Por Que Você Não Deve Usar Hastes Flexíveis Para Limpar Suas Orelhas

Remoção De Cera De Ouvido

Resumo da matéria -

  • A cera de ouvido é produzida em seus ouvidos para mantê-los limpos, lubrificados e protegidos, mas algumas pessoas tentam livrar-se dela tanto quanto for possível usando instrumentos inseguros
  • Os médicos dizem que usar hastes flexíveis de algodão ou outras ferramentas ainda mais invasivas para eliminar a cera de ouvido pode danificar, perfurar ou mesmo deslocar os ossos usados para a audição
  • A eliminação de cera de ouvido ocorre naturalmente quando a orelha se movimenta enquanto falar ou mastigar ajuda a remover a cera velha de seus ouvidos; a cera de ouvido pode ser removida quando você toma banho e então a “nova” cera de ouvido pode se formar
  • Alguns dizem que a ear candle (literalmente “vela de ouvido”, também conhecida como terapia térmica-auricular), pode ser usada para remover o excesso de cera de ouvido, porém os médicos dizem que isso não apenas é potencialmente perigoso, mas também pode deixar cinzas ou cera de vela esquecidas
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Recentemente foram apresentadas orientações que reforçam algo que você provavelmente já sabia: usar hastes flexíveis para limpar os ouvidos não é uma boa ideia.

O último parecer foi publicado na revista Otolaryngology-Head and Neck Surgery, de autoria do painel consultivo da American Academy (AAO-HNS) de mesmo nome.

Você pode se lembrar do mantra repetido desde que você era criança: Nunca coloque nada no seu ouvido que seja menor do que o seu cotovelo.

Mas por quê? Todos nós queremos orelhas limpas; além disso, ser capaz de ouvir o que está sendo dito na mesa de jantar é geralmente uma coisa boa, por isso, se há acúmulo de cera de ouvido, livrar-se dela de alguma forma parece lógico.

O Dr. Seth Schwartz, presidente do grupo de atualização de orientações para a Academy, disse que os médicos não são os únicos a prestar atenção a tais orientações. Eles estão cientes de que, especialmente nos últimos anos, mais pessoas têm optado por cuidados pessoais.

Aliás, embora alguém pudesse pensar que tal documento não seria especialmente procurado, aparentemente ele é. Mais de 50.000 cópias das antigas orientações foram baixadas.

Duas coisas muito positivas surgiram quando as novas orientações clínicas foram apresentadas. Uma delas era que um representante do consumidor, não necessariamente ligado à comunidade médica, estava incluído no painel.

Outra foi que os termos usados tornaram-se muito mais claros e diretos do que nos anos que se passaram, disse Schwartz, acrescentando:

"Agora o processo tornou-se um pouco mais transparente na forma como realmente escrevemos as orientações. Estamos mais precisos sobre os motivos das decisões que tomamos e quais dados existem para apoiá-las."

A resposta das orientações para o "por que" é bastante concisa, como a CNN relatou:

“Hastes flexíveis”, alfinetes de cabelo, chaves de porta e palitos de dentes - os muitos objetos menores-que-nosso-cotovelo que gostamos de colocar em nossos ouvidos - podem causar cortes nos canais de nossas orelhas, perfurar nossos tímpanos e deslocar nossos ossos de audição.

E qualquer uma dessas coisas pode levar à perda de audição, tontura, zumbido ou outros sintomas de lesão no ouvido."

A melhor alternativa, dizem os especialistas, é deixar este processo acontecer naturalmente. Então, como se consegue limpar ouvidos cerosos? De acordo com o AAO-HNSF, se seu corpo está livrando-se do excesso de cera de ouvido corretamente, seus canais auditivos nunca precisarão ser limpos.

As glândulas em seus ouvidos produzem cera de ouvido para mantê-los lubrificados, bem como limpos e protegidos. A principal razão para sua presença é que corpos estranhos como poeira, sujeira e células mortas da pele fiquem presos nela, em vez de se enterrarem mais profundamente e se alojarem em seu canal auditivo.

