Os Benefícios da Curcumina no Tratamento do Câncer


Curcumina

Resumo da matéria -

  • A curcumina - um derivado da cúrcuma, e o pigmento que dá ao curry a sua cor amarelo-alaranjada - tem sido extensivamente pesquisada
  • A curcumina parece ser universalmente útil para tratar praticamente todos os tipos de câncer e possui a literatura mais baseada em evidências apoiando seu uso contra o câncer de qualquer nutriente
  • Ela possui a capacidade de modular a atividade e a expressão genética, tanto pela destruição de células cancerosas, quanto pelo estímulo da função celular saudável  
  • A pesquisa também demonstrou que ela funciona de forma sinérgica com certos remédios de quimioterapia, aumentando a eliminação de células cancerosas  
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

O câncer é uma das principais causas de morte. E se houvesse uma erva segura e natural que pudesse funcionar para tratar quase todos os tipos de câncer?

Segundo o Dr. William LaValley, que concentrou a maior parte do seu trabalho clínico no tratamento do câncer, esta erva é a curcumina — um derivado da cúrcuma, e o pigmento que dá ao curry a sua cor amarelo-alaranjada. É um composto natural que tem sido extensivamente pesquisado, e tem sido identificado como tendo inúmeras aplicações para a saúde.

Como eu, o Dr. LaValley foi treinado em medicina geral, mas ele dedicou uma quantidade considerável de tempo a entender as vias bioquímicas que podem melhorar a saúde nutricionalmente.

Em 1982, ele participou de um programa de intercâmbio na República Popular da China, onde teve experiência em primeira mão com as antigas práticas da medicina tradicional chinesa e de acupuntura.

"Uma das mensagens importantes que eu aprendi lá foi que os produtos naturais, moléculas naturais, de plantas e animais que já estão disponíveis na natureza, têm sido utilizados pelos chineses há pelo menos centenas, provavelmente milhares de anos. Isso mudou profundamente minha perspectiva no mundo da medicina”, diz ele.

“Voltei para a faculdade de medicina, e desde então, olhei para como eu poderia integrar a perspectiva da administração de remédios convencionais, bem como a de extratos naturais e a administração de produtos naturais."

A Curcumina Possui Potente Atividade Anticancerígena

Uma lição importante que ele aprendeu através dessa aventura é que a compreensão da biologia molecular pode ser aplicada a toda uma gama de doenças e sintomas descritos na literatura científica. Esse conhecimento pode ser aplicado ao pesquisar no PubMed e em outras bases de dados relacionadas, examinando as vias moleculares relevantes envolvidas.

"Ao aprender a biologia molecular das vias de câncer e ao aprender que o que as evidências realmente mostram para o efeito de extratos de produtos naturais em vários alvos moleculares relevantes em vários cânceres, vemos que há realmente uma grande quantidade de evidências que suportam o uso de várias moléculas, produtos naturais e produtos farmacêuticos que já foram aprovados e que têm existido há um longo tempo para afetar a atividade anticâncer ao longo dessa via naquele alvo.

Isso é chamado de tratamento anticâncer molecularmente direcionado (molecularly targeted anti-cancer treatment), e é amplamente praticado na oncologia atual.

O que não é amplamente praticado é o uso de produtos naturais para a atividade anticâncer molecularmente direcionada. Eu forneço isso para meus pacientes porque a base de evidências sugere e apoia o uso dessas recomendações de tratamento".

Curcumina —Um Tratamento 'Universal' de Câncer?

Curiosamente, a curcumina parece ser universalmente útil para tratar quase todos os tipos de câncer, o que é realmente estranho, uma vez que o câncer consiste em uma grande variedade de diferentes patologias moleculares. Você não iria necessariamente suspeitar que houvesse uma erva que iria funcionar no tratamento da maioria deles. O Dr. LaValley explica como ele chegou a esta conclusão:

"Eu recorri à literatura e procurei como eu poderia apoiar o processo de tomada de decisão e as recomendações que estou fazendo para o tratamento a partir da literatura científica, incluindo a literatura que vai do tratamento de seres humanos com produtos orais como produtos farmacêuticos ou produtos naturais.

