O uso de D-Manose na prevenção de infecção no trato urinário é validado em testes clínicos

Infecção no trato urinário

Resumo da matéria -

  • Um novo estudo descobriu menores efeitos colaterais durante pesquisa da D-manose em comparação com antibióticos no tratamento de infecções no trato urinário (ITU)
  • A D-manose é um açúcar natural que se adere a uma das principais causas de ITU: a bactéria E. coli, de modo que ela possa ser excretada pelo trato urinário
  • A D-manose também pode exercer um papel importante no organismo para o combate à ITU, pois promove a ativação da proteína de Tamm-Horsfall
  • A D-manose é um ingrediente ativo no suco de cranberry. No entanto, a D-manose encontrada nele é muito menor do que aquela na forma de suplemento e, portanto, tal forma é muito mais eficaz no tratamento de ITU

Por Dr. Mercola

Com um registro de mais de oito milhões de casos todos os anos, as infecções no trato urinário (ITU) são o segundo tipo de infecção mais comum no corpo humano.

Mais de 50% das mulheres desenvolvem infecção no trato urinário durante a vida, sendo uma infecção muito mais comum em mulheres do que em homens. Cerca de 20% das mulheres sofrem de três ou mais casos de infecção urinária por ano, que são chamados de recorrentes.

O tratamento com antibióticos é o mais recomendado pela medicina nesses casos. Apesar do risco de desenvolvimento de casos de resistência a antibióticos, pequenas doses de antibióticos podem ser prescritas por seis meses ou mais para o tratamento de tais infecções recorrentes.

Além de outros riscos para as mulheres, os antibióticos também matam microrganismos benéficos para o corpo, causando perturbações maiores, como um maior risco de infecções fúngicas. Mas existe um tratamento mais eficaz em 90% dos casos, se você sofre de ITU de forma ocasional ou frequente.

A D-manose funciona assim como antibióticos na prevenção da recorrência de ITU

Em um estudo, os pesquisadores trataram mais de 300 mulheres com histórico de ITU recorrente, administrando de modo diário por seis meses 2 gramas de D-manose ou 50 miligramas de antibióticos, ou nenhum tratamento. A D-manose é um açúcar que ocorre de modo natural e está relacionado à glicose.

Comparados com os 20% das mulheres que tomaram os antibióticos, apenas 15% daquelas que tomaram D-manose tiveram ITU recorrentes (ambos os grupos tiveram taxas muito menores do que o grupo de controle que não passou por nenhum tratamento). No entanto, a incidência de efeitos colaterais foi muito maior no grupo tratado com antibióticos se comparado com o grupo que foi tratado com D-manose.

Dr. Jonathan Wright, em sua experiência com mais de 200 pacientes com D-manose em mais de 20 anos, afirma que o tratamento é eficaz em 85-90% dos casos.

Trata-se de uma substância segura para crianças e adulto, e funciona no tratamento de ITUs agudas, para a profilaxia em mulheres propensas a infecções recorrentes ou na prevenção de ITUs após relações sexuais. O Dr. Wright recomenda as seguintes dosagens:

  • Para o tratamento de ITUs: 1 colher de chá (cerca de 2 gramas) para adultos, 1/2 colher de chá para crianças, dissolvida em um copo de água e repetida a cada duas ou três horas. Continue por dois ou três dias após o desaparecimento dos sintomas.
  • Para a prevenção de infecções recorrentes: comece com as dosagens listadas acima, e depois reduza de forma gradual, se possível.
  • Para prevenção de ITU após a relações sexuais: tome uma colher de sopa uma hora antes e outra logo após a relação.

Como a D-manose funciona no tratamento da ITU?

A Escherichia coli (E. coli), normalmente encontrada no seu trato intestinal, é a causadora de cerca de 80% a 90% dos casos de ITU. Os problemas só surgem quando essa bactéria comum está presente em grandes quantidades em lugares onde não deveria estar, como no sistema urinário.

