O que Atrai os Mosquitos e Como Repeli-los

Mosquito

Resumo da matéria -

  • Cientistas informam que uma em cada cinco pessoas é especialmente apetitosa para mosquitos devido ao tipo de bactérias que colonizam sua pele
  • Mosquitos também são atraídos por certos compostos químicos da pele, dióxido de carbono, movimento e calor; eles podem farejá-lo (a) a 45 metros de distância
  • Uma variedade de sugestões é fornecida para produção de seu próprio repelente natural de mosquitos, bem como medicamentos seguros e suavizantes para picadas
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

O verão faz com que a maioria das pessoas passe tempo ao ar livre, mas isso significa que devemos compartilhar nosso espaço com os mosquitos. Cientistas dizem que cerca de uma em cada cinco pessoas é alvo especialmente apetitoso para esses sugadores de sangue ... você é uma delas?

Proteger-se contra picadas de mosquito não apenas previne aquela coceira horrível, mas também pode diminuir suas chances de contrair várias doenças transmitidas por mosquitos, como encefalite, febre amarela, malária, vírus do Nilo Ocidental ou dengue.

A maioria dos repelentes de insetos comerciais contém um produto químico chamado DEET, que deve ser usado com cautela, se tanto. Muitos estudos concluíram que o DEET promove efeitos nocivos.

Felizmente, existem muitos truques para manter estes insetos à distância, e eles não envolvem a aplicação de produtos químicos tóxicos à sua pele. Existem também vários medicamentos naturais que podem ajudá-lo (a) a não sofrer picadas de insetos, se seus esforços de prevenção falharem.

Mosquitos Planejam seu Ataque a uma Distância de 50 Metros

Os mosquitos são atraídos por uma série de compostos químicos que podem ser detectados a impressionantes 45 metros de distância. Os machos não estão interessados em seu sangue, mas as fêmeas sim, sedentas pela proteína e pelo encontrados ferro no sangue para produzir seus ovos.

Neste ponto, com nossa base de conhecimento científico, sabemos que os mosquitos são atraídos por:

Bactérias — Um trilhão de micróbios vivem em sua pele e criam o seu odor corporal. Seres humanos têm apenas cerca de 10% desses micróbios em comum - o resto varia de pessoa a pessoa. Alguns de nós possuem uma coleção de micróbios particularmente irresistíveis para os mosquitos.

Compostos químicos — Quando estão nos farejando, os mosquitos abrigam uma grande variedade de produtos químicos - 277 foram isolados como possíveis atrativos de mosquitos a partir de odores das mãos humanas em um estudo realizado em 2000.

Alguns de seus favoritos são o ácido láctico, amônia, ácido carboxílico e octenol (presente na respiração e no suor humano). Mosquitos são especialmente atraídos pelo dióxido de carbono.

Quanto mais você emite, mais atraente você é para eles. Pessoas maiores naturalmente emitem mais dióxido de carbono do que pessoas menores, o que é uma das razões pelas quais os adultos parecem ser picados com mais frequência do que crianças.

Movimento e calor — Mosquitos são atraídos tanto pelo movimento quanto pelo calor. Então, se você estiver se exercitando ao ar livre em uma noite quente de verão, você será alvo perfeito - especialmente se estiver com falta de ar!

Mosquitos Gostam de Suor VELHO, Não de Suor Fresco

Antigamente, acreditava-se que os mosquitos eram atraídos pelo suor humano, mas a ciência contestou o fato de que o próprio suor os atrai. Em vez disso, eles são atraídos pelas mudanças químicas produzidas pelas bactérias no seu suor.

O suor em si é inodoro até as bactérias agirem sobre ele. Embora os mosquitos não sejam atraídos pelo suor fresco, se você fosse oferecer a eles um "suor fermentado", eles iriam para cima de você.

Um estudo realizado em 1999 concluiu que o suor humano era atraente para mosquitos da malária após um a dois dias de incubação. Durante esse período, bactérias encontradas no suor se multiplicaram, mudando seu pH de ácido para alcalino como componentes do suor decomposto em amônia.

Também concluiu-se que mosquitos da malária são atraídos pelo chulé – verificou-se que eles até mesmo picam um par de meias malcheirosas se você as pendurar depois de tê-las usado por alguns dias.

Mosquitos não apenas acham alguns odores irresistíveis, como outros foram identificados como sendo capazes de prejudicar sua capacidade de encontrar seus hospedeiros - e alguns desses compostos são secretados pelo seu organismo. Um desses compostos é a 1-metilpiperzina, que bloqueia o olfato dos mosquitos de forma tão eficaz que eles se esquecem da presença da suculenta mão humana ao redor.

Sprays de insetos contendo 1-metilpiperzina estão sendo produzidos, mas até agora cientistas não foram capazes de determinar como evitar que a substância se evapore da pele, como ocorre naturalmente ao longo do tempo.

Certas pessoas parecem secretar mais essas substâncias naturais do que outras, tornando-as essencialmente invisíveis para os mosquitos, o que pode ajudar a explicar por que algumas pessoas parecem ser picadas mais que outras.

