Curiosos fatos sobre o abraço

abraço

Resumo da matéria -

  • Abraços aumentam os níveis de ocitocina, o "hormônio do amor", que beneficia seus níveis de estresse, saúde cardíaca, e mais
  • Um abraço de 20 segundos reduz os efeitos nocivos do estresse, incluindo seu impacto sobre a pressão sanguínea e a frequência cardíaca
  • Um abraço de 10 segundos por dia combate infecções, melhora seu sistema imunológico, alivia a depressão e diminui a fadiga
  • Quem dá o abraço colhe os mesmos benefícios de que o recebe, mas algumas pesquisas sugerem que abraços saudáveis devem vir de pessoas em quem você confia (e não de desconhecidos)
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

O neuro-economista Paul Zak, também conhecido como "Dr. Amor", recomenda pelo menos oito abraços por dia para sermos mais felizes e desfrutarmos de relacionamentos melhores. A psicoterapeuta Virginia Satir também notoriamente disse:

"Precisamos de 4 abraços por dia para sobrevivência. Precisamos de 8 abraços por dia para manutenção. Precisamos de 12 abraços por dia para crescimento."

Esse pode bem ser o "limiar do abraço" a partir do qual seu corpo começa a produzir amplas quantidades de ocitocina, que é liberada em resposta ao contato físico. O neuropeptídeo ocitocina, também chamado de oxitocinona, liberado por sua glândula pituitária, é um hormônio que ocorre naturalmente em seu corpo e que possui propriedades incrivelmente poderosas e benéficas para a saúde.

Ele também é o motivo principal pelo qual o simples ato de abraçar é uma maneira tão incrível de se conectar com outras pessoas, e também de melhorar sua saúde física e emocional.

Como abraçar te deixa mais saudável

Abraços aumentam os níveis do "hormônio do amor", a ocitocina. Esse hormônio, por sua vez, pode ter efeitos benéficos na sua saúde cardíaca e outros aspectos da sua saúde. Um estudo descobriu, por exemplo, que mulheres apresentaram pressão sanguínea mais baixa após um curto período de contato caloroso com seus parceiros.

Um abraço de 20 segundos, junto com 10 minutos de mãos dadas, também reduz os efeitos físicos nocivos do estresse, incluindo o impacto que ele tem sobre sua pressão sanguínea e sua frequência cardíaca. Isso faz sentido, já que é um fato conhecido que os abraços reduzem os níveis de hormônios do estresse, como o cortisol. Mas pesquisas sugerem que os abraços oferecem ainda mais que isso. Como relatado pelo Mail Online:

"A pele contém uma rede de pequenos centros de pressão com formato oval chamados de corpúsculos de Pacini, que captam a sensação de toque e, que estão em contato com o cérebro através do nervo vago. O nervo vago se ramifica através do corpo e se conecta a vários órgãos, incluindo o coração.

Ele também se conecta a receptores de ocitocina. Uma teoria é que estímulos ao nervo vago disparam aumento de ocitocina, o que por sua vez desencadeia uma série de benefícios para a saúde."

Um abraço de 10 segundos por dia pode levar a reações bioquímicas e fisiológicas em seu corpo que podem melhorar sua saúde de maneira significativa. De acordo com um estudo, isso inclui:

Menor risco de doenças cardíacas

Redução do estresse

Combate à fadiga

Melhora em seu sistema imunológico

Combate à infecções

Alívio da depressão

A terapia do aconchego funciona?

Não há dúvidas de que abraçar, acariciar e se aconchegar geram boas sensações. Como disse o neurologista, Shekar Raman, MD, ao Huffington Post:

"Um abraço, um tapinha nas costas, e até um aperto de mão amigável, são processados pelo centro de recompensas no sistema nervoso central, por isso podem ter um impacto potente na psique humana, nos levando a sentir felicidade e alegria…

E não importa se você é a pessoa tocando ou a pessoa sendo tocada. Quanto mais você se conecta com outras pessoas — mesmo no menor dos níveis físicos — mais feliz você vai ser."

Ainda assim, muitas pessoas se privam do toque. Um estudo descobriu que um terço das pessoas não recebe nenhum abraço diariamente, enquanto 75% disseram querer mais abraços.

Descobertas como essas, em conjunto com os benefícios emocionais e para a saúde do toque humano, levaram à emergência de centros de terapia do aconchego, onde as pessoas podem pagar por afagos durante a hora do almoço.

Entretanto, ainda não está demonstrado se os carinhos de pessoas desconhecidas têm o mesmo impacto que aqueles recebidos de pessoas em quem você confia. Enquanto foi demonstrado que o carinho de cônjuges e parceiros melhora a satisfação nos relacionamentos, pelo menos um estudo demonstrou que os abraços são benéficos apenas quando há confiança envolvida.

