Para Que Serve o Feno-grego?

Tamanho da fonte:

Feno-grego

Nome botânico: Trigonella foenum-graecum

Feno-grego

O feno-grego é uma das mais antigas plantas medicinais cultivadas nativas do sul da Europa e da Ásia. O nome em si tem uma sonoridade exótica, e deveria, uma vez que ele é muito viajado. Uma planta muito popular cultivada em todas as regiões do Mediterrâneo, Argentina, Norte da África, França, Índia e EUA, o feno-grego é mencionado em detalhes em papiros egípcios por volta de 1500 AEC. Por conta de ser usada em muitas culturas, ela é uma erva com muitos nomes diferentes: pé de pássaro, feno da Grécia e bersshornsame são alguns.

Planta anual de cerca de dois metros de altura, esta erva também é considerada uma leguminosa. Produz folhas verdes claras semelhantes ao trevo, pequenas flores brancas e vagens longas contendo 10 a 20 sementes pequenas, duras e douradas. As sementes têm um aroma pungente e um sabor bastante amargo, descrito como semelhante ao de aipo queimado.

Embora também seja conhecida por sua aplicação em tingimento de têxteis, muitas das aplicações do feno-grego - para não mencionar seus aspectos curativos - indicam o quão versátil essa planta e seus derivados podem ser. Folhas e brotos macios podem ser adicionados a saladas, e o extrato é usado para marinados, bem como imitando o sabor de baunilha, caramelo, rum e xarope de bordo.

Moídas até virar um pó fino, as sementes de feno-grego são ingrediente favorito no caril indiano, mas ela também pode ser adiciona a qualquer prato para dar um trato especial a ele. Sementes de feno-grego também aparecem na lista de ingredientes em tudo. Elas até mesmo são assadas ​​e moídas para fazer café.

Após a compra, o feno-grego pode ser armazenado em local fresco e seco por até seis meses.

Benefícios Promovidos à Saúde Pelo Feno-grego

10 Beneficios Promovidos a Saude Pelo Feno-grego

>>>>> Clique aqui <<<<<

As sementes de feno-grego são ricas em minerais como ferro, potássio, cálcio, selênio, cobre, zinco, manganês e magnésio. No ramo de vitaminas, elas contêm tiamina, ácido fólico, riboflavina, piridoxina (vitamina B6), niacina e vitaminas A e C.

Possui também polissacarídeos: saponinas, hemicelulose, mucilagem, tanino e pectina, que ajudam a diminuir os níveis de colesterol LDL (ruim) ao desencorajar a absorção de sais biliares no cólon, ao mesmo tempo em que se ligam a toxinas para que possam ser escoltadas para fora do organismo. O aminoácido 4-hidroxi isoleucina encontrado nas sementes ajuda a reduzir a taxa de absorção de glicose nos intestinos, o que reduz os níveis de açúcar no sangue em pacientes com diabetes.

É notável que 100 gramas de sementes de feno-grego contenham cerca de 323 calorias e que o teor de fibras seja bastante alto, o que pode ter algo a ver com o uso tradicional desse produto no Oriente Médio - para ganho de peso.

Áreas do Oriente Médio e Norte da África são notadas por triturar as sementes em uma pasta para ser consumida com açúcar e azeite de oliva. As sementes também aumentam o volume digestivo, o que ajuda a prevenir constipação. A pasta também é aplicada topicamente para combater infecções e inflamações em feridas, e a porção de erva é usada para tratar diarreia e úlceras estomacais.

O feno-grego contém colina, que estudos demonstraram não só ser capaz de ajudar a retardar o envelhecimento mental, mas também acalmar a TPM e sintomas da menopausa. O feno-grego também é considerado afrodisíaco, e muitos estudos enfatizam sua capacidade de aumentar a libido nos homens.

Há também pessoas que atribuem ao feno-grego a capacidade de promover o crescimento da mama em mulheres, embora nenhum estudo comprove decisivamente isso. Mas outro composto importante, a diosgenina, demonstrou aumentar o fluxo de leite, o que torna essa erva muito popular entre mães que estejam amamentando. No entanto, o feno-grego pode causar contrações uterinas, por isso é aconselhável que mulheres grávidas evitem o feno-grego em qualquer forma.

Pesquisa também indica que a diosgenina encontrada no feno-grego pode desempenhar função importante na inibição de vários tipos de câncer.

