Acupuntura: Por que Ela Funciona?

benefícios da acupuntura

Resumo da matéria -

  • A acupuntura infrarregula (ou desativa) as células pró-inflamatórias conhecidas como macrófagos M1
  • A acupuntura também suprarregula (ou ativa) os macrófagos M2 anti-inflamatórios, reduzindo assim a dor e o inchaço
  • Os macrófagos M2 são uma fonte de interleucina-10 anti-inflamatória (IL-10); pela regulação positiva dos macrófagos M2, a acupuntura leva a um aumento da IL-10, que subsequentemente ajuda a aliviar a dor e a inflamação
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Mais de 3 milhões de pessoas fazem acupuntura a cada ano, e seu uso está aumentando. Embora haja uma variedade de técnicas de acupuntura, as tipicamente usadas nos EUA incorporam tradições da China, Japão e Coréia e envolvem a penetração da pele com uma agulha fina em determinados pontos do corpo.

A agulha é então estimulada manualmente ou eletricamente. A acupuntura tem sido usada há milhares de anos em todo o mundo, e resistiu ao teste do tempo, pois ela funciona como uma forma segura de aliviar muitos problemas de saúde comuns.

Como ela funciona tem permanecido em grande parte um mistério, mas no ano passado os pesquisadores revelaram uma reação bioquímica que pode ser responsável por alguns dos efeitos benéficos da acupuntura.

Cientistas Revelam Como a Acupuntura Reduz a Inflamação e a Dor

Um estudo em animais analisando os efeitos da acupuntura na inflamação muscular revelou que a acupuntura manual infrarregula (ou desativa) as células pró-inflamatórias conhecidas como macrófagos M1. Ao mesmo tempo, suprarregula (ou ativa) os macrófagos M2 anti-inflamatórios, assim reduzindo a dor e o inchaço.

Esta é uma estratégia eficaz porque os macrófagos M2 são uma fonte de interleucina-10 anti-inflamatória (IL-10), uma citocina envolvida na resposta imunológica. Considera-se que a regulação positiva dos macrófagos M2 leva a um aumento da IL-10, que subsequentemente ajuda a aliviar a dor e a inflamação. A Epoch Times reportou:

“A acupuntura literalmente aciona um interruptor no qual as respostas inflamatórias iniciais são reduzidas e as respostas de cura secundárias são promovidas.

A regulação negativa de macrófagos M1 e a regulação positiva de macrófagos M2 desencadeada pela acupuntura foram positivamente associadas a reduções na dor muscular e na inflamação.”

É provável que a acupuntura funcione por vários mecanismos. Em 2010, por exemplo, descobriu-se que a acupuntura ativa os receptores que suprimem a dor e aumenta a concentração do neurotransmissor adenosina nos tecidos locais.

A adenosina retarda a atividade do seu cérebro e induz a sonolência. De acordo com um comunicado de imprensa da Nature Neuroscience:

“… Os autores propõem um modelo pelo qual a menor lesão tecidual causada pelas agulhas giradas desencadeia a liberação de adenosina, que, se estiver perto o suficiente dos nervos transmissores da dor, pode levar à supressão da dor local.”

A Acupuntura Influencia Seu Corpo em Diversos Níveis

Com um uso documentado de mais de 2.500 anos, a acupuntura baseia-se na premissa de que existem mais de 2.000 pontos de acupuntura no corpo humano, que estão conectados por vias bioenergéticas conhecidas como meridianos.

Segundo a medicina tradicional, é através desses caminhos que o Qi, ou fluxos energéticos, e quando uma via está bloqueada, essas interrupções podem levar a desequilíbrios e doenças crônicas.

A acupuntura tem um impacto comprovado em vários problemas crônicos de saúde e pode funcionar, em parte, ao estimular o sistema nervoso central a liberar substâncias químicas naturais que alteram sistemas corporais, a dor e outros processos biológicos. Evidências sugerem que a acupuntura também pode funcionar para:

  • Estimular a condução de sinais eletromagnéticos, que podem liberar células do sistema imunológico ou substâncias químicas analgésicas
  • Ativação do sistema opioide natural do seu corpo, que pode ajudar a reduzir a dor ou induzir o sono
  • Estimulação do hipotálamo e hipófise, que afetam inúmeros sistemas do corpo
  • Alteração na secreção de neurotransmissores e neurohormônios, o que pode influenciar a química cerebral positivamente

A Acupuntura Pode Aliviar a Dor da Osteoartrite do Joelho

A acupuntura é frequentemente usada para o tratamento da dor crônica, e pode ser particularmente útil para a dor da osteoartrite do joelho.

