Colágeno

Resumo da matéria

  • O colágeno é a mais abundante das proteínas do seu corpo, encontradas nos seus tecidos conjuntivos, músculos, ossos, tendões, vasos sanguíneos e sistema digestivo, e compreende 70% da proteína da sua pele
  • Por volta dos seus 20 anos, o colágeno em seu corpo começa a diminuir, e no momento em que você atinge 80 anos, você tem cerca de quatro vezes menos colágeno, o que explica a flacidez da pele
  • Fatores ambientais como fatores de poluição e estilo de vida, assim como a má nutrição, podem diminuir a produção de colágeno, diminuindo a elasticidade da pele e envelhecendo os seus ossos e articulações.
  • O caldo de osso é considerado um genuíno superalimento, já que o colágeno se solta dos ossos enquanto ele cozinha, o que leva a benefícios curativos, relaxamento de ossos e músculos doloridos, combatendo a infecção e inflamação e melhorando sua pele
Artigo Anterior Próximo Artigo

Como Aumentar o Colágeno para ter uma Pele Melhor

4 Julho 2017 | 13,949 Visualizações |

Por Dr. Mercola

Admitindo ou não, tanto homens quanto mulheres podem em algum momento ver um reflexo seu e notar com consternação que sua pele parece frouxa e cansada, e ver linhas ou pele flácida das quais eles não tinham notado antes. Eles podem comprar cremes ou loções em um esforço para minimizar estes e outros sinais reveladores de sol em excesso, sono insuficiente, nutrientes inadequados e outros fatores.

Um dos maiores contribuintes para estes e outros sinais de envelhecimento é a perda do colágeno, uma proteína importante que você precisa para manter sua pele com uma aparência jovem e vibrante. Como um composto de aminoácidos essenciais, há apenas uma maneira de obter colágeno; seu corpo não pode produzi-lo, então você deve consegui-lo através da sua dieta.

Além disso, o colágeno é a mais comum e abundante das proteínas do seu corpo, encontrado apenas no tecido humano e animal, especificamente nos tecidos conjuntivos por todo o corpo, dos músculos, ossos e tendões aos vasos sanguíneos e sistema digestivo.

Embora a maioria tenha ouvido falar em termos de elasticidade da pele, o colágeno beneficia muitas áreas do seu corpo, incluindo cabelos e unhas. Um estudo mostra que esta proteína compreende 30 por cento da proteína total no seu corpo, e enormes 70 por cento da proteína da sua pele. A Wellness Mama avisa que:

“Embora o colágeno seja benéfico para todo o corpo, ele é visivelmente benéfico para a pele. Isso ocorre porque, à medida que as pessoas envelhecem, a epiderme (camada externa da pele) afina e perde a elasticidade em um processo conhecido como elastose. Conforme isso acontece, uma pessoa tende a mostrar mais sinais de envelhecimento e adquirir mais rugas.”

A Better Nutrition observa que seu corpo contém mais de 20 diferentes tipos de colágeno, mas, por volta dos seus 20 anos, ele começa a diminuir. Quando você chega aos 80 anos, você tem cerca de quatro vezes menos, o que provoca problemas de pele. Mas isso não tem de acontecer obrigatoriamente. Existem maneiras de retardar a queda dos níveis de colágeno e até mesmo elevá-los novamente.

Como o Colágeno - ou a falta dele - Impacta sua Pele

Tecnicamente um polipeptídeo, o colágeno é também um aminoácido de cadeia longa composto por aminoácidos individuais, tais como glicina, prolina, hidroxiprolina e arginina. A treonina é outro aminoácido essencial para a produção do colágeno. De acordo com Vital Proteins:

“A composição do colágeno é considerada única, dado seu alto teor de hidroxiprolina. Se você não tem os aminoácidos que se combinam para formar colágeno, as células do seu corpo não podem produzir o suficiente dele. A treonina é um aminoácido essencial para a produção do colágeno.”

