8 Benefícios do Beijo Para a Saúde

Benefícios do Beijo Para a Saúde

Resumo da matéria -

  • Beijar demonstrou melhorar seu sistema imunológico e reduzir as respostas alérgicas em pessoas com alergias cutâneas ou nasais
  • Beijar também pode reduzir a pressão arterial, aliviar a dor de dor de cabeça, aumentar sentimentos de bem-estar e autoestima e fortalecer seu relacionamento
  • As pessoas que se beijaram com mais frequência relataram diminuições significativas em seus níveis de estresse e maior satisfação no relacionamento
  • Seja fazer sexo, beijar ou mesmo abraçar, essas formas de carinho têm raízes primárias e biológicas que afetam nossos corpos, geralmente de forma benéfica, até mesmo nos dias atuais
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Beijar é uma característica singularmente humana que se diz ter surgido como uma maneira de passar germes de uma pessoa para outra, servindo para desenvolver imunidade. Mas isso não é nada romântico, não é? Embora pareça plausível que o beijo tenha uma função biológica subjacente, também não há como negar seu papel nas relações... ou na saúde geral.

8 Benefícios do beijo para a saúde

O beijo não só faz você se sentir bem, também é bom para você. Ele alivia o estresse e libera epinefrina no seu sangue, fazendo com que ele seja bombeado mais rápido, o que pode resultar em uma redução do colesterol LDL. Beijar pode até ser uma nova maneira de receber certos hormônios, como a testosterona:

“As membranas mucosas dentro da boca são permeáveis aos hormônios, como a testosterona. Através de beijos com a boca aberta, o homem introduz testosterona na boca da mulher, "que" é absorvida através das membranas mucosas... e aumenta a excitação e a probabilidade de ela se envolver no comportamento reprodutivo.”

Curiosamente, Andréa Demirjian, autora de “Kissing: Everything You Ever Wanted to Know about One of Life's Sweetest Pleasures” (Beijos: Tudo o Que Você Já Quis Saber Sobre um dos Prazeres Mais Doces da Vida), acredita que "um beijo por dia pode realmente te manter saudável". E ela recentemente compartilhou oito razões pelas quais isso acontece na CNN:

1. Reduz a Sua Pressão Sanguínea

Beijar ajuda a dilatar os vasos sanguíneos, o que pode ajudar a diminuir a pressão arterial.

2. Alivia Cólicas e Dores de Cabeça

O efeito da dilatação dos vasos sanguíneos descrito acima também ajuda a aliviar a dor, particularmente das dores de cabeça ou cólicas menstruais.

3. Combate as Cáries

Quando você beija, aumenta a produção de saliva na sua boca, e isso ajuda a lavar a placa nos dentes que podem levar as cáries. Dito isto, as bactérias causadoras de cáries também podem ser transmitidas através de um beijo, especialmente se a pessoa que você estiver beijando tiver hábitos orais ruins. Até já se demonstrou que as bactérias causadoras de cáries podem ser transmitidas através do beijo de uma mãe para seu bebê. 

4. Libera os Seus Hormônios da Felicidade

Beijar faz com que seu cérebro libere um elixir de felicidade feito de substâncias químicas que fazem você se sentir bem como a serotonina, a dopamina e a oxitocina. Isso não é apenas importante para sua felicidade, mas também pode ajudar a fortalecer seu relacionamento. Como reportado pelo MSN:

“’Este [oxitocina] é o hormônio do amor, e quanto melhores forem os níveis de oxitocina, maiores a capacidade de amar’, explica o psicoterapeuta Dr. Arthur Janov, autor de 'The Biology of Love' (A Biologia do Amor) e diretor do Primal Center em Santa Monica, Califórnia. ‘Nós descobrimos que aqueles que não conseguem se comprometer em uma relação amorosa possuem baixos níveis de oxitocina.’”

Curiosamente, o beijo ativa as mesmas áreas em seu cérebro ligadas à recompensa e ao vício. De acordo com os pesquisadores que revelaram essa descoberta:

“O beijo pode ter evoluído como uma forma de estimular os sistemas cerebrais associados com o desejo sexual, o amor romântico e a vinculação para que os seres humanos fossem estimulados a buscar uma variedade de potenciais companheiros, para então concentrar a atenção em um companheiro para o acasalamento e, por fim, serem capazes de tolerar esse companheiro por tempo suficiente para criar em equipe uma criança.”

Seus lábios também estão densamente repletos de neurônios sensoriais, que são estimulados pelo toque de outros lábios. Isso induz a liberação de sebo, que se considera que desempenha um papel nas relações.

5. Queima Calorias

Não vai substituir sua sessão de exercícios... mas um beijo vigoroso pode queimar 8-16 calorias. Nada mal para um simples beijo.

6. Aumenta sua Autoestima

Um estudo descobriu que os homens que receberam um beijo apaixonado antes de sair para o trabalho ganharam mais dinheiro. Isso sugere que o beijo (e, talvez, a vida doméstica feliz que ele implica) torna as pessoas mais felizes, aumenta a autoestima e, em última análise, as faz serem mais produtivas no trabalho.

7. Tonifica Seus Músculos Faciais

Um beijo vigoroso ajuda você a tonificar seu pescoço e mandíbula trabalhando vários músculos faciais.

