Os 10 Piores Brinquedos Para Crianças


Brinquedos

Resumo da matéria -

  • Muitos dos principais brinquedos são perigosos e podem causar estrangulamento, sufocamento e trazer outros riscos para as crianças.
  • Os brinquedos geralmente contêm substâncias químicas tóxicas associados ao câncer, a problemas reprodutivos, distúrbios na tireóide e lesões cerebrais, entre outros.
  • Há várias marcas e lojas de brinquedos importantes entre as que oferecem produtos perigosos para as crianças
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

O setor de brinquedos dos EUA gera por ano $ 22 bilhões em vendas, sendo 65 por cento desse valor em vendas que ocorrem durante as festas de fim de ano. Infelizmente, muitos dos brinquedos projetados para alegrar as crianças podem, em vez disso, acabar causando lesões, muitas vezes graves.

De acordo com as informações da Comissão de Segurança dos Produtos de Consumo (Consumer Product Safety Commission, CPSC), foram registradas 265.000 lesões relacionadas a brinquedos e 11 mortes, isso apenas em 2012. Muitos pais acreditam que os brinquedos que compram de revendedores e marcas conceituadas, ou que representam personagens populares nos filmes e nos programas de televisão, são muito controlados e seguros.

Um novo relatório da World Against Toys Causing Harm (O Mundo Contra os Brinquedos que Causam Danos), ou W.A.T.C.H., revelou que há uma enorme quantidade de brinquedos perigosos. De acordo com a W.A.T.C.H.:

"Provou-se que alguns brinquedos que cumprem as exigências atuais impostas ao setor são perigosos, provando a inadequação das exigências atuais".

A W.A.T.C.H., que revelou recentemente os 10 piores brinquedos desta temporada, vem compilando listas de brinquedos perigosos, há mais de três décadas, e observou que vários dos mesmos perigos continuam aparecendo todos os anos, o que demonstra a relutância por parte dos fabricantes em produzir brinquedos mais seguros. Alguns dos mais perigosos podem ser alterados com facilidade, enquanto outros não servem mesmo como "brinquedos":

  • Projéteis perigosos
  • Cordas que podem provocar estrangulamento
  • Pequenas peças removíveis que podem causar sufocamento
  • Etiquetas, embalagens ou instruções com advertências falsas ou confusas
  • "Armas" de brinquedo projetadas para que pareçam reais

A Lista Com os 10 Piores Brinquedos

Quando for fazer as compras de fim de ano, fique atento aos brinquedos que podem representar riscos como os da lista a seguir. Esses brinquedos devem servir de exemplo para os tipos de perigos muito presentes no setor de brinquedos e que, certamente, não são os únicos brinquedos perigosos no mercado.

Alguns deles são consenso... Se der um estilingue ou um arco e flecha para a criança brincar, os riscos envolvidos são óbvios. Mesmo assim, a forma com que esses brinquedos são anunciados dá às crianças e aos pais a ilusão de segurança onde não há nenhuma.

O que a lista não cobriu, infelizmente, foram os produtos químicos perigosos escondidos em muitos brinquedos (leia abaixo para mais informações). Ainda assim, essa lista é uma referência importante para quem pretende comprar brinquedos nessa temporada de fim de ano e em qualquer outra época.

A W.A.T.C.H. declarou:

"Estamos alertando os pais para que não pensem que os brinquedos que estão comprando são seguros. Muitos consumidores têm a impressão de que a atenção maior do público quanto à segurança dos brinquedos fez com que o governo aumentasse as exigências e a fiscalização em cima dos grandes fabricantes, e que os distribuidores eliminaram os perigos de suas lojas de brinquedos. Mas isso não é verdade.

A mensagem principal hoje é conscientizar os cuidadores de que, embora as lojas estejam vendendo brinquedos perigosos, a conscientização nessa temporada de fim de ano e durante todo o ano pode realmente salvar vidas".

1. Arco e Flecha Firetek Tempestade de Ar (Air Storm Firetek Bow)

Este conjunto de arco e flecha iluminado, projetado para crianças acima de 8 anos, pode causar lesões nos olhos. As flechas sobem a uma altura de 14 metros e o brinquedo (que foi projetado com flechas iluminadas para ser usado também à noite) adverte que as crianças não devem puxar o as flechas "acima da metade da força" nem usar o brinquedo na "escuridão total".

2. Ziggle da Radio Flyer

Este brinquedo tipo triciclo estimula a criança a "virar e girar" e a "correr pelo quarteirão", mas por ser muito baixo, traz o perigo de ser atingido por um carro. A criança pode sofrer também ferimentos na testa e outros ferimentos causados por impacto.

Apesar da advertência para "usar sempre" um capacete e outros equipamentos de proteção, a embalagem exibe os pilotos no aparelho sem esse equipamento.

