Para Que Serve a Toranja?

Tamanho da fonte:
fatias de toranja fresca

Se você está procurando por explosão suculenta de sabor, refrescante como nada que você já tenha experimentado antes, a toranja é certamente o que você procura. Grande em comparação com outras frutas cítricas, a toranja pode ser descrita como acidez de dar água na boca com uma pitada de doçura – algo entre limão e laranja.

Toranjas são saborosas e possuem casca macia, de fácil remoção, porém é a cor da polpa interna que determina se ela é uma fruta branca (loira), rosa ou rubi.

Possível cruzamento entre laranja e pomelo (fruta cítrica obscura transportada de Taiwan para Barbados no século XVII), a toranja foi descoberta e transportada daquela região um século mais tarde. Ela passou a ser cultivada na Flórida cerca de cem anos depois disso.

O estado ainda produz a maior parte da safra norte-americana, com ajuda de outros estados subtropicais como Califórnia, Arizona e Texas. Israel, Brasil e África do Sul são os maiores fornecedores de toranja.

Algumas variedades de toranja são extremamente azedas e outras suculentamente doces. Algumas toranjas não têm sementes, porém a maioria contém muitas sementes brancas. Frutas mais pesadas geralmente indicam casca mais fina e polpa mais suculenta. Se são ásperas, irregulares ou enrugadas, elas podem ter casca fina e ser secas.

Toranjas devem ser firmes e fornecer pouco ao ser espremidas, porém não muito esponjosas. Uma vez que chegam em sua cozinha, mantenha-as à temperatura ambiente se forem consumidas em até uma semana; caso contrário, mantenha-as na geladeira. Antes de descascá-las, sempre as lave vigorosamente, pois qualquer germe encontrado fora da fruta chegará à parte comestível.

Benefícios Promovidos pela Toranja

Toranjas oferecem uma gama saudável incrível de vitaminas A e C. Elas também são boa fonte de fibras alimentares, as quais reduzem o tempo de transporte no cólon.

Uma ampla gama de outras vitaminas e minerais também são parte da estrutura da fruta, porém principalmente do potássio, que é importante para a estrutura celular e para os fluidos do organismo e para controle dos batimentos cardíacos e da pressão arterial. Toranjas também contêm folato, tiamina, vitamina B6, cálcio e magnésio, assim como menores quantidades de muitos fitonutrientes importantes.

A vitamina C, obviamente, está associada ao reforço da imunidade contra infecções, porém também demonstra redução marcante de inflamações, mesmo em condições como asma, osteoartrite e artrite reumatoide.

De todos os sucos de frutas, o suco de toranja é classificado como o mais alto em teor de antioxidantes, na frente somente do suco de maçã turvo, suco de uva roxa e suco de cranberry (oxicoco). Certifique-se de sempre escolher o suco 100% fruta – caso contrário, você estará ingerindo indesejáveis quantidades de xarope de milho rico em frutose (high fructose corn syrup - HFCS).

A toranja vermelha contém um pouco mais de flavonoides e antocianinas, enquanto outra diferença nutricional entre a toranja branca e a rosa é que o viço róseo reflete o teor de licopeno não visto na variedade branca.

Este é o mesmo composto que fornece a cor dos tomates, damascos, papaia e melancia. O licopeno reduz os triglicerídeos, contém a maior capacidade entre os carotenoides para ajudar no combate aos danos causados por radicais livres e protege a pele contra raios UV.

Aqui está uma estatística dramática: comparando homens que consomem mais alimentos ricos em licopeno com aqueles que consomem menos, o grupo anterior está 82% menos suscetível a desenvolver câncer de próstata.

Outro estudo realizado mostra que o consumo de toranja pode reduzir o risco de desenvolvimento de cálculos renais. Limonina, outro fitonutriente, impede o crescimento das células cancerígenas e do tumor. A pectina encontrada em toranjas inibe o enrijecimento das artérias e reduz o colesterol LDL, ou colesterol ruim, na verdade, reduzindo-o dramaticamente em poucos dias mesmo em pequenas quantidades.

E o flavonoide naringenina inibe o vírus da hepatite C, repara o DNA em células de câncer de próstata e pode evitar dislipidemia (colesterol alto no sangue) e diabetes.

No entanto, consuma toranjas com moderação, pois elas contêm frutose que pode ser prejudicial à saúde em quantidades excessivas.

Observação: o consumo de toranjas pode, em casos raros, interferir no resultado de certos medicamentos, portanto, você deveria discutir isto com seu médico.

Tabela Nutricional da Toranja

Porção: 3,5 onças (100 gramas), crua, branca, todas as áreas
  Quantidade por
Porção
% do Valor
Diário*
Calorias 33  
Calorias da gordura 1  
Gorduras Totais 0 g 0 %
Gordura Saturada 0 g 0%
Gordura Trans    
Colesterol 0 mg 0%
Sódio 0 mg 0%
Carboidratos Totais 8 g 3%
Fibra Alimentar 1 g 4%
Açúcar 7 g  
Proteína 1 g  
Vitamina A - 1% Vitamina C 56%
Cálcio - 1% Ferro 0%

*Valores Diários de Referência com base em uma dieta de 2000 calorias. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

Estudos Realizados Sobre a Toranja

Estudo realizado sobre os efeitos da toranja sobre a resistência à insulina, peso corporal e síndrome metabólica, envolveu 91 pacientes obesos consumindo placebos, suco de maçã, suco de toranja, cápsulas de toranja ou toranja fresca.

O grupo da toranja fresca perdeu significativamente mais peso que o grupo do placebo em 12 semanas. O consumo de meia toranja antes das refeições também foi associado a significativa perda de peso, melhora da resistência à insulina e redução no nível de insulina pós-glicose de duas horas.

Pesquisadores concluíram que, embora o mecanismo de perda de peso fosse desconhecido, o consumo de toranja como parte de um programa de perda de peso fazia sentido.

Toranja, limonina, polpa de toranja e o flavonoide naringina (similar à naringenina) tiveram suas capacidades de reprimir a proliferação de células de câncer de cólon e sua morte programada analisadas em outro estudo. Resultado: somente toranjas não tratadas e limonina reprimiram carcinógenos ou aumentaram o índice de neutralização de células cancerígenas.

Com estes resultados, cientistas concluíram que o consumo de toranja pode ajudar na inibição do desenvolvimento de câncer de cólon.

Resumo

Toranjas são ricas em vitamina C, que combate infecções, reforça o sistema imunológico, reduz inflamações e tem capacidade para evitar asma, osteoartrite e artrite reumatoide. Ademais, toranjas contêm muita fibra e potássio, assim como folato, tiamina, vitamina B6 e cálcio.

Toranjas rosa contêm licopeno, carotenoide eficiente que reduz triglicérides, combate danos causados por radicais livres e protege a pele contra raios UV.

Entre diversos outros benefícios promovidos, fitonutrientes menos conhecidos como limonina, pectina e naringenina podem reprimir tumores cancerígenos, reduzir o colesterol, reparar o DNA em células de câncer de próstata e evitar câncer de cólon.

Promovendo todos estes benefícios, não consuma toranja apenas no café da manhã. Faça experimentos. Uma forma divertida de apreciar toranjas é cortá-las e adicioná-las a camarão cozido e abacates com um borrifo de azeite de oliva extravirgem.