Fatos Marejados Sobre Ciência do Choro

Mulher Chorando

Resumo da matéria -

  • Os humanos são os únicos animais que derramam lágrimas por emoção
  • O derramamento de lágrimas pode ser uma maneira de aumentar a aparência facial da tristeza, proporcionando assim uma vantagem de sobrevivência
  • As lágrimas contêm fator de crescimento nervoso (Nerve Growth Factor-NGF), neuropeptídeo que desempenha função no desenvolvimento e na sobrevivência dos neurônios
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Embora muitos animais "chorem" fazendo vocalizações como expressões emocionais ou sons de dor, os humanos são os únicos animais que derramam lágrimas.

Suas lágrimas podem ser felizes ou tristes, ou podem ser descritas clinicamente como lacrimejamento, particularmente para descrever o fluxo de lágrimas que pode ocorrer quando você corta uma cebola ou fica com alguns grãos de areia nos olhos.

Não importa a causa de suas lágrimas, o processo científico que causa a "formação da água" é o mesmo. Você possui uma glândula lacrimal localizada entre o globo ocular e a pálpebra, que produz lágrimas documentadas como fatores emocionais.

Quando você pisca, o líquido se dispersa sobre o olho, depois drena através do ponto lacrimal (e, por fim, através do nariz, e é por isso que chorar faz seu nariz escorrer). No entanto, se suas lágrimas forem volumosas, elas vão transbordar por este sistema de drenagem e correr por seu rosto.

Três Tipos de Lágrimas

Seu organismo produz três tipos diferentes de lágrimas. Existe a variedade basal, que é produzida como forma de lubrificação e proteção para os olhos. Estas são constantemente secretadas em pequenas quantidades (cerca de um grama durante um período de 24 horas) e cobrem os olhos quando você pisca.

Você também produz lágrimas causadas por reflexo. Estas são outra forma de proteção e são liberadas em resposta a elementos irritantes, como vento, poeira, fumaça ou corte de uma cebola. A terceira forma das lágrimas - lágrimas emocionais ou "psíquicas", como às vezes são chamadas - são, sem dúvida, aquelas sobre as quais mais se fala e as mais misteriosas.

Suas lágrimas psíquicas são produzidas em resposta a emoções fortes — estresse, felicidade, tristeza, dor física e muito mais. Essas emoções desencadeiam lágrimas através de uma intrincada conexão com o sistema nervoso autônomo. Como explicado no The Independent:

" … Há uma área do seu cérebro que serve especificamente para lidar com suas emoções, chamada de sistema límbico (especificamente a parte do hipotálamo), que é ligada ao sistema nervoso autônomo (essa é a parte sobre a qual você não tem controle algum).

Este sistema, através de um neurotransmissor chamado acetilcolina, possui grau de controle sobre o sistema lacrimal; e é essa minúscula molécula que estimula a produção de lágrimas.

Então, em resumo, sua reação emocional ativa seu sistema nervoso, que, por sua vez, ordena que seu sistema produtor de lágrimas seja ativado."

Chorar Envolve Muitas Sensações Físicas

Quando você chora, isso não é apenas uma questão de lágrimas escorrendo pelo rosto. Chorar tipicamente também envolve um aumento na frequência cardíaca. Você pode começar a suar e, muitas vezes, forma um nó na garganta é formado, chamado de sensação globosa. Isso não é um nó verdadeiro, algo preso na sua garganta, mas está relacionado a uma tensão nos músculos da garganta.

Quando você chora, a abertura na garganta que permite que o ar passe da laringe para os pulmões (conhecida como glote) aumenta.

Quando você engole, sua glote se fecha, mas quando você chora, seu organismo aumenta a glote para deixar entrar mais oxigênio. É essa luta entre a tentativa de abrir e fechar sua glote que leva à tensão muscular e a sensação de nó na garganta.

