Dedicação Dental: Melhore sua Saúde Bucal

Pessoa passando fio dental

Resumo da matéria -

  • Um microbioma bucal bem balanceado é importante para uma saúde ótima. Doenças periodontais e diabetes tipo 2 estão fortemente associadas. O uso diário por duas vezes de enxaguante bucal também foi associado a elevado risco de desenvolvimento de diabetes Tipo 2 – efeito considerado por sua atividade antimicrobiana
  • Boa higiene bucal demonstrou reduzir os riscos de pneumonia em cerca de 40% e a falha em escovar os dentes duas vezes ao dia aumenta os riscos de desenvolvimento de demência em 65% comparando com escovação três vezes ao dia
  • Quando bactérias que provocam cárie dentária e gengivites entram no sistema circulatório, o fígado libera proteínas C reativas inflamatórias; inflamações crônicas, por sua vez, são marca registrada de doenças crônicas
  • Um plano de saúde bucal abrangente inclui tratamento da dieta, redução do consumo de carboidratos líquidos, se necessário, e consumo de suplementos nutricionais que reforçam sua saúde bucal
  • Outros componentes para o plano abrangente de cuidados bucais incluem escovação diária com creme dental não fluorado ou creme dental caseiro, uso de fio dental diariamente e remoção da gordura
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

É lamentável o número de pessoas que não percebem completamente a importância da saúde bucal para a saúde geral. O fato da questão é que o delicado equilíbrio de bactérias na boca é tão importante para a saúde quanto o microbioma intestinal. Quando determinadas bactérias tornam-se excessivas, diversos problemas bucais começar a desenvolver-se.

Doenças periodontais, por exemplo, que afetam tecidos moles e ossos, são iniciadas por aumento da Porphyromonas gingivalis, que prejudica a resposta imunológica, enquanto cáries foram associadas à Streptococcus mutans. A saúde bucal, por sua vez, impacta o resto do organismo e pode promover impacto significativo nos riscos de desenvolvimento de doenças.

Diabetes Tipo 2 e doenças periodontais estão fortemente conectadas, por exemplo. Pesquisa realizada mostrou que a falha na escovação duas vezes ao dia aumenta os riscos de desenvolvimento de demência em cerca de 65%, comparando com escovação três vezes ao dia, e boa higiene bucal demonstrou reduzir os riscos de pneumonia em cerca de 40%.

Quando bactérias que provocam cáries dentárias entram no sistema circulatório, o fígado libera proteínas C reativas que promovem efeitos inflamatórios. Inflamações, por sua vez, são conhecidas por ser força causadora de doenças desencadeando a maioria das doenças crônicas. Por exemplo, gengivas inflamadas e doentes podem aumentar os riscos de ataque cardíaco fatal em até 10 vezes.

O que é pior, de acordo com o Dr. Gerry Curatola, fundador da Rejuvenation Dentistry (Odontologia Rejuvenescedora), ataques cardíacos relacionados a gengivites são fatais em nove a cada dez casos. Portanto, a principal parte da saúde bucal é prestar atenção ao microbioma bucal. Se você tem sido relaxado(a) com relação à saúde bucal, faça deste o ano em que você vai pegar o touro pelo chifre e vai esforçar-se para tratar a saúde da boca.

Descarte Enxaguantes Bucais e Cremes Dentais Fluorados para Melhorar seu Microbioma Bucal

Seu microbioma bucal é como o microbioma intestinal no sentido de que ele precisa estar bem balanceado para reforçar uma saúde ótima. Mesmo bactérias menos perigosas podem promover efeitos patogênicos se o equilíbrio for interrompido.

No entanto, embora a ingestão de probióticos melhore o equilíbrio de bactérias no intestino, esta estratégia não funciona para cáries. Em vez disso, a chave para melhoria do microbioma bucal é, acima de tudo, interromper o assassinato indiscriminado dos micróbios bucais.

Isto significa abster-se de enxaguantes bucais agressivos com base em álcool e cremes dentais contendo fluoreto e ingredientes antimicrobianos como triclosan. O fluoreto não apenas prejudica o microbioma, como também promove diversos outros efeitos prejudiciais à saúde. Na verdade, o excesso de exposição ao fluoreto promovido pelos cremes dentais, água fluorada e outras fontes desencadeou uma epidemia virtual de danos provocados pelo fluoreto.

Escove os Dentes com Óleo de Coco e Bicarbonato de Sódio Duas Vezes ao Dia

Escovação dental diária é o mais básico dos cuidados dentários. Pesquisa realizada sugere que o tempo ideal de escovação é dois minutos e a pressão ideal é 150 gramas, que é cerca do peso de uma laranja. Escovar os dentes de forma muito bruta e por mais tempo do que o necessário pode causar mais danos do que benefícios, portanto não há motivo para escovar mais brutalmente nem por mais tempo. O ideal é escovar duas a três vezes por dia — de manhã, à noite e 30 a 60 minutos após a refeição principal.

