Para que Serve o Mel Cru?

Tamanho da fonte:
mel cru

Ao longo da história, os seres humanos utilizaram o mel pegajoso e doce, com o registro mais antigo de se manter colmeias remontando a 2.400 a.C., em um templo perto do Cairo, no Egito.

Os egípcios usavam o mel como adoçante e como um ingrediente em bolos de mel que eram oferecidos aos deuses e até como um líquido de embalsamação.

O uso generalizado de mel continuou com os gregos e os romanos, e uma tradição contínua permitiu que nossa geração usasse mel em alimentos, cosméticos e até mesmo em remédios.

Tome algum tempo para ler este artigo e descobrir o que é o mel cru, como ele pode melhorar sua saúde e as qualidades que você deve procurar ao comprar mel.

Benefícios Vitais para a Saúde do Mel Cru

O mel cru tem muito mais a oferecer do que sua aparência sugere inicialmente, principalmente por causa dos múltiplos benefícios para a saúde que ele pode oferecer, como:

Potencial de tratar tosses: A Organização Mundial da Saúde (OMS) enfatiza que o mel cru pode atuar como um demulcente ou uma substância que ajuda a aliviar a irritação na boca ou na garganta, formando uma película protetora.

O mel cru também funciona bem como um dextrometorfano (um ingrediente em medicamentos sem receita médica) para suavizar a tosse causada por infecções do trato respiratório superior, geralmente em crianças.

O mel cru também pode servir de remédio para dificuldades de sono causadas por essas infecções.

Ajudar no tratamento de feridas: O mel cru tem propriedades antibacterianas, antifúngicas e antioxidantes.

Uma pesquisa revelou que o mel não processado ajudou com a cicatrização de feridas e úlceras. Um estudo destacou que 58 de 59 feridas melhoraram após uma aplicação tópica de mel.

Em particular, um tipo de mel chamado Mel de Manuka, feito com pólen recolhido das flores do arbusto de Manuka, já era usado para esse fim.

Os exames clínicos descobriram a capacidade do mel de Manuka de erradicar mais de 250 cepas de bactérias clínicas como o Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA) e o Staphylococcus aureus sensível à meticilina (MSSA).

Oferecer um estímulo energético: Você pode usar o mel cru para ajudar a fornecer um estímulo rápido de energia pré ou pós-treino.

O mel cru pode ser benéfico para os atletas que procuram um “combustível liberado com tempo” para fornecer energia por um longo período de tempo.

Apoiar à eliminação de radicais livres: Os antioxidantes chamados de compostos fenólicos estão presentes no mel, que ajudam a proteger o corpo contra danos celulares iniciados pelos radicais livres.

Ajuda a diminuir os sintomas da alergia: Na maioria das vezes, o mel produzido localmente pode conter esporos de pólen apanhados por abelhas de plantas locais.

Consumir mel cru produzido localmente é altamente ideal porque pode permitir que o mel aumente a saúde e a resistência do seu corpo contra determinados alérgenos.

Serve como um remédio contra feridas de herpes: O mel cru de boa qualidade pode oferecer benefícios para tratar feridas de herpes ao extrair o fluido da ferida.

O alto conteúdo de açúcar de mel cru pode também suprimir o crescimento de micro-organismos.

As abelhas operárias secretam uma enzima chamada glucose oxidase no néctar. Quando o mel entra em contato com a ferida, a enzima libera baixos níveis de peróxido de hidrogênio.

Um estudo envolvendo 16 indivíduos adultos com histórico de herpes labial e genital recorrente procurou descobrir a eficácia da utilização de mel cru como uma forma de tratamento, em comparação com um medicamento antiviral chamado creme de aciclovir.

O mel cru foi capaz de produzir melhores tempos de cicatrização média para o herpes labial em 43% e para o herpes genital em 59%, comparado ao aciclovir. Os pacientes também relataram uma redução significativa da dor e do surgimento de crostas e dois casos de herpes labial e um caso de herpes genital foram diminuídos completamente após o uso de mel cru.

Um ingrediente básico em alguns produtos de beleza, o mel cru também pode fornecer esses benefícios cosméticos:

  • Atuar como um umidificante: Um umidificante é capaz de atrair e reter a umidade, razão pela qual o mel cru é adicionado a hidratantes, xampus e condicionadores.
  • Combate à acne: Além de atrair a umidade para a pele, o mel cru pode ser útil para pessoas com acne, uma vez que ele pode atacar a fonte das rupturas.
  • Ajuda a aliviar as olheiras: Uma colher de mel pode ajudar com as olheiras e aliviar o inchaço na parte de baixo dos olhos.
  • Ajuda a curar o dano à cutícula: As cutículas danificadas podem levar a uma infecção por fungos e bactérias. Uma mistura de mel cru e vinagre de maçã pode ajudar a reverter esse problema de saúde.
  • Ajuda a melhorar as doenças do couro cabeludo: Aplicar mel cru diluído em água morna no couro cabeludo pode ajudar a melhorar significativamente a dermatite seborreica, uma doença que desencadeia caspa e coceira.

