Para que Serve o Milho?

Tamanho da fonte:

O Extraordinário Milho

Nome botânico: Zea mays var. Saccharata

Fatos nutricionais do milho

Os especialistas acreditam que o milho é originário do México e que foi transportado para o norte pelos indígenas e pelos exploradores espanhóis. Quando os peregrinos chegaram nas Américas, os indígenas apresentaram a eles uma de suas principais culturas: “maize” (milho). Em 1.609, os colonizadores alcançaram sucesso no cultivo de 12,14 hectares de milho ao longo da costa leste, o que rendeu o suficiente para que pudessem exportar para casa.

Atualmente, há variedades brancas, amarelas, manchadas e pretas, entre outras. O milho doce é o favorito dos americanos. (Dica: ele estará pronto para colheita quando os estigmas (cabelos) da ponta estiverem marrons e os grãos estiverem macios e leitosos).

Além da utilização das miniaturas secas em grinaldas e centros de mesa para celebrar a colheita, as opções culinárias são infinitas: espiga assada, pipoca, cozido, frio nas saladas ou quente nas sopas. As folhas do milho podem ser usadas até mesmo para embrulhar o tamal. O mais incrível é que cada forma de preparo oferece um grupo específico de nutrientes benéficos para o corpo.

Benefícios do Milho Para a Saúde Fatos Nutricionais do Milho

Embora o milho contenha mais açúcar do que outras hortaliças, se comparado com grãos de cereais como, por exemplo, a quinoa e o arroz, a contagem de calorias é mais baixa. O milho é carregado de flavonóides que, entre outras coisas, protege contra o câncer de pulmão e oral, antioxidantes (como os ß-carotenos), e a luteína. Juntos, esses componentes ajudam a manter a saúde das membranas mucosas.

O milho é também uma excelente fonte de vitamina A, tiamina e vitamina B6.

Apesar da crença de que aquecer os alimentos reduz seus nutrientes, um estudo mostrou que cozinhar o milho a 46ºC durante 25 minutos, na verdade, aumenta:

  • a atividade antioxidante
  • o conteúdo de ácido ferúlico em 550 por cento (um recurso fenomenal para algo que extermina os radicais livres, protege as células, o DNA e combate a diabetes)
  • os componentes fenólicos totais (antioxidantes que impedem as lesões oxidantes ao DNA, lipídios e proteínas e que pode prevenir o câncer e as doenças cardiovasculares)

Atualmente, é importante saber se o milho doce vendido pelo supermercado de sua preferência é orgânico ou produzido a partir de sementes geneticamente modificadas. Se possível, descubra se os agricultores que vendem o milho doce em barracas na beira das estradas ou em feiras fizeram uso de pesticidas e outros produtos químicos. Caso afirmativo, continue procurando.

Fatos Nutricionais do Milho

Tamanho da porção: 3.5 onças (100 gramas), de milho doce, amarelo, cozinhado, fervido drenado, sem sal
  Quantidade por Porção % Valor Diário*
Calorias 103  
Calorias da Gordura 11  
Gordura Total 1 g 2%
Gordura Saturada 0 g 1%
Gordura Trans    
Colesterol 0 mg 0%
Sódio 0 mg 0%
Carboidrato Total 25 g 8%
Fibra Alimentar 3 g 11%
Açúcar 3 g  
Proteína 3 g  
Vitamina A - 5% Vitamina C 10%
Cálcio - 0% Ferro 2%

* Os Valores Percentuais Diários são baseados em uma dieta de 2.000 calorias. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades calóricas.

Estudos Realizados Sobre o Milho

A diabetes e a hipertensão, associadas à obesidade, são mais altas quando há um consumo elevado de alimentos ricos em calorias tais como açúcar, bebidas adocicadas com xarope de milho com alto teor de frutose (que é altamente concentrado e processado) e farinha refinada (especialmente quando é alterada geneticamente).

Com isso em mente, foi realizada uma pesquisa usando alimentos básicos, inclusive o milho, em determinadas combinações para maximizar os benefícios de suas enzimas e antioxidantes, para ver se ele poderia reduzir a incidência dessas doenças, especialmente nas comunidades indígenas da América do Norte.

Os cientistas concluíram que o consumo de alimentos simples à base de verduras pode reduzir o risco do açúcar alto no sangue e da hipertensão. Como as pessoas não têm o hábito de ingerir muita fibra, e consomem apenas metade do que deveriam, um estudo conduziu um experimento durante 14 dias onde os participantes ingeriram 12 gramas a mais de fibras por dia.

Os cientistas concluíram que mais fibra na dieta, devido ao processo específico de fermentação do milho dentro do corpo, pode reduzir o risco de câncer de cólon.

Receitas Saudáveis com Milho

Molho/Salada de Milho e Feijão Preto

Ingredientes:

  • 1 lata de 425 gramas de feijão preto
  • 1 lata de 425 gramas de feijão marrom ou grão de bico
  • 1 lata de 425 gramas de milho congelado já descongelado
  • ½ xícara de pimentão verde cortado em cubos
  • ½ xícara de cada pimentão, vermelho, amarelo e/ou laranja, cortados em cubos
  • ½ xícara de aipo fatiado
  • ½ - 1 xícara de cebola vermelha cortada em cubos
  • 1/3 xícara de coentro fresco, picado em pedaços grandes

Molho:

  • ½ xícara de azeite de oliva extra virgem
  • 2/3 xícara de vinagre de maçã
  • ½ colher de chá de estévia
  • ¾ colher de chá de cominho em pó (opcional)
  • 1 colher de chá de sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

  1. Coe e enxágue os feijões e reúna o restante das hortaliças em uma tigela grande.
  2. Misture os ingredientes do molho em uma tigela separada até que a mistura fique homogênea. Despeje sobre a salada e agite delicadamente para misturar. Sirva como salada ou como molho de acompanhamento.

Curiosidades Sobre o Milho

Pesquisadores nas áreas da genética e arqueologia descobriram vestígios de grãos de milho, sabugos e folhas em cavernas montanhosas secas, em cerâmicas antigas e em ferramentas de pedra na Península de Yucatán. As análises provaram que eles haviam sido usados para processar o milho há quase 7.000 anos.

Resumo

Milho doce: existe outro alimento que ofereça opções de refeições mais deliciosas? Este cereal é um dos favoritos em quase todas as partes do mundo. E embora algumas pessoas afirmem que seu conteúdo de açúcar é um motivo para limitar o seu consumo, ele oferece benefícios impressionantes para a saúde, desde a vitamina A às xantinas. Outro bom exemplo são os benefícios digestivos provenientes do seu conteúdo de fibras.

As pesquisas científicas continuam mostrando que este alimento antigo, em sua forma mais simples e mais apreciada, além de ser o rei da cozinha, tem também muitas qualidades nobres para a saúde.