Marmite em Ação Contra o Estresse e a Ansiedade

um pote de marmite

Resumo da matéria -

  • Nova pesquisa oferece a primeira prova científica de que o Marmite, um creme à base de levedura (YBS, do inglês, yeast-based spread), contém compostos que podem ajudar no alívio do estresse, ansiedade e possivelmente depressão
  • O Marmite e outros YBSs fornecem proteína, ferro e selênio, bem como magnésio, potássio e vitaminas do complexo B, essas últimas oferecendo benefícios únicos e específicos para o sistema nervoso e o cérebro
  • Níveis adequados de vitaminas B tais como encontrados no Marmite auxiliam no desenvolvimento e funcionamento normais do cérebro, do humor, e otimizam os sistemas sinalizadores para a maioria das funções vitais do seu corpo
  • O Marmite é fortificado com vitamina B12, um nutriente crucial que colabora para elevar os níveis de Ácido Gama-Aminobutírico (GABA); Deficiências de vitaminas do complexo B podem resultar em condições graves de saúde, especialmente para os bebês antes do nascimento
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Marmite, o principal produto Britânico salgado usado para espalhar em torradas e pães, decididamente tem um sabor peculiar para algumas pessoas que experimentam pela primeira vez, mas para a (indiscutível) maioria do Reino Unido, além de muitos outros lugares, ele é pré-requisito básico para um bom chá com biscoitos.

Descrito como uma pasta alimentícia pegajosa, salgada, com cor de mogno, e um sabor potente e característico, esse creme concentrado à base de levedura (YBS, do inglês, yeast-based spread) pode ser um gosto adquirido, mas uma nova pesquisa publicada no Journal of Functional Foods revela que o Marmite contém componentes que ajudam a aliviar o estresse, a ansiedade e possivelmente a depressão.

Os autores do estudo dizem que sua pesquisa oferece a primeira prova científica de que o Marmite e outros YBSs podem melhorar os sintomas de ansiedade e estresse, graças principalmente à combinação de vitaminas do complexo B que o condimento contém, uma combinação também encontrada nas versões Australianas, Vegemite, Aussiemite e Promite, essa última sendo mais adocicada, mas escura e com uma textura mais macia e espalhável.

O estudo foi conduzido por pesquisadores na Universidade de Victoria na Austrália e envolveu 520 participantes que foram entrevistados sobre seu consumo de produtos à base de levedura e em seguida avaliados para descobrir como isso afetava seus níveis de estresse, ansiedade e depressão. A revista Britânica Men’s Health relatou que, enquanto não parece haver muita diferença na depressão sentida pelas pessoas, foi observada uma “melhora significativa” nos níveis de ansiedade e estresse dos participantes.

O estudo também ressaltou que, enquanto suplementar a dieta com vitaminas do complexo B pareça uma boa maneira de melhorar esses problemas, a deficiência dessas vitaminas é associada com uma saúde mental debilitada que pode emergir de várias maneiras.

De acordo com o autor líder do estudo, Vasso Apostolopoulos, cremes à base de levedura como o Marmite são uma das fontes mais ricas de vitaminas B, que são vitais para regular seu sistema nervoso e fornecer a energia necessária, e ele chamou o Marmite de “um jeito barato e eficaz” de aumentar sua ingestão dessas vitaminas.

O Que os Cremes à Base de Levedura Fornecem em Termos de Nutrientes

De acordo com Dados Nutricionais, o Marmite e outros YBSs fornecem boas quantidades de proteína, ferro e selênio, bem como os minerais magnésio e potássio, junto com vitamina B. Vitamina B é um grupo com mais de uma vitamina, por isso frequentemente nos referimos a elas como as “vitaminas do complexo B,” fazendo alusão a mais de uma vitamina, cada uma delas com seus benefícios específicos.

Como mencionado anteriormente, são as vitaminas B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina), B6 e a folacina que suportam a ideia de consumir Marmite para manter a saúde cerebral. De fato, uma única colher de chá de Marmite fornece 50 por cento da ingestão diária recomendada (IDR) de vitamina B2, 39 por cento de vitamina B1, e 29 por cento de vitamina B3.

A vitamina B6 combate germes indesejados, fortalece o seu sistema imunológico e protege inclusive contra os efeitos nocivos da poluição no ar. Elas também estão envolvidas no desenvolvimento e funcionamento normal do cérebro, do humor, bem como nos neurotransmissores, ou sistema de sinalização, para a maioria das funções vitais do seu corpo.

Uma colher de chá de Marmite também fornece 15 por cento da sua IDR de vitamina B9 (folacina), que ajuda a reparar os tecidos celulares e auxilia no metabolismo celular e com suporte imunológico. Já foi demonstrado que uma deficiência de folacina (sua versão sintética sendo o ácido fólico), desempenha um papel em vários transtornos neurológicos.