O que é o Mel Orgânico Cru?

Existem outras variedades de mel vendidas hoje em dia, como o mel orgânico cru, que se refere ao mel produzido quando as abelhas recebem néctar de flores que não foram pulverizadas com pesticidas. O mel orgânico cru é tipicamente um mel bruto que é imediatamente retirado dos favos e tem essas qualidades:

  • Contém partículas ásperas de pólen, abelhas mortas, pernas, asas, pedaços de cera e outras impurezas, e depois é filtrado usando uma bolsa de malha fina
  • Não pasteurizado, não filtrado ou ultrafiltrado
  • Não aquecido acima de 95° F (35 °C)
  • Não contém outras substâncias ou aditivos
  • Armazenado em recipientes orgânicos como frascos de vidro de cor marrom claro ou âmbar

A produção de mel orgânico envolve um conjunto de medidas estritas e rigorosas para as seguintes etapas de produção e embalagem:

Fonte do néctar

Área de forrageamento das abelhas

Administração das abelhas

Processo de extração de mel

Transporte

Temperatura de processamento

Materiais de embalagem

Além disso, para determinar se o mel é verdadeiramente orgânico, a amostra deve ser submetida a testes para verificar a falta de pesticidas ou resíduos poluentes ambientais. As fazendas de mel orgânico também estão sujeitas a essas atividades rigorosas e extensas de monitoramento:

  • Documentação e consulta de todos aqueles que usam o solo dentro de um raio de cinco quilômetros das colmeias orgânicas, para garantir que estas não tenham vestígios de produtos químicos
  • Análise e testes regulares das amostras de mel
  • Precisa ser comprovado que as colmeias estejam livres de mel, açúcar e antibióticos não orgânicos

Assim como o mel cru, o mel cru orgânico possui uma variedade de benefícios para a saúde, nomeadamente:

  • Máximo teor nutricional: Três importantes fontes de antioxidantes, vitaminas e minerais podem ser encontradas no mel cru orgânico, nomeadamente a geleia real, própolis e pólen de abelhas.
  • Ajuda a melhorar a saúde digestiva e imune: Bifidobactéria, um tipo de bactéria que é conhecida por melhorar a saúde digestiva e imunológica, também é encontrada no mel cru orgânico. O mel cru orgânico pode servir como um probiótico efetivo estimulando o crescimento de Bifidobactéria no intestino.
  • Aumentar o desempenho atlético: Carboidratos facilmente absorvidos, glicose natural e frutose, vitaminas e minerais combinam-se para ajudar a prolongar a resistência de uma pessoa, ajudam a aumentar o desempenho atlético e ajudam em uma recuperação rápida.

O Mel Cru Não Filtrado Também é uma Boa Escolha

Outro tipo de mel que você pode encontrar é cru, mel não filtrado ou mel que ainda está fresco do favo de mel e contém pólen de abelha e própolis intactos. Este tipo de mel é conhecido por:

  • Possuir propriedades alcalinas: Vitaminas, enzimas e antioxidantes entram em jogo e fazem com que o mel cru e não filtrado seja um alimento alcalino que pode ajudar a combater diferentes doenças.
  • Melhorar a saúde da pele: Se você tiver abrasões, erupções cutâneas ou queimaduras solares tente aplicar mel cru e sem filtro na sua pele. Este tipo de mel pode suavizar e hidratar a pele, e ajuda a eliminar manchas como acne e alergias desencadeadas pelo uso de cosméticos.
  • Ajudar a aliviar a constipação: Mel cru, não filtrado, quando feito como uma tintura combinando com vinagre de maçã, pode potencialmente aliviar a constipação.

Qual é a Diferença Entre o Mel Cru, Puro e Regular?

A grande quantidade de marcas de mel pode confundir as pessoas, especialmente aquelas que querem certificar-se de que estão conseguindo o melhor e mais saudável mel disponível.

Existem múltiplas diferenças entre mel cru, mel puro e mel comum ou convencional.

