Os Muitos Benefícios para a Saúde de se Dormir Nu

Dormindo Nu

Resumo da matéria -

  • Evidências sugerem que dormir nu pode oferecer diversos benefícios, incluindo um sono melhor. Muitos desses benefícios estão relacionados à baixa temperatura corporal, que pode ter um impacto significativo na qualidade do seu sono
  • Além de melhorar a qualidade do seu sono, dormir nu pode ajudar a melhorar o metabolismo, melhorar a circulação sanguínea, a qualidade do esperma, a saúde genital e da pele, equilibrar os hormônios e melhorar sua vida sexual
  • Um sono de qualidade é importante para a desintoxicação do cérebro e a saúde cognitiva. Dicas para melhorar seu sono incluem manter uma rotina regular de manhã/noite, evitar estimulantes, remover componentes eletrônicos de seu quarto e muito mais
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Dormir nu pode melhorar o seu sono e a sua saúde? Evidências sugerem que, sim, que abandonar suas roupas de dormir pode, de fato, ter uma série de benefícios, incluindo um sono melhor. Curiosamente, apenas 8% admitem dormir nus.

Muitos desses benefícios para a saúde resultam do fato de que dormir nu ajuda a evitar o superaquecimento, o que pode ter um impacto significativo na qualidade do seu sono. Quando você adormece, a temperatura do seu corpo cai, e essa queda na temperatura central realmente ajuda você a dormir melhor.

Conforme você desperta, a temperatura do seu corpo sobe, e é por isso que é muito mais difícil adormecer e continuar dormindo quando você está com calor.

Para início de conversa muitos mantêm suas casas muito aquecidas, e usar pijamas para ir dormir o deixará ainda mais quente, o que pode levar a um sono inquieto e a uma vigília frequente. Idealmente, você deve manter a temperatura em seu quarto abaixo de 70°F (21,11°C). Estudos demonstram que a temperatura ambiente ideal para o sono está entre 60 e 68°F (15 a 20°C).

Um estudo demonstrou que uma diferença de temperatura na superfície da pele de apenas 0,08°F (ou 0,4°C) permitiu que os participantes do estudo dormissem mais profundamente. Mas os benefícios de dormir pelado não terminam aí.

Surpreendentes Benefícios para a Saúde de se Dormir Nu

Melhora do Metabolismo

Diminuir a temperatura do corpo ajuda a ativar a gordura marrom — um tipo de gordura corporal que ajuda a regular a temperatura do seu corpo, gerando calor.

Pesquisas demonstram que pessoas com níveis mais altos de gordura marrom têm taxas metabólicas em repouso mais rápidas, melhor controle do nível de açúcar no sangue e maior sensibilidade à insulina. Em um estudo, dormir em um quarto refrigerado duplicou a quantidade de gordura marrom que os participantes produziram.

Melhora da circulação sanguínea

Sem roupas, o fluxo sanguíneo é menos restrito, o que beneficia todo o corpo, especialmente o coração e os músculos.

Pele e partes íntimas mais saudáveis

Bactérias florescem em áreas quentes e úmidas, então livrar-se das roupas, incluindo roupas íntimas, pode ser particularmente benéfico para mulheres propensas a infecções fúngicas. Outras áreas, incluindo as axilas (e pele em geral) também se beneficiam de poder respirar.

Melhora da qualidade do esperma

Os homens também podem beneficiar-se de dormir nus. Os testículos de um homem são projetados para manter os espermatozoides a uma temperatura ligeiramente abaixo da temperatura corporal. Roupas de baixo que juntam os testículos perto do corpo podem reduzir a qualidade do esperma e afetar a fertilidade do homem.

Melhora da vida sexual

O contato pele a pele (bem como o orgasmo) libera a oxitocina, o hormônio de “ligação”, que promove sentimentos de apego e proximidade emocional. Como o contato sexual ocorre normalmente enquanto se está nu, dormir nu aumenta as chances de se fazer sexo, o que pode aproximar um casal.

Balanceamento dos hormônios

Ao permitir que seu corpo permaneça mais fresco durante a noite, dormir nu ajuda a diminuir o cortisol, aumenta o hormônio do crescimento e equilibra a melatonina, o que ajuda a promover padrões saudáveis de sono e reduzir a ansiedade, o estresse e os desejos alimentares.

Melhorar o seu Sono Ajuda a Melhorar a Saúde do seu Cérebro

Além de informações relacionadas a dormir nu, o Global Council on Brain Health (GCBH) emitiu recentemente uma série de recomendações diurnas, vespertinas e noturnas que podem ajudá-lo a obter mais sono de qualidade, o que é importante para a desintoxicação do cérebro (que ocorre apenas durante o sono profundo) e saúde cognitiva.

