Óleo de Amendoim: É Bom para Cozinhar?

óleo de amendoim e amendoins

Resumo da matéria -

  • Existem certos fatores a considerar antes de usar o óleo de amendoim, especialmente para cozinhar. Se usado com moderação e em sua forma não aquecida, o óleo de amendoim pode promover uma série de benefícios à saúde. Este óleo comestível é um tônico natural que pode ajudar no aumento da imunidade e revigorar o organismo todo
Tamanho da fonte:

Cuidado: Este óleo apresenta efeitos colaterais potencialmente prejudiciais devido ao ingrediente do qual é proveniente e ao processo de fabricação usado para extraí-lo. Uma vez que estes efeitos negativos ofuscam os benefícios potenciais promovidos por este óleo, não o recomendo para usos terapêuticos. Esteja sempre atento(a) aos efeitos colaterais potenciais de qualquer óleo herbáceo antes de usá-lo.

Muitas pessoas têm estado atentas aos perigos escondidos que espreitam óleos vegetais como canola, soja ou milho e trocaram-nos por alternativas saudáveis, como azeite e óleo de coco. Óleos provenientes de castanhas também tornaram-se populares e o óleo de amendoim está entre os mais populares.

No entanto, existem certos fatores a considerar antes de usar o óleo de amendoim, especialmente para cozinhar. Continue lendo este artigo para saber mais.

O Que é Óleo de Amendoim?

Comestível, doce e saboroso, o óleo de amendoim é feito a partir da Arachis hypogea, planta anual, rasteira, único membro da família Fabaceae (Leguminosae). Apesar da palavra “nut” (castanha) em seu nome em inglês (peanut), o amendoim é na verdade uma leguminosa e nasce no subsolo, oposto de outras castanhas como nozes e amêndoas, que crescem em árvores (daí o nome tree nuts - castanhas de árvores).

Acredita-se que o amendoim foi originado na América do Sul. Os Incas do Peru usavam o amendoim como oferta em sacrifícios e colocavam-no em torno de suas múmias para ajudar em sua vida espiritual. Tribos no Brasil Central também faziam uma bebida com amendoim e exploradores de milho europeus levaram a planta para a América do Norte, Ásia e África onde foi amplamente cultivada.

Hoje, os maiores produtores de amendoim são Índia, China e Estados Unidos. O grão do amendoim é consumido fresco ou torrado, ou usado na cozinha e na confeitaria. No entanto, ele é também transformado em óleo comestível promovendo aroma e sabor agradáveis.

O óleo de amendoim pode ser (1) prensado a frio, possuindo cor amarela escura e agradável aroma acastanhado e sabor doce, ou (2) refinado, possuindo cor amarela clara, com sabor neutro e desprovido de alergênicos e impurezas.

Você pode também comprar óleo de amendoim torrado, que possui sabor e cor mais fortes e é mais bem usado para promover sabor, chuviscado sobre pratos, ou adicionado a molhos, condimentos e marinados.

Aplicações Para o Óleo de Amendoim

O óleo de amendoim é atualmente um dos óleos mais populares usados na cozinha, pois pode ser usado para fritura, saltear alimentos ou simplesmente para adicionar um leve sabor acastanhado a pratos. É comumente usado nas culturas asiáticas, tais como China, Laos, Vietnã e Camboja.

O óleo de amendoim refinado possui sabor neutro e não prejudica nem absorve o sabor dos alimentos cozidos nele. Na verdade, vários tipos de alimentos podem ser cozidos no mesmo lote de óleo de amendoim sem contaminação cruzada de sabores.

Porém, antes que você liberalmente use este óleo para cozinhar, por favor, lembre-se de que ele possui alta porcentagem de gorduras ômega-6, podendo prejudicar a proporção ômega 3:6 em seu organismo e arruinar sua saúde. Aconselho você a limitar o uso dele para cozinhar ou fritar e preferencialmente usá-lo sem aquecer.

O óleo de coco é uma opção mais saudável para cozinhar. Não somente é estável o suficiente para resistir a danos induzidos pelo aquecimento, como também contém altas quantidades de gorduras saturadas, que são essenciais para a saúde. O óleo de amendoim pode também ser usado na aromaterapia. Aqui estão algumas formas fáceis de usá-lo:

  • Como óleo de massagem para energizar o organismo e ajudar no alívio de articulações e músculos doloridos.
  • Para livrar-se da acne, misture algumas gotas de óleo de amendoim com duas ou três gotas de suco de limão taiti — O óleo de amendoim funciona tanto para pele natural quanto para pele seca e também ajuda na proteção da pele contra cravos.
  • Para tratar caspa — Simplesmente misture uma colher de sopa de óleo de amendoim com algumas gotas de óleo de melaleuca e suco de limão e, então, aplique no couro cabeludo. Deixe-o por duas a três horas e lave com xampu e água
  • Este óleo comestível ajuda na redução da perda de proteína, engrossa os cabelos, hidrata pontas duplas e regenera os cabelos danificados.
  • Para hidratar os lábios — Pincele os lábios com uma escova de dentes macia por três a quatro minutos, molhe-os com uma bola de algodão mergulhada em água morna até ficarem macios e, então massageie óleo de amendoim nos lábios.

Composição do Óleo de Amendoim

O alto conteúdo de óleo no amendoim é composto principalmente de ácidos graxos insaturados, mais de 75%. Os predominantes são as gorduras monoinsaturadas ácido oleico (48%) e ácido linoleico ômega-6 (34%). Também contém gordura saturada, porém em níveis mais baixos – somente 18%.

