A Aveia é Realmente Boa para a sua Pele?

Aveia

Resumo da matéria -

  • A farinha de aveia tem sido usada há milênios para alívio da coceira, pele irritada e é um ingrediente popular usado em muitos xampus e loções
  • Pesquisadores descobriram que pacientes com câncer submetidos a tratamentos de quimioterapia frequentemente apresentam queimaduras dolorosas e erupções cutâneas que a farinha de aveia coloidal trata com sucesso
  • Beta-glucanas, saponinas e polissacarídeos encontrados na farinha de aveia proporcionam uma incrível capacidade de limpeza e emoliência, além de potencial anti-inflamatório, antioxidante e anticarcinogênico
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Você pode ter notado que a farinha de aveia foi listada como ingrediente principal em vários produtos de limpeza e loções para a pele, ostensivamente porque estudos clínicos expondo os méritos da farinha de aveia tornaram-na componente benéfico, assim como natural.

Afinal de contas, a aveia, também conhecida como Avena sativa, cultivada na Rússia, Europa, Ásia, América do Norte, América do Sul e Austrália, tem sido usada há milhares de anos como loção tópica para pele seca ou mesmo picadas de insetos, afirma um estudo realizado pelo Journal of Drugs in Dermatology (Jornal de Medicamentos para Dermatologia), patrocinado pela Johnson & Johnson.

Algumas pessoas podem assumir que a farinha de aveia usada para esse fim é apenas outra moda passageira. Afinal de contas, particularmente em termos de marketing, a farinha de aveia é indiscutivelmente tão sadia quanto uma torta de maçã feita pela sua mãe. Mas a aveia usada terapeuticamente possui realmente algum mérito?

Um estudo realizado identificou a farinha de aveia como "agente calmante para aliviar coceira e irritação", transformando-a em mistura "coloidal" ou homogênea moendo-se a farinha de aveia e fervendo-a para produção de limpadores de pele, gel de barbear e cremes hidratantes.

Mas aqui está o problema. A receita para este grão, geralmente considerado alimento para o café da manhã, é padronizada pela Farmacopeia dos Estados Unidos e seu uso como protetor da pele é regulado pela Food and Drug Administration (FDA) dos EUA para fins medicinais.

O Que a Aveia Pode Fazer Pela Pele e Por Que é Tão Importante

Quase todo mundo diria que a pele seca pode ser irritante, desconfortável e até feia, mas pacientes com câncer submetidos a tratamentos de quimioterapia possuem uma necessidade particular. A Nutrition Facts observa que:

"Há uma classe de quimioterápicos, como o cetuximabe, que podem causar erupção terrível. Vários tratamentos foram tentados e falharam.

Não houve tratamento preventivo ou curativo claro para essa erupção… Pesquisadores tinham ouvido falar de um estudo em que fragmentos de pele humana de cirurgia plástica foram submetidos a um produto químico inflamatório, e a adição de um extrato de farinha de aveia pareceu ajudar."

Quando os pesquisadores concluíram com um estudo feito pela Universidade de Georgetown que extrato de farinha de aveia foi usado com sucesso para aliviar a pele desses pacientes, seu relatório subsequente causou sensação no mundo da medicina.

Dos 10 pacientes que exibiram erupções induzidas por medicamentos quimioterápicos que concordaram em experimentar a loção de extrato de aveia, seis tiveram "resposta completa" e quatro tiveram "resposta parcial", que os cientistas consideraram classificação 100 por cento para o extrato de aveia.

Aqui está o porquê: De acordo com um estudo realizado pela revista Journal of Drugs in Dermatology, as saponinas encontradas na aveia lhe dão a capacidade de limpar, hidratar e aliviar, basicamente fornecendo uma "barreira" para manter a pele hidratada e protegida.

Além disso, os fenois contribuem como " fortes absorvedores de luz ultravioleta " e os amidos e beta-glucanos são reconhecidos como umectantes, ou capazes de reter a água, o que favorece a capacidade do produto de agir como emoliente. Estes beta-glucanos são componente importante, como será explicado na próxima seção.

A Incrível Função dos Beta-glucanos na Farinha de Aveia

Um estudo lituano chamado de polissacarídeos de ocorrência natural de beta-glucanas; polímeros de glicose que fazem parte da parede celular de certas bactérias e fungos patogênicos. O estudo relatou que os beta-glucanos:

  • Aumentam a defesa imunológica do hospedeiro
  • Exibem atividade anticarcinogênica
  • Conferem capacidade antioxidante e anti-inflamatória
  • Combatem a formação de tumores cancerígenos e metástases

Estudo realizado pela Universidade de Georgetown observou que as modalidades atuais de tratamento para câncer de fator de crescimento epidérmico (EGFR) infelizmente causam os efeitos colaterais acima mencionados, para os quais não houve tratamentos eficazes. Ele também demonstrou que aveia coloidal possui "múltiplas propriedades anti-inflamatórias com efeitos conhecidos sobre o ácido araquidônico", que são importantes para a saúde da pele.