Essas dicas incluem:

Mantenha uma rotina regular de manhã e à noite

Levante-se na mesma hora todos os dias, sete dias por semana, e mantenha uma rotina de sono regular. Quando você estabelece uma rotina consistente e reconfortante para dormir, é mais provável que você adormeça com facilidade. Atividades como um banho quente, ler um bom livro ou exercícios de relaxamento podem ser úteis.

Manter um cronograma regular de exercícios também ajudará a otimizar seu ciclo de sono. Procure ir para a cama antes das 22h se possível para otimizar seus ciclos cronobiológicos.

Evite estimulantes

Restrinja o consumo de fluidos e alimentos por pelo menos três horas antes de dormir. Evitar jantar pelo menos três horas antes de dormir também irá melhorar a saúde mitocondrial.

Evite o álcool e a nicotina de quatro a seis horas antes de ir para a cama e, se for sensível à cafeína, evite tomar café e bebidas que contenham cafeína após o almoço (pessoas extremamente sensíveis podem até precisar abster-se de consumir chocolate à tarde/à noite).

Remova os componentes eletrônicos do seu quarto

Isso inclui TVs, telefones, computadores e tablets, já que a luz azul emitida pelas telas eletrônicas suprime a produção de melatonina, tornando mais difícil dormir.

Limite sonecas diurnas para menos de 30 minutos

Evite o estresse noturno

À noite, evite entrar em discussões acaloradas e limite o “tempo de preocupação” a 15 minutos pela manhã, em vez de ruminar a noite toda. Também deixe as preocupações relacionadas ao trabalho afastadas por pelo menos uma ou duas horas antes de dormir. Você precisa de uma chance para relaxar antes de dormir sem ficar preocupado com os planos ou prazos do dia seguinte.

Faça do seu quarto uma zona sem animais de estimação

Enquanto muitos gostam de ter animais de estimação dormindo com eles, permitir que animais de estimação fiquem na sua cama pode atrapalhar o seu sono.

Otimize sua exposição à luz, dia e noite

De manhã e no início da tarde, exponha-se à luz do dia para ancorar e sincronizar o seu relógio circadiano e a produção de melatonina. A exposição à luz durante o dia é particularmente importante se você tiver dificuldade em adormecer à noite ou sofrer de insônia.

Em geral, é melhor evitar fontes de luz azuis, como LEDs e aparelhos eletrônicos, pois a luz azul suprime a produção de melatonina. Isto é especialmente importante após o pôr do sol.

Essas fontes de luz tornam-se menos problemáticas se você usar um bom filtro na tela de computador. Meu favorito é o Iris, que foi desenvolvido por um programador búlgaro chamado Daniel Georgiev.

Ele recentemente deu uma palestra no TEDx que descreve este programa muito barato. Ele também desenvolveu uma versão para iPads.

Troque as lâmpadas que você usa com mais frequência e substitua-as por lâmpadas incandescentes. As velas são uma fonte de luz ainda mais saudável, uma vez que nossos ancestrais as usam há milhares de anos.

Outra solução que eu acho que funciona ainda melhor é simplesmente usar óculos cor de âmbar que bloqueiam a luz azul à noite. Eu encontrei um modelo Uvex (S1933X) na Amazon que custa menos de USD 9,00.

Após você passar a usar esses óculos, não importa quais fontes de luz você tem em sua casa. No momento em que o pôr do sol chega, eu coloco esses óculos e tenho notado uma melhoria dramática desde que fiz isso.

Minha visão melhorou radicalmente e aos 62 anos não preciso de óculos de leitura.

Mantenha o quarto escuro, fresco e silencioso

Além de baixar o termostato, deixe o seu quarto o mais escuro e silencioso possível. Uma pesquisa demonstrou que mesmo a exposição à luz muito fraca durante o sono pode ter efeitos adversos na sua função cerebral. Idealmente, instale cortinas opacas ou use uma máscara para os olhos.

O Sono é Essencial para se ter uma Saúde Otimizada

O sono afeta sua saúde de diversas maneiras. O GCBH naturalmente coloca um foco significativo no cérebro, mas o sono é importante para todo o seu corpo. Quanto à quantidade de sono que você precisa, uma pesquisa demonstra que a maioria dos adultos precisa de cerca de oito horas de sono por noite para ter uma saúde otimizada e prevenção de doenças.

