Para Que Serve a Pitaia?

Tamanho da fonte:
Pitaia

Quem poderia saber que existe uma planta que possui uma flor parecida com uma explosão de fogo, que produz uma fruta bonita, porém de vida curta, com aparência de botão de rosa cor de rosa brilhante?

Esta é a pitaia, nativa da América Central, porém também produzida e exportada de diversos países do sudeste da Ásia, como Tailândia e Vietnã.

Obtida a partir de várias espécies de cactos, seu caule suculento fornece uma fruta deliciosamente única e hidratada no clima árido onde cresce.

Algumas pitaias possuem pele vermelha ou amarela (que se parece com um abacaxi macio com pontas) e polpa branca ou vermelha, porém sempre com início de folhas sobrepostas, similar a uma alcachofra e com abundância de sementes pequenas, pretas e comestíveis.

O sabor é levemente doce, como uma mistura de kiwi e pêra e possui textura crocante.

Embora pareça um pouco estranha a princípio, é fácil chegar à fruta. Simplesmente fatie-a no sentido do comprimento e, retire a polpa, ou corte-a e tire sua casca grossa.

Consuma somente a parte branca com sementes, removendo qualquer parte rosa residual que é amarga.

Benefícios à Saúde Promovidos pela Pitaia

A pitaia possui um surpreendente número de fitonutrientes. Rica em antioxidantes, ela contém vitamina C (equivalente a 10 por cento do valor diário), ácidos graxos (saudáveis) poli-insaturados e diversas vitaminas do complexo B para o metabolismo de carboidratos, assim como caroteno e proteína.

O cálcio está presente para fortalecer ossos e dentes, ferro e fósforo para se ter um sangue saudável e formação de tecidos. Os benefícios são percebidos de várias formas, desde o fortalecimento do sistema imunológico e cura mais rápida de contusões e feridas até problemas respiratórios mais leves.

A pitaia possui índice zero de carboidratos complexos, portanto, os alimentos podem ser mais facilmente quebrados no organismo, com ajuda da vitamina B1 (tiamina) e outras vitaminas do complexo B. O fitoquímico captina, usado como medicamento para o tratamento de problemas cardíacos, está presente na própria pitaia e um óleo presente na semente funciona como laxativo leve.

As sementes da pitaia são ricas em gorduras poli-insaturadas (ácidos graxos ômega-3 e ômega-6) que reduzem os triglicerídeos e diminuem o risco de desenvolvimento de transtornos cardiovasculares. O consumo de pitaia pode ajudar o organismo a manter uma função tão normal quanto a eliminação de metais pesados tóxicos e a melhora da visão.

O licopeno, responsável pela cor vermelha da pitaia, demonstrou estar associado à redução do risco de desenvolvimento de câncer de próstata. No entanto, consuma pitaia com moderação, pois ela contém frutose, que pode ser prejudicial à saúde quando em excesso.

Informações Nutricionais da Pitaia

Porção: 100 gramas, fresca
Valor Diário
em %*
Quantidade
por porção

Calorias

60
 

   Calorias da gordura

0
 

Gorduras totais

1,5 g
 

   Gordura saturada

 
 

   Gordura Trans

Colesterol

0 mg
0%

Sódio

 
 

Carboidratos totais

9 g
 

   Fibra dietética

1 g
 

   Açúcar

9 g

Proteína

2 g
*O Valor Diário Percentual é baseado em uma dieta de 2.000 calorias. Os valores diários podem ser maiores ou menores dependendo da necessidade calórica.

Estudos Realizados com Pitaia

Estudos detalhados com objetivo de determinar a relação entre uma dieta saudável composta de frutas e vegetais, atividade física ao longo da vida e danos oxidativo do DNA com o câncer de próstata foram medidos.

Muitos detalhes foram discutidos, por exemplo, o fato de homens com idades entre 45 e 54 anos que não faziam atividade física estarem três vezes mais propensos ao desenvolvimento de câncer de próstata. A conclusão foi que uma dieta composta de frutas e vegetais frescos, especialmente os que contêm licopeno, tais como pitaia, e exercícios físicos demonstraram ser protetores contra a doença.

Uma vez que há uma limitação de informações disponíveis com relação à capacidade de frutas tropicais, um estudo explorou com resultados positivos a habilidade das frutas tropicais, como a pitaia, em inibir o citocromo P450 humano, que é altamente expresso no fígado, porém sabe-se que está igualmente presente em outros tecidos, tais como no intestino delgado, no pulmão e nos rins e especialmente associado ao glaucoma congênito.

Receita Saudável com Pitaia:

Verdadeira Taça de Frutas Tropicais

Receita Saudável com Pitaia

Ingredientes:

  • 1 ½ xícara de papaia fresco, em cubos
  • 1 xícara de pedaços de abacaxi
  • 1 banana, fatiada
  • 1 xícara de manga, em cubos
  • 1 xícara de morangos, fatiados ou cortados em quartos
  • 1 xícara de pitaia
  • Guarnição: carambola em fatias

Molho para Salada de frutas:

  • 1 xícara de morangos, fatiados ou cortados em quartos
  • 1 colher de sopa de suco de limão espremido fresco
  • 2 colheres de sopa de estévia

Modo de Fazer:

  1. Agite os ingredientes do molho para a salada de frutas em uma xícara até que a estévia dissolva. Reserve.
  2. Coloque todas as frutas frescas em uma tigela para misturar. Jogue o molho sobre a salada e misture bem.
  3. Coloque a salada de frutas em uma tigela para servir ou em um barco preparado no abacaxi. Decore logo antes de servir com algumas fatias de carambola chuviscadas com o suco de limão fresco para evitar o escurecimento. Pronta para o luau!

Informações Interessantes Sobre a Pitaia

O principal motivo da preciosidade da pitaia é que ela dura apenas uma noite! Primeiro, um cacto tipo trepadeira produz uma flor bonita cor de rosa ou amarela. Algumas vezes chamada de “flor da lua” ou “Rainha da noite”, a planta floresce do entardecer até a meia noite, para murchar ao nascer do sol.

Durante a noite, as flores pungentes são polinizadas por mariposas e morcegos. Embora a flor morra, o cacto produz a fruta pitaia cerca de seis vezes ao ano.

Resumo

Ela poderia facilmente ser chamada de fruta “doida”, pois sua aparência é muito improvável. A pitaia possui baixo nível de calorias e ainda assim oferece inúmeros nutrientes, incluindo vitamina C, vitaminas do complexo B, fósforo, proteína, cálcio, fibra, captina e antioxidantes.

Foi provado que a pitaia reduz os níveis de açúcar no sangue, assim como a pressão arterial, fortalece os ossos e os dentes, promove sangue saudável e a formação de tecidos, fortalece o sistema imunológico, cura contusões e feridas mais rapidamente e previne problemas respiratórios.

Assim com outras frutas vermelhas, a pitaia contém licopeno que ajuda na proteção contra câncer e doenças cardíacas. Como podemos aproveitar todos os benefícios desta fruta visualmente bonita e exótica? É melhor se consumida fresca, cortada em cubos e adicionada à salada de frutas ou misturada em uma bebida ou batida refrescante.

Esta pode se tornar sua fruta favorita e você não precisa sequer fazer qualquer esforço.