Em um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Medicina Tradicional Chinesa de Chengdu, fazer acupuntura cinco vezes por semana durante quatro semanas reduziu significativamente a dor e melhorou a rigidez em pacientes com osteoartrite do joelho.

Neste estudo, as melhorias aumentaram ainda mais quando a acupuntura foi combinada com a massagem chinesa chamada Tui Na. Outras pesquisas também demonstraram benefícios, incluindo um dos mais longos e maiores estudos feitos sobre o assunto até hoje.

Mais de 550 pacientes diagnosticados com osteoartrite do joelho participaram de um estudo de 26 semanas. Os participantes foram aleatoriamente designados para receber um dos três tratamentos: acupuntura, acupuntura sham, ou estratégias de autoajuda recomendadas pela Arthritis Foundation (este último serviu como um grupo de controle).

Diferenças significativas na resposta foram observadas nas semanas oito e quatorze, e no final do estudo, o grupo que fez acupuntura real teve uma redução de 40% na dor e uma melhora de aproximadamente 40% na função comparada às avaliações iniciais — uma diferença de 33% de melhoria sobre o grupo sham.

Acupuntura para o Alívio da Pressão Alta

Há algumas evidências de que a acupuntura pode ajudar a reduzir a pressão alta, além de aliviar a ansiedade associada, dores de cabeça, tonturas, palpitações e zumbido.

Sabe-se que a pressão arterial elevada leva a concentrações elevadas no fator de necrose tumoral alfa causador de inflamação (TNF-α) e endotelina estimulada por TNF-α (ET), peptídeos envolvidos na constrição dos vasos sanguíneos e aumento da pressão arterial.

Considera-se que a acupuntura possa infrarregular a TNF-α e ET, reduzindo, assim, a pressão arterial. Em outro estudo com pacientes com pressão alta, 30 minutos de eletroacupuntura (na qual as agulhas são estimuladas com eletricidade) por semana levaram a discretos declínios na pressão arterial.

O coautor do estudo Dr. John Longhurst, cardiologista da Universidade da Califórnia, em Irvine, disse à WebMD que “potencialmente, a pressão arterial pode ser mantida baixa com um acompanhamento mensal”. E continuou:

“Uma queda perceptível na pressão arterial foi observada em 70% dos pacientes tratados nos pontos efetivos, uma média de 6 a 8 mmHg para a pressão arterial sistólica [o número mais alto] e 4 mmHg para a pressão arterial diastólica [o número mais baixo].”

A Acupuntura Funciona Mesmo para Tratar a Dor da Fibromialgia e Dor em Crianças

Um dos usos mais comuns da acupuntura é para o tratamento da dor crônica. Uma análise dos estudos mais robustos disponíveis concluiu que a acupuntura tem um claro efeito na redução da dor crônica, mais do que o tratamento padrão para a dor.

Os participantes do estudo que fizeram acupuntura relataram uma redução média de 50% na dor, em comparação com uma redução de 28% na dor para o tratamento padrão da dor sem a acupuntura.

Mesmo a dor da fibromialgia, que pode ser difícil de tratar e está associada a problemas de sono, fadiga e depressão, pode ser melhorada.

Em um estudo, 10 semanas de acupuntura diminuíram os níveis de dor em pacientes com fibromialgia em uma média de 41%, em comparação com 27% naqueles que receberam um procedimento simulado.

O alívio da dor durou pelo menos 1 ano, levando os pesquisadores a concluírem que “o uso de acupuntura individualizada em pacientes com fibromialgia é recomendado”. A acupuntura também parece ser um tratamento seguro e eficaz para aliviar a dor crônica em crianças.

Em um estudo com 55 crianças com dor crônica, aquelas que receberam oito sessões de acupuntura (cada uma com duração de cerca de 30 minutos) relataram reduções significativas na dor e qualidade de vida melhorada.

