Descubra os Sinais e Sintomas das Hemorroidas

doloroso movimento do intestino

Resumo da matéria -

  • Identificar os primeiros sinais de hemorroidas é vital para diminuir a dor e tratar essas veias inchadas o mais rápido possível
  • É importante saber que as hemorroidas internas e externas são diagnosticadas de forma diferente. Se você notar esses sintomas comuns de hemorroidas, consulte um médico imediatamente
Tamanho da fonte:

Identificar os primeiros sinais de hemorroidas é vital para diminuir a dor e tratar essas veias inchadas o mais rápido possível. Se você notar esses sintomas comuns de hemorroidas, consulte um médico imediatamente:

Dor extrema ao redor da area do ânus

Incontinência fecal

Sangue no tecido, nas fezes ou no vaso sanitário após a evacuação

Surgimento de caroços que coçam ou são dolorosos ou inchaço perto do ânus

Grandes quantidades de sangramento retal

Delírios, tonturas e desmaios

Como Diagnosticar um Possível Caso de Hemorroidas

É importante saber que as hemorroidas internas e externas são diagnosticadas de forma diferente. As hemorroidas externas podem ser identificadas através de um exame físico, um resumo do seu histórico de hemorroidas ou, em alguns casos, pode ser visível para o seu médico.

Para hemorroidas internas, existem diferentes técnicas que seu médico pode utilizar para chegar a um diagnóstico adequado. Estas incluem:

Exame retal digital — Realizado para verificar os crescimentos dentro do ânus, seu médico insere um dedo lubrificado e com luva no seu reto. Se seu médico detectar alguma anormalidade, ele ou ela pode recomendar que você faça exames adicionais.

Sigmoidoscopia — Uma pequena câmera de fibra óptica chamada de sigmoidoscópio é colocada em um pequeno tubo e posicionada no seu reto. Isso permite ao seu médico visualizar o interior do seu reto para verificar se há hemorroidas.

Proctoscopia — este procedimento implica no seu médico inserir um tubo fino e oco com uma luz no final no seu ânus. Isso permite que ele ou ela veja todo o canal anal ou a última seção do intestino grosso.

Anoscopia — um dispositivo chamado anoscópio (geralmente feito de plástico descartável ou de aço inoxidável) é inserido no seu ânus. Seu médico pode examinar suas áreas anais-retais para ver se existem hemorroidas.

Colonoscopia — um tubo com 4 pés (1,21 m) de comprimento, flexível e estreito chamado de colonoscópio é inserido no seu ânus e movido lentamente até o seu reto e através do seu cólon. Por conta de uma pequena câmera e fonte de luz ligada ao tubo, seu médico pode examinar seu reto e algumas seções do seu cólon.

Uma colonoscopia pode ser recomendada por seu médico para examinar seu cólon mais extensivamente, especialmente se:

Os sinais e sintomas podem indicar que você possui outra doença do sistema digestivo

Você exibe fatores de risco para câncer colorretal

Você tem mais de 50 anos e não fez uma colonoscopia recentemente

Complicações que Você Pode Experimentar se Ignorar as Hemorroidas

Embora as hemorroidas sejam desconfortáveis e dolorosas, elas não são fatais. Mesmo assim é importante que você mesmo seja examinado para ver se as tem o mais rápido possível, para evitar novas complicações, como:

  • Anemia — Esta é uma doença que ocorre quando o seu corpo não possui glóbulos vermelhos saudáveis para transportar oxigênio para suas células. A perda de sangue das hemorroidas provoca esta doença, e pode levar a fadiga ou fraqueza.
  • Hemorroidas estranguladas — Isso ocorre quando o suprimento de sangue para uma hemorroida interna é interrompido. Isso pode resultar em dor extrema e gangrena ou na morte do tecido.
  • Hemorroidas trombosadas — Estas são hemorroidas externas que desenvolvem coágulos sanguíneos dolorosos chamados hemorroidas trombosadas. Elas podem ficar irritadas ou infectadas e podem aumentar a necessidade de uma intervenção cirúrgica.
  • Hemorroidas prolapsadas — Estas são hemorroidas internas que caem através do reto e sobressaem do ânus. Assim como as hemorroidas trombosadas, as hemorroidas prolapsadas têm o potencial de ficar irritadas ou infectadas e podem precisar de cirurgia.