12 Plantas Domésticas que Melhoram a Qualidade do Ar Interno

Planta na sala de estar

Resumo da matéria -

  • A poluição do ar interno é um risco significativo à saúde pública aumentando seu potencial para desenvolvimento de doenças como câncer de pulmão, doenças cardíacas, AVC e redução da função cognitiva
  • Produtos que poluem o ar em casa e no trabalho incluem mobília, tapetes e carpetes, suprimentos de lazer, tinta e marcenaria de madeira prensada
  • Plantas domésticas não somente melhoram sua produtividade e criatividade, como também absorvem a poluição do ar interno e demonstraram redução nos períodos de doenças
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Você sabia que alguns poluentes do ar são 100 vezes mais concentrados dentro de casa do que fora? Você é dependente de ar de qualidade para suportar seu sistema respiratório e sua saúde geral.

Infelizmente, diversos estudos sociológicos demonstraram que a quantidade média de tempo que uma pessoa residente nos EUA gasta em ambientes internos está próximo a 92 por cento de seu dia.

Dados indicam que pessoas empregadas gastam 2 por cento de seu tempo fora e 6 por cento em trânsito entre sua casa e seu trabalho.

Isto significa que a qualidade do ar interno que você respira é muito importante para sua saúde em longo prazo. De acordo com a Agência de Proteção Ambiental (EPA), a qualidade ruim do ar interno é um dos principais riscos à saúde pública que você enfrenta todos os dias.

Qualidade ruim do ar foi associada a uma série de diferentes efeitos à saúde que podem ser experimentados imediatamente ou vários anos depois.

Entender e controlar a poluição do ar interno ao qual você está exposto(a) fazendo pequenas mudanças no espaço onde você vive pode ajudar na redução dos riscos à saúde.

A Qualidade do Ar Interno Pode Estar 100 Vezes Pior do que o Externo

Você pode pensar que o ar externo está poluído e que o ar interno está limpo, pois você não sente odores químicos nem nota fumaça no ar em casa ou no escritório. Acontece que, o ar em casa pode ser mais perigoso para a saúde do que o ar externo.

De acordo com a EPA, os níveis de poluição do ar dentro de casa podem estar entre duas e cinco vezes maiores do que os níveis externos. Alguns dos diferentes poluentes que você respira podem ser até 100 vezes mais concentrados internamente.

Diversas casas e prédios mais novos são também construídos visando a redução dos custos de utilitários. Isto requer que o proprietário do prédio ou da casa propositalmente ventile o prédio para troca de ar. Embora estes prédios reduzam os custos de utilidades, eles aumentam os riscos de desenvolvimento de problemas de saúde se não forem ventilados.

Tanto o Instituto Nacional do Câncer (NCI) quanto os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) estabeleceram que 80 por cento de todos os cânceres podem estar atribuídos a fatores provenientes do ambiente.

Em vez de os fatores genéticos serem os responsáveis pela maioria dos tipos de câncer, a exposição a produtos químicos carcinogênicos e toxinas está entre os fatores causativos.

Isto foi proposto em 1977, quando quatro cientistas mostraram evidências de seus dados indicando que 80 por cento de todos os tipos de câncer foram desencadeados por fatores ambientais. Os estudos que eles realizaram incluíram dados relacionados a variações na geografia, alterações dos riscos ao longo do tempo, migrantes, estudos de correlações e relatórios de casos.

O Que Está no Ar que Você Respira?

A fonte de poluição interna é uma combinação de interações entre o prédio, os ocupantes, o clima, a construção, a mobília e fontes contaminadas. A poluição gerada pelos ocupantes está relacionada ao uso de tabaco e a produtos que você pode trazer para casa, como desodorantes de ambientes e suprimentos de limpeza.

