Para que Servem as Cerejas?

Benefícios Promovidos Pelas Cerejas

Resumo da matéria -

  • A atividade antioxidante das cerejas ácidas foi considerada superior à da vitamina E e comparável aos produtos antioxidantes comercialmente disponíveis
  • Cerejas doces contêm fibras, vitamina C, carotenoides e antocianinas, cada uma das quais podendo ajudar a desempenhar função na prevenção do câncer
  • Cerejas ácidas são anti-inflamatórias e podem ajudar na redução do risco de ataques de gota e na redução da dor e da inflamação associadas à osteoartrite
  • O consumo de cerejas pode ajudar a aumentar seus níveis de melatonina e melhorar seu sono
  • O consumo de cerejas ácidas pode ativar os PPAR (receptores ativados por proliferador de peroxissoma) nos tecidos do organismo, o que ajuda a regular os genes envolvidos no metabolismo da gordura e da glicose
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Cerejas são uma das frutas de verão favoritas, sendo que nos EUA cerca de 370 milhões de libras (167 milhões de toneladas) são cultivadas todo ano. Com uma pequena temporada de pico (de maio a julho), alta suscetibilidade a doenças e vida útil curta após a colheita, a estação da cereja vem e vai-se embora em um piscar de olhos.

8 dos Principais Benefícios para a Saúde Promovidos pelas Cerejas

As cerejas, que são membros da mesma família de frutas como pêssegos, ameixas, damascos e amêndoas, são muitas vezes consideradas fruta de “sobremesa” para ser usada em tortas, ou talvez como enfeite em coquetéis (cereja maraschino).

Mas as cerejas também possuem um lado saudável, que pode realmente oferecer benefícios terapêuticos à sua saúde, pois são ricas em antioxidantes e muitos outros compostos que melhoram a saúde.

Existem duas variedades principais de cerejas que você deve conhecer: doces e ácidas (também conhecidas como ginjas). Cerejas doces, como as cerejas Bing, são melhores consumidas frescas (e cruas), enquanto que cerejas ácidas desenvolvem um sabor mais intenso quando são usadas na culinária (e é por isso que elas costumam ser usadas em alimentos assados).

Cerejas ácidas também são usadas para fazer concentrados de suco que podem oferecer alguns benefícios exclusivos à saúde. Alguns dos efeitos mais notáveis promovidos à saúde pelas cerejas são:

1. Proteção Antioxidante — Cerejas contêm antioxidantes poderosos como antocianinas e cianidina. Um estudo descobriu que a atividade antioxidante dessas substâncias isoladas de cerejas ácidas era superior à da vitamina E e comparável a produtos antioxidantes comercialmente disponíveis.

Cerejas também contêm uma pequena quantidade de quercetina, que está entre as mais potentes em termos de atividade antioxidante e uma ampla gama de outras propriedades que melhoram a saúde.

2. Compostos que Previnem o Câncer — Cerejas contêm fibras, vitamina C, carotenoides e antocianinas, sendo que cada um destes pode ajudar a desempenhar função na prevenção do câncer. De acordo com a National Cherry Growers & Industries Foundation (Fundação Nacional de Cultivadores de Cerejas & Indústrias):

“A potencial função das cerejas na prevenção do câncer reside principalmente no conteúdo de antocianinas, especialmente cianidina. Cerejas doces são uma boa fonte de cianidinas, que parecem agir como antioxidante e, assim, podem reduzir o risco de desenvolvimento de câncer ...

Um estudo realizado, usando linhagens de células de câncer humano demonstrou a interrupção do ciclo celular e a apoptose de células mutantes expostas a antocianinas provenientes da cereja…

Pesquisas adicionais sugerem que as características da cianidina no crescimento são provavelmente, pelo menos em parte, resultado de efeitos inibitórios significativos desses componentes da cereja sobre os receptores do fator de crescimento epidérmico…

Finalmente, há evidências convincentes da ciência básica de que a cianidina também pode promover a diferenciação celular e, assim, reduzir o risco de células saudáveis se transformarem em câncer.”

3. Redução do Risco de Inflamação e Gota — Em um estudo realizado com mais de 600 pessoas com gota, aquelas que consumiam apenas 0,5 xícara de cerejas por dia, o equivalente a cerca de 10 ou 12 cerejas, ou consumiam extrato de cereja, tinham um risco 35% menor de ataque subsequente de gota. Aqueles que consumiam mais cerejas, até três porções em dois dias, tiveram risco ainda menor, 50%.