Um estudo lista a lisozima, uma enzima antibacteriana, ácidos graxos, alcoois, colesterol e esqualeno como elementos naturais da sua cera de ouvido.

Além disso, estudos dizem que a cera de ouvido é produzida apenas no terço exterior do seu canal auditivo, por isso usar hastes flexíveis ou outros instrumentos pode empurrar a cera de ouvido para a parte mais profunda do seu canal auditivo, perto do tímpano.

Ademais, usar hastes flexíveis em seus ouvidos libera histamina, que pode causar coceira, irritação e inflamação. A resposta normal é usar ainda mais as hastes flexíveis, piorando o problema.

Para ser claro, é a tentativa se livrar da cera de ouvido que muitas vezes causa problemas, porque bactérias, fungos e vírus podem ser introduzidos a partir da parte exterior do seu ouvido em direção à parte interna. Além de bloquear o canal auditivo e causar perda auditiva, o uso de instrumentos pode romper seu tímpano.

A eliminação da cera de ouvido ocorre naturalmente quando você fala ou mastiga alimentos: os movimentos da sua mandíbula, juntamente com o crescimento da pele dentro do canal, unem forças, por assim dizer, para ajudar a remover a cera de ouvido antiga para que a cera de ouvido nova e "limpa" possa se formar. A cera de ouvido velha é lavada quando você toma banho.

Os Sins e Nãos da Impactação Do Cerume

Então, quais são os efeitos negativos de quando o cerume, o termo clínico para a cera de ouvido, se acumula em seus ouvidos?

A seção de orientações chamada "Os Sins e Nãos” explica que a impactação ocorre quando o ouvido não consegue eliminar corretamente a cera. Isso acontece com mais frequência em pessoas idosas, diz o Dr. James Battey, diretor do National Institute on Deafness and Other Communication Disorders, explicando um cenário comum:

"Para aqueles com impactação causada pela cera de ouvido, o uso de hastes flexíveis pode empurrá-la para o interior do canal auditivo e prejudicar o tímpano... Cerca de 2 por cento dos adultos com impactação pela cera de ouvido podem ir ao médico tendo a perda auditiva como sintoma."

O acúmulo de cerume é uma das razões pelas quais muitos idosos são incapazes de ouvir bem. Se você está tendo problemas para ouvir ou acha que tem um acúmulo de cera de ouvido, consulte um profissional de saúde, que pode usar microssucção para limpar seus canais auditivos utilizando uma sucção suave e instrumentos, ou outros métodos de remoção apropriados.

Se o volume de cerume for grande, a lavagem do canal auditivo com alta pressão com uma seringa pode ser necessária, mas somente se feita por um profissional já que os métodos e a pressão inadequados podem danificar o seu tímpano.

No entanto, não use a irrigação para limpar os ouvidos se você é diabético ou tem um tímpano rompido.

Novamente, é aqui que o mais importante "não" aparece: Não use qualquer tipo de instrumento afiado, como uma agulha de tricô, um grampo ou um lápis para limpar os ouvidos. (Sim, todas estas são ferramentas que já foram usadas para esta finalidade.)

Outra recomendação do que "não" fazer é evitar limpar excessivamente seus ouvidos, porque isso pode agravar um problema de impactação. A necessidade de se ter orelhas limpas é cultural, como Schwartz explica, mas é melhor simplesmente limpar o excesso de cera de ouvido quando ele se torna evidente na parte externa da orelha.

Em relação a alguns dos "Sins", um deles é falar com seu médico sobre como tratar a impactação de cera de ouvido na privacidade de sua própria casa. Dito isto, algumas condições auriculares (que você pode nem mesmo perceber que tem) pode tornar algumas opções de autolimpeza inseguras.

