Como os Olhos Podem Prever Doenças

Olhos saudáveis

Resumo da matéria -

  • Os olhos são uma janela incomparável para a saúde. O Yahoo Health montou uma lista com 14 coisas que os olhos dizem sobre todo o corpo. Este artigo menciona alguns deles.
Tamanho da fonte:

Falhas nas sobrancelhas

O desaparecimento espontâneo da parte externa da sobrancelha é um sinal comum de doença na tireóide.

Um terçol que não desaparece

Se não desaparecer em três meses ou se voltar a ocorrer no mesmo local, pode se tratar de um tipo raro de câncer chamado carcinoma de glândula sebácea.

Queimação nos olhos, visão turva ao usar o computador

É causado pela "síndrome da visão de computador" (CVS). A fadiga ocular é parcialmente causada pela falta de contraste da tela do computador e pelo trabalho adicional necessário para focar nos pixels.

Um pequeno ponto cego na visão com luzes cintilantes em uma linha ondulada

A aura da enxaqueca produz esse tipo de distúrbio na visão. Pode ou não vir acompanhada de dor de cabeça.

As partes brancas dos olhos tornaram-se amareladas

Este problema é conhecido como icterícia. Ocorre em recém-nascidos com a função hepática imatura ou em adultos com problemas no fígado, vesícula ou nas vias biliares.

Dilatação aparente dos olhos

A causa mais comum dos olhos salientes é o hipertiroidismo, que é a atividade exagerada da glândula tireóide.

Visão dupla ou perda de visão repentina

Estes são os sinais visuais do derrame.

Visão borrada no diabético

Os diabéticos correm mais riscos de sofrer diversos problemas oculares, mas o mais comum deles é a retinopatia diabética, em que a diabetes afeta o sistema circulatório ocular. É a principal causa de cegueira entre os americanos adultos.

Por Dr. Mercola

A visão é um dos sentidos mais preciosos, mas é fácil subestimar o dom da visão até ela começar a falhar. Infelizmente, uma das principais causas de cegueira em adultos é o efeito colateral da diabetes. O que é preocupante, ao se considerar que atualmente quase uma entre quatro pessoas é pré-diabética ou diabética.

O aumento da utilização de computadores e terminais de vídeo (VDTs), em casa e no trabalho, levou também ao aumento dos problemas de visão devido à fadiga ocular.

É Inevitável Ficar Com a Visão Ruim ao Envelhecer?

Não, não é.

Mas o nosso estilo de vida moderno pode contribuir para deixar a visão ruim se não houver cuidado. Felizmente, há muito que pode ser feito para manter a saúde dos olhos. Alguns estudos demonstram que as pessoas acima dos 60 anos podem precisar de mais ajuda do que as outras, por meio de suplementos alimentares bem selecionados.

Talvez você também vá precisar de maior auxílio visual se você:

  • É fumante
  • É obeso
  • É diabético 
  • Passa muito tempo encarando o computador

Veja abaixo várias estratégias preventivas, inclusive o apoio nutricional. Mas antes disso, é mesmo possível que seus olhos informem o seu estado de saúde?

Iridologia, os Olhos Como Espelhos da Saúde?

O artigo do Yahoo Health, mencionado acima, apresenta várias relações interessantes entre nossos olhos e nossa saúde geral, com dicas sobre os problemas de saúde subjacentes. A iridologia ou a iridodiagnose, que é o estudo da íris ocular, é outra técnica nesse sentido usada por alguns praticantes da medicina alternativa.

Essa teoria remonta a meados do Século XVII, mas a iridologia ainda precisa ser reconhecida pela medicina tradicional. Na verdade, a maioria dos profissionais da área médica ridiculariza a ideia.

A teoria fundamental dessa técnica diz que várias características como, por exemplo, os padrões e as cores, em áreas específicas da íris, podem oferecer informações sobre nossa saúde sistêmica. Essa análise é feita por meio de um exame minucioso da iris e sua correspondência nos mapas da íris.

Com esses mapas, um iridologista pode ajudar a identificar os sistemas e órgãos do corpo que se encontram inflamados ou que apresentam atividade superior ou inferior à normal. No entanto, não é possível diagnosticar doenças específicas. O máximo que se consegue é uma indicação das doenças ou fraquezas sistêmicas.

Mesmo assim, essa informação pode ser útil em determinadas circunstâncias.

