BEC ou Extrato de Berinjela: Uma Nova Maneira Espetacular de Livrar-se do Câncer de Pele

Câncer de Pele

Resumo da matéria -

  • Um creme contendo extrato de berinjela, conhecido como BEC e BEC5, aparenta curar e eliminar a maioria dos cânceres de pele não melanoma em questão de semanas.
  • Ao contrário do tratamento convencional contra câncer de pele, que é frequentemente cirúrgico, o creme de extrato de berinjela não deixa cicatrizes e nenhum sinal visível de que alguma vez possa ter existido um tumor ou lesão.
  • Neste artigo estão incluídas dicas para prevenir o câncer de pele, incluindo otimizar seus níveis de vitamina D com exposição ao sol e fortalecer sua dieta com antioxidantes e outros nutrientes.
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

O câncer de pele é a forma mais comum de câncer nos Estados Unidos. De fato, a incidência de casos de câncer de pele a cada ano é maior do que todos os outros cânceres combinados e aumentou mais de 300% desde 1992.

Claramente, os esforços bem intencionados dos americanos em cobrir-se de protetor solar não estão funcionando, e vou explicar algumas das razões para isso abaixo, mas primeiro eu quero compartilhar com você uma substância inovadora completamente natural que uma pesquisa demonstrou poder curar o câncer de pele não melanoma.  

É chamada de Glicosídeos rhamnosil solasodina (BEC), que é um nome sofisticado para extratos de plantas da família Solanaceae, como a berinjela, tomate, batata, pimentão e tabaco.

Berinjela e Extratos de Plantas Semelhantes Utilizados para Tratar Câncer

Há relatos de que os extratos de plantas da família de vegetais Solanaceae são eficazes no tratamento de câncer que remontam a quase 200 anos indo até 1825, de acordo com o pioneiro da saúde natural Dr. Jonathan Wright. No entanto, não foi até muito mais tarde, após a década de 1950, que eles foram formalmente estudados.

Como o Dr. Cham relatou, o tratamento e o controle do câncer de pele não melanoma custa mais de US$ 1,4 bilhões por ano nos Estados Unidos, um número que está aumentando exponencialmente a cada ano e rapidamente tornando-se insustentável.

Além disso, os tratamentos comuns, a cirurgia e a radioterapia apresentam os seguintes problemas:

  • A cirurgia não pode remover todas as células cancerosas
  • Doloroso com cicatrização lenta
  • Muitas vezes ficam cicatrizes, que podem ser esteticamente pouco atraentes, especialmente se o câncer estiver no seu rosto
  • Graves riscos para a saúde da radioterapia
  • Taxas de recorrência elevadas foram relatadas após o tratamento convencional

Esse acessível extrato de berinjela parece efetivamente eliminar lesões cancerosas com absolutamente nenhuma cicatriz e apenas deixando como efeitos colaterais um pouco de coceira e ardência, o que é impressionante.  

Dois Estudos de Caso de Câncer de Pele Mostram Resultados Surpreendentes com o Creme de Extrato de Berinjela

O último estudo do Dr. Cham foi publicado no International Journal of Clinical Medicine. O artigo inclui dois relatos de casos impressionantes de homens de 60 anos que sofriam de carcinoma basocelular (BCC) ou carcinoma de células escamosas (SCC), que os vinha atormentando há anos.

Os resultados após o tratamento com uma formulação de creme de BEC (extrato de berinjela) duas vezes por dia são espantosos:

  • No primeiro caso, o tratamento com o creme de extrato de berinjela resultou na decomposição rápida do tumor. Após duas semanas, a lesão foi reduzida a cerca de metade do seu tamanho original e, após 14 semanas, o câncer foi clinicamente eliminado sem formação de tecido cicatricial. Mesmo os cabelos onde o tumor estava originalmente voltaram a crescer.
  • No segundo caso, após seis semanas de tratamento com creme de extrato de berinjela, a grande lesão de câncer de pele pareceu “mais clara” e alguns dos tecidos cancerosos foram substituídos por tecido normal. Em mais três semanas, a lesão era muito menor e um tecido mais normal era aparente. Após um total de 14 semanas, a lesão foi completamente eliminada sem presença de tecido cicatricial.

O Extrato de Berinjela BEC5 Mata Apenas as Células Cancerígenas, Deixando as Células Saudáveis em Paz

doença viral

Curiosamente, o BEC e a formulação específica BEC5, que foi utilizada com sucesso em mais de 80.000 pacientes de acordo com o Dr. Cham, parece afetar apenas as células cancerosas deixando as células normais em paz. O Dr. Cham explica:

“O modo de ação dos SRGs [glicoalcalóides Glicosídeosrhamnosil solasodina (BEC)] é diferente de qualquer agente antineoplásico [antitumoral] atual.