Acupuntura para Tratar a Depressão, Pacientes com Câncer e Mais

Os benefícios da acupuntura também se estendem a uma infinidade de outros problemas de saúde. Pesquisas sugerem que a acupuntura funciona, assim como o aconselhamento para o tratamento da depressão, por exemplo. Ela também pode melhorar a fadiga, ansiedade e depressão em pacientes com câncer em tão pouco quanto oito semanas — e muito mais.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) realizou uma extensa avaliação e análise de ensaios clínicos relacionados à acupuntura e relatou que o procedimento tem-se mostrado eficaz para as seguintes doenças:

Reações adversas à radioterapia e/ou quimioterapia

Rinite alérgica (incluindo febre do feno)

Cólica biliar

Depressão (incluindo neurose depressiva e depressão após acidente vascular cerebral)

Disenteria bacilar aguda

Dismenorreia primária

Epigastralgia aguda (em úlcera péptica, gastrite aguda e crônica, e gastroespasmo)

Dor facial (incluindo desordens craniomandibulares)

Dor de cabeça

Hipertensão essencial

Hipotensão primária

Indução do parto

Dor no joelho

Leucopenia

Dor lombar

Correção do mau posicionamento do feto

Enjoo matinal

Náusea e vomito

Dor no pescoço

Dor na odontologia (incluindo dor dentária e disfunção temporomandibular)

Periartrite do ombro

Dor pós-operatória

Cólica renal

Artrite reumatóide

Ciática

Entorse

Acidente vascular cerebral

Epicondilite

Além disso, a acupuntura também demonstrou possuir um efeito terapêutico para o tratamento das seguintes doenças e problemas, que vão desde a síndrome da tensão pré-menstrual (TPM) e vícios à tosse convulsa, embora sejam necessárias mais pesquisas:

Dor abdominal (por gastroenterite aguda ou por espasmo gastrointestinal)

Acne comum

Alcoolismo e desintoxicação

Paralisia de Bell

Asma brônquica

Dor causada pelo câncer

Neurose cardíaca

Colecistite crônica, com exacerbação aguda

Colelitíase

Síndrome do estresse causado por competição

Lesão crânio cerebral fechada

Diabetes mellitus não dependente de insulina

Dor de ouvido

Febre hemorrágica epidêmica

Epistaxe simples (sem doença generalizada ou local)

Dor ocular devido a injeção subconjuntival

Infertilidade feminina

Espasmo facial

Síndrome uretral feminina

Fibromialgia e fasciíte

Perturbação gastrocinética

Artrite gotosa

Status portador do vírus da hepatite B

Herpes zoster (vírus da herpes humana (alfa) 3)

Hiperlipemia

Hipo-ovário

Insônia

Dor de parto

Deficiência de lactação

Disfunção sexual masculina, não orgânica

Doença de Ménière

Neuralgia pós-herpética

Neurodermatite

Obesidade

Dependência de ópio, cocaína e heroína

Osteoartrite

Dor devido ao exame endoscópico

Dor na tromboangeíte obliterante

Síndrome do ovário policístico (síndrome de Stein-Leventhal)

Pós-extubação em crianças

Convalescença pós-operatória

Síndrome pré-menstrual

Prostatite crônica

Prurido

Síndrome da dor radicular e pseudorradicular

Síndrome de Raynaud Primária

Infecção recorrente do trato urinário inferior

Distrofia simpático-reflexa

Retenção traumática de urina

Esquizofrenia

Sialismo Induzido por Drogas

Síndrome de Sjögren

Dor de garganta (incluindo amigdalite)

Dor aguda da coluna

Torcicolo

Disfunção da articulação temporomandibular

Síndrome de Tietze

Dependência do tabaco

Síndrome de Tourette

Colite ulcerativa crônica

Urolitíase

Demência vascular

Tosse convulsa (coqueluche)

Certos Tipos de Acupuntura são Melhores do que Outros?

Benefícios semelhantes foram identificados para diferentes tipos de tratamento de acupuntura. Por exemplo, às vezes a estimulação dos pontos de acupuntura é feita usando eletricidade, lasers ou acupressão (o uso de pressão para estimular os pontos de acupuntura).

O termo acupuntura é frequentemente usado para descrever todas essas modalidades, já que cada uma delas demonstrou benefícios similares. Isso significa que, se você gosta da ideia de experimentar uma técnica antiga e natural como a acupuntura, mas não gosta da ideia de ter agulhas inseridas no seu corpo, existem alternativas sem agulha, como as Técnicas de Libertação Emocional, ou EFT, que você pode experimentar e que oferecem muitos dos mesmos benefícios.

Se você decidir experimentar a acupuntura tradicional, esteja ciente de que o sucesso do seu tratamento depende da experiência de seu médico. Embora existam acupunturistas que têm especialidades gerais, há também aqueles que se especializam em diferentes problemas de saúde, como alívio da dor, depressão, infertilidade ou distúrbios neurológicos. Escolha um acupunturista experiente em sua área de necessidade que trabalhe com você para desenvolver um plano de cura.