O pesquisador líder de fato alertou contra campanhas mundiais de "abraços gratuitos" (onde estranhos oferecem abraços para as pessoas), dizendo que isso pode ser percebido como ameaçador e na verdade aumentar a carga emocional e o estresse.

Contudo, benefícios comprovados foram observados ao acariciar animais de estimação, o que mostra que os abraços não precisam ser apenas entre humanos para que tenham benefícios. Mesmo se aconchegar com seu pet de confiança pode oferecer benefícios significativos para seu coração e sua saúde geral.

Fatos curiosos sobre os abraços

Você sabia que, em média, as pessoas passam uma hora por mês se abraçando? Pode não parecer muito, mas quando consideramos que o abraço médio dura menos de 10 segundos... vemos que é um bocado de abraços!

A Happiness Weekly compilou ainda mais fatos curiosos sobre o abraço que ressaltam o quão incrível esse ato tátil realmente é.

Por exemplo, um abraço de corpo inteiro estimula seu sistema nervoso enquanto reduz as sensações de solidão, combate o medo, aumenta a auto-estima, reduz a tensão, e melhora a capacidade de demonstrar apreço.

E se você tinha qualquer dúvida sobre a importância do toque, considere que crianças que não são abraçadas demoram mais para aprender a andar, falar e ler. Um abraço rápido tem impacto quase imediato na saúde, reduzindo seus batimentos cardíacos e induzindo um efeito calmante ao mesmo tempo que te deixa mais otimista!

De maneira interessante, o abraço oferece os mesmos benefícios tanto para quem está abraçando quanto para quem está sendo abraçado, revelando a natureza recíproca do toque.

O toque é inclusive descrito com uma linguagem universal que pode comunicar emoções distintas com precisão surpreendente. Um estudo descobriu que o toque por si só pode revelar emoções incluindo raiva, medo, aversão, amor, gratidão e simpatia, com taxas de precisão de até 83 por cento.

Ainda mais motivos para dar (ou receber) um abraço hoje

Abraçar é uma das maneiras mais sucintas de encorajar seu corpo a liberar ocitocina, e quanto mais ocitocina sua glândula pituitária libera, mais habilitado você fica para lidar com os agentes de estresse da vida.

A ocitocina baixa o nível de hormônios do estresse (principalmente o cortisol) produzidos pelo seu corpo e reduz a resposta da sua pressão sanguínea à eventos que geram ansiedade. A ocitocina provavelmente desempenha um papel no motivo pelo qual os donos de animais de estimação se recuperam mais rápido de doenças, porque casais vivem mais juntos que sozinhos, e porque grupos de apoio funcionam para pessoas com dependências e doenças crônicas.

Também foi descoberto que a ocitocina reduz os desejos em casos de dependência de drogas ou álcool, bem como os desejos por doces. Esse hormônio tem inclusive uma influência positiva sobre inflamações e na recuperação de lesões. Além disso, abraços frequentes oferecem os benefícios adicionais de:

  • Cultivo de paciência e demonstração de apreço
  • Ativação do Chakra do Plexo Solar, que estimula a sua glândula timo (isso pode ajudar a equilibrar sua produção de glóbulos brancos no sangue)
  • Estímulo da dopamina, o hormônio do prazer, e da serotonina, para melhorar o humor
  • Equilibra seu sistema nervoso para obter um melhor equilíbrio parassimpático

Você precisa de um bom abraço?

Com frequência, uma das melhores maneiras de receber mais abraços, é fazer um esforço combinado para abraçar as pessoas próximas a você. Isso pode incluir esposa ou esposo, filhos e outros membros da família, e também amigos próximos.

Mas mesmo que você não esteja atualmente em uma situação de vida que seja propícia para os abraços diários e uma produção suficiente de sua própria ocitocina diariamente, a boa notícia é que existem algumas alternativas que você pode usar para te ajudar a lidar de um jeito saudável com sua resposta emocional ao estresse e à ansiedade.

Com os benefícios já conhecidos para a qualidade de vida, e outros ainda por emergir, derivados da liberação natural de ocitocina em seu corpo, sua melhor opção é garantir que você esteja cultivando mais calor humano, amor, e relacionamentos íntimos, não importando em que estágio da vida você esteja.

Além disso, se você tem um animal de estimação, apenas alguns minutos de carinho por dia em seu cão ou gato pode promover a liberação dos hormônios de "felicidade" pelo seu corpo, incluindo a ocitocina. Como o toque em qualquer parte do seu corpo, bem como interações positivas e apoio psicológico, são conhecidos por aumentar os níveis de ocitocina, você também pode considerar:

  • Andar de mãos dadas e beijar
  • Dar e receber massagem nas costas
  • Encorajar outras pessoas
  • Passar por uma sessão de massagem
  • Praticar terapias para o corpo e a mente como exercícios de respiração e ioga