Porém não se esqueça de que não há exigência legal de registro nos EUA nem no Canadá para os praticantes da iridologia. Assim, caso decida experimentar, recomendo que procure por um iridologista que seja também um praticante da medicina registrado.

Estratégias Naturais e Sensatas Para Auxiliar na Manutenção da Visão Saudável

Antes de entrar em detalhes sobre os fatores nutricionais que beneficiam especificamente os olhos, é importante falar mencionar alguns dos estilos básicos de vida que podem afetar a visão. Entre as estratégias naturais e sensatas que ajudam na proteção da visão à medida que envelhecemos estão:

  1. Parar de fumar. O fumo aumenta a produção de radicais livres em todo o corpo e leva ao risco de o fumante ter uma saúde, de várias formas, longe da ideal, inclusive com a redução da capacidade visual.
  2. Cuide do sistema cardiovascular. A pressão arterial alta pode causar danos nos minúsculos vasos sanguíneos da retina, obstruindo a passagem do fluxo sanguíneo.

    Uma das principais maneiras de conservar uma pressão arterial em ótimas condições é evitar a frutose. Uma pesquisa realizada pelo Dr.

    Richard Johnson, chefe da divisão de doenças renais e hipertensão da Universidade do Colorado, mostra que o consumo diário de 74 gramas ou mais de frutose (equivalente a 2,5 bebidas açucaradas) aumenta em 77 por cento o risco da pressão arterial chegar a 160/100 mmHg!
  3. Normalizar o açúcar no sangue. Açúcar em excesso no sangue pode retirar fluídos das lentes dos olhos, afetando sua capacidade de focar. E pode danificar os vasos sanguíneos da retina, obstruindo também o fluxo sanguíneo.
  4. Consumo de verduras frescas e de folhas verde escuras, especialmente a couve crespa. Os estudos mostraram que uma dieta rica em folhas verdes ajuda na manutenção da saúde dos olhos.

    E que os que mais consomem hortaliças ricas em carotenóide, especialmente as ricas em luteína e zeaxantina, apresentam melhor saúde ocular.
  5. Consumir bastante gordura saudável ômega-3. Um estudo publicado na edição de agosto de 2001 do Archives of Ophthalmology revelou que o consumo de ácidos graxos ômega-3 protegem a saúde ocular.

    Infelizmente, devido à difusão da poluição e da piscicultura, o peixe não é mais uma fonte ideal das gorduras ômega-3, a não ser que seja possível confirmar sua pureza. Minha alternativa preferida é o óleo de krill, que também contém astaxantina.

    Este antioxidante poderoso oferece também benefícios específicos para os olhos, que descrevo abaixo.
  6. Evite gorduras trans. Tudo indica que uma dieta com alto teor de gorduras trans contribui para a degeneração macular interferindo com as gorduras ômega-3 no corpo.

     A gordura trans é encontrada em muitos alimentos processados e nos produtos de panificação, incluindo a margarina, a gordura vegetal, alimentos fritos como a batata frita, frango frito e donuts, biscoitos, produtos de confeitaria e bolachas.

    Por isso, para proteger os olhos, evite as gorduras trans como se fossem pragas.
  7. Evite o aspartame. Os problemas de visão estão entre os vários sintomas agudos da intoxicação por aspartame.

Antioxidantes, Seu Maior Aliado na Saúde Ocular

O trabalho de um componente antioxidante é neutralizar os radicais livres perigosos presentes no corpo, inclusive nos olhos. Entre os antioxidantes que se revelaram especialmente benéficos para os olhos estão:

  • Luteína
  • Zeaxantina
  • Antocianinas do cassis
  • Astaxantina

Aqui, vou falar especificamente da luteína e da astaxantina, pois elas são aliadas poderosas na prevenção de problemas oculares.

A Luteína Ajuda a Proteger a Visão Central

As duas primeiras, luteína e zeaxantina, são encontradas em grandes concentrações na mácula lútea e acredita-se que desempenham dois papéis principais:

  1. Absorver o excesso de energia fotônica e
  2. Destruir os radicais livres antes que danifiquem as membranas lipídicas

A maior concentração de luteína nos olhos fica na mácula, a minúscula parte central da retina, responsável pela visão direta e detalhada. Mais especificamente, a luteína é encontrada no pigmento macular e é conhecida por auxiliar na proteção da visão central.