O motivo pelo qual a escovação imediatamente após a refeição não é recomendada é que fazer isso pode, na verdade, enfraquecer mais do que fortalecer o esmalte dental. Esta conclusão contraintuitiva foi revelada em um estudo realizado em 2004, que concluiu que a escovação dos dentes logo após a refeição ou consumo de bebida, especialmente alimentos e bebidas ácidas como refrigerante, acelera a erosão dental.

Tente Produzir Seu Próprio Creme Dental

Com relação ao creme dental, recomendo o uso de versões não fluoradas pelos motivos mencionados anteriormente. Também verifique a relação de ingredientes e procure por ingredientes perigosos como triclosan, lauril sulfato de sódio, propilenoglicol, dietanolamina, parabenos e micropérolas. Sua opção mais segura é produzir seu próprio creme dental, que é simples e barato.

Por exemplo, você pode simplesmente misturar óleo de coco e bicarbonato de sódio com uma pitada de sal do Himalaia. Óleo essencial de hortelã de alta qualidade pode ser adicionado para dar sabor e prevenir cáries. Comece com algumas colheres de sopa de óleo de coco e bicarbonato de sódio e adicione um ou outro até que você obtenha consistência agradável (consistência levemente mais firme tende a ser mais fácil de usar).

Aqui está outra receita, com base em argila, indicada por MindBodyGreen:

Ingredientes

  • 1/2 xícara de argila bentonita
  • 1/8 de colher de chá de sal
  • 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
  • 2/3 de xícara de água
  • 1/4 de xícara de óleo de coco
  • 1 colher de chá de Stevia (opcional)
  • 1 a 4 gotas de óleo essencial de hortelã

Modo de Fazer

  1. Misture a argila e o sal em uma tigela. Adicione água. Misture bem.
  2. Adicione o restante dos ingredientes e misture até formar uma pasta. Armazene-a em uma jarra com tampa. Toda vez que for usá-la, coloque um pouco da pasta na escova de dente. Umedeça a pasta colocando a escova sob água corrente e escove como sempre.

Coloque o Fio Dental em Sua Rotina Diária

Embora a maioria das pessoas escove os dentes todos os dias, a prática do fio dental é mais frequentemente negligenciada. Isto é lamentável, pois o fio dental é talvez até mais importante do que a escovação. Ele remove precursores bacterianos de placas que finalmente transformam-se em tártaro que não pode ser removido através de escovação regular ou fio dental.

O tártaro é o que finalmente provoca os danos que desencadeiam cáries e perda dos dentes. A maioria das pessoas está ciente de que o fio dental é prática recomendada para saúde bucal ótima, porém estatísticas ainda sugerem que:

  • 32% dos adultos com idade acima de 30 anos nunca usam fio dental
  • 37% usam fio dental, mas não diariamente
  • 30% usam fio dental diariamente
  • Mais mulheres do que homens nunca usam fio dental

Se você está entre aqueles que raramente usam ou nunca usam fio dental, considere adicionar esta prática à sua rotina diária.

Diretrizes Básicas Para Uso do Fio Dental

Para garantir o uso adequado do fio dental:

  • Use um pedaço de fio que tenha comprimento de cerca de 38 a 45 cm e enrole cada extremidade ao redor dos dedos indicadores. Se você tiver espaços mais amplos entre os dentes, use o Super Floss, que é mais espesso
  • Gentilmente deslize o fio dental entre os dentes. Evite raspar o fio nas gengivas
  • Na linha da gengiva, enrole o fio dental em torno da lateral do dente na forma de um “C” e gentilmente, porém de forma firme, deslize o fio para cima e para baixo do dente e lateralmente, certificando-se de descer até a linha da gengiva também. Certifique-se de esfregar ambos os lados dos dentes adjacentes antes de ir para o próximo conjunto
  • Repita no resto dos dentes, incluindo o lado traseiro do último dente

Se sangrar enquanto estiver usando o fio dental, você precisa gentilmente passar o fio e escovar com mais frequência, até que as gengivas não sangrem mais com a escovação ou uso do fio dental. Se o sangramento persistir por mais de uma semana, procure um dentista.

Troque seu Enxaguante Bucal por Removedor de Gordura

Em seguida, se você nunca experimentou remover a gordura com óleo de coco, considere fazer isto agora. Pesquisa realizada recentemente sugere que o uso de enxaguante bucal duas vezes ao dia pode aumentar os riscos de desenvolvimento de diabetes tipo 2 em três anos em 55%.

Remoção da gordura demonstrou cientificamente ajudar na eliminação do biofilme não saudável, resíduos e bactérias perigosas dos dentes, como o enxaguante bucal. Ela basicamente age como detergente seguro e natural, sem provocar efeitos colaterais.