Médicos de todo o mundo ficaram suficientemente intrigados pelo estudo para tentar testar o extrato de aveia em seus próprios pacientes e obtiveram os mesmos resultados incríveis. A DermNet New Zealand relaciona outras doenças da pele que podem beneficiar-se do uso da farinha de aveia coloidal:

  • Dermatite atópica e de contato (eczema)
  • Catapora
  • Picadas de inseto
  • Hera Venenosa
  • Pele seca

Além disso, os compostos na farinha de aveia coloidal exibem absorção de luz ultravioleta que protegem contra danos causados pelo sol e fotoenvelhecimento, bem como inibem a produção de prostaglandina.

Como Produzir seu Próprio Creme, Loção e Tratamentos com Aveia Coloidal

A aveia absorve água facilmente e ajuda a manter sua pele hidratada e relaxada. Você pode produzir seu próprio banho de farinha de aveia coloidal em casa para obter esses benefícios, e o processo é rápido, fácil e barato. Basta colocar uma xícara de farinha de aveia seca orgânica em um liquidificador, moedor de café ou processador de alimentos e processar até que se torne um pó fino.

Polvilhe sobre uma xícara de farinha de aveia moída em água morna ao invés de quente, o último dos quais tende a secar ainda mais a sua pele. Deixe de molho por cerca de 15 minutos, mas não muito mais tempo que isso. Depois, seque a pele para manter alguns dos benefícios promovidos pela farinha de aveia.

Faça o seu próprio creme de mãos de aveia, usando esta receita do The Thrifty Couple, com mais alguns ingredientes benéficos, como óleo de coco, azeite de oliva e óleos essenciais:

Creme de mãos de aveia coloidal

Ingredientes

  • ¼ xícara de aveia finamente moída
  • ¾ xícara de óleo de coco
  • Algumas gotas de óleo essencial de alecrim
  • 1 colher de sopa de azeite

Procedimento

  1. Derreta o óleo de coco lentamente em fogo baixo até que ele se torne líquido.
  2. Adicione algumas gotas de óleo de alecrim e misture bem. Misture a aveia até ficar completamente misturada, adicione o azeite e misture.
  3. Coloque o hidratante em pequenos frascos de alimento para bebê ou outros pequenos recipientes para endurecer e guarde à temperatura ambiente, ou se estiver a mais de 76 graus F (24 graus C), refrigere.

Uma segunda receita da Natural and Healthy Living explica como fazer um creme de eczema caseiro usando mais alguns ingredientes, incluindo manteiga de karité, óleo de vitamina E e óleo essencial de lavanda, com o passo adicional de resfriar e parcialmente solidificar o óleo de coco no congelador para que os outros ingredientes, especialmente a aveia, não precipitem no fundo.

O que Acontece Quando Você Come Aveia? É Tão Benéfico Quanto?

Duas linhagens de células cancerígenas consideradas resistentes à quimioterapia com cetuximabe in vitro (em um tubo de ensaio ou placa de cultura) responderam a um dos compostos presentes no extrato de aveia: a avenantramida, fitonutriente único encontrado na aveia.

Estudo realizado observou que as avenantramidas exercem uma forte atividade antioxidante in vivo, ou seja, dentro de organismos vivos como seres humanos. Além de ser antiproliferativa contra o câncer, o estudo sugeriu que ela também pode fornecer proteção contra doenças coronarianas e câncer de cólon.

Dito isto, eu normalmente recomendo limitar ou eliminar a ingestão de grãos, incluindo aveia, pois mesmo os grãos integrais podem elevar os níveis de insulina e leptina, fator determinante na maioria das doenças crônicas.

Além disso, os grãos estão cada vez mais sujeitos ao resíduo de glifosato, porque muitos alimentos são contaminados pela propensão da Monsanto em vender substâncias cancerígenas como essa.

A Alliance for Natural Health USA apresentou um documento listando os alimentos do café da manhã com níveis de glifosato potencialmente inseguros, e a farinha de aveia está presente - três vezes. Em resumo, a aveia possui benefícios quando aplicada topicamente, mas há alimentos muito mais saudáveis que devem ser o centro de suas refeições. Como a Nutrition Facts diz:

"A farinha de aveia - agente tópico simples que produz benefícios espetaculares onde terapias mais complexas não surtiram efeito. Em um momento em que tratamentos cada vez mais caros estão sendo promovidos, seria uma pena se você ignorasse esse método acessível e natural de aliviar os sintomas irritantes."