8. Constata a Compatibilidade com Seu Parceiro

Um beijo pode ser uma medida poderosa de sua atração inicial por uma pessoa, tanto que a maioria dos homens e mulheres entrevistados informou que o primeiro beijo poderia causar um desinteresse. As mulheres, em particular, dão mais importância ao beijo como um "dispositivo de avaliação do parceiro" e como um meio de "iniciar, manter e monitorar o estado atual de seu relacionamento com um parceiro de longo prazo".

Beijar Pode Até Melhorar Seu Sistema Imunológico e Aliviar o Estresse Significativamente 

O individuo comum gasta mais de 20.000 minutos de sua vida beijando e por um bom motivo. Além dos benefícios acima, os beijos tem demonstrado melhorar o seu sistema imunológico e reduzir as respostas alérgicas em pessoas com alergias cutâneas ou nasais.

Uma pesquisa separada também revelou que as pessoas que passaram seis semanas fazendo do beijo uma prioridade com seus parceiros relataram diminuições significativas em seus níveis de estresse. Além das melhoras nos níveis de estresse, os participantes que beijavam também relataram maior satisfação no relacionamento e melhorias no colesterol total.

No entanto pode haver uma razão ainda mais primitiva pela qual o "beijo" se desenvolveu. Como algumas culturas não incluem beijar em seus rituais de acasalamento, é possível que o primeiro beijo tenha sido dado por uma mãe em seu filho, em vez de ter sido entre um casal.

Os psicólogos conjecturaram que a alimentação através de beijos - trocando alimentos pré-mastigados de uma boca para outra - era como os bebês recebiam os nutrientes necessários para crescerem fortes e saudáveis, seja durante ou depois da amamentação. Isso inicia o processo de digestão e torna as vitaminas como B12 mais facilmente absorvíveis ao mesmo tempo em que melhora o apego e o vínculo.

Levando os Beijos Para a Próxima Etapa: O Sexo Também é Saudável

Beijar pode ser um prelúdio para o sexo, que tem ampliados muitos dos mesmos benefícios para a saúde do beijo. Homens e mulheres tendem a considerar beijar-se nesse âmbito de maneira diferente, com os homens sendo mais propensos a iniciar beijos antes do sexo e as mulheres mais propensas a fazê-lo depois. Conforme relatado por Psychology Today:

“As mulheres usam a intensidade e a frequência dos beijos para avaliar a adequação de um homem para relacionamentos de curto prazo, bem como para julgar o potencial de uma relação de curto prazo evoluir para um relacionamento de longo prazo. Os homens usam beijos, especialmente em relacionamentos de curto prazo, para aumentar a probabilidade de ter relações sexuais.”

Recentemente, incluí um artigo completo sobre os 11 benefícios do sexo para a saúde, para que você possa analisar isso em todos os seus detalhes. Para iniciantes, aqui estão os cinco primeiros:

1. Melhora da Imunidade

As pessoas que fazem sexo com frequência (uma ou duas vezes por semana) têm níveis significativamente maiores de imunoglobulina A (IgA). Seu sistema imunológico IgA é a primeira linha de defesa do seu corpo. Seu trabalho é combater os organismos invasores em seus pontos de entrada, reduzindo ou mesmo eliminando a necessidade de ativação do sistema imunológico do seu corpo. Isso pode explicar por que as pessoas que fazem sexo frequentemente também ficam menos doentes.

2. Saúde do Coração

Os homens que fizeram amor regularmente (pelo menos duas vezes por semana) eram 45 por cento menos propensos a desenvolver doenças cardíacas do que aqueles que faziam isso uma vez por mês ou menos, de acordo com um estudo. A atividade sexual não só proporciona muitos dos mesmos benefícios de um exercício ao seu coração, mas também mantém os níveis de estrogênio e testosterona em equilíbrio, o que é importante para a saúde do coração.

3. Diminui a Pressão Sanguínea

A atividade sexual, e especificamente a relação sexual, está ligada a uma melhor resposta ao estresse e diminuição da pressão arterial.

4. É uma Forma de Exercício

O sexo ajuda a aumentar sua frequência cardíaca, queimar calorias e fortalecer os músculos, como um exercício. Na verdade, as pesquisas revelaram que o sexo queima cerca de quatro calorias por minuto para homens e três para mulheres, tornando-se (às vezes) uma forma "significativa" de exercício. Pode até ajudá-lo a manter sua flexibilidade e equilíbrio.

5. Alivia a dor

A atividade sexual libera hormônios que reduzem a dor e identificou-se que ajuda a reduzir ou bloquear a dor nas costas e nas pernas, além da dor causada pelas cólicas menstruais, artrite e dores de cabeça. Um estudo até descobriu que a atividade sexual pode levar ao alívio parcial ou completo da dor de cabeça em alguns pacientes com enxaqueca e cefaleia em salvas (também conhecida como dor de cabeça suicida).

Seja fazer sexo, beijar ou mesmo abraçar, essas formas de carinho têm raízes primitivas e biológicas que afetam nossos corpos, geralmente de forma benéfica, mesmo nos dias atuais. Então agarre hoje o seu parceiro, dê-lhe um beijo e abrace esse fato: beijar pode proporcionar uma vida mais longa, saudável e, a maioria das pessoas concordaria com isso, mais agradável.