Instruções Básicas para Remoção da Gordura

Aqui estão instruções básicas de como fazê-lo:

  • Meça cerca de 1 colher de sopa de óleo de coco. Você pode achar que isso é muito ou não suficiente, porém é uma boa medida para começar
  • Bocheche o óleo na boca usando a língua e bochechas para remover a gordura dos dentes. O óleo de coco é sólido abaixo de 76 °F (24,4 °C), porém ficará líquido facilmente quando você começar a movê-lo na boca. Tente relaxar os músculos da mandíbula para evitar fadiga muscular
  • Embora você o esteja usando como enxaguante bucal, evite gargarejá-lo e tome cuidado para não engolir o óleo. Se sentir vontade de engolir, cuspa-o e comece de novo
  • Depois de vários minutos, o óleo começa a espessar tornando-se branco leitoso. Depois de cinco ou 10 minutos de remoção, cuspa o óleo na lata de lixo. Cuspi-lo na pia pode provocar entupimento

Aumentar o pH da boca depois de fazer a remoção pode reduzir ainda mais o crescimento bacteriano. Para fazê-lo, misture 1 colher de chá de bicarbonato de sódio em 18 gramas de água e gargareje. Isto alcalinizará o pH da boca e, uma vez que as bactérias proliferam em ambientes ácidos, o aumento do pH desencorajará tal crescimento.

Eu particularmente uso 1 colher de chá de bicarbonato de potássio para normalizar o pH bucal e, então engulo-o para ajudar a normalizar o pH sistêmico. Eu prefiro o bicarbonato de potássio ao bicarbonato de sódio, pois a maioria de nós é deficiente em potássio, não em sódio.

Suplementos Nutricionais que Reforçam a Saúde Bucal

Por último, mas não menos importante, você pode considerar o consumo de suplementos nutricionais que reforçam a saúde da boca e das gengivas, como:

Vitamina C, que ajuda a melhorar e preservar a saúde periodontal melhorando os mecanismos de defesa do organismo.

Coenzima Q10 (CoQ10) — Gengivas sangrando geralmente são sinal de deficiência em CoQ10. Se você é adulto, a versão reduzida de CoQ10, chamada ubiquinol, tende a ser mais prontamente absorvida.

Vitamina K2 — A segunda maior concentração de vitamina K2 no organismo está nas glândulas salivares e a vitamina K é secretada pela saliva. Pesquisa realizada mostra que quando a vitamina K2 é administrada, ela reduz a contagem bacteriana na saliva. Especificamente, a vitamina K2 reduziu a concentração de uma bactéria envolvida com a cárie, a Lactobacillus acidophilus, de uma contagem de 323.000 para 15.000.

Isto é intrigante uma vez que vegetais fermentados, que são carregados de bactérias amigas que melhoram a digestão, alteram a flora da boca também. E quando fazem uso de uma cultura especial, vegetais fermentados são excelente fonte de vitamina K2. Desde que adicionei vegetais fermentados ricos em vitamina K2 à minha dieta, minha placa reduziu pela metade e está mais branda.

Sais de tecidos homeopáticos como sílica, fluoreto de cálcio, fosfato de cálcio e carbonato de cálcio (fluoreto de cálcio não deve ser confundido com a formulação química de fluoreto de sódio encontrado nos cremes dentais, que é tóxico e carrega advertência de veneno).

Desenvolvimento de um Plano Abrangente de Saúde Bucal

Cuidados com os dentes e gengivas são parte essencial da saúde e bem-estar gerais. É importante cuidar da nutrição, cuidado bucal e dos produtos que você usa. Para resumir, aqui estão cinco passos que podem ajudá-lo(a) a melhorar sua saúde bucal este ano:

1. Reduza o consumo de carboidratos líquidos para atender sua necessidade de nível de insulina. Sugiro que você reduza o consumo geral de carboidratos líquidos (total de carboidrato menos o consumo de fibra em gramas) se seu nível de insulina em jejum for maior que 5.

Além do açúcar, evite carboidratos como feijão, leguminosas e grãos como arroz, quinoa e aveia, assim como produtos de grãos altamente processados como pão, macarrão, cereais, salgadinhos, bagels e batatas fritas.

2. Escove os dentes duas a três vezes por dia, 30 a 60 minutos depois de beber e/ou consumir alimentos.

3. Use creme dental não fluorado ou faça o seu próprio usando ingredientes naturais como óleo de coco, bicarbonato de sódio e óleos essenciais. Não há qualquer motivo convincente para expor-se a produtos químicos perigosos quando outras alternativas naturais estão facilmente disponíveis, são altamente eficazes e eficientes em custo.

4. Use fio dental diariamente.

5. Lave com óleo de coco uma vez por dia, idealmente de manhã antes de qualquer coisa, por cinco a 10 minutos para reduzir crescimento bacteriano, fortalecer os dentes, reduzir mau hálito e reduzir os riscos de desenvolvimento de gengivite.