Benefícios do Chá De Hibisco

Resumo da matéria

  • O chá de hibisco, quente ou gelado, é uma alternativa refrescante tradicionalmente utilizada como diurético, para acalmar os distúrbios nervosos, tratar a insônia e diminuir a inflamação. As folhas dele eram transformadas em uma pasta para servir como uma cataplasma para feridas
  • Estudos demonstraram que o hibisco pode diminuir a pressão arterial, combater a obesidade, melhorar a imunidade, diminuir os problemas de inflamação e até reduzir o risco de acidente vascular cerebral, ataque cardíaco e câncer
  • Muitas pessoas acreditam que optar por tomar “sucos” pode ser uma boa alternativa aos refrigerantes, mas as pesquisas demonstraram que as práticas usadas na fabricação e o excesso de frutose nos sucos os torna pouco benéficos e até mesmo prejudiciais à sua saúde
Artigo Anterior Próximo Artigo

Chá de Hibisco: Um Elixir Relaxante

12 Setembro 2017 | 846 Visualizações |

Por Dr. Mercola

Uma das mudanças mais radicais que você pode fazer para melhorar a sua saúde é incrivelmente simples e gratuita.

Na verdade, este pode ser o passo mais importante que você pode dar para fazer diversas melhorias fenomenais na sua saúde. O que é isso?

Em poucas palavras, é parar de tomar todos os refrigerantes, porque praticamente todos eles estão repletos de quantidades tóxicas de açúcar ou adoçantes artificiais.

A água açucarada com gás que você tem insistido em tomar é mais tóxica para sua saúde do que você jamais imaginou.

O problema que muitas pessoas têm ao parar de consumir refrigerantes é que elas sentem que também precisam desistir do sabor.

Algumas pessoas acostumadas a beber refrigerante ou grandes quantidades de suco queixam-se de que beber água é “chato”.

Embora seja verdade que a água é a bebida mais saudável, você ainda pode desfrutar de uma bebida saborosa que também é boa para você.

Se você realmente estiver determinado a criar para si um estilo de vida mais saudável, você pode descobrir que o chá de hibisco é uma alternativa refrescante.

A Alternativa Perfeita para Resistência à Água: Chá de Hibisco

Cultivado principalmente em climas mais quentes, como o Sudeste dos EUA, o hibisco ou Hibiscus sabdariffa, da família botânica Malvaceae, também é conhecido como Rosélia. Isso é bem apropriado já que muitas das suas grandes e exóticas flores possuem uma cor vermelha vibrante com um toque de rosa.

O cálice da flor é a parte que será secada para fazer um adorável chá cor de rubi com mais de 200 variedades. Especialmente em climas quentes e secos, ele é cobiçado por suas qualidades refrescantes e calmantes. Também conhecido como “chá azedo”, ele tem um sabor agradavelmente forte, semelhante à acidez do oxicoco.

O chá de hibisco era a bebida preferida dos faraós egípcios no antigo Egito. De fato, muitas culturas, incluindo aquelas do Caribe, México, China, África e Europa, cultivaram e usaram chá de hibisco, não apenas pelo seu sabor, mas por suas propriedades medicinais.

O chá de hibisco geralmente não é encontrado nas prateleiras da maioria dos mercados e ele não é fácil de ser encontrado nem nas lojas de saúde alternativa. No entanto, você pode encontrar chá de hibisco orgânico 100% certificado pelo USDA, se quiser chá gelado ou quente, na internet. Certifique-se de escolher uma variedade que venha de uma fonte confiável.

Os saquinhos de chá certamente são o método mais tradicional de preparação, mas a tecnologia moderna tornou disponíveis extratos de hibisco através de uma tecnologia de bomba sem ar, que protege o líquido da oxidação advinda da exposição ao ar.

Apenas algumas bombeadas em seu copo ou xícara são tudo do que você precisa para ter um substituto refrescante a um copo de água simples, e esta bebida saudável está completamente livre das substâncias tóxicas que são ingeridas quando você toma um refrigerante.

Benefícios de Saúde Tradicionais e Modernos do Chá de Hibisco

Rico em vitamina C, minerais e antioxidantes, o chá de hibisco tem sido reconhecido tanto pela tradição antiga quanto pela ciência moderna como um remédio para aliviar os distúrbios nervosos, tratar a insônia, problemas cardíacos moderados, diminuir a inflamação e acelerar seu metabolismo. A polpa das folhas tem sido usada para criar cataplasmas para feridas.

Recentemente, cientistas nigerianos declararam que o hibisco é melhor do que o principal remédio para a redução de pressão arterial. Neste estudo, 75 participantes com hipertensão leve a moderada foram colocados aleatoriamente em três grupos, cada um recebendo uma dose diária de hidroclorotiazida  (medicamento prescrito), hibisco (HS) ou um placebo.

“O Hibiscus sabdariffa foi um agente anti-hipertensivo mais efetivo do que HCTZ em nigerianos hipertensos leves a moderados e não causou desequilíbrio eletrolítico. O HS apresentou maior duração de ação em comparação com a HCTZ e a redução do soro Na+ (sódio) pode ser outro mecanismo de ação anti-hipertensivo do (hibisco).”