Os receptores específicos para os SRGs presentes apenas nas células cancerosas, mas não nas células normais, são o primeiro passo de eventos que irão levar à apoptose apenas nas células cancerosas, o que pode explicar por que durante o tratamento as células cancerosas foram eliminadas e as células normais estavam substituindo as células de câncer mortas sem nenhum tecido cicatricial sendo formado.

Os dois casos aqui apresentados são grandes e anatomicamente difíceis de tratar lesões. Não há dúvida de que o resultado final deste tipo de tratamento é pelo menos, ou mais provavelmente, superior aos outros tratamentos disponíveis. Na conclusão do tratamento, não foi possível distinguir onde os tumores estavam!”

Infelizmente, simplesmente comer berinjelas, tomates, pimentões ou legumes semelhantes, embora seja benéfico por muitas razões, não induzirá esse mesmo efeito porque os componentes ativos não conseguem penetrar efetivamente nas células.

Isso requer a adição de glicosídeos, moléculas com vários açúcares simples ligados a elas que podem encaixar-se nos receptores encontrados nas células de câncer de pele.

Uma Grande Experiência de um Leitor com uma Versão Caseira

Eu tive um câncer de pele no meu nariz (parte inferior do lado). Ele foi biopsiado e removido provavelmente há 6 anos, mas nos últimos dois anos ele voltou como carcinoma basocelular. Ao longo dos últimos meses, ele começou a piorar- virando uma pequena mancha negra.

Eu fui a um cirurgião plástico quando cheguei de casa após ir à AAFCO - esperando convencê-lo a simplesmente cortá-lo. Mas ele não faria isso. O que ele propôs custaria US$ 6.000 e eu não tenho seguro de saúde.

Por isso... fui para casa e comecei a fazer pesquisas sobre o que eu poderia fazer. Encontrei um artigo do Dr. Mercola sobre o extrato de berinjela. Seu sucesso em tratar do câncer de pele.

Eu não consegui encontrar extrato de berinjela, mas encontrei uma receita caseira que consiste apenas em berinjela e vinagre de cidra.

Consegui orgânicos de ambos e fiz o meu próprio. Eu enrolei uma gaze no extrato e a deixei sobre meu nariz durante algumas horas por dia. Ele iria formar uma casca (mas apenas naquele único local – em mais nenhum outro lugar) e então aquela parte caía, e então criava uma casca novamente.

Agora... ele se foi. Eu continuei o tratamento por mais 10 dias depois que a última parte caiu - e não há nada lá agora. Realmente muito surpreendente.

A Falta de Luz Solar Aumenta seu Risco de Câncer de Pele Melanoma

O que é ainda melhor do que uma cura barata, segura e natural para o câncer de pele é, obviamente, preveni-lo em primeiro lugar. Evitar o sol e besunta-se com protetor solar NÃO é a melhor maneira de prevenir-se contra o câncer de pele!

Na verdade, fazer isso aumentará o risco de melanoma, a forma mais mortal de câncer de pele, porque vai dizimar seus níveis de vitamina D. Seus órgãos convertem a vitamina D na sua corrente sanguínea em calcitriol, que é a versão hormonal ou ativada da vitamina D. Seus órgãos usam-na para reparar danos, incluindo danos causados por células cancerosas e tumores.

A exposição à luz solar é a maneira ideal de manter os níveis sanguíneos terapêuticos da vitamina D, então, se você estiver evitando o sol ou usando protetor solar, o que bloqueia a capacidade do seu corpo de produzir vitamina D, você provavelmente está deficiente nesta vitamina e perdeu esses benefícios anticancerígenos.

O efeito protetor da vitamina D contra o câncer funciona de várias maneiras, incluindo:

  • Aumentando a autodestruição de células mutantes (que, se tiverem a replicação permitida, podem levar ao câncer)
  • Reduzindo a propagação e reprodução das células cancerosas
  • Fazendo com que as células causadoras se tornem diferenciadas (as células cancerosas muitas vezes não possuem diferenciação)
  • Reduzindo o crescimento de novos vasos sanguíneos a partir de vasos preexistentes, o que é um passo na transição de tumores dormentes tornando-os cancerosos.

Por que a Maioria dos Protetores Solares Não o Protegerão Contra Câncer de Pele Não Melanoma

Além de seu impacto em seus níveis de vitamina D, a maioria dos protetores solares são piores do que inúteis, porque eles fornecem uma proteção UVA inadequada. Existem dois tipos primários de raios UV da luz solar com os quais você deve se preocupar; os raios UVB produtores de vitamina D e a luz UVA prejudicial para a pele.

Tanto o UVA quanto o UVB podem causar bronzeamento e queimação, embora o UVB até agora o faça mais rapidamente. O UVA, entretanto, penetra sua pele mais profundamente do que UVB e pode ser um fator muito mais importante no fotoenvelhecimento, rugas e câncer de pele não melanoma.

