Não vá ao Médico - Use Estes “Remédios Caseiros da Vovó” para Tratar Essas Sete Doenças

Azeitonas

Resumo da matéria -

  • A aveia tem propriedades anti-inflamatórias, e uma pasta dela finamente moída pode ajudar a aliviar o eczema. Os poderes neutralizantes do iogurte e outros probióticos também podem ajudar você a livrar-se do mau hálito
  • Gargareje água salgada para tratar a dor de garganta, tome uma colher de açúcar para curar soluços e mastigue um lápis em caso de dor de cabeça - todos estes métodos têm uma razão científica pela qual funcionam.
  • Embora não existam estudos para apoiar o uso de Vapor Rub no fungo do dedo do pé, um número suficiente de pessoas relatou sucesso com este remédio para justificar dar uma chance a ele.
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Práticas de cura de antigamente, remédios naturais que passaram de uma geração de outra, perderam muito sua posição com o advento da medicina moderna que tem uma pílula para cada doença possível.

Mas isso significa que a vovó, e todas as mulheres antes dela, estavam todas erradas? Claro que não.

De fato, muitas das doenças que você experimenta podem ser tratadas usando meios muito simples e naturais. O Yahoo Health oferece sete diferentes remédios caseiros para problemas comuns.

Abaixo vou analisar minhas próprias recomendações para essas doenças.

Enjoo de Movimento

As azeitonas podem ser úteis neste caso, mas o gengibre funciona melhor. Ele tradicionalmente é usado para tratar de náusea, mas também parece funcionar muito bem contra o enjoo causado por movimento.

Para fazer um chá, basta cortar uma pequena quantidade de gengibre fresco e submergir em água quente de 30 segundos até vários minutos.

O gengibre é muito potente, então prove-o em intervalos regulares de cerca de 30 segundos – ele pode ficar muito forte rapidamente!

Alternativamente, para uma solução mais rápida, mas menos elegante, basta pegar meia colher de chá de gengibre fresco e cortá-lo com uma faca e engoli-lo.  

Isso funcionou sempre que tive a necessidade disso. Provavelmente é o alimento à base de plantas mais consistente e eficaz que eu vi funcionar quase sempre.

Além do gengibre, o Centro Médico da Universidade de Maryland também sugere o uso da hortelã e ballota nigra (planta nativa do Mediterrâneo), que na verdade é um remédio tradicional para o enjoo de movimento.

Essas ervas podem ser tomadas como:

  • Extratos secos sob a forma de cápsulas, pós ou chás
  • Extratos ou tinturas líquidas

Para fazer um chá usando a erva seca, coloque cerca de uma colher de chá da erva em um filtro de chá e coloque-a em uma xícara de água quente. Evite adicionar açúcar. Se você precisar de algo para adoçar, experimente usar algumas gotas de estévia líquida em vez disso.

Outro método excelente que você pode usar quando e em qualquer lugar que o enjoo causado por movimento ocorrer são as Técnicas de Libertação Emocional (Emotional Freedom Technique -EFT).

Elas equilibram seu sistema de energia sutil e acalmam seus sensores de movimento, e isso irá acalmar seus sintomas de enjoo e permitir que você finalmente aproveite os prazeres de se viajar.

Mau Hálito

O diabo está nos detalhes quando se trata da recomendação de usar iogurte para combater o mau hálito, porque a maior parte do iogurte que você encontra atualmente é repleta de açúcar e feita a partir de leite pasteurizado. Você NÃO deve usar esses iogurtes comercialmente disponíveis, pois eles são mais propensos a fazer mal do que bem.

Use apenas os iogurtes tradicionalmente fermentados, como o kefir feito a partir do leite cru sem adição de açúcar. Outra alternativa é consumir alimentos tradicionalmente fermentados (como natto ou tempeh), ou tomar um probiótico de alta qualidade como o Complete Probiotics.

Como é que esses tipos de alimentos e bactérias podem ajudar a combater o mau hálito?

A halitose, ou mau hálito, geralmente é causada por doenças sistêmicas, distúrbios do trato respiratório gastrointestinal e/ou superior, e o metabolismo microbiano de sua língua, saliva ou placa dentária - todos indicadores de desequilíbrio sistêmico, que podem ser remediados com probióticos sob a forma de um suplemento oral ou alimentos fermentados.