Chorar Como Meio de Demonstração de Submissão ou Vulnerabilidade

Algumas pessoas teorizaram que derramar lágrimas é uma maneira de aumentar a aparência facial da tristeza, proporcionando assim uma vantagem de sobrevivência. Pode, por exemplo, ajudar você a solicitar apoio. Conforme relatado pela American Psychological Association (APA) (Associação Americana para Psicologia):

"”Lágrimas adicionam valência e nuance à percepção de rostos", diz o principal autor do estudo, Dr. Robert R. Provine, professor de psicologia e neurociência da Universidade de Maryland, Condado de Baltimore.

As lágrimas tornam-se uma espécie de lubrificante social, diz ele, ajudando a garantir o bom funcionamento de uma comunidade, ajudando as pessoas a se comunicarem."

Chorar ajuda na construção e fortalecimento de relacionamentos pessoais porque sinaliza para as outras pessoas que suas defesas estão baixas, que você não é ameaça e pode evocar sentimentos de empatia em outras pessoas. O pesquisador Dr. Oren Hasson, explicou:

"Minha análise sugere que, ao fazer com que a visão fique embaçada, as lágrimas reduzem as defesas e funcionam como sinais de submissão, um pedido de ajuda, e até mesmo como um sinal de apego mútuo e coesão coletiva."

Lágrimas Possuem Propriedades Medicinais?

Lágrimas derramadas devido a uma resposta emocional contêm uma alta concentração de hormônio adrenocorticotrófico (ACTH) - substância química associada ao estresse.

Uma teoria sobre o motivo por chorarmos quando estamos tristes é que as lágrimas ajudam o corpo a liberar alguns desses produtos químicos do estresse em excesso, ajudando-o (a) a sentir-se mais calmo (a) e relaxado (a).

Lágrimas também contêm o fator de crescimento nervoso (NGF), neuropeptídeo que desempenha função no desenvolvimento e na sobrevivência de neurônios, particularmente neurônios sensoriais envolvidos na transmissão da dor, temperatura e toque. De acordo com Provine:

"Várias fontes de evidências sugerem que o NGF encontrado nas lágrimas possui funções medicinais. A concentração de NGF nas lágrimas, córnea e glândulas lacrimais aumenta após o ferimento da córnea, sugerindo que o NGF desempenha função na cicatrização.

Mais diretamente, a aplicação tópica de NGF promove a cicatrização de úlceras de córnea e pode aumentar a produção de lágrimas no olho seco ... Embora isso esteja mais para um palpite científico, eu sugiro que lágrimas contendo NGF possuem efeito antidepressivo que pode modular e sinalizar humor.

Lágrimas curativas que não são emocionais originalmente poderiam indicar algum trauma nos olhos, suscitando cuidados dos membros da tribo ou inibindo agressão física por parte de adversários.

Esse sinal primordial pode ter evoluído posteriormente através da ritualização para tornar-se um sinal de sofrimento emocional e físico.

Neste cenário evolutivo, os sinais visuais e possivelmente químicos das lágrimas emocionais podem ser consequência secundária das secreções lacrimais que originalmente evoluíram a serviço da manutenção ocular e da cicatrização."

Quatro Fatos Interessantes Sobre o Choro

Por que os humanos derramam lágrimas ainda é uma questão envolta em mistério, mas existem alguns fatos intrigantes que valem a pena ser conhecidos. A revista Mental Floss compartilhou recentemente vários deles:

1. Chorar (Por Fim) Faz Você Sentir-se Melhor — Pesquisas publicadas no livro Motivation and Emotion (Motivação e Emoção) revelaram que o choro pode desencadear tanto piora como melhora do humor, dependendo do momento em que seu humor é medido.

Pesquisa realizada envolveu 60 pessoas que assistiram a um filme emocional e tiveram seu humor avaliado imediatamente após e 20 e 90 minutos depois. Aqueles que choraram durante o filme tiveram um aumento significativo em seu humor negativo logo depois, enquanto que o humor daqueles que não choraram permaneceu inalterado.