Quando a E. coli normal chega no trato urinário e se multiplica, você começa a sofrer os sinais e sintomas usuais da ITU, como:

  • Ardência ao urinar
  • Vontade de urinar com frequência
  • Dores na parte inferior do abdômen
  • Sangue na urina (às vezes, não sempre)
  • Urina turva

As paredes celulares de cada E. coli são cobertas por pequenas projeções semelhantes a dedos, que são chamadas fímbrias e permitem com que "grudem" nas paredes internas da bexiga e até subam pela uretra e os rins.

Por se agarrarem aos órgãos urinários, não podem ser apenas expelidas ao urinar. Essas pequenas projeções em forma de dedo são feitas de um complexo de aminoácido-açúcar, uma glicoproteína chamada lectina, que as torna pegajosas.

A lectina da fímbria da bactéria se liga à manose, que é produzida pelas células e cobre o revestimento interno dos órgãos urinários. Essa manose permite que a bactéria grude em você como se fosse velcro. Mas assim como explica o Dr. Wright, ao tomar a D-manose, ela se agarra à E. coli para que possa ser expelida com a urina.

"Para infelicidade da E. coli, a D-manose se "fixa" melhor às lectinas da E. coli do que as lectinas da E. Coli conseguem se "agarrar" às células humanas. Quase toda a D-manose tomada em grande quantidade vai para a urina pelos rins, revestindo qualquer E.coli presente no trato urinário, fazendo com que ela não possa mais se aderir às paredes do trato urinário e da bexiga. A E. coli é levada pela urina!"

A relação com a proteína de Tamm-Horsfall, uma glicoproteína que tem um papel importante nas defesas do seu corpo contra a ITU é outra teoria em potencial sobre a razão pela qual a D-manose funciona tão bem. Sugere-se que a ativação da proteína de Tamm-Horsfall é a principal função da D-manose.

Experimente tomar a D-manose primeiro, caso tenha uma ITU

Com o aparecimento de superorganismos resistentes aos antibióticos, essa fonte está secando. Por sorte, estamos no fim da era dos antibióticos. Se não pararmos este excesso de consumo de antibiótico o quanto antes, a medicina moderna como conhecemos pode mudar. O uso de antibióticos na agricultura está se transformando, nós precisamos reservá-los para o uso médico só quando, de fato, necessário, então o uso de antibióticos deve ser levado a sério.

Com o uso da D-manose, a maioria das ITUs podem ser tratadas sem antibióticos. Experimente tomar a D-manose primeiro, caso tenha uma ITU. É importante perceber que a D-manose funciona apenas em casos de ITUs causados pela E. coli. No entanto, isso representa 90% das infecções (ou mais).

Você pode pedir um exame de cultura de urina ao seu médico para identificar as bactérias presentes na sua urina, se quiser saber se a sua infecção não é causada pela E. coli, o que representaria a minoria dos casos. Como explica o Dr. Wright:

"Na maioria das mulheres (ou de vez em quando em homens) com um único episódio de infecção de bexiga ou do trato urinário será necessário o tratamento de alguns dias no máximo, no entanto, a D-manose é muito segura para uso prolongado.

Muito pouco da D-manose é metabolizado, mesmo que ela seja um açúcar simples. Mesmo em diabéticos, ela não interfere na regulação do açúcar no sangue. Ela não causa nenhuma perturbação ou desequilibro na microflora corporal. E mesmo para grávidas e crianças pequenas ela é segura. Quando a infecção não é causada pela E. coli, o que corresponde a 10% dos casos, o tratamento com antibióticos pode se iniciar com tempo de sobra."

Com a D-manose e as medidas de higiene abaixo, a maioria das infecções urinárias podem ser tratadas ou prevenidas nos primeiro sintomas. Uma vez ou outra, apesar das medidas preventivas, pode ocorrer uma