Existe uma série de diferentes contribuintes para o aumento da má qualidade do ar em casa ou no escritório. Embora os compostos orgânicos voláteis (VOCs) estejam listados como um contribuinte, existem centenas de produtos diferentes que você encontra em casa que emitem VOCs. A variedade de contribuintes para a poluição interna inclui:

Asbestos

Bactérias e vírus

Produtos de construção e pintura

Monóxido de carbono

Tapetes e carpetes

Suprimentos de limpeza e produtos químicos domésticos

Baratas

Ácaros e poeira

Formaldeído

Chumbo

Pelos de animais domésticos

Radônio

Tabagismo passivo

VOCs

Retardadores de chamas

VOCs são um específico e perigoso tipo de poluição emitida por produtos como aerossóis, suprimentos de limpeza, conservantes de madeira, produtos de lazer e produtos de madeira prensada. Alguns dos nomes mais familiares são benzeno, formaldeído e tolueno.

A maioria dos estudos realizados sobre a saúde focou na exposição aos VOCs, portanto sabe-se muito pouco sobre os efeitos na saúde quando estes produtos químicos são encontrados em combinação. Embora os níveis de toxicidade de cada um dos VOCs separadamente tenham sido determinados, não existem níveis seguros reais e, em combinação, esses níveis tóxicos podem ser menores.

Como a Poluição do Ar Interno Impacta Sua Saúde

Sintomas de poluição do ar interno

A poluição do ar interno pode resultar tanto em efeitos em curto prazo quanto em efeitos em longo prazo sobre a saúde. Crianças são especialmente vulneráveis a produtos químicos e poluentes, tanto em casa quanto na escola. Fique atento(a) a sintomas de poluição do ar demonstrados por suas crianças e envolva-se com o distrito onde a escola delas está localizada para melhorar a qualidade do ar que elas respiram.

Sintomas de curto prazo relacionados à exposição à poluição do ar interno parecem-se com os sintomas de alergia ou resfriado. São eles:

Piora da asma

Olhos lacrimejantes e pruriginosos

Dores de cabeça

Tontura

Fadiga

Garganta arranhando

Nariz escorrendo

Embora estes sintomas geralmente desapareçam poucas horas depois de deixar a área de exposição aos poluentes, problemas de saúde em longo prazo não são resolvidos simplesmente deixando o ambiente poluído. Estes problemas de saúde são:

  • Bronquite, asma e enfisema
  • Envelhecimento acelerado do tecido do pulmão e câncer de pulmão
  • Pressão arterial alta, infarto e AVC
  • Longevidade reduzida
  • Redução da função cognitiva

Plantas Domésticas Melhoram o Ambiente do Lar

Plantas domésticas são decoração bastante funcional para o lar e para o escritório, iluminando seu espaço, melhorando o humor e limpando o ar.

Diversos estudos concluíram que plantas em vasos melhoram o espaço de trabalho e de residência reduzindo a pressão arterial, melhorando a atenção e a produtividade, reduzindo os níveis de ansiedade e aumentando a satisfação no trabalho.

Outra pesquisa realizada demonstrou que a realização de trabalhos em torno de plantas levou a um grau mais alto de precisão e melhores resultados no trabalho realizado. Retenção de memória e concentração também melhoraram durante este estudo. Os pesquisadores concluíram que a exposição a plantas melhorou o desempenho em 20 por cento.

A pesquisa também demonstrou que plantas internas próximas do espaço de uma pessoa no trabalho causaram efeito estatisticamente significativo na quantidade de dias em que ela ficou doente e em seu nível de produtividade. Estas associações podem ter significância prática quando aplicadas a um grande número de funcionários ao longo do tempo.

As plantas podem também ser usadas para fitorremediação, ou redução da poluição do ar, do solo e da água. Cientistas da Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA), da Universidade da Georgia e da Universidade Estadual da Pensilvânia demonstraram que plantas em vasos em casa podem melhorar a qualidade do ar.

As plantas retiram os poluentes absorvendo-os através de suas folhas e raízes, quase da mesma forma que elas limpam o ar externo da poluição despejada pelas fábricas, pelos carros e pelos sistemas de aquecimento.

