Para Que Serve o Aipo?

Tamanho da fonte:

Homilia ao Aipo

Nome botânico: Apiumgraveolens

Aipo

Petisco crocante por si só ou com pasta de amendoim adicionado para arredondar os nutrientes, o aipo é um dos legumes mais versáteis da horta, útil por suas sementes saborosas e folhas e talos verde-pálido. É um descendente direto do aipo selvagem e membro da família Apiaceae juntamente com a pastinaca, erva-doce e salsinha, possuindo na aparência ou sabor algumas daquelas características.

O aipo-rábano (salsão de raiz) ou aipo botão (A. graveolensrapaceum) é um exemplo, embora esta espécie possua a parte externa marrom clara com polpa interna branca, crocante e aromática. Todo ano, os EUA produzem 453 milhões que quilos de aipo, 80% na Califórnia, Michigan e Flórida.

Por ser um legume com alto conteúdo de água, o aipo requer solo fértil e úmido. Isto talvez explique por que a origem desta planta foi rastreada na Suécia, sul da Argélia, Egito e Ásia e nas Montanhas do Cáucaso da Índia.

Uma grande região do Punjab é dedicada à produção de semente de aipo para exportação para a Europa, onde é usada como condimento. Pascal é a variedade do aipo encontrada mais frequentemente nos Estados Unidos. O aipo branqueado, que foi privado da luz para obter-se consistência mais pálida e mais macia, é mais popular na Europa.

O aipo é uma cultura de clima frio, portanto é mais bem plantado cedo em climas onde o inverno é bem frio e o verão bem quente. Por serem as sementes muito pequenas, elas devem ser cobertas levemente com o solo e regadas uniformemente por três a oito semanas, ou devem ser iniciadas em ambiente interno e transplantadas após dois meses.

Uma vez que elas comecem a proliferar, afine-as em poucos centímetros por fileira e, assim, elas podem crescer até 30 a 60 centímetros de altura. Quando comprar aipo, certifique-se de que as folhas e os talos estejam crocantes, não murchos ou borrachudos.

O aipo é um ótimo agregado ao atum ou à salada de ovos. Refogar é uma excelente forma de apreciar este legume, misturado com cenouras, pimentão e cebolas, e molho de teriyaki ou laranja. Ele também adiciona sabor aromático a assados e sopas de legumes.

No entanto, quando o aipo é cozido ou branqueado (mergulhado em água quente) na sopa, mais de um terço dos nutrientes podem ser perdidos. Para manter a maior parte de sua característica benéfica intacta, o cozimento no vapor é o melhor método. Estudos mostraram que o cozimento no vapor por até mesmo 10 minutos retém entre 83 a 99% dos antioxidantes contidos em alta quantidade no aipo.

Você pode refrigerar o aipo por cinco a sete dias, porém eles tendem a absorver os odores de outros alimentos, portanto mantenha-o separado em recipiente fechado.

Benefícios Promovidos pelo Aipo à Saúde

Talvez você não tenha percebido no perfil nutricional, mas o aipo possui um grau incrivelmente baixo em calorias – somente 16 por porção. Este é um dos motivos pelos quais ele é tão popular entre as pessoas que fazem dieta.

A reputação do aipo por ser um alimento de “calorias negativas” pode realmente ser merecida. Ao mesmo tempo, o aipo vale seu peso em fibras, a qual move o alimento através do trato digestivo mais rapidamente e, portanto, ajuda na redução dos riscos de desenvolvimento de câncer de cólon.

Uma notícia interessante e boa sobre este legume é a quantidade de diferentes vitaminas e minerais que ele oferece – um pouco de tudo para um bom balanceamento: nove por cento cada do valor diário de vitamina A e folato, oito por cento de potássio e entre dois a cinco por cento de manganês, cobre, fósforo, magnésio e cálcio na categoria dos minerais. Em vitaminas: vitamina C, ácido pantotênico, vitamina B6, niacina e riboflavina. A Vitamina K desempenha a função mais dramática – 37% do valor diário por xícara.

O aipo é uma fonte rica em flavonoides, tais como zeaxantina, luteína e betacaroteno, os quais, segundo estudos realizados, reduzem inflamações e riscos de desenvolvimento de doenças cardíacas, melhoram o sistema imunológico e inibem o crescimento de células anormais causadoras de câncer.

Os antioxidantes encontrados no aipo incluem diidro estilbenoides fenólicos naturais, como lunularina, e furanocomarinas como bergapteno e psoraleno. Os flavonois quercetina e campferol também estão presentes.

As folhas do aipo (que contêm a maior quantidade de vitamina C, cálcio e potássio) e suas sementes também contêm uma série de óleos voláteis pouco comentados, como terpenos (que consistem basicamente em limoneno) e os sesquiterpenos β-selineno e humuleno.

O composto 3-n-butil ftalida, que é quem promove ao aipo sua essência fresca telúrica, pode ter função tanto na redução dos níveis de colesterol quanto na redução da pressão arterial relaxando os músculos dos vasos sanguíneos. As cumarinas ajudam a afinar o sangue e o ácido linoleico é um ácido graxo ômega-6. O que estes e outros compostos promovem ao organismo é impressionante.