3. Lápis-estilingue (Cat-a-Pencil)

Este brinquedo é parte lápis e parte estilingue e é perigoso para os olhos. Não há avisos nem recomendações na embalagem sobre a idade da criança, mas estimula o uso do brinquedo para "praticar a pontaria na sua escrivaninha".

4. Zoo com alfabeto e empilhamento (Alphabet Zoo Rock & Stack Pull Toy)

Este brinquedo tem uma corda para puxar com cerca de 50 cm que, além de oferecer risco de estrangulamento, pode embolar e causar lesões. Há advertências sobre estrangulamento impressas na embalagem do produto, mas não no próprio brinquedo.

Apesar da exigência de que as cordas que formam cercados e berços devem ter menos de 30 cm, não há a mesma restrição para os brinquedos de puxar.

5. Metralhadora elétrica da SWAT

Esta arma de brinquedo anuncia "luzes e sons de combate realistas" e adverte que este "brinquedo é uma réplica de uma arma real" que pode ser confundida com uma arma de fogo verdadeira como as usadas pelos policiais e outros profissionais".
De acordo com a W.A.T.C.H.:

"No mundo atual, não há desculpa para aparelhar as crianças com armas de brinquedo realistas, projetadas para oferecer emoções possivelmente perigosas e desnecessárias.

As normas existentes que tratam dos perigos associados a esse tipo de brinquedo são inadequadas. As réplicas detalhadas causaram várias mortes ao longo dos anos e não devem nunca ser vendidas como brinquedos".

6. Instrumentos de madeira

Uma marca de instrumentos de madeira, distribuída nas lojas do Walmart, é vendida até mesmo para bebês de 12 meses, no entanto é acompanhada de uma baqueta rígida e fina de 11,5 cm que poderia ser ingerida e causar sufocamento. Não há advertências no brinquedo.

7. Festa de foguetes de garrafa (Bottle Rocket Party)

Este conjunto de foguetes de garrafa, destinado a crianças de 8 anos ou mais, contém projéteis que podem causar lesões nos olhos, no rosto e outras lesões por impacto. Ele contém advertências informando que "este conjunto deve ser usado apenas sob a supervisão rigorosa de um adulto", mas faz parecer que soltar foguetes de garrafa é uma grande festa. Além disso, apesar de recomendarem a utilização de óculos de segurança, o fabricante não fornece com o brinquedo.

8. Boneca Lil Cutesies Melhor amiga (Lil Cutesies Best Friends Doll)

Essas bonecas são comercializadas para crianças de 2 anos, mas vêm com um laço decorativo que pode ser removido e que pode causar sufocamento, se ingerido.

9. Martelo de batalha dos Orcs, verdadeiras lendas (True Legends Orcs Battle Hammer)

Este "martelo de batalha" de plástico duro tem quase 60 centímetros e pode causar lesões por impacto. Não traz advertências nem precauções.

10. Ouriço colorido

Este ouriço de pelúcia, distribuído pela Toys R Us, é comercializado para bebês (idade acima de 0), mas possui pelo longo de fibra que "não é preso de forma adequada e pode ser removido com facilidade". Pode causar lesões pela ingestão e aspiração do pelo, risco este não mencionado em nenhum lugar no produto nem na etiqueta.

Produtos Químicos: O Perigo de Brinquedos Ainda Mais Traiçoeiros

Assim como muitos produtos para o lar, os brinquedos são normalmente produzidos com componentes químicos que perturbam o sistema endócrino (como, por exemplo, o bisfenol A ou BPA), cancerígenos e até mesmo metais tóxicos como o chumbo.

Esses componentes químicos são encontrados em muitos dos brinquedos comercializados por distribuidores como a Toys R Us.

Talvez você já conheça algumas das recomendações para evitar essas toxinas como, por exemplo, escolher brinquedos produzidos com materiais naturais, como tecido e madeira, em vez de plástico, mas em alguns casos será necessário evitar completamente um tipo específico de brinquedo.

Um desses exemplos é a maquiagem projetada para crianças e que deveria ser segura. Uma das marcas da Toys R Us (os produtos da TM!) foi recentemente revelada por Andrea Donsky, fundadora e editora chefe do site NaturallySavvy.com.

Entre os componentes químicos encontrados nesses cosméticos para crianças (esmalte para unhas, gel para o corpo e para o cabelo, blushes, sombra para os olhos e brilho labial) estão:

Propilenoglicol, um solvente que gera um subproduto cancerígeno chamado 1,4 Dioxano Imidazolidinil ureia, um conservante que libera formaldeído, um componente cancerígeno que pode causar reações alérgicas na pele
Fragrância, que pode conter centenas de produtos químicos sintéticos e tóxicos não indicados na etiqueta Parabenos, usados como conservantes e que, além de serem cancerígenos, afetam o sistema endócrino
Corantes sintéticos, normalmente derivados do alcatrão de hulha e que podem ser cancerígenos BHT, um conservante ligado ao desenvolvimento de tumores em animais, bem como aos efeitos do desenvolvimento e das alterações na tireóide, o que sugere que ele pode causar perturbações endócrinas

Outras marcas, como a Disney e a Barbie, não ficaram atrás. De acordo com Donsky, dos cosméticos vendidos na Toys R Us e que ela analisou:

"Todos continham parabenos, ftalatos e/ou corantes sintéticos. Um deles continha até um adoçante artificial!"