A pele clara, firme e brilhante começa dentro do seu corpo, então é verdade que você é o que você come. As primeiras coisas nas quais você deve se concentrar são as áreas do seu corpo que são melhoradas ou sofrem de acordo com sua dieta. As toxinas cobram um preço, mas os órgãos específicos que afetam a produção de colágeno incluem:

  • Seu intestino delgado e grosso, conforme liberam nutrientes para o seu corpo e ajudam a manter a movimentação e eliminação dos alimentos. Livrar-se dos dejetos em tempo hábil é crucial (o que é uma das razões pelas quais a fibra é útil). Quando o alimento fica por muito tempo no intestino, sua pele pode ficar opaca, oleosa e manchada.
  • As suprarrenais que funcionam bem produzem hormônios essenciais, incluindo o DHEA, estrogênio, testosterona, progesterona e pregnenolona. Os desequilíbrios hormonais podem promover os problemas de pele.
  • Dois órgãos que filtram impurezas de seu corpo continuamente são seu fígado e rins. Uma dieta deficiente em nutrientes adequados pode afetar esses órgãos importantes e impedi-los de fazer o seu trabalho como deveriam. Isso, por sua vez, pode resultar em uma pele que parece menos do que saudável.
  • Os problemas de tireoide podem afetar negativamente a sua pele e levar a erupções, mas também podem fazer com que sua pele seque, coce, fica flácida ou enrugada. Uma vez que sua tireoide trabalha em direta colaboração com suas glândulas suprarrenais, quando um ou ambos não estão funcionando adequadamente a pele recebe um duplo golpe.

Fatores que Atuam Contra o Desenvolvimento do Colágeno

Certos fatores ambientais e de estilo de vida, infelizmente, podem diminuir a produção de colágeno, seu tom de pele e elasticidade, tornando a produção de uma pele jovem e saudável algo cada vez mais inalcançável com o passar do tempo. O Medical News Today explica:

“Quando os níveis de colágeno são altos, a pele é macia, suave e firme. O colágeno ajuda as células da pele a se renovarem e a se repararem. O colágeno também ajuda a manter a pele úmida. É por isso que o colágeno foi visto como um ingrediente muito importante para o cuidado da pele ao longo dos anos.”

Alguns já foram mencionados, mas existem vários fatores que podem retardar a capacidade do seu corpo de produzir esta proteína essencial:

Alterações hormonais

Remédios

Excesso de trabalho

Óleos hidrogenados

Alimentos processados

Envelhecimento

Deficiências nutricionais

Água fluoretada

Radiação

Sol em excesso

Açúcar

Estresse

Desidratação

Álcool

Traumatismo

Saúde Intestinal Ruim

É importante ter uma exposição regular ao sol em uma grande área de sua pele descoberta para aumentar seus níveis de vitamina D. No entanto, manter-se no sol até o ponto de se queimar irá cobrar um preço. As células da sua pele estão continuamente sendo renovadas, mas também destruídas. O ambiente piora isso: a poluição e mesmo partículas de poeira podem contribuir para a velocidade com que a sua pele envelhece.

Muitas vezes, as pessoas usam cremes enriquecidos com colágeno para ajudar na reparação, mas o Medical News Today afirma que as moléculas de colágeno não podem atravessar as camadas de pele mais profundas, por isso é possível que esses cremes sejam um desperdício de dinheiro. No entanto, existem métodos melhores.

Caldo de Osso e Colágeno Bovino para Melhorar a Reparação da Pele e dos Músculos

Se você é vegetariano, provavelmente será mais difícil manter sua ingestão de colágeno, porque ela está armazenada em ossos de animais, e esta é uma das razões pelas quais o caldo de osso agora é considerado um superalimento.

À medida que lentamente cozinha, o colágeno se solta dos ossos trazendo benefícios curativos quando consumido: relaxamento de ossos e músculos doloridos, combate a infecções e inflamações e, naturalmente, aumento dos seus níveis de energia. Ao fazer o seu próprio caldo de osso, certifique-se de usar apenas a melhor carne de frango ou bovina de animais cultivados organicamente, de animais alimentados com pasto ou com grama.

Outra maneira além de beber caldo de osso para remediar níveis baixos de colágeno e melhorar sua pele e a saúde das articulações é tomar colágeno bovino. Um dos problemas de se conseguir colágeno suficiente na sua dieta é acessar a parte do osso onde o colágeno está mais disponível.

O colágeno bovino é uma proteína natural encontrada na cartilagem, ossos e peles das vacas, e é semelhante ao que está no seu próprio corpo. Ele também fornece o que é conhecido como colágeno tipos I e III, os principais componentes da pele, unhas, cabelos, tendões, ligamentos, músculos e ossos, bem como seus dentes, gengivas, olhos e vasos sanguíneos.