Sem dúvida, baixos níveis de folacina durante o primeiro trimestre de gravidez apresentam um fator de risco para defeitos no tubo neuronal tais como espinha bífida e anencefalia. Por outro lado, as futuras mães que obtém uma ingestão adequada de folacina durante o período de concepção podem reduzir o risco para seus bebês de autismo relacionado à pesticidas.

A quantidade de vitamina B12, também conhecida como cobalamina, um poderoso nutriente no combate à gripes e resfriados, é particularmente alta no Marmite, já que a maioria dos YSBs é fortificada com essa vitamina. Como notado pelo estudo apresentado, a B12 é o principal motivo para os efeitos calmantes e de alívio do estresse oferecidos por esse creme salgado. De acordo com o Independent.ie:

“As vitaminas B6, B9 e B12 foram citadas como particularmente benéficas, já que podem ajudar a regular neurotransmissores no cérebro que controlam nosso humor e previnem a produção de homocisteína no sangue, o que pode levar ao estresse e à ansiedade.”

Marmite Pode Ajudar Com Ansiedade e Estresse, e Melhorar o Funcionamento do Cérebro

Talvez mais do que qualquer outro fator, o motivo que mais levou os cientistas a prestarem atenção nesse condimento salgado foram os compostos encontrados no Marmite, e seus parentes próximos, que têm a habilidade para aumentar os neurotransmissores no cérebro.

Em um estudo anterior publicado no Journal of Psychopharmacology, os pesquisadores descobriram que, novamente, 1 colher de chá de Marmite ingerida diariamente durante um mês reduziu as respostas neuronais à estímulos visuais em participantes do estudo, um indicador de que os níveis de ácido gama-aminobutírico (GABA) aumentaram no cérebro. O Medical News Today explica:

“GABA é um neurotransmissor responsável por inibir a excitação das células cerebrais, ajudando a restaurar o equilíbrio ideal de atividade neuronal, necessário para um funcionamento saudável do cérebro. Colocado de maneira simples, o GABA ‘acalma’ o cérebro.”

De maneira significativa, a redução nas respostas a estímulos visuais associada com o consumo de Marmite persistiu por aproximadamente oito semanas após o fim do estudo. Pessoas com níveis baixos de GABA exibem uma gama de transtornos alarmantes de saúde variando de problemas mentais à neurológicos.

Além de ansiedade, estresse e depressão, também podem ocorrer condições mais sérias, como o autismo ou epilepsia. Não é um surpresa então que os cientistas estejam trabalhando na busca por maneiras de aumentar os níveis de GABA no cérebro para reduzir esses problemas.

Uma das maneiras mais simples de absorver mais qualquer tipo de vitaminas, minerais ou nutrientes saudáveis é através da alimentação, observaram os cientistas, então os pesquisadores sentem que são encorajadoras as implicações de que o consumo de Marmite esteja associado à uma melhora do desempenho cerebral.

Os autores notaram que um número menor de respostas neuronais à estímulos visuais após o consumo de um YBS foi um indicador de que “… O equilíbrio entre excitação e inibição no cérebro pode ser influenciado por intervenções na dieta, sugerindo possíveis benefícios clínicos em condições onde a inibição é anormal (por exemplo, a epilepsia).”

O Que Acontece Quando Você Tem Uma Deficiência de Vitamina B12?

Um estudo da PLoS One conduzido em 2010 notou que as vitaminas do complexo B ajudam a desacelerar o encolhimento do cérebro, geralmente relacionado com a idade, já que elas tem uma efeito de redução da homocisteína, o que diminui naturalmente suas chances de desenvolver algum transtorno das funções cognitivas tais como a doença de Alzheimer ou outras formas de demência.

Por outro lado, deficiências de qualquer uma das vitaminas do complexo B podem levar a sintomas associados com transtornos neuropsiquiátricos. Um exemplo é a Pelagra, uma condição causada pela deficiência de niacina, geralmente evidenciada por delírios e demência, e efeitos que imitam a esquizofrenia.

Curiosamente, a Pelagra começa nas suas entranhas. Pesquisas indicam que o uso prolongado de antiácidos e medicamentos projetados para tratar o refluxo gastroesofágico, que são alguns dos medicamentos mais utilizados nos EUA, está associado à deficiência de vitamina B12.

A vitamina B12 vem em grande parte de alimentos com origem animal, tais como leite integral e ovos (que devem ser orgânicos e caipiras), carnes tais como bifes, carneiros e veados (todos os quais devem vir de criações orgânicas com alimentação à base de grama e não de grãos), e salmão selvagem do Alaska.