Além da maquiagem para crianças, entre outros grandes vilões estavam as tatuagens temporárias, os bastões para pintura de rosto, o glitter para decoração de unhas e os desenhos para o corpo. Todos eles continham componentes químicos na mesma proporção que as toxinas normalmente encontradas nos cosméticos para adultos e, em alguns casos, até mais.

A Toy Industry Association, TIA (Associação do Setor de Brinquedos) e o American Chemistry Council (Conselho Americano de Química) derrubaram vários projetos de lei e políticas que teriam ajudado a manter os componentes químicos perigosos como o bisfenol-A (BPA), os ftalatos, o formaldeído entreoutros, longe dos brinquedos.

No ano passado, por exemplo, ambos os grupos se opuseram ao agora derrubado projeto de lei que teria exigido que os fabricantes de brinquedos revelassem a presença de 19 "componentes químicos muito preocupantes para a saúde das crianças" e removessem esses componentes químicos no período de cinco anos.

Muitos desses componentes químicos têm associação com o câncer, com problemas de fertilidade, transtornos na tireóide e problemas de desenvolvimento, inclusive lesões cerebrais e baixo QI em crianças.

Fique Longe Dos Brinquedos Associados a Alimentos...

O forno Easy Bake faz parte de uma das famílias de brinquedos mais nostálgicos mas, de acordo com Donsky, os conjuntos de cozinha fornecidos junto com esta marca contêm muitos ingredientes tóxicos que seus filhos não devem ingerir.

O mesmo vale para outros brinquedos feitos com alimentos que Donsky encontrou na loja da Toys R Us da região onde ela mora. Itens como os bolos de palitos, máquinas de sorvete e conjuntos de bebidas geladas (Slurpee).

As gorduras hidrogenadas, os aromatizantes e corantes artificiais, o óleo de soja geneticamente modificado, o xarope de milho com alta taxa de frutose e os conservantes estão entre os componentes normalmente presentes.

Se você fica aborrecido quando percebe que as crianças estão sendo enganadas e levadas a destruir sua saúde por empresas de alimentos imprestáveis que só visam o lucro, vai ficar assustado em saber que esses alimentos imprestáveis são vendidos disfarçados de brinquedos infantis.

Na saída da maioria das lojas da Toys R Us, há também uma fileira de doces, refrigerantes e outras guloseimas, símbolo dos alimentos imprestáveis e grandes culpados pelo aumento da obesidade e dos índices de doenças crônicas, especialmente entre as crianças. Os comerciantes desses alimentos sem qualidade sabem que as crianças adoram brinquedos. Há lugar melhor para conquistar a atenção delas do que em uma loja de brinquedos?

Como Escolher um Brinquedo Seguro: O Que Procurar

Conforme declarado pela W.A.T.C.H., os brinquedos são projetados e comercializados com foco nas vendas a despeito da segurança. O comprador precisa ter cuidado com o mercado de brinquedos infantis e ficar atento não só às características de segurança, mas também à qualidade dos materiais e dos componentes tóxicos presentes neles.

Ou seja, além de ficar atento em casa aos pedaços de brinquedos quebrados, às superfícies cortantes e ao desgaste que oferece perigo, é necessário ficar atento também à qualidade dos materiais usados na fabricação dos brinquedos dos seus filhos.

Há muitos fabricantes de brinquedos "ecológicos" e orgânicos que produzem brinquedos infantis que realmente não têm toxinas. Em caso de dúvida, entre em contato diretamente com o fabricante e pergunte sobre os materiais usados e quais são excluídos.

Leia as etiquetas dos brinquedos e investigue sobre o local e a forma com que o brinquedo foi fabricado. Mais algumas dicas para encontrar brinquedos seguros e puros:

  • Compre brinquedos feitos de fibra natural ou de madeira em vez de plástico, e se for comprar mordedores e chupetas, procure os que não tenham BPA nem ftalato em sua composição (um pano congelado funciona muito bem como mordedor "natural")
  • Evite brinquedos de plástico PVC (plástico de vinil macio), pois eles normalmente contêm chumbo e ftalatos.
  • Evite conjuntos infantis de jóias e cosméticos, bem como os brinquedos feitos com alimentos.
  • Reutilize produtos que você tem em casa para que sirvam como brinquedos (tigelas de aço inox, copos de medidas, caixas de papelão... seja criativo e transforme esses itens em brinquedos para as crianças)
  • Compre brinquedos simples e de alta qualidade que estimulem a brincadeira criativa (blocos de madeira, materiais para construir fortalezas, cartolinas, livros, etc.).