O colágeno bovino fornece glicina, um imunonutriente aminoácido necessário para a construção das cadeias de DNA e RNA e um dos três aminoácidos que formam a creatina, que estimula o crescimento de músculos saudáveis e ajuda a produzir energia durante os exercícios, bem como a prolina, outro aminoácido importante para a produção de colágeno do seu corpo. Mais outros seis benefícios para a saúde fornecidos pela suplementação de colágeno bovino incluem:

Sono mais profundo e maior liberação de serotonina devido ao seu teor de glicina

Melhora do tom, textura e aparência e possivelmente diminuição da celulite

Topicamente, alivio do prurido anal (coceira) e hemorroidas; melhora da acne; diminuição da dor após a extração de dente

Trata a osteoartrite, que pode desgastar a cartilagem, e alivia a dor e fortalece os ossos

Cria músculos e repara tecidos para uma melhor recuperação dos treinos, dando apoio aos ligamentos e tendões

Melhora da saúde intestinal e da digestão graças ao aminoácido glicina, um líquido digestivo essencial produzido no seu estômago

Mais Maneiras de Aumentar seus Níveis de Colágeno

Além do caldo de osso e da suplementação de colágeno bovino, há mais algumas coisas que você pode fazer para conseguir colocar mais colágeno na sua vida.

Estudos dizem que a terapia com luz vermelha, também conhecida como terapia de laser de luz de baixo nível, aumenta o crescimento de colágeno para melhorar as rugas e a elasticidade da pele

O retinol é um antioxidante usado para aumentar a vida útil do colágeno e bloquear as enzimas que o destroem

Identificou-se que o ginseng, com suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, aumenta o colágeno na corrente sanguínea e pode ter benefícios antienvelhecimento

A babosa, ao ser tomada por via oral, quase dobrou a produção de ácido hialurônico e colágeno em participantes de um estudo

O ácido hialurônico, um composto importante para o colágeno na pele, pode ser encontrado no feijão e tubérculos ou tomado como um suplemento

Um estudo demonstrou em que a vitamina C essencial é um protetor da pele e cria mais colágeno no corpo

Os antioxidantes, que protegem contra os radicais livres prejudiciais, aumentam a eficácia do colágeno já existente

Consumir legumes ricos em vitamina C, como tomates, pepinos, pimentões e brócolis

Alimentos Saudáveis para Produzir uma Pele Saudável

A New Beauty lista vários alimentos saudáveis que você pode comer para ajudar a dar a você a pele macia, flexível e mais jovem que você deseja. Não só muitos deles melhoram a produção de colágeno, mas também contêm compostos adicionais para manter a elasticidade e o volume de sua epiderme.

  • Porque o salmão selvagem do Alasca é repleto de ácidos graxos ômega-3, ele ajuda a fornecer apoio adicional ao seu corpo e à sua pele
  • As bagas, como mirtilos, amoras e framboesas, ajudam a proteger sua pele dos danos causados pelos radicais livres e também aumentam o colágeno  
  • Laranjas, toranja, limões e limas, com altas quantidades de vitamina C, ajudam a converter os aminoácidos lisina e prolina  em colágeno
  • O alho contém enxofre, um componente necessário para a produção de colágeno, mas também contém  ácido lipoico e taurina  para ajudar a reconstruir as fibras de colágeno danificadas
  • Diz-se que legumes verdes escuros como a couve, o espinafre e a beterraba "aceleram" a produção de colágeno e protegem contra radicais livres
Artigo Anterior Próximo Artigo

Aviso legal: Todo o conteúdo deste site baseia-se nas opiniões do Dr. Mercola salvo expresso em contrário. Os artigos individuais baseiam-se nas opiniões do respectivo autor, que detém os direitos autorais conforme indicado. As informações deste site não pretendem substituir a relação individual com um profissional de saúde qualificado nem devem ser consideradas recomendação médica. Sua finalidade é compartilhar conhecimentos e informações a partir da pesquisa e experiência do Dr. Mercola e sua comunidade. O Dr. Mercola incentiva você a tomar suas próprias decisões de saúde com base na sua pesquisa e em conjunto com um profissional de saúde qualificado. Se você estiver grávida, amamentando, tomando medicação ou tiver um problema de saúde, consulte o seu médico antes de usar produtos baseados neste conteúdo.