A luteína é um carotenóide espontâneo encontrado em verduras, bem como nas hortaliças e frutas de cor laranja e amarela.

Teor de Luteína Dos Alimentos

Alimento

Mg/porção

Couve crespa (crua)

26,5/1 xícara

Couve crespa (cozida)

23,7/1 xícara

Espinafre (cozido)

20,4/1 xícara

Couve galega (cozida)

14,6/1 xícara

Folhas de nabo (cozidas)

12,2/1 xícara

Ervilhas verdes (cozidas)

4,1/1 xícara

Espinafre (cru)

3,7/1 xícara

Milho (cozido)

1,5/1 xícara

Brócolis (cru)

1,3/1 xícara

Alface romana (crua)

1,1/1 xícara

Feijões verdes (cozidos)

0,9/1 xícara

Brócolis (cozido)

0,8/meia xícara

Mamão (cru)

0,3/1 grande

Ovo

0,2/1 grande

Laranja (crua)

0,2/1 grande

Departamento de Agricultura dos EUA, Serviço de Pesquisa Agrícola, Laboratório de Dados Nutricionais do Departamento de Agricultura dos EUA. 2005. Banco de Dados Nutricionais do Departamento de Agricultura dos EUA para Referência Padrão, Versão 20 (2007), Página do Laboratório de Dados Nutricionais http://www.ars.usda.gov/main/site_main.htm?modecode=12354500

Astaxantina, Uma Proteção Poderosa Contra Duas Das Principais Formas de Cegueira

Apesar da zeaxantina e da luteína oferecerem benefícios para os olhos, a ciência revela agora que a astaxantina é realmente o MELHOR carotenóide para a saúde ocular e para a prevenção da cegueira.

Trata-se de um antioxidante muito mais poderoso do que a luteína e a zeaxantina, e descobriu-se que ela oferece proteção contra vários problemas relacionados aos olhos, incluindo:

  • Catarata
  • Degeneração macular relacionada à idade (ARMD)
  • Retinopatia diabética
  • Glaucoma
  • Oclusão arterial retiniana
  • Oclusão venosa
  • Edema macular cistoide
  • Doenças inflamatórias do olho (ou sejam, retinite, uveíte, ceratite e esclerite)

A astaxantina ajuda também a manter a pressão ocular no nível adequado, desde que ela já esteja dentro da faixa normal, e auxilia nos níveis de energia e na acuidade visual dos olhos.

Conforme demonstrado, esta lista contém três das principais causas de cegueira nos EUA: degeneração macular, catarata e retinopatia diabética, o que torna este antioxidante ainda mais importante.

Conforme mencionado anteriormente, o óleo de krill é uma ótima fonte de gordura ômega-3 e de astaxantina, ambas saudáveis, mas há também outros suplementos de astaxantina no mercado, formulados especificamente para a manutenção da boa saúde ocular.

Caso queira experimentar a astaxantina, recomendo começar com 2 a 4 mg por dia. Se estiver fazendo uso de um suplemento de óleo de krill, leve esse fator em consideração. Produtos de krill diferentes oferecem concentrações diferentes de astaxantina, por isso consulte o rótulo. Nosso produto de krill contém 0,5 mg em uma dose diária.

Considerações Finais

Atualmente, os olhos estão sujeitos a níveis muito mais altos de oxidação do que os enfrentados por nossos antepassados. Além de haver mais poluentes no ambiente hoje em dia, o empobrecimento da camada de ozônio está permitido que a luz do sol chegue mais intensa que nunca, expondo diretamente os olhos e a pele a mais radicais livres.

Além disso, à medida que envelhece, o corpo perde um pouco de sua capacidade de produzir altos níveis de antioxidantes, necessários para combater o ataque diário aos tecidos e aos órgãos, promovido pela poluição, pelos contaminantes presentes nos alimentos e na água, pelos produtos químicos residenciais, pelos medicamentos e pelos altos níveis de estresse.

Assim, tudo o que for possível fazer para proteger os olhos desses ataques, ajudará a reduzir o risco de desenvolvimento da degeneração macular e outras doenças. Os antioxidantes que atravessam a barreira hemato-encefálica-retiniana como, por exemplo, a astaxantina, para alcançar a parte interna dos olhos, são cruciais na proteção contra o número cada vez maior de radicais livres com o passar do tempo.

+ Recursos e Referências