Evite Usar Repelentes Químicos, Especialmente Aqueles Contendo DEET

Atualmente, o DEET (N, N-dietil-meta-toluamida) é usado em centenas de produtos, em impressionantes concentrações de até 100%.

Se um produto químico é capaz de derreter o plástico ou uma linha de pesca, não é aconselhável aplicá-lo à sua pele - e é exatamente isso que o DEET faz. Crianças estão particularmente em risco de alterações neurológicas sutis porque sua pele absorve mais facilmente substâncias químicas no ambiente e produtos químicos exercem efeitos mais potentes em seus sistemas nervosos em desenvolvimento.

Com base em 30 anos de estudos clínicos, a exposição ao DEET pode causar os seguintes efeitos adversos à saúde:

Perda de memória

Dores de cabeça

Fraqueza muscular, dores musculares e articulares

Danos à função das células cerebrais, neurotoxicidade

Tremores

Convulsões

Irritação da pele, urticária, bolhas

Náusea e vomito

Hipotensão

Bradicardia

Falta de ar

Dor, irritação e lacrimejamento

Outra substância química potencialmente prejudicial encontrada em muitos sprays é a permetrina. Este produto químico é um membro da família dos piretróides sintéticos, que é conhecido por ser neurotóxico.

A Agência de Proteção Ambiental dos EUA (Environmental Protection Agency - EPA) também considerou a permetrina carcinogênica - capaz de causar tumores no pulmão, tumores no fígado, problemas no sistema imunológico e anomalias cromossômicas. Na verdade, os piretróides foram recentemente associados a problemas de comportamento em crianças.

Medidas Preventivas Simples para Evitar Picadas de Mosquito

Naturalmente, a melhor maneira de evitar picadas de mosquito é evitar entrar em contato com eles em primeiro lugar. Você pode evitar picadas de insetos permanecendo dentro de ambientes fechados entre o crepúsculo e o amanhecer, que é quando eles estão mais ativos.

Mosquitos também estão em grupos maiores em áreas repletas de arbustos e perto de locais com água parada. A Associação Americana de Controle de Mosquitos (American Mosquito Control Association- AMCA) possui uma ficha informativa útil sobre as coisas que você pode fazer para impedir a reprodução de mosquitos em sua propriedade. Suas dicas de proteção são as seguintes:

  • Drenagem — Mosquitos precisam de água para se reproduzir, portanto, drene cuidadosamente toda e qualquer fonte de água parada em torno de sua casa e quintal, incluindo tigelas de bichos de estimação, calhas, lixeiras, pneus, bebedouros de pássaros, etc.
  • Roupas — Use roupas leves e largas - camisas de manga longa e calças compridas, chapéus e meias
  • Defender — Embora a AMCA recomende o uso de repelentes comerciais, eu recomendo fortemente evitar a maioria dos repelentes químicos pelas razões já discutidas; tente usar algumas das alternativas naturais

Plantas são a Chave para Repelir Mosquitos com Segurança

Você pode fazer seu próprio repelente usando:

  • Óleo de folha de canela (um estudo realizado concluiu que este óleo era mais eficaz para matar mosquitos do que o DEET)
  • Óleo de baunilha transparente misturado com azeite
  • Lave-se com sabão de citronela e, em seguida, coloque cerca de 100% de óleo essencial de citronela pura na pele. A Citronela de Java é considerada a citronela de melhor qualidade no mercado
  • Óleo de erva-dos-gatos (de acordo com um estudo realizado, esse óleo é 10 vezes mais eficaz que o DEET)
  • O eucalipto limão foi considerado muito eficaz em um estudo australiano realizado em 2014; uma mistura de 32 por cento de óleo de eucalipto limão forneceu mais de 95 por cento de proteção por três horas, em comparação com um repelente de DEET de 40 por cento que promoveu 100 por cento de proteção por sete horas

Use uma fórmula natural que contenha uma combinação de citronela, óleo de erva-cidreira, óleo de hortelã-pimenta e baunilha para repelir mosquitos, pulgas, larvas, carrapatos e outros insetos que picam, recomendado em um artigo publicado em junho de 2014 pela AlterNet.

Trate Mordidas e Picadas com Ervas e Agentes Naturais

Uma vez que você foi picado (a), o objetivo muda de repulsa para tratamento da coceira e da inflamação causadas pela picada.

Felizmente, uma variedade de ervas e outros agentes naturais são calmantes para a pele, e muitos possuem propriedades anti-inflamatórias e antimicrobianas. Então, para tratar picadas ocasionais de mosquito, experimente alguns dos seguintes:

Babosa — Contém mais de 130 compostos ativos e 34 aminoácidos que são benéficos para sua pele

Calêndula — Erva com propriedades suavizantes, hidratantes e rejuvenescedoras

Camomila — A erva mais calmante de todas, seja usada em um chá ou aplicada na pele; rica em bioflavonóides apigenina, luteolina e quercetina

Canela — Além de possivelmente repelir mosquitos, a canela possui propriedades antibacterianas e antifúngicas