Na mensuração seguinte, o humor de quem chorou voltou ao normal, mas, curiosamente, na última medição, seu humor não só se recuperou, mas aumentou em comparação com a medição feita antes de assistir ao filme. Portanto, embora o choro possa inicialmente fazer você sentir-se pior, isso pode, no final das contas, melhorar seu humor. Pesquisadores explicaram:

"Após a deterioração inicial do humor após o choro que foi observado em estudos de laboratório, aparentemente leva algum tempo para o humor, não só voltar ao normal, mas tornar-se ainda menos negativo do que antes do evento emocional, o que corresponde aos resultados dos estudos retrospectivos."

2. Você Pode Impedir que Cebolas o (a) Façam Chorar — Cebolas liberam um gás chamado fator lacrimogêneo (FL), que causa lacrimejamento. Pesquisadores japoneses desenvolveram uma cebola que não tinha a enzima necessária para produzir FL e, portanto, não causaria o lacrimejamento, mas também alterou os compostos benéficos contendo enxofre da cebola.

Portanto, embora o fato de as cebolas nos fazerem chorar seja um pouco inconveniente, isso também serve como um lembrete dos muitos compostos que elas contêm, que beneficiam a saúde. Dito isto, o Worlds Healthiest Foods (Alimentos mais Saudáveis do Mundo) compartilhou algumas dicas relacionadas ao corte de cebolas que devem ajudar a diminuir a irritação e o lacrimejamento.

Se isso é um problema para você, não desista de cebolas. Tente usar alguma destas dicas:

"Use uma faca bem afiada e sempre corte as cebolas estando em pé; Dessa forma, seus olhos estarão o mais longe possível. Considere cortar cebolas perto de uma janela aberta. Se cortar cebolas realmente faz você chorar, considere usar óculos ou óculos de proteção.

Refrigere as cebolas por cerca de uma hora antes de cortar; esta prática pode retardar o metabolismo da cebola e, assim, diminuir a taxa de produção de gás FL.

Cortar cebolas sob água fria e corrente é um método que costuma ser usado para reduzir a irritação nos olhos, mas é um método que vemos como sendo a segunda melhor opção, já que alguns dos nutrientes encontrados na cebola podem ser perdidos com o fluxo de água."

3. Chorar Pode ajudar você a Ganhar uma Negociação — Expressar tristeza, inclusive chorar, durante uma negociação pode ajudar você a conseguir o que deseja. Isto é verdade, no entanto, apenas quando certas condições são satisfeitas, nomeadamente quando os destinatários:

  • Percebem que a pessoas que está expressando tem pouco poder
  • Antecipam uma interação futura
  • Constroem o relacionamento como colaborativo em sua natureza
  • Acreditam que era inapropriado culpar os outros

4. Chorar Depois do Sexo é Normal — Pesquisas sugerem que quase metade (46%) das mulheres choram após o sexo em algum momento da vida (e pesquisas separadas sugerem que muitos homens também choraram depois do sexo). Conhecido como disforia pós-coito, ou DCP, isso pode ser devido a flutuações nos hormônios que ocorrem durante e após o sexo.

Também pode ser devido à natureza íntima do sexo, que permite que as pessoas expressem emoções que estão mantendo guardadas dentro de si.

Qual a Aparência das Lágrimas Sob um Microscópio?

Em um projeto chamado "Topografia das Lágrimas", a fotógrafa Rose-Lynn Fisher usou um microscópio para examinar de perto a aparência das lágrimas humanas secas. Ao longo de vários anos, ela examinou mais de 100 lágrimas de si mesma, de voluntários e até mesmo de um bebê recém-nascido, sob um microscópio.

O resultado foi uma bela coleção de imagens notavelmente diferentes, muitas parecendo paisagens em grande escala. Fisher as descreveu como "vistas aéreas do terreno das emoções". Ela disse à revista Smithsonian:

"… Lágrimas são o meio de nossa linguagem primordial em momentos tão implacáveis quanto a morte, tão básicos quanto a fome e tão complexos quanto um rito de passagem ... É como se cada uma de nossas lágrimas carregasse um microcosmo da experiência humana coletiva, como uma gota em um oceano."