E Sobre as Velas de Ouvido E - Não, Apenas Não

O conceito de velas de ouvido pode ter surgido em 2500 a.C., de acordo com a Colon Therapists Network:

"As culturas antigas, incluindo os egípcios, fizeram referência ao seu uso. Rolos de pergaminho descobertos no Oriente também descreviam o procedimento das velas de ouvido, também conhecido como conicidade da orelha."

A Audiology.org descreve estes utensílios de remoção de cera de ouvido  e como eles são supostamente usados:

"Cones afunilados ocos feitos de pano e embebidos em cera de abelhas ou parafina; o funil estreito é colocado no ouvido e o lado oposto do cone é acendido... Defensores da técnica dizem que a chama consome o oxigênio, produzindo assim um vácuo que literalmente puxa os resíduos para fora da orelha."

Um estudo concluiu que em um teste clínico limitado envolvendo oito ouvidos, nenhuma remoção de cerume do canal auditivo externo foi evidente e que 122 otorrinolaringologistas contabilizaram 21 lesões de ouvido provenientes do uso da vela. A cera de ouvido muitas vezes foi depositada durante o processo, e em conclusão, "velas de ouvido não têm qualquer benefício... e podem resultar em lesões graves."

O resíduo de cinzas é outra substância que os médicos otorrinolaringologistas encontraram nos ouvidos das pessoas depois de elas usarem velas de ouvido, e os acidentes (que às vezes vão acontecer quando você está brincando com fogo) são responsáveis por mais do que alguns ferimentos.

Quando Muita Cera De Ouvido É Simplesmente Demais

"Não é algo ruim ter cera em seus ouvidos. Todo mundo tem e deve ter”, disse Schwartz. "Isso se torna um problema só quando ela se torna excessiva."

Há também o fato de que algumas pessoas experimentam otorreia, dor, perda de audição e até mesmo sangramento nos ouvidos. Em qualquer desses casos um profissional médico deve ser consultado, por isso é um definitivo "sim" ir ver seu médico.

A maneira mais simples e segura de remover a cera de ouvido em casa é deitar-se de lado com uma toalha sob a cabeça e colocar algumas gotas de azeite, óleo de coco ou água em seu ouvido para amolecer a cera de ouvido.

Em seguida, despeje uma tampa cheia de peróxido de hidrogênio 3% em seu ouvido para retirar a cera de ouvido. Água pura, limpa ou uma solução salina estéril funciona tão bem quanto o óleo ou remédios para ouvido de venda livre.

Usar o peróxido de hidrogênio também pode ajudar a melhorar as infecções respiratórias, como resfriados e gripe. Você pode ouvir um barulho borbulhante ou sentir uma leve sensação de formigamento; ambos são perfeitamente normais. Quando diminuírem, repita o processo na outra orelha.

Quantidades insuficientes de gorduras ômega-3 em seu organismo podem estar tornando o acúmulo de cera no seu ouvido pior. A melhor maneira de remediar isso é comer alimentos ricos em ômega-3 como sardinhas e salmão do Alasca selvagens ou tomar um suplemento de ômega-3 de alta qualidade de fonte animal.

Quando o seu acúmulo ou impactação se dissipar, certifique-se de que você está obtendo quantidades suficientes de ômega-3 para evitar uma recaída.

A perda de audição nem sempre é uma indicação de que alguém está com cera de ouvido acumulada em seus ouvidos. Na verdade, quanto mais velha a pessoa for, mais oportunidades eles tiveram em sua vida de experienciar ruídos altos que poderiam precipitar a perda parcial da audição. É uma das causas mais comuns.

O National Institute on Deafness and Other Communication Disorders (NIDCD) diz:

"Os sons podem ser prejudiciais quando são muito altos, mesmo que por um tempo breve, ou quando são altos e duradouros ao mesmo tempo. Esses sons podem danificar as estruturas sensíveis no ouvido interno e causar a perda auditiva induzida por ruído (Pair)."