Além de replantar bactérias benéficas no seu intestino, recomendo limitar o fertilizante primário das bactérias que causam o mau hálito, nomeadamente o AÇÚCAR e os grãos que rapidamente se decompõem em açúcar.

Isso significa automaticamente reduzir os alimentos processados (que são ricos tanto em grãos quanto em açúcares/xarope de milho de alta frutose), pois eles fazem com que as bactérias de mau odor cresçam fora de controle. 

Fique atento ao fato de que os antissépticos bucais são eficazes somente contra o mau hálito causado por fatores intraorais. Fazer gargarejo não irá ajudá-lo muito se seu problema derivar de um desequilíbrio de bactérias no seu trato intestinal, por exemplo. 

Soluços

Definitivamente, NÃO use açúcar para curar os soluços. Existem muitas opções melhores que não envolvem fazer disparar seus níveis de insulina.

Um método interessante que parece funcionar é fazer alguém segurar o tragus da orelha  para fechar o canal auditivo enquanto você bebe um copo CHEIO de água. Este tem sido o remédio mais eficaz de todos que já usei para soluços. É rara a ocasião em que ele não funciona.

Eczema

Uma maneira muito simples e barata de aliviar a coceira do eczema é colocar uma compressa de água salgada sobre a área com coceira. Você deve usar um sal natural de alta qualidade, como o sal do Himalaia.

Basta fazer uma solução com água morna, mergulhar uma compressa, e aplicar a compressa sobre a área afetada. Você ficará surpreso ao ver como a coceira praticamente desaparece!

Você também deve certificar-se de que sua pele esteja hidratada de forma otimizada. Os cremes para a pele raramente são a solução neste caso, em vez disso você deve hidratar sua pele de dentro para fora, consumindo em sua dieta gorduras ômega-3 de origem animal de alta qualidade, como o óleo de krill.

Também acho útil incluir um pouco de ácido gama-linoleico, tipicamente sob a forma de óleo de prímula, já que ele funciona notavelmente no eczema. Produtos como “krill para mulheres” são bons para ambos os sexos para esta doença, pois eles têm ambos os ácidos graxos.

(O ômega-3 de origem vegetal, como o da semente de linho e cânhamo, embora seja fonte de ômega-3 geralmente decente, não proporciona o benefício clínico que você precisa para reduzir a inflamação  e o inchaço na sua pele).

Além disso, as alergias alimentares desempenham um papel importante no eczema. Na minha experiência, o agente ofensor mais comum é o trigo, ou mais especificamente, o glúten. Evitar trigo e outros grãos contendo glúten é, portanto, um primeiro passo inteligente de ser dado.

Evitar grãos também reduzirá a quantidade de açúcar no seu organismo, o que irá normalizar seus níveis de insulina e reduzir todas e quaisquer doenças inflamatórias que você possa ter, incluindo inflamação na sua pele. Outros alérgenos comuns incluem leite e ovos.

Eu também recomendo que você faça um teste de eliminação com esses alimentos. Você deve ver algumas melhorias em cerca de uma semana, às vezes menos, depois de eliminá-los da sua dieta se qualquer um deles estiver causando problemas.

Por último, mas não menos importante, a vitamina D sob a forma de exposição ao sol pode ser o seu melhor amigo ao lidar com eczema e outras doenças da pele, como a psoríase.

Idealmente, você deve conseguir sua vitamina D ao se expor de forma adequada ao sol, pois a radiação UVB na sua pele não só metabolizará a vitamina D, mas também ajudará a restaurar a função otimizada da pele.

Quantidades elevadas de exposição UVB diretamente na pele afetada - mas não o suficiente para causar queimaduras solares! - melhorarão muito a qualidade da sua pele.

Se você não consegue obter quantidades suficientes de sol durante os meses de inverno, uma cama de bronzeamento segura e de alta qualidade pode ser suficiente. Uma cama de bronzeamento segura proporcionará as formas otimizadas de comprimentos de onda UVA e UVB, sem exposição perigosa a EMF.

Fungos das Unhas dos Dedos do Pé

Curiosamente, cerca de cinco anos atrás falei sobre a recomendação de usar Vicks VapoRub para tratar o fungo das unhas do pé. A resposta de meus leitores foi incrível - centenas de pessoas escreveram para confirmar que realmente funciona!