Usado em algumas misturas comerciais de chá, mesmo nos EUA, o hibisco pode diminuir a pressão arterial sem efeitos colaterais, além de ter benefícios residuais. Usar o chá de hibisco para afetar “até pequenas mudanças na pressão arterial... quando mantidas ao longo do tempo, reduzirão o risco de acidente vascular cerebral e ataque cardíaco”.

Um estudo reconheceu o hibisco por suas antocianinas antioxidantes e de proteção hepática. Testado em células cancerosas humanas, este composto provoca a apoptose ou morte celular nas células da leucemia.

Além disso, outra avaliação relacionou os extratos de hibisco à proteção do fígado e à prevenção da obesidade e da doença hepática gordurosa. Na mesma linha:

“As descobertas estatísticas mostraram uma diminuição de 11,2 por cento da pressão arterial sistólica e uma diminuição de 10,7 por cento da pressão diastólica no grupo experimental 12 dias após o início do tratamento (chá de hibisco), em comparação com o primeiro dia.

A diferença entre as pressões arteriais sistólicas dos dois grupos foi significativa, assim como a diferença das pressões diastólicas dos dois grupos.”

Qual é o Problema do Refrigerante?

Se você costuma tomar refrigerantes, há várias razões pelas quais você deveria estar procurando por uma alternativa, especialmente se você ainda não se convenceu a tomar somente água comum.

O americano médio bebe uma média de 57 galões de refrigerante a cada ano, o que é um grave erro para a saúde. O açúcar e os adoçantes artificiais são chamados de “tóxicos” porque eles estão ligados às crescentes taxas de obesidade e doenças crônicas.

Um artigo enumerou outros problemas de saúde causados pelo consumo de refrigerante. Beber refrigerante:

Não proporciona nenhuma nutrição

Aumenta o risco de doença cardíaca, câncer e diabetes tipo 2

Transforma o açúcar em gordura no fígado

Aumenta drasticamente a gordura abdominal

Causa resistência à insulina

Está associado a um risco mais elevado de demência

Sendo até mesmo pior do que o refrigerante regular, o refrigerante diet, mesmo que tenha “zero caloria”, também tem sido associado ao aumento de peso. Na verdade, se você procurar por um estudo clínico com provas de que as bebidas ou alimentos diet ajudam a perder peso, você não vai encontrá-lo facilmente.

Isso acontece porque o refrigerante diet causa um maior aumento de peso , mais até do que se a pessoa bebesse refrigerante comum!

Pesquisas demonstraram que tomar bebidas diet pode aumentar o risco de doença cardíaca, ataque cardíaco e acidente vascular cerebral em mulheres pós-menopáusicas, que fora o consumo de refrigerantes seriam consideradas saudáveis, revelou um estudo da Universidade de Iowa.

Aqueles que consomem mais de um por dia são 30 por cento mais propensos a sofrer um ataque cardiovascular e possuem 50 por cento mais probabilidades de morrer de doença relacionadas.

Algumas empresas de bebidas estão mudando os ingredientes nas suas bebidas, como o aspartame, porque as pessoas estão começando a entender o quanto isso é prejudicial, uma vez que ele está relacionado a problemas como depressão, dores de cabeça e distúrbios do humor.

Qual é o Problema da Frutose?

Se você está se perguntando por que é tão importante substituir o refrigerante em sua dieta por uma escolha mais saudável como chá de hibisco ou água, 50% completos do açúcar normal é frutose, uma das substâncias mais insidiosas e destrutivas para a saúde que você pode consumir.

É um agente pró-inflamatório extremamente poderoso que acelera o envelhecimento, e esse é apenas um dos problemas.

De que outra forma a frutose destrói a sua saúde? A frutose atua como um acionador, ativando uma “botão de gordura” metabólico, responsável por contribuir para a epidemia de obesidade tão disseminada nos Estados Unidos e em todo o mundo. A frutose é um dos principais contribuintes para muitas doenças, incluindo:

  • Diabetes
  • Doença cardíaca
  • Câncer
  • Doença de Alzheimer

Você Está Pronto para Conquistar uma Saúde Otimizada? Há mais um Problema Desagradável

Quando se trata da saúde das pessoas que você ama, incentivá-las a tomar água pura e parar de tomar refrigerantes e sucos é uma das melhores coisas que você pode fazer. Este também é um bom conselho para a sua própria saúde.

Você leu direito. O suco é outro desagradável culpado na luta pela boa saúde. A razão pela qual o suco tornou-se um problema é que a maioria das pessoas veem as frutas e suco como sendo tão saudáveis quanto beber água.

Em quantidades moderadas, as frutas inteiras podem ser saudáveis para algumas pessoas, mas é melhor se evitar os sucos de frutas. 

Normalmente os sucos de frutas contêm concentrações muito elevadas de frutose, o que fará com que sua insulina aumente e possa contrariar os benefícios dos antioxidantes contidos neles. Estudos anteriores já demonstraram que beber grandes quantidades de suco aumenta dramaticamente seu risco de obesidade.