A proporção de ácidos graxos no óleo de amendoim é nutricionalmente similar ao azeite de oliva – alto em gorduras monoinsaturadas, dominado pelo ácido oleico e baixo em gorduras saturadas.

O óleo de amendoim possui vida útil longa, desde que seja armazenado adequadamente. Ó óleo de amendoim prensado a frio pode durar por um ano, enquanto o óleo de amendoim refinado pode permanecer fresco por até 18 meses. Armazene-o em local fresco, seco e longe da luz solar.

Benefícios Promovidos Pelo Óleo de Amendoim

Se usado com moderação e na forma não aquecida, o óleo de amendoim pode promover uma série de benefícios à saúde. Este óleo comestível é um tônico natural que pode ajudar no aumento da imunidade e revigorar o organismo inteiro. Ele possui altos níveis de antioxidantes polifenois que ajudam na eliminação de radicais livres que causam doenças crônicas, como câncer e Alzheimer.

O Resveratrol, um dos potentes antioxidantes encontrados no óleo de amendoim, pode também interagir com diversos hormônios como a angiotensina, que ajuda na constrição dos vasos sanguíneos e artérias, na redução da pressão arterial e na redução do estresse no sistema cardiovascular.

O óleo de amendoim pode também promover benefícios à saúde devido a seu conteúdo de ácido graxo monoinsaturado (ácido oleico), que ajuda na redução dos níveis de colesterol ruim enquanto aumenta o colesterol bom.

Isto ajuda na prevenção de problemas cardíacos, como doenças arteriais coronarianas, infartos, AVCs e aterosclerose. Se aplicado topicamente, o óleo de amendoim pode ajudar na promoção da saúde cutânea, pois é rico em vitamina E. Ele também protege contra radicais livres que causam rugas, manchas e outros sinais de envelhecimento prematuro.

Como Produzir Infusão de Óleo de Amendoim

O óleo de amendoim pode ser refinado ou prensado a frio a partir de grãos de amendoim. É assim que os óleos vendidos nas lojas locais são feitos. No entanto, você pode produzir sua própria infusão de óleo de amendoim em casa. Aqui está o modo de fazer:

Ingredientes e Material

  • 3 xícaras de amendoim orgânico descascado
  • 3 colheres de soja de água morna
  • Liquidificador

Modo de Fazer

  1. Descasque os amendoins e lave-os vigorosamente em água morna.
  2. Coloque os amendoins em um liquidificador com três colheres de sopa de água morna e bata até ficar uniforme, como uma pasta de amendoim.
  3. Derrame esta mistura em uma tigela e cubra-a. Refrigere-a por 24 horas, o que permitirá que o óleo suba. Isto produzirá, pelo menos, uma xícara de óleo.
  4. Derrame o óleo em um coador sobre uma tigela separando o óleo da mistura de amendoim.
  5. Transfira o óleo para uma jarra, feche-a bem com uma tampa e refrigere o óleo.

Dica: use o resto da mistura de amendoim para fazer pasta de amendoim caseira.

Como o Óleo de Amendoim Funciona?

O óleo de amendoim pode ser aplicado topicamente na pele, misturado com outros óleos essenciais ou ingerido (com moderação). Além de seu perfil rico em nutrientes, o óleo de amendoim penetra bem no organismo e no sistema circulatório. Isto torna-o um óleo base ideal para outros óleos essenciais potentes.

O Óleo de Amendoim é Seguro?

Apesar de sua riqueza de aplicações, o óleo de amendoim não é seguro para todos. Isto ocorre porque o amendoim contém alergênicos e é responsável pela maioria das reações alérgicas relacionadas a alimentos.

Ter alergia a amendoim não é nada divertido, pois é uma das alergias mais graves a alimentos e pode levar a efeitos colaterais fatais.

Se você tem alergia a amendoim (ou suspeita ter), aconselho você a evitar o consumo de óleo de amendoim, mesmo em pequenas quantidades e NÃO o aplique topicamente. Lembre-se sempre também que o óleo de amendoim é adicionado a certos alimentos, portanto sempre leia o rótulo dos produtos antes de comprá-los.

Se você for jantar fora, peça ao garçom para verificar se o alimento contém ou é cozido com óleo de amendoim. No entanto, pesquisa realizada mostra que o óleo de amendoim altamente refinado, que tem todas as proteínas alergênicas removidas, pode não causar estes efeitos graves. Portanto, se você tem alergia a amendoim, você pode optar pelo óleo de amendoim refinado.

Mesmo assim, é melhor consultar um médico antes de fazê-lo. Também aconselho mulheres grávidas e mães amamentando a usar o óleo de amendoim com cautela. Consulte um profissional de saúde para saber se este óleo é seguro para você e seu bebê. Se você tiver pele sensível, faça um teste de toque antes de usar o óleo topicamente.

Efeitos Colaterais do Óleo de Amendoim

Anafilaxia é um efeito colateral perigoso e, às vezes, mortal do óleo de amendoim. Se você tem alergia a amendoim e, sem saber, ingeriu ou usou o óleo de amendoim, você pode experimentar efeitos colaterais graves, tais como vômito, dor abdominal, inchaço nos lábios e garganta, dificuldade em respirar e congestão no peito. Procure um serviço de emergência médica imediatamente, pois pode ser fatal.