Foi ali que eu aprendi sobre esta molécula chamada curcumina, tudo desde seu uso em animais a seu uso em tubos de ensaio ou placa de Petri... Uma das coisas incríveis da curcumina é que esta molécula tem algumas atividades anti-inflamatórios profundas e tem atividade em muitos alvos moleculares.

Existem moléculas que estão nas células, e essas moléculas interagem umas com as outras ao longo de certos vias ou caminhos. O tráfego dessa interação, os sinais que são transferidos nesse tráfico de informação nas moléculas, apresenta muitos alvos diferentes ou complexos moleculares específicos".

Como explicado pelo Dr. LaValley, se a molécula de curcumina causa um aumento no tráfego ou atividade de um alvo molecular particular, ou uma diminuição / inibição da atividade, os estudos repetidamente mostram que o resultado final é uma potente atividade anticancerígena. Além disso, a curcumina não afeta adversamente as células saudáveis, sugerindo que ela seletivamente objetiva atingir células cancerosas. A pesquisa também demonstrou que ela funciona sinergicamente com certos remédios de quimioterapia, aumentando a eliminação de células cancerosas.

A Curcumina Destrói o Câncer de Várias Maneiras

A curcumina tem a literatura mais baseada em evidências dando apoio ao seu uso contra o câncer de qualquer nutriente, incluindo a vitamina D, que também tem uma base robusta. Curiosamente, isso também inclui o metabolito da curcumina e seus derivados, que também são anticancerígenos.

A curcumina tem a capacidade de modular a atividade e a expressão genética - tanto pela destruição de células cancerígenas quanto pelo estimulo da função celular saudável. Também promove anti-angiogênese, o que significa que ajuda a prevenir o desenvolvimento de suprimento sanguíneo adicional necessário para o crescimento de células cancerígenas. Quanto ao seu efeito sobre as vias moleculares, a curcumina pode afetar mais de 100 delas, uma vez que ela entre na célula. Mais especificamente, descobriu-se que a curcumina:

Inibe a proliferação de células tumorais

Diminui a inflamação

Inibe a transformação de células normais em tumores

Inibe a síntese de uma proteína que se considera útil na formação de tumores

Ajuda seu corpo a destruir as células cancerosas que sofreram mutação para que então elas não possam se espalhar por todo o corpo Ajuda a prevenir o desenvolvimento de sangue adicional necessário para o crescimento de células cancerosas (angiogênese)

Por que a Cúrcuma Integral é Ineficaz

Infelizmente, embora haja alguma curcumina na cúrcuma integral, não há o suficiente dela no tempero regular para alcançar resultados clinicamente relevantes. A própria raiz de cúrcuma contém apenas cerca de três por cento da concentração de curcumina. Outra limitação importante da curcumina como agente terapêutico é que ela é mal absorvida.

Quando a toma em sua forma crua, você está apenas absorvendo cerca de um por cento da curcumina disponível.

"A indústria de produtos naturais desenvolveu um padrão de concentração de 95 por cento de curcumina”, explica o Dr. LaValley. "Inicialmente, anos atrás, isso era o que tínhamos disponível para os pacientes. Mesmo assim, ao tomar uma concentração de 95 por cento oralmente em uma cápsula, apenas um por cento disso poderia ser absorvido.

 A fim de conseguir obter quantidades de curcumina na corrente sanguínea que são razoáveis para ter efeito terapêutico, as pessoas tinham que tomar grandes quantidades de curcumina...

Ao pesquisar a literatura, eu descobri que uma maneira de mudar isso, para aumentar dramaticamente a biodisponibilidade, é na verdade um processo muito simples de levar a água a ferver, colocando essas cápsulas ou algum pó seco (eu as uso em colheres de chá), e as fervo por 10 a 12 minutos. Isso aumenta a quantidade de curcumina dissolvida na água daquela quantidade de um por cento até 12 por cento ou algo próximo disso. Essa quantidade representa um vasto número de moléculas de curcumina que estão agora numa forma biodisponível ou absorvível”.