Ao comprar suco de frutas comercial, você precisa verificar o rótulo, já que muitos sucos de frutas contêm xarope de milho com alto teor de frutose e aromatizantes artificiais, além de suco de frutas concentrado. Mas mesmo o suco de fruta recém-espremido pode conter até cerca de oito colheres de chá cheias de frutose por copo de 8 onças (236,5 ml), portanto é melhor evitar.

O que Torna os Produtos de Suco Insalubres

Um dos primeiros problemas que você pode encontrar ao comprar suco no supermercado é que pode ser que ele nem contenha 100 por cento de frutas.

O suco real contém pectina, que se liga ao metanol natural presente na fruta. Quando você come frutas frescas, a pectina captura o metanol e impede que você o absorva. No entanto, quando você come ou bebe fruta ou suco de fruta processados que foram engarrafados comercialmente, a pectina e o metanol se dissociam.

Quando a pectina nas frutas e no suco de frutas natural se liga ao metanol, um álcool metílico  conhecido por ser um veneno para seu sistema metabólico, o metanol deixa seu corpo. Mas o suco de frutas no seu pior, não só contém quantidades perigosas de metanol quanto mais tempo ficar na prateleira, mas também faz com que o metanol se dissolva no suco enquanto o processo de dissociação continua.

Uma das referências mais notáveis ao metanol é em relação aos alcoólatras que o usam como um substituto barato quando não podem pagar pela coisa real, o que destrói seus organismos de várias maneiras. É por isso que o NutraSweet, também conhecido como aspartame, é tão tóxico para o seu organismo: ele contém metanol.

Chá de Hibisco: Um Curador Natural

Para uma opção muito mais saudável aos refrigerante e suco de frutas, estudos demonstraram que beber chá de hibisco é uma boa escolha. Ele pode até ser mais benéfico do que o chá preto. Além de ser naturalmente “descafeinado”, ele também ajuda a dar apoio à memória e à concentração, e pode ajudar a evitar que os cálculos renais se desenvolvam.

Como um sábio chinês disse uma vez: “Beber uma xícara de chá por dia certamente fará com que o farmacêutico morra de fome”.

Cinco Benefícios Adicionais do Extrato de Hibisco

Os polifenois são compostos de plantas reconhecidos por suas propriedades de prevenção de doenças, antioxidantes e antienvelhecimento, e o extrato de hibisco é uma fonte potente.

Uma pesquisa demonstrou que o extrato de hibisco foi usado “comumente e efetivamente... em medicamentos nativos” contra a pressão arterial elevada, diabetes e distúrbios hepáticos. Até hoje, a variedade de estudos que demonstram os benefícios para a saúde do extrato de hibisco são impressionantes e incluem:

  • Potenciais efeitos anticancerígenos: A pesquisa mostrou que os extratos ricos em polifenóis do hibisco induziu a morte celular nas células de carcinoma gástrico humano. O extrato de hibisco também induziu morte celular em células de leucemia humana.
  • Benefícios antioxidantes: A pesquisa revelou que o consumo de extrato de hibisco aumentou o potencial antioxidante sistêmico e reduziu o estresse oxidativo em participantes do estudo. O estudo também descobriu uma “alta biotransformação” dos polifenóis HSE ingeridos, o que sugere que os compostos estão em uma forma altamente biodisponível.
  • Cálculos renais e proteção hepática: Um estudo descobriu que o extrato de hibisco possui atividade antiurolitíase, o que significa que ele pode ajudar a reduzir a formação de cálculos renais. Também foi demonstrado que ele ajuda a proteger o fígado contra danos induzidos quimicamente em peixes.
  • Diabetes: O extrato de hibisco mostrou-se promissor para melhorar a pressão arterial e os perfis de lipídios no sangue em pessoas com diabetes.
  • Síndrome metabólica: O extrato de hibisco até demonstrou ser promissor na prevenção e tratamento da síndrome metabólica, com um estudo revelando que tomar uma dose diária de extrato de hibisco por apenas um mês levou a melhoria nos níveis de glicose, colesterol e triglicerídeos, bem como melhorias na resistência à insulina em pessoas com síndrome metabólica.
Artigo Anterior Próximo Artigo

Aviso legal: Todo o conteúdo deste site baseia-se nas opiniões do Dr. Mercola salvo expresso em contrário. Os artigos individuais baseiam-se nas opiniões do respectivo autor, que detém os direitos autorais conforme indicado. As informações deste site não pretendem substituir a relação individual com um profissional de saúde qualificado nem devem ser consideradas recomendação médica. Sua finalidade é compartilhar conhecimentos e informações a partir da pesquisa e experiência do Dr. Mercola e sua comunidade. O Dr. Mercola incentiva você a tomar suas próprias decisões de saúde com base na sua pesquisa e em conjunto com um profissional de saúde qualificado. Se você estiver grávida, amamentando, tomando medicação ou tiver um problema de saúde, consulte o seu médico antes de usar produtos baseados neste conteúdo.