Crianças e adolescentes precisam de mais. A falta de sono, ou sono de má qualidade, tem sido associada a:

Maior risco de acidentes de carro

Aumento de acidentes no trabalho

Redução na capacidade de cumprir tarefas

Redução na capacidade de aprender ou recordar

produtividade no trabalho

Redução da criatividade no trabalho ou em outras atividades

Redução do desempenho atlético

Risco aumentado de diabetes tipo 2, obesidade, câncer, pressão alta, osteoporose e doença cardiovascular

Aumento do risco de depressão

Aumento do risco de demência e doença de Alzheimer

Diminuição da função imunológica

Tempo de reação mais lento

Redução da regulação das emoções e percepção emocional

Notas ruins na escola

Maior suscetibilidade a úlceras estomacais

Exacerbação de doenças crônicas como Alzheimer, Parkinson, Esclerose Múltipla (EM) e câncer

Expressão aumentada de genes associados a inflamação, excitabilidade imunológica, diabetes, risco de câncer e estresse

Envelhecimento prematuro por interferir com a produção do hormônio do crescimento, normalmente liberado pela glândula pituitária durante o sono profundo

Por que é Melhor Evitar Usar Pílulas para Dormir

O GCBH também adverte contra o uso de pílulas para dormir, observando o potencial dos efeitos colaterais, especialmente para indivíduos mais velhos. Estudos também demonstraram que elas fazem pouco para realmente ajudá-lo a dormir mais ou melhorar a qualidade do seu sono.

Demonstrou-se que o Belsomra, por exemplo, irá ajudá-lo a adormecer apenas seis minutos mais cedo do que um placebo (em média) e permanecer dormindo apenas por 16 minutos a mais — e esses foram os resultados dos próprios ensaios clínicos feitos pela empresa.

Enquanto isso, quase 1.000 reclamações de consumidores contra Belsomra foram registradas na U.S. Food and Drug Administration (FDA) entre fevereiro e julho de 2015. Muitos reclamaram que o remédio não funcionou. Paralisia do sono, sonolência no dia seguinte e até mesmo pensamentos suicidas e tentativas de suicídio foram relatados.

Uma análise de estudos financiados pelo National Institutes of Health (NIH) descobriu que pílulas para dormir como Ambien, Lunesta e Sonata reduziram o tempo médio de adormecimento em cerca de 13 minutos em comparação ao placebo, enquanto aumentaram o tempo total de sono em cerca de 11 minutos.

Curiosamente, os participantes acreditavam que haviam dormido por mais de uma hora. Considera-se que isso seja devido à amnésia anterógrada, que causa problemas na formação de memórias. Quando as pessoas acordam depois de tomar pílulas para dormir, elas podem simplesmente esquecer que não conseguiram dormir.

Um estudo surpreendente publicado em 2012 também revelou que as pessoas que tomam pílulas para dormir têm um risco 35% maior de ter certos tipos de câncer, e são quase 400% mais propensos a morrer do que as pessoas que não as tomam.

Surpreendentemente, essa associação manteve-se mesmo se os pacientes tomassem menos de 18 comprimidos para dormir por ano, o que equivale a tomar apenas um comprimido para dormir a cada três semanas. Outros riscos para a saúde associados a pílulas para dormir incluem:

Um risco aumentado de resistência à insulina, desejos por comida, ganho de peso e diabetes

Amnésia, mesmo de eventos que ocorreram durante o dia

Depressão, confusão, desorientação e/ou alucinações

Maior risco de acidentes. Estudos submetidos à FDA revelam que os níveis sanguíneos de zolpidem (encontrados no Ambien e outras pílulas para dormir) acima de 50 ng/mL podem prejudicar a condução de automóveis, especialmente entre as mulheres.

As pílulas para dormir que contêm Benadryl podem ter uma meia-vida de cerca de 18 horas, portanto, se você as tomar todas as noites, basicamente ficará sedado durante uma grande parte do dia, resultando em déficits cognitivos e propensão a acidentes.

Aumento do risco de demência em idosos

Parassonias - reações comportamentais bizarras, incluindo sonambulismo e envolvimento em tarefas potencialmente constrangedoras ou perigosas durante o sono, como dirigir, fazer sexo, comer (incluindo coisas bizarras como cigarros com manteiga, sanduíches salgados ou bacon cru), enviar mensagens de texto ou twittar

Para ter uma Saúde Otimizada, Priorize o Sono

Aumentar o número de horas que você dorme para oito a cada noite e melhorar a qualidade do seu sono pode melhorar significativamente sua saúde geral e ajudar a reduzir o risco de problemas físicos e psicológicos.

Lembre-se de que, para otimizar seu sono, você precisa ir para a cama cedo o suficiente. Se você tiver que acordar até as 6:30 da manhã, ir para a cama depois da meia-noite é uma receita para a privação de sono.

Muitos rastreadores de atividade física podem agora rastrear o movimento do corpo durante o dia e durante o sono, permitindo que você tenha uma visão melhor de quanto tempo de sono você está realmente tendo.

Algumas pessoas podem até dizer quais atividades levaram ao seu melhor sono e quais fatores resultaram em sono ruim. Se você possui dificuldades para dormir, pode ser um investimento que vale a pena. Para obter ainda mais dicas para ajudá-lo a melhorar sua higiene do sono e melhorar seu sono, consulte meu artigo anterior, “Quer uma boa noite de sono? Então nunca faça essas coisas antes de dormir”.