Plantas que Você Pode Usar para Decoração e Para Melhorar a Qualidade do Ar

A maioria das plantas folhosas são adeptas à remoção de alguma poluição do ar interno. No entanto, cientistas também descobriram que existem várias delas que funcionam melhor na remoção de VOCs de sua casa e ambiente de trabalho. A NASA estava por trás de parte da pesquisa inicial realizada em 1989 para determinar plantas específicas que podem ser úteis na redução da poluição em ambientes herméticos.

Pesquisadores continuaram a investigar as habilidades de diversas plantas em limpar a poluição do ar interno. Uma pesquisa realizada mais recentemente identificou estas 12 plantas domésticas mais benéficas e os VOCs específicos que elas são capazes de remover. Os resultados deste estudo estão na pauta do encontro da Sociedade Química Americana.

Jade

Particularmente boa para absorção de tolueno emitido pela gasolina, tinta, querosene e verniz. Esta planta floresce à meia luz, vaso avulso e temperatura ambiente. Permite que o solo seque entre as regas; folhas marrons indicam que ela precisa de água.

Clorofito

Esta planta absorve até 90 por cento do formaldeído e do monóxido de carbono do tabaco e do O-xileno dos combustíveis e P-xileno encontrado nos plásticos (esta planta é também chamada planta do avião). Ela é resistente e sobrevive bem até mesmo se você não for um bom jardineiro. A planta é segura para animais domésticos e é fácil de cultivar.

Bromélia

Na família das bromélias, como o abacaxi, esta planta facilmente purifica o ar em 90 por cento contra os benzenos emitidos por colas, cera de mobília, detergente e tinta. Esta planta é fácil de cultivar internamente e tem poucos problemas com pestes. Ela resiste bem à seca, porém nunca a sobrecarregue de água.

Cacto do Caribe

Estes cactos adoráveis podem absorver até 80 por cento do etilbenzeno do espaço onde são mantidos. Este produto químico é emitido por produtos eletrônicos, material de construção, produtos para manutenção de jardins, brinquedos e mobília.

A maioria dos cactos ficará bem em vasos com a quantidade correta de nutrientes, luz e água. Embora eles resistam bem à seca, eles requerem mais água em ambiente interno do que quando estão na terra.

Dracena

Esta planta de folhas bonitas e diversificadas absorve 90 por cento da acetona proveniente de produtos de limpeza doméstica e removedor de esmalte de unhas.

Samambaia

Esta planta folhosa requer muita água e fornece umidade para a casa.

Lírio da Paz

Esta planta é apresentada em cor sólida ou em folhagem diversificada. Ela floresce na primavera e não requer muita luz. Mantenha-a próxima de você em seu escritório, pois ela absorve radiação eletromagnética dos dispositivos digitais e umidifica o ar.

Hera Inglesa

Fácil de cultivar e cuidar, é excelente para absorver as toxinas provenientes de cigarros e limpar o ar para pessoas que sofrem de asma.

Fícus

Um pouco mais difícil de cuidar, o fícus limpa odores do ar e reduz substâncias tóxicas da casa e do escritório. Existem diversas variedades desta planta.

Espada-de-São-Jorge ou Língua de Sogra

Esta planta é fácil de cuidar e cresce bem. Ela remove benzeno e formaldeído e aumenta o suprimento de oxigênio no local à noite.

Filodendro

Esta é a planta favorita, pois é fácil de cultivar e fica linda pendurada em vasos. Ela desintoxica de forma eficaz o formaldeído, porém é tóxica para gatos e cachorros.

Areca-bambu

Também conhecida como palmeira de jardim, esta planta cresce internamente e prontamente absorve o formaldeído liberado da mobília. Se você comprou uma cadeira ou um sofá novo, você deve decorar o ambiente com esta planta.

+ Recursos e Referências