A gota ocorre quando os processos metabólicos que controlam a quantidade de ácido úrico no sangue não conseguem cumprir com sua tarefa de forma eficaz. A rigidez e o inchaço são o resultado do excesso de cristais que formam o ácido úrico nas articulações, e a dor associada a essa doença é causada pela resposta inflamatória do organismo aos cristais. Estudos anteriores concluíram que:

O consumo de duas porções de cerejas após um jejum noturno leva a uma redução de 15% no ácido úrico e níveis mais baixos de óxido nítrico e proteína C-reativa (que estão associados a doenças inflamatórias como a gota).

Os pesquisadores observaram que o estudo apoia "a reputada eficácia antigota das cerejas", bem como "evidências de que compostos encontrados nas cerejas podem inibir as vias inflamatórias."

O consumo diário de suco de cereja por quatro semanas pode reduzir os níveis de ácido úrico

4. Auxílio ao Sono Saudável (Melatonina) — Cerejas contêm melatonina natural, que é um poderoso antioxidante e removedor de radicais livres que ajuda a “acalmar” o excesso de inflamação e o estresse oxidativo associado. Também desempenha função vital sobre o sono e sobre a regeneração do organismo.

Baseada em sinais ambientais diários de luz e escuridão, sua glândula pineal evoluiu para produzir e secretar melatonina para ajudá-lo (a) a dormir. Pesquisa sugere que o consumo de suco de cereja não só ajuda a aumentar seus níveis de melatonina, mas também pode melhorar o tempo gasto na cama, o tempo total de sono e a eficiência do sono. De acordo com pesquisadores:

“…o consumo de concentrado de suco de cereja promove aumento na melatonina exógena que é benéfica para melhorar a duração e a qualidade do sono em homens e mulheres saudáveis e pode ser benéfica no controle do sono perturbado.”

5. Alívio da Dor Provocada Pela Artrite — Cerejas contêm muitos compostos anti-inflamatórios, e pesquisas sugerem que podem ajudar no alívio da dor causada pela osteoartrite inflamatória.

De acordo com um estudo, mulheres com osteoartrite que consumiram suco de cereja duas vezes por dia durante três semanas tiveram reduções significativas nos marcadores de inflamação. Elas também tiveram uma redução de 20% na dor. Pesquisadores observaram que as cerejas possuem "maior conteúdo anti-inflamatório que qualquer alimento.”

6. Redução da Gordura da Barriga — Em um estudo feito com animais, ratos alimentados com pó de cereja juntamente com uma dieta rica em gordura ganharam menos peso e acumularam menos gordura corporal do que os ratos que não foram alimentados com cerejas ácidas. Eles também mostraram níveis mais baixos de inflamação e triglicérides, sugerindo potencial função das mesmas na saúde cardíaca.

7. Redução da Dor Muscular Pós-exercício — Atletas que consumiram suco de cereja antes de corridas de longa distância sentiram menos dor do que os que não consumiram. Acredita-se que as propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias das cerejas ácidas podem promover um efeito protetor na redução do dano muscular e da dor durante a prática de exercícios extenuantes.

8. Menor risco de Acidente Vascular Cerebral — O consumo de cerejas ácidas pode ativar os PPAR (receptores ativadores do proliferador de peroxissoma) nos tecidos do organismo, que ajudam a regular os genes envolvidos no metabolismo da gordura e da glicose. Essa ativação pode ajudar na redução do risco de desenvolvimento de doenças cardíacas, e pesquisas sugerem que o consumo de cerejas pode proporcionar benefícios cardíacos semelhantes aos medicamentos prescritos, chamados agonistas de PPAR.

Como Descaroçar uma Cereja Economicamente em Segundos

As cerejas são uma daquelas frutas que dão trabalho para consumir, já que você tem que remover os caroços antes que você possa apreciá-las (ou então ter de tomar cuidado para cuspi-los enquanto você as consome). Um truque simples? Use um clipe de papel como descaroçador de cereja instantâneo. Simplesmente dobre o clipe aberto, empurre-o até o final da haste da cereja, gire-o ao redor e tire o caroço.

(Disponível apenas em inglês)

Uma Breve História da Cereja e Curiosidades

As cerejas têm sido apreciadas há séculos e foram degustadas na antiga Roma, Grécia e China. Acredita-se que as cerejas originárias da Ásia tenham sido levadas para a Europa por pássaros.

Somente em 1600, colonos ingleses trouxeram as cerejas para os EUA, onde elas são atualmente cultivadas no Noroeste, bem como em Michigan. Curiosamente, embora as cerejeiras iniciem a produção de frutos depois dos cinco anos, leva de 10 a 15 anos para a planta atingir a maturidade.

Naquela época, uma cerejeira podia produzir mais de 100 quilos de frutas por temporada. Tenha em mente que se você consumir cerejas por seu valor terapêutico, 10 cerejas doces ou 1 xícara de ginjas contêm cerca de 4 gramas de frutose. É importante levar isso em conta no seu consumo total de frutose diária, que eu recomendo manter abaixo dos 25 gramas.