadeia mensagens sexuais no seu cérebro, seja você homem ou mulher, é a acetilcolina (ACH). Com pouca ACH, a atividade sexual diminui. Uma maneira de melhorar de forma segura e eficaz seus níveis de ACH é tomar suplementos de colina (1.000-3.000 mg) e vitamina B5 (500-1.500 mg).

Sete segredos para uma vida sexual saudável para homens e mulheres

Você está em um relacionamento sério e sente que sua vida sexual deixa muito a desejar? Tratar os problemas de estresse e relacionamento é importante, como discutido anteriormente, mas se esse não é o problema, então, pode ser que o seu estilo de vida esteja atrapalhando. Para aumentar sua libido naturalmente e ajudar a restaurar a harmonia a sua vida íntima, use as estratégias a seguir.

Reduza, com a intenção de eliminar, grãos e açúcares da sua dieta. É de vital importância eliminar açúcares, especialmente a frutose. Altos níveis de açúcar na corrente sanguínea podem realmente desligar o gene que controla seus hormônios sexuais.

Tenha uma dieta saudável, como a descrita no meu plano nutricional, o que ajudará a normalizar seus níveis de insulina. Esta medida simples tem uma influência profunda em todas as áreas da sua saúde, incluindo a sua vida sexual.

Otimize seus níveis de vitamina D, idealmente através da exposição adequada ao sol, pois isso permitirá que seu corpo também crie sulfato de vitamina D — um fator que pode desempenhar um papel crucial na prevenção da formação de placa arterial ligada à disfunção erétil.

Faça exercícios regularmente. Certifique-se de incorporar exercícios de treinamento intervalado de alta intensidade, que também otimizam a produção de hormônio de crescimento humano (Human Growth Hormone -HGH).

Evite fumar ou beber álcool de forma excessiva.

Certifique-se de obter muito sono restaurador de alta qualidade.

Considere tomar suplementos de colina e vitamina B5. O neurotransmissor que desencadeia a mensagem sexual, tanto nos homens quanto nas mulheres, é a acetilcolina (ACH). Se há pouca ACH, a atividade sexual diminui. Uma maneira de melhorar de forma segura e eficaz os níveis de ACH no seu corpo é tomar suplementos de colina (1.000-3.000 mg) e vitamina B5 (500-1.500 mg).