Veja esse gráfico para verificar como o mel cru se diferencia do mel puro e do mel comum:

Mel Cru Mel Puro Mel Comum

Normalmente opaco e leitoso

Mel feito sem aditivos como açúcar, xarope de milho ou sabor artificial

Cor lisa e uniforme

Vem em uma variedade de cores, de branco a amarelo ou mesmo marrom

Não cria espuma sob nenhuma circunstância

Contém pouco ou nenhum pólen

Pode ser comprado em forma líquida ou sólida (creme)

Muito grosso e escorre em um fluxo

Recebe pasteurização para eliminar o fermento que possa estar presente, a fim de evitar a fermentação

Pode possuir grânulos que podem ser derretidos em água morna

Textura macia (semelhante a filamento)

Pode conter antibióticos e/ou toxinas

Filtrado através de uma peneira fina para remover partes de abelhas, pólen e cera

Nunca se separa em camadas

O ingrediente principal é geralmente o xarope de milho de alta frutose, um adoçante que tem sido associado a doenças como diabetes, obesidade, hipertensão e lesão hepática

Mel feito sem aditivos artificiais ou processamento

Também pode ser rotulado como mel de trevo ou de framboesa, dependendo das plantas das quais as abelhas obtiveram o néctar

Pode não conter nutrientes ou enzimas, porque estas foram eliminadas durante a pasteurização

Não aquecido, pasteurizado ou filtrado

Contém grandes quantidades de nutrientes necessários para se ter uma boa saúde

Composto por dois componentes principais: pólen de abelha e própolis de abelhas

Além dessas qualidades que separam o mel cru do mel puro e comum, você também pode realizar esses testes para verificar se comprou mel de verdade e não processado:

Teste do polegar Teste de água

Coloque uma pequena gota de mel no seu polegar.

Encha um copo com água.

Verifique se o mel se derrama ou se espalha ao redor. Se derramar ou se espalhar, isso significa que o mel não é puro. O mel puro permanece intacto no seu polegar.

Adicione uma colher de sopa de mel no copo e observe. O mel adulterado ou artificial tende a dissolver-se na água, e você notará isso ao redor do copo. No entanto, o mel puro irá ficar no fundo do copo.

A regra geral ao consumir mel cru é quanto menos, melhor. Embora existam benefícios para a saúde que foram atribuídos ao mel cru, uma onça (28 gramas) já contém uma grande quantidade de calorias, para não mencionar uma grande quantidade de açúcar.

Veja este gráfico de nutrição para mais detalhes sobre mel cru:

Informação Nutricional do Mel Cru

Tamanho da Porção: 1 colher de sopa (2 gramas)
% Valor
diário*
Qtde. por
porção

Calorias

64
 

    Calorias da gordura

   

Gorduras Totais

0 g
 

    Gordura saturada

0 g
 

    Gordura trans

0 g
 

Colesterol

0 mg
 

Sódio

1 mg
 

Total de Carboidratos

17 g
 

    Fibra Dietética

0 g
 

    Açúcar

17 g

Proteína

0 g

Vitamina A

0%

Vitamina C

0%

Cálcio

0%

Ferro

0%
*Valores percentuais diários com base em uma dieta de 2.000 calorias. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo das suas necessidades calóricas.

Onde Você Pode Comprar Mel Cru?

É altamente recomendável comprar mel que seja cru, não filtrado, local e 100% puro de uma fonte confiável, como um apicultor orgânico local. Como mencionado anteriormente, consumir mel cru produzido localmente pode ser útil na construção da imunidade do seu corpo contra alergias.

Você pode até mesmo visitar a fazenda das abelhas e conversar com o(s) apicultor(es) para garantir que você esteja conseguindo o melhor mel possível. Mercados de produtores, cooperativas e lojas naturais como Trader Joe's são outros bons lugares para procurar mel cru. Se você não tiver outra escolha senão ir ao seu supermercado local, procure marcas de mel orgânicas.

Efeitos Colaterais do Mel Cru

Apesar de valer a pena reconhecer os benefícios para a saúde do mel cru, há efeitos colaterais ligados a ele aos quais você deve estar atento:

Botulismo: O mel cru pode transportar esporos prejudiciais de Clostridium botulinum que podem provocar o botulismo, uma doença que ocorre quando a toxina botulínica é consumida. O botulismo é conhecido por desencadear sintomas semelhantes a intoxicação alimentar, como náuseas, vômitos ou febre entre adultos.

No entanto, o botulinum pode ser especialmente perigoso para bebês com menos de um ano de idade, devido ao seu efeito potencialmente perigoso para o sistema nervoso central, o que pode ser fatal se não for tratado de forma rápida e eficaz. Por isso, aconselha-se que as crianças pequenas não devem consumir nenhum mel cru.

Aumento dos níveis de frutose: É melhor consumir mel cru com moderação, uma pequena colher de chá já contém quase quatro gramas de frutose. Mesmo uma pequena quantidade como essa pode piorar uma resistência à insulina preexistente e prejudicar sua saúde se consumido em excesso.

Se você já tem resistência à insulina (ou seja, está tomando medicamentos para tratar de níveis elevados de pressão arterial, colesterol ou diabetes, ou se está com excesso de peso), evite primeiramente os adoçantes, como mel cru.

+ Recursos e Referências