No entanto, embora isso seja certamente viável, é muito inconveniente, e deve-se tomar um grande cuidado para evitar manchar suas roupas e superfícies da cozinha. É um problema tão grande que foi apelidado de "síndrome da cozinha amarela", pois é praticamente impossível tirar as manchas. A cúrcuma é na verdade um excelente agente de tingimento para tecidos, dando a eles uma cor amarelo-alaranjada.

A conveniência e eficiência direcionaram muitas das mudanças nas formas de curcumina anos mais tarde. Porque é uma molécula que adora gordura ou lipofílica, muitas preparações mais novas agora incluem algum tipo de óleo ou gordura, o que melhora sua absorvibilidade e biodisponibilidade. Tais preparações tipicamente têm uma absorção de sete a oito vezes maior do que a concentração bruta de 95% de pó seco.

A Ligação Entre o Câncer e a Resistência à Insulina

Se você está acima do peso, ou tem pressão arterial elevada, colesterol alto e / ou diabetes, então é muito provável que a resistência à insulina e à leptina  sejam um fator. A resistência à insulina e a leptina também é um fator muito comum entre os pacientes com câncer. Do meu ponto de vista, uma dieta cetogênica  (com ou sem jejum intermitente) seria uma estratégia de tratamento prudente para resolver esse problema subjacente. Depois de normalizar a sua insulina e leptina, você não necessariamente precisa manter uma dieta cetogênica, se achá-la isso muito restritiva.

"Eu concordo com você que uma dieta cetogênica é realmente apropriada em muitos casos, provavelmente para a maioria significativa dos casos”, diz o Dr. LaValley." Já se sabe há provavelmente 80 anos ou mais que os tumores sólidos, e alguns dos cânceres de sangue, adoram açúcar. Outro termo é que eles são viciados em açúcar.

Eu uso uma tomografia para demonstrar aos pacientes que aqui está a prova objetiva de que os tumores que você tem em seu corpo adoram açúcar. Eles estão pegando o açúcar em um ritmo muito maior do que as outras células saudáveis regulares. Eu quero fazê-los entender isso de modo que eles fiquem motivados a alterar a sua dieta, para ter uma ingestão de carboidratos muito baixa, fazendo com que seus corpos gerem moléculas adicionais de fornecimento de nutrientes chamados cetonas...

O que isso significa é que estamos tentando fornecer uma pressão anticancerígena antagônica sobre as células cancerosas, reduzindo a quantidade de açúcar que está prontamente disponível para a absorção ao reduzir o açúcar facilmente disponível na dieta e compensar a redução de nutrientes e açúcar através do aumento de gorduras saudáveis".

Reduzir a Proteína Pode ser Particularmente Útil para Pacientes com Câncer

Também seria prudente avaliar a sua ingestão de proteínas. Muitos comem muito mais proteínas do que é necessário para uma saúde otimizada. A razão para isso é que seu corpo pode realmente usar o excesso de proteína (você precisa de algum) para estimular a produção de carboidratos. O excesso de proteína também estimula o alvo mamífero das vias de rapamicina (mTOR), que são úteis na construção de músculos, mas que podem ser prejudiciais quando se está tratando do câncer, já que o mTOR é uma via que aumenta a proliferação celular.

(Curiosamente, o medicamento farmacêutico Metformina, que tem atividade anticancerígena, também inibe o mTOR, e verificou-se que a curcumina tem um efeito muito semelhante).

A fórmula que eu recomendo para avaliar quanta proteína você pode precisar em sua dieta é a do Dr. Rosedale, que exige um grama de proteína de alta qualidade por quilo de massa corporal magra, ou cerca de meio grama por libra de massa corporal magra.

Por exemplo, se sua massa gorda corporal é de 20 por cento, sua massa magra é 80 por cento do seu peso corporal total. Então, se o seu peso total é de 200 libras; você então dividiria 160 por 2.2 para converter libras em quilogramas e resultar em 72.7 gramas de proteína. Se você está fazendo exercícios vigorosos ou está grávida, você pode adicionar até mais 25 por cento ou mais 18 gramas a este exemplo para aumentar seu total para 90 gramas por dia.

+ Recursos e Referências