Levedura Nutricional: Uma Fonte Importante de Vitaminas do Complexo B

Como mencionado, um YBS é um extrato concentrado de levedura. De que maneiras a levedura nutricional pode ser benéfica? Existem algumas diferenças das quais você precisa estar ciente, mas talvez a mais importante seja que a levedura nutricional é uma fonte de alta qualidade para proteínas, vitaminas B e vários outros minerais e vitaminas adicionais.

É outra opção para veganos e vegetarianos, já que a levedura nutricional oferece uma fonte não-animal de proteínas e contém todos os nove aminoácidos essenciais, que são obtidos apenas através da sua alimentação, e quase sempre a partir de fontes de origem animal.

O extrato de levedura também contém glutamatos, formas de um aminoácido encontrado naturalmente em alguns alimentos. Entretanto, o extrato de levedura também pode ser adicionado a outros produtos na forma de glutamato monossódico (MSG, do inglês, monosodium glutamate).

A levedura nutricional é diferente da maioria dos outros alimentos no fato de que não é uma planta nem um animal: é um fungo. Mas é bom saber o quê ela é, assim como o quê ela não é. Em primeiro lugar, enquanto ambas as leveduras, a nutricional e a de cerveja, compartilham a mesma origem, a Saccharomyces cerevisiae (S. cerevisiae), a levedura nutricional é geralmente fortificada com vitamina B12 enquanto a levedura de cerveja não é.

A levedura nutricional contém 14 minerais e 17 vitaminas, bem como fósforo, cromo e outros nutrientes que colaboram com um funcionamento imunológico saudável, e tem inclusive propriedades antivirais e antibacterianas. De acordo com “A Importância da Saccharomyces cerevisiae,” o preparo inclui, “Glutationa, oligoelementos, beta-glucanos, GABA, aminoácidos, ácido lipóico, polissacarídeos, vitaminas do complexo B, minerais incluindo o cromo GTF, e mais de 40 enzimas proteolíticas.”

Então de Onde Vem o Marmite?

O Marmite foi inventado por acidente quando o cientista Alemão Justus von Liebig descobriu no final do Século XIX que a levedura de cerveja, amplamente disponível através das cervejarias locais de Staffordshire, na Inglaterra, podia ser concentrada para produzir um condimento, como nota o Alternative Daily.

Staffordshire é o local onde o Marmite foi fabricado pela primeira vez, e embora outra fábrica tenha existido por algum tempo em Londres, ela foi fechada em 1967, em grande parte graças ao cheiro “repugnante”. De acordo com a BBC:

“A receita original continha sal, condimentos e aipo. Mais tarde ácido fólico, vitamina B12, tiamina e riboflavina — vitaminas que ocorrem naturalmente em alguns alimentos [folacina no caso do ácido fólico] — foram adicionados em altas concentrações.”

A Danish Veterinary and Food Administration baniu a venda de Marmite em 2004, e depois disso ele só voltou a estar disponível através de uma licença em 2011 porque recebia a adição de vitamina B12 e outros nutrientes, uma prática que é ilegal sob a Lei Holandesa. De acordo com o New York Times:

“O curioso no caso da Dinamarca é que o governo, somente lá provavelmente, não confia em alimentos fortificados com vitaminas e minerais. Os produtores devem se cadastrar para receber aprovação, que é garantida se o enriquecimento com vitaminas ou minerais se mantiver dentro dos níveis determinados pela lei.

Essencialmente, os Dinamarqueses acreditam que se você está consumindo uma dieta equilibrada, fortalecer os alimentos com vitaminas ou aditivos minerais pode ser nocivo.”

O artigo do Times explicou que os cidadãos Dinamarqueses, e não apenas os representantes do governo, acreditam que fortalecer os alimentos com vitaminas ou aditivos minerais pode ser algo nocivo.

De fato, Jens Therkel Jensen, vice-chefe da divisão de nutrição da Danish Veterinary and Food Administration, afirmou em 2011 que “É bem documentado o fato de que a maioria das vitaminas pode ser tóxica, dependendo da quantidade ingerida.”

Controvérsia Com o Alto Teor de Sal e Vitaminas Adicionais

O alto teor de sal foi considerado outro fator alarmante para a venda, distribuição e adoção ampla do consumo de Marmite e suas contrapartes Australianas, mas os cientistas têm aceitado, embora lentamente, que, ao invés de ser o “assassino” que se pensava que ele era, o sal natural é na verdade vital para sua saúde.

O importante é equilibrar o sódio com sua ingestão de potássio, o que protege seu coração de maneira mais eficiente do que simplesmente eliminando o sal da sua dieta, como muitos profissionais da saúde recomendam. Alimentos que são fonte de potássio incluem a acelga, abobrinha, espinafre e abacate, mas talvez outra boa maneira de equilibrar sua ingestão de sal com o potássio necessário é manter um pote de Marmite de prontidão para que você possa obter os dois nutrientes ao consumi-lo.