Tabela Nutricional do Feno-grego

Tamanho da Porção: 3,5 onças (100 gramas), semente
  Quantidade por Porção % Valor Diário*
Calorias 323  
Calorias da Gordura 54  
Gordura Total 6 g 10%
Gordura Saturada 1 g 7%
Gordura Trans    
Colesterol 0 mg 0%
Sódio 67 mg 3%
Total de Carboidratos 58 g 3%
Fibra Dietética 25 g 98%
Açúcar 0 g  
Proteína 23 g  
Vitamina A 1% Vitamina C 5%
Cálcio 18% Ferro 186%

*Os Valores Percentuais Diários são baseados em uma dieta de 2.000 calorias. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades calóricas.

Estudos Realizados com Feno-grego

Um estudo duplo-cego controlado por placebo foi conduzido em 25 pacientes recém diagnosticados com diabetes tipo 2 para determinar os efeitos das sementes de feno-grego sobre o controle glicêmico e resistência à insulina em diabete melito tipo 2 leve a moderado. Após dois meses, os níveis de glicose no sangue e insulina foram significativamente menores.

Conclusão: o uso de sementes de feno-grego melhora o controle glicêmico e diminui a resistência à insulina em pacientes com diabetes mellitus tipo 2, promovendo efeito favorável sobre a hipertrigliceridemia (associada a um risco aumentado de eventos cardiovasculares e pancreatite aguda) também.

Em outro estudo, cientistas demonstraram que o extrato de semente de feno-grego (FE) é citotóxico in vitro para certos tipos de câncer, mas não para células normais. O tratamento com 10-15 µg / mL de FE por 72 horas inibiu o crescimento de linhas celulares de câncer de mama, pâncreas e próstata, pelo menos em parte, devido à indução da morte celular. Pesquisadores observaram que o feno-grego é um dos muitos "componentes dietéticos" com potencial terapêutico.

Receitas Saudáveis com Feno-grego:

Receita Saudável com Feno-grego

Lentilhas Vermelhas com Feno-grego ou Methi Dal

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de óleo de coco ou ghee (manteiga clarificada)
  • ½ colher de chá de sementes de cominho
  • 1 pimentão tailandês ou Jalapeño, fatiado
  • 1 cebola pequena, em cubos
  • 1 colher de sopa de gengibre picado
  • 1 colher de sopa de alho picado
  • 1 xícara de lentilhas vermelhas
  • ¾ colher de chá de açafrão moído
  • 1 xícara de folhas frescas de feno-grego (ou 2 colheres de sopa de feno-grego)
  • 1 colher de sopa de suco de limão
  • Sal

Modo de Fazer:

  1. Aqueça o óleo em uma panela média. Adicione cominho e pimenta ao óleo. Quando o cominho começar a fritar, acrescente a cebola e refogue em fogo médio até a cebola ficar macia. Adicione o gengibre e o alho e cozinhe por mais 2 minutos.
  2. Adicione lentilhas e açafrão à panela e mexa. Despeje 4 xícaras de água e deixe ferver. Reduza o fogo, tampe e cozinhe até que as lentilhas estejam cozidas - cerca de 12 minutos.
  3. Enquanto isso, lave as folhas de feno-grego e suas hastes tenras, descartando o resto. Meça 1 xícara de folhas de feno-grego para mexer por 2 minutos até o final do cozimento. Adicione o suco de limão e sal. Use como cobertura sobre arroz basmati temperado ou macarrão feito de arroz.

Fatos Interessantes sobre o Feno-grego

Sendo um dos temperos usados pelos antigos egípcios em suas cerimônias de embalsamamento, a ingestão prolongada de feno-grego é amplamente reconhecida por sua capacidade de alterar o odor da transpiração e da urina para que elas emitam odor de xarope de bordo.

Resumo

Antiga erva da Ásia e do sul da Europa, as folhas e sementes de feno-grego estão repletas de vitaminas e minerais. Estes são valiosos para sua aplicação, não só em alimentos, mas também na medicina tradicional e moderna em todo o mundo.

Uma das aplicações básicas do feno-grego é estimular a produção de leite em mulheres que estão amamentando, bem como induzir o parto, contendo fitoestrogênios ou produtos químicos de plantas semelhantes ao hormônio sexual feminino estrogênio. Outras aplicações incluem aliviar problemas digestivos e sintomas da menopausa, mas ultimamente seu uso como afrodisíaco ressurgiu. O feno-grego também é usado como medicamento aplicado à pele para tratar infecções e inflamações.

A torrefação e moagem de sementes de feno-grego são aconselhadas antes do seu uso alimentar. Estudos demonstraram que o feno-grego não só tem a capacidade de reduzir os níveis de açúcar no sangue, mas também de combater o câncer. Tente adicionar algumas colheres de feno-grego a seu próximo molho ou sopa. Você será capaz de descobrir um novo ingrediente secreto.

+ Recursos e Referências