Limpe Sua Mente, Corpo e Alma com a Fragrância do Óleo de Frangipani

óleo de frangipani

Resumo da matéria -

  • Embora o coco seja chamado de “árvore da vida” por causa de suas diversas aplicações, o frangipani ganhou o mesmo apelido por um motivo completamente diferente
  • Esta árvore é geralmente plantada em solo e túmulos de templos como símbolo da vida eterna da alma
  • O frangipani é também popularmente usado para a produção de um óleo essencial calmante e possui uma encantadora fragrância
Tamanho da fonte:

O Que é o Óleo de Frangipani?

O óleo de frangipani é proveniente do frangipani, também conhecido como pluméria, membro das Apocynaceae (família das Dogbane). A planta está relacionada ao oleandro (Nerium oleander) e possui diferentes espécies que podem ser distinguidas por suas diferentes formas e hábitos de cultivo.

A árvore é nativa do México, do Caribe e da América Central – planta bonita, porém fácil e rápida de cultivar, comumente vista em jardins e templos. As plumérias são grandes, aromáticas e vermelhas e florescem durante o verão e o outono. Outras variedades produzem flores amarelas e brancas.

O óleo de frangipani possui uma fragrância forte, rica, inebriante e exótica tornando-o valioso na indústria de perfumes. Algumas pessoas descrevem o aroma como “romântico”. O óleo é amarelo claro ou pálido e levemente viscoso.

Usos do Óleo de Frangipani

As flores do frangipani, e a árvore em si, são conhecidas por sua beleza e pelo apelo decorativo que adicionam a quintais e jardins. No Havaí, as plumérias são popularmente usadas para a produção do famoso colar de flores colocado em torno do pescoço dos turistas e são usadas como centros de mesa por sua exótica e única aparência.

Entretanto, o óleo de frangipani é mais apreciado não somente por sua fragrância profunda e duradoura, mas também por suas propriedades de limpeza profunda que o torna extremamente útil em perfumes, cremes de pele, sabonetes e loções. Ele é adicionado a xampus, cremes capilares, condicionadores e géis como ingrediente aromático.  

Você pode usar o óleo de frangipani como aromatizante de ambientes – simplesmente adicione algumas gotas a um frasco pulverizador cheio com água destilada, agite a mistura e pulverize-a por todo o ambiente para promover uma fragrância revigorante.

Composição do Óleo de Frangipani

Um estudo analisou a composição de quatro espécimes de pluméria, denominados P. obtusa, P. acuminata, P. rubra L. e P. rubra. O óleo essencial do P. obtusa era rico em salicilato de benzila com pequenas concentrações de ácidos alcânicos, enquanto o óleo de P. acuminata era rico em ácido palmítico, ácido linolênico, ácido mirístico e ácido láurico.

O óleo de P. rubra L. era também desprovido de salicilato de benzila e benzil benzoato e rico em ácidos alcânicos, tornando-o similar ao óleo de P. acuminata. No entanto, ele não continha ácido linolênico. Por sua vez, o óleo de P. rubra continha significantes quantidades tanto de ésteres não terpênicos (salicilato de benzila, benzil benzoato e 2-feniletil benzoato) quanto de ácidos alcânicos.

Ele possuía a maior concentração de (E) -nerolidol e geraniol entre as quatro espécies estudadas.

Benefícios Promovidos Pelo Óleo de Frangipani

As flores do frangipani, assim como outras partes da árvore, têm sido usadas em diferentes problemas de saúde. Acredita-se que algumas gotas de seiva de frangipani ajudam na cura da dor de dente, enquanto sua casca, esmagada e aplicada como compressa, pode ajudar na redução de inchaços. Acredita-se também que beber chá de raiz de frangipani (fervida em água) ajuda na cura do diabetes.

Eu não recomendo o uso oral do frangipani, a menos que aprovado por um médico qualificado. Entretanto, o óleo de frangipani é apreciado por suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Acredita-se que ele ajude no alívio de inflamações, de dores de cabeça, de dores nas costas e de zumbidos.

É conhecido por seus efeitos hidratantes, pois ele alivia a pele seca e rachada, ajudando a manter a pele macia. O óleo de frangipani relaxa os nervos e os músculos e possui propriedades afrodisíacas, adstringentes e purificadoras.

Como Produzir o Óleo de Frangipani

O óleo de frangipani é produzido tanto através de depressão fria ou extração por solvente resultando em um óleo puro e altamente concentrado. Este método de extração captura as notas etéreas doces e frescas de sua flor.

Como o Óleo de Frangipani Funciona?

Você pode obter os benefícios do óleo de frangipani usando-o topicamente ou dispersando-o. As propriedades aromaterapêuticas do frangipani promovem uma limpeza interna profunda que refresca a mente, o corpo e a alma. Você pode usá-lo como óleo de massagem, onde você pode apreciar tanto sua fragrância quanto suas propriedades hidratantes.

É recomendado adicionar algumas gotas deste óleo no banho, pois ele aumentará os sentidos e dará a você a mesma sensação de renovação que um spa promove. No entanto, recomendo misturar o óleo de frangipani a outros óleos florais, assim como a um óleo base seguro como óleo de coco ou azeite de oliva antes de usá-lo topicamente.

O Óleo de Frangipani é Seguro?

Como ainda não existem estudos com relação à segurança do óleo de frangipani, aconselho que você o use com cautela, especialmente se estiver grávida, amamentando ou se sofrer de qualquer doença. O óleo de frangipani é melhor quando usado topicamente, diluído em um óleo base seguro. Não o ingira sem supervisão de um médico qualificado.

Você deve também realizar um teste de toque para verificar se possui qualquer sensibilidade a este óleo. Aplique uma gota diluída na pele e veja se ocorrem reações alérgicas.

Efeitos Colaterais do Óleo de Frangipani

O óleo de frangipani possui propriedades emenagogas (estimula o fluxo menstrual), portanto você deve evitá-lo durante a gravidez, pois ele pode provocar aborto. Pessoas com epilepsia devem evitar usar este óleo.