Minha experiência diz que, quando um número tão grande de pessoas confirma anedoticamente algo, isso provavelmente tem algum mérito. Então, embora eu não consiga explicar por que funciona, certamente parece inofensivo o suficiente para se dar uma chance.

Se você alguma vez teve um fungo das unhas dos pés, você sabe que pode ser um problema vexatório que pode durar anos sem ter solução óbvia, então esse remédio simples poderia ser uma benção bem-vinda para muitos.

Uma maneira de reduzir o risco de infecções fúngicas é reduzir o açúcar, que alimenta os fungos. Passar regularmente algum tempo no mar também pode ajudar.

Eu também tenho lutado contra esse problema e nunca encontrei uma receita ou tratamento natural que funcionasse até eu começar a passar meus invernos em ambientes subtropicais. Cerca de um ano e meio atrás, tive uma recorrência depois de vestir sapatos neoprene tipo “cinco dedos” por seis meses sem meias.

No entanto, quando passei o inverno em regiões subtropicais sem sapatos e ao fazer minhas unhas dos pés receberem horas de exposição direta ao sol todos os dias, o problema desapareceu. Os raios UV foram mais do que suficientes para resolver o problema. Não foi necessário Vapo Rub. 

Isso leva de quatro a seis meses, porém é necessária uma exposição quase diária ao sol para funcionar, em combinação com usar sandálias na maioria do tempo, para que então não haja um ambiente úmido para que o fungo cresça.

Dor de Cabeça

Se você é propenso a ter dores de cabeça, eu recomendo que você avalie seu estilo de vida para determinar a causa principal. Existem muitos tipos de dores de cabeça, cada uma com seu conjunto próprio de acionadores.

Para dores de cabeça gerais que não parecem ser devidas a tensão ou a uma má postura, descobri que evitar trigo, grãos, açúcar, adoçantes artificiais e conservantes, e todos os líquidos, exceto água, parece ser particularmente efetivo.

Aqueles que sofrem de enxaquecas recorrentes também farão bem em prestar atenção a este conselho. Apenas lembre-se de continuar neste curso, pois mudanças na dieta levam algum tempo para funcionar.

As enxaquecas também são outro tipo comum de dor de cabeça e minha experiência tem demonstrado que os adoçantes artificiais, especialmente o aspartame, as desencadeia em muitas pessoas. Então evite todos os produtos diet.

Dois métodos que oferecem um alívio mais imediato incluem magnésio intravenoso e as Técnicas de Libertação Emociona(EFT). As EFT em particular são geralmente muito eficazes em aliviar a dor de todos os tipos, muitas vezes removendo sua dor em apenas alguns minutos.

Infecções do Trato Respiratório Superior e Dor de Garganta

Há uma montanha de evidências que mostram que a vitamina D desempenha um papel fundamental no seu sistema imunológico, portanto, manter níveis otimizados de vitamina D é a sua defesa primária contra infecções de todos os tipos, incluindo infecções do trato respiratório superior.

A deficiência de vitamina D no inverno (que o seu corpo produz em resposta à luz solar) tem sido envolvida no aumento sazonal dos resfriados e da gripe, e vários estudos sugeriram uma associação entre níveis sanguíneos pobres em vitamina D e um maior risco de infecções respiratórias.

Outro tratamento muito simples e barato que é surpreendentemente eficaz contra infecções do trato respiratório superior é o peróxido de hidrogênio.

Muitos antigos pacientes meus tiveram resultados notáveis no tratamento de resfriados e gripes dentro de 12 a 14 horas, ao administrar algumas gotas de 3% de peróxido de hidrogênio (H2O2) em cada orelha (um frasco de peróxido de hidrogênio em solução de três por cento está disponível em qualquer farmácia por alguns dólares ou menos).

Você ouvirá sons borbulhantes, o que é completamente normal, e possivelmente sentirá uma leve sensação de ardor. Aguarde até que o som borbulhante e o ligeiro ardor diminuam (geralmente de 5 a 10 minutos), depois drene-o com um tecido e repita o processo na outra orelha.

Para tratar uma dor de garganta, poucos remédios são tão bem comprovados em relação à sua eficácia quanto o mel. Certifique-se de usar mel cru, uma vez que a maior parte do mel à venda nos Estados Unidos é altamente processada ou refinada, o que, como a maioria dos outros alimentos refinados, pode promover doenças e prejudicar sua saúde ao invés de ajudar.

+ Recursos e Referências