No entanto, se você acha que seu protetor solar está protegendo você contra o UVA, provavelmente você está sendo enganado, uma vez que uma análise do Environmental Working Group feita em 2011 descobriu que mais de 60% dos produtos protetores solares examinados fornecem proteção UVA inadequada e são na verdade tão ineficazes que não seriam aprovados no mercado europeu.

Uma vez que os UVAs são inerentemente mais prejudiciais e persistentemente elevados durante todas as horas do dia, o uso de um protetor solar que não o protege do UVA não lhe dará praticamente nenhum benefício e prejudicará sua saúde geral. Portanto, é importante entender que se você estiver usando protetor solar, você precisa ter certeza de que está realmente obtendo proteção contra o UVA.

Usando o Sol para a Prevenção do Câncer de Pele

A chave para efetivamente usar o sol para a proteção do câncer de pele é encontrar um equilíbrio saudável entre obter luz solar natural suficiente para maximizar sua produção de vitamina D e manter sua saúde otimizada, ao mesmo tempo em que você se protege contra os danos que ocorrem da superexposição ao sol.

Uma boa regra geral para seguir é assim que a sua pele ficar de um tom mais claro de rosa (se você for caucasiano), é hora de sair do sol. Passado deste ponto de exposição, seu corpo não produzirá mais vitamina D e você começará a sofrer danos do sol - e queimaduras de sol em qualquer lugar do corpo não são boas para a sua saúde.

Você deve procurar usar a luz solar natural como sua fonte primária de vitamina D, mas durante o inverno uma cama de bronzeamento segura (que usa balastros eletrônicos, não magnéticos e tem níveis mais baixos de UVA do que o sol, uma vez que a maioria das camas de bronzeamento não seguras têm níveis UVA mais altos do que o sol) é sua melhor alternativa.

Se nenhuma dessas opções estiver disponível a você, então você pode usar um suplemento oral de vitamina D3, mas tenha em mente que você pode deixar de receber todos os benefícios e os pesquisadores descobriram que as ingestões diárias de vitamina D por adultos na faixa de 8.000 IU são necessárias para que seus níveis de sangue estejam na faixa terapêutica.

Sua Dieta Também Pode Ajudar a Protegê-lo Contra o Câncer de Pele

Nutriente Encontrado nesses alimentos…

Nutriente: Betacaroteno

Encontrado nesses alimentos…: Batatas doces, espinafre, couve, couve galega e a maioria dos legumes amarelos/laranjas

Nutriente: Licopeno

Encontrado nesses alimentos…: Tomates (incluindo na sua forma cozida em molhos, etc.), melancia, mamão, goiaba rosa

Nutriente: Luteína

Encontrado nesses alimentos…: Espinafre, couve, ervilhas, couves de Bruxelas, abobrinha, pistache, brócolis, gemas de ovo

Nutriente: Galato de epigalocatequina (EGCG) e polifenóis

Encontrado nesses alimentos…: Chá verde e preto, alecrim, tomilho, orégano, alho, cacau

Nutriente: Flavonoides

Encontrado nesses alimentos…: Cítricos, especialmente as cascas

Nutriente: Proantocianidinas

Encontrado nesses alimentos…: Cacau, sementes de uva

Nutriente: Legumes crucíferos

Encontrado nesses alimentos…: Brócolis, couve-flor, repolho, couve de Bruxelas, couve galega

O carotenoide altamente benéfico, recentemente apreciado, chamado astaxantina também despertou o interesse dos pesquisadores devido à sua capacidade de reduzir os sinais de envelhecimento, ajudando a proteger sua pele dos danos causados pelo sol. A astaxantina é extraída de algas marinhas em resposta à exposição à luz UV.

Esta é a forma como as algas protegem-se contra os danos causados pelos UVB, por isso faz todo o sentido que esta substância profundamente pigmentada teria a capacidade de “proteger” você quando tomada em quantidades adequadas por tempo suficiente (geralmente várias semanas) para saturar os tecidos do seu corpo.

A Cyanotech Corporation financiou um estudo através de um laboratório independente de pesquisa do consumidor para medir a resistência da pele tanto à luz UVA quanto à UVB antes e depois da suplementação de astaxantina.

O resultado foi que em apenas três semanas tomando 4 mg por dia, os indivíduos do teste mostraram um aumento significativo na quantidade de tempo necessária para que a radiação UV deixasse a pele vermelha.

Seu corpo é feito para estar no sol e, quando feita corretamente, a exposição ao sol será uma das melhores maneiras de ajudar a reduzir seu risco de câncer de pele e muitas outras formas desta doença.

No caso de você desenvolver câncer de pele não melanoma, fale com seu profissional de saúde holístico sobre todas as opções de tratamento disponíveis, incluindo as que são potencialmente menos dispendiosas e menos invasivas, como o extrato de berinjela.