(Não perca este artigo relacionado ao aipo: “Can Celery Be Useful to Treat Breast Cancer?” (O Aipo Pode Ser Útil no Tratamento do Câncer de Mama?))

Tabela Nutricional do Aipo

Porção: 3,5 onças (100 gramas), cru
  Qtde. por
porção
% Valor
diário*
Calorias 16  
Calorias da Gordura 2  
Gordura Total 0 g 0%
Gordura saturada 0 g 0%
Gordura trans    
Colesterol 0 mg 0%
Sódio 30 mg 3%
Carboidrato Total 3 g 1%
Fibra alimentar 2 g 6%
Açúcar 2 g  
Proteína 1 g  
Vitamina A 0% Vitamina C 77%
Cálcio 2% Ferro 2%

%Valores Diários de Referência com base em uma dieta de 2000 kcal. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

Estudos Realizados com Aipo

A perda de memória pode ser suspensa com a adição de aipo na dieta, de acordo com um estudo realizado em 2010 pela Universidade de Illinois. A luteolina, nutriente encontrado no aipo, foi testada em ratos com dois anos de idade e retirada de ratos com idades entre três e seis meses. Os resultados mostraram que as inflamações cerebrais e a subsequente perda de memória nos ratos mais velhos não estavam presentes.

Na verdade, eles realizaram tarefas de aprendizado e de memória melhor do que os ratos mais novos. Cientistas acreditam que tais dados sugerem que o conteúdo de luteolina no aipo pode também melhorar a memória e impedir inflamações cerebrais relacionadas à idade em humanos resultando em melhor saúde cognitiva.

A apigenina encontrada no aipo e na salsinha também mostrou dramaticamente inibir células de câncer de mama em um estudo realizado pela Universidade do Missouri. Cientistas concluíram que a apigenina reduz um determinado tumor cancerígeno de mama estimulado pela progestina, hormônio sintético consumido por mulheres contra sintomas da menopausa.

Embora a apigenina tenha demonstrado ser o composto flavonoide natural responsável pela inibição das células cancerígenas de mama, ela não foi testada contra o câncer pancreático. Cientistas realizaram o estudo observando que muitos agentes quimioterapêuticos têm sido usados para o tratamento de câncer pancreático sem sucesso.

Concluindo, a apigenina também demonstrou possuir capacidade para inibir o crescimento da linha celular do câncer pancreático.

Receitas Saudáveis com Aipo:

Receita com Aipo

Dente-de-leão com Aipo-rábano e Salada de Tangerina

Ingredientes:

  • 1 porção de folhas de dente-de-leão ou de espinafre picadas
  • Suco de 1 limão médio
  • 1/8 de colher de sopa de sal
  • 1 aipo-rábano médio, cortado
  • 10 folhas médias de manjericão, finamente picadas
  • 1 tangerina média, fatiada
  • ¼ de xícara de pinhão, torrado

Molho:

  • Suco de 1 tangerina média
  • 3 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 1 colher de chá de suco de limão
  • ¼ de colher de chá de raspa de tangerina
  • 1 colher de chá de mel (opcional)

Modo de Fazer:

  1. Lave e pique as folhas de dente-de-leão em pedaços de 1 cm e descarte as pontas duras. Jogue o suco de limão sobre as folhas picadas e adicione o sal.
  2. Massageie as folhas de dente-de-leão com o suco de limão e sal por uns 3 minutos ou até que as folhas estejam murchas.
  3. Adicione o aipo-rábano, as folhas de manjericão e a tangerina. Adicione o pinhão torrado e misture tudo junto.

Esta receita rende quatro porções.

(Retirada do Healthy Recipes for Your Nutritional Type (Receitas Saudáveis para Seu Tipo Nutricional) do Dr. Joseph Mercola)

Fatos Interessantes sobre o Aipo

Nos anais da medicina do século IX, o aipo é observado por seu uso na medicina antes da culinária. Durante a Idade Média, o aipo tornou-se um legume comum na Europa e foi apresentado aos consumidores americanos somente nos anos 1900.

Resumo

Aromático e crocante, o aipo é um dos legumes mais amplamente consumidos e apreciados do planeta. Excelente em saladas, refogado e na sopa, assim como puro, este alimento da horta de cor verde pálida é também altamente nutritivo.

Por séculos, a medicina Ayurvedica usa o aipo e as sementes de aipo como tratamento para gripes e resfriados, má digestão, artrite e fígado e problemas no baço. Hoje em dia, é conhecido como diurético, o que fica meio óbvio devido à grande quantidade de água que ele possui. Estudos realizados também indicam sua eficácia com relação ao afastamento de mosquitos. Porém, consumi-lo é a chave verdadeira.

O aipo é rico em eletrólitos e possui efeito refrescante ao organismo, o que pode estar associado à sua capacidade em combater inflamações. Você pode também contar com o aipo para reduzir o estresse cardíaco e ajudar na limpeza do sistema digestivo.

Estudos realizados também concluíram que a apigenina encontrada no aipo possui a capacidade de inibir câncer de mama e pancreático e a luteolina de melhorar a função cognitiva. Tais itens por si sós são bons motivos para o consumo de aipo.