Pepinos — Útil para reduzir o inchaço

Mel orgânico cru — Uma variedade especialmente poderosa é o mel Manuka da Nova Zelândia, feito de abelhas que se alimentam de flores do arbusto de Manuka, também conhecido como "Melaleuca "

Lavanda — Um dos óleos essenciais mais populares pelo seu aroma calmante, a lavanda possui propriedades que aliviam e são antimicrobianas

Óleo de neem — Eficaz contra doenças fúngicas, furúnculos, eczema e micose, e ele sem dúvida também ajudaria tratar uma picada de inseto

Óleo de melaleuca — Útil para curar cortes, queimaduras, infecções e uma infinidade de outras doenças de pele; também é um bom antimicrobiano e antifúngico

Manjericão — Contém cânfora e timol, dois compostos que podem aliviar a coceira; Esmague algumas ervas frescas e aplique-as diretamente na picada, ou compre um óleo essencial

Limão e lima — Ambos possuem propriedades anticoceira, antibacteriana e antimicrobiana; no entanto, evite a aplicação de sucos cítricos na pele quando estiver ao ar livre, uma vez que bolhas podem ocorrer quando a pele está exposta à luz solar

Hortelã-pimenta — A sensação de resfriamento pode bloquear outras sensações, como coceira, e proporcionar alívio temporário; folhas frescas esmagadas ou o óleo essencial proporcionará tal alívio

Impatiens capensis — Flor selvagem que cresce em todo o leste dos EUA, útil para reduzir a coceira de muitos tipos de doenças da pele, incluindo carvalho venenoso e hera

Sacos de chá — Passar um saquinho de chá resfriado sobre as picadas pode ajudar, pois os taninos do chá agem como adstringente, para reduzir o inchaço

Vinagre de cidra de maçã — Adicione duas a três xícaras ao banho e deixe de molho por 30 minutos; a acidez ajuda a aliviar a coceira

Bicarbonato de sódio — Dissolva no banho e deixe de molho por 30 minutos

Hamamélis — Faça uma pasta de hamamélis e bicarbonato de sódio e aplique diretamente na picada para reduzir o inchaço

Terapias de Compressas Frias e Quentes Podem Ajudar na Dor Causada pelas Picadas

Você também pode usar gelo ou calor para aliviar o desconforto causado pelas picadas de insetos. Um artigo da revista Scientific American recomenda o uso de uma bolsa de gelo simples para tratar picadas de insetos dolorosas em vez de analgésicos.

De acordo com um artigo publicado no Drug and Therapeutics Bulletin, há poucas evidências que apoiem a eficácia de preparações comerciais para picadas de insetos, incluindo anti-histamínicos e corticosteróides tópicos. Os autores concluem que o melhor curso de ação para reações locais leves é simplesmente limpar a área e aplicar uma compressa fria.

Alternativamente, aplicar calor diretamente na picada também parece aliviar a coceira, o que foi confirmado por um estudo alemão realizado em 2011. Uma maneira simples é aplicar uma colher aquecida diretamente na área, como demonstrado pelo Lifehacker.com.

Basta segurar a colher em água corrente quente por cerca de um minuto para aquecer o metal, em seguida, pressione-a contra a picada por alguns minutos. Naturalmente, certifique-se de que a colher não esteja muito quente. Não deve estar escaldante o suficiente para provocar dor, então, por favor, use bom senso, e certifique-se de testar em sua própria pele antes de aplicar o utensílio aquecido em uma criança.

Versão de alta tecnologia de colher aquecida é o Therapik - uma varinha que fornece calor direcionado para o tratamento de coceira causada por picadas. O Gizmodo testou e concluiu que funciona como anunciado, dando a ela quatro de cinco estrelas.

Os receptores que respondem ao calor são os mesmos que respondem ao frio, então você provavelmente obterá os mesmos benefícios com uma colher de metal retirada do freezer ou simplesmente esfregando cubos de gelo sobre ela. Eu também descobri que simplesmente cobrir sua picada com uma fita funciona muito bem para suprimir a coceira.

Como Aproveitar o Ar Livre Sem ser Importunado por Mosquitos

Com um pouco de planejamento e preparação, você deve ser capaz de desfrutar do ar livre sem ser comido vivo. A eliminação dos criadouros de mosquitos é o primeiro passo para impedir que eles se multipliquem.

Plantar calêndulas em torno de seu quintal e talvez instalar um ou dois abrigos para morcego também pode ajudar muito a impedir que eles surjam em primeiro lugar. Quando se trata de defesa, eu recomendo evitar misturas químicas agressivas e experimentar algumas alternativas naturais.

Algumas podem funcionar melhor que outras para cada indivíduo, já que os mosquitos, em particular, são atraídos por certos componentes bioquímicos da pele, e diferentes tipos de mosquitos têm diferentes atrações e aversões.

Se suas medidas preventivas falharem, existe bem mais de uma dúzia de medicamentos caseiros que podem ajudar, desde ervas e bicarbonato de sódio até compressas de gelo ou calor, seja na forma de uma colher aquecida ou fria, compressas ou aparelhos eletrônicos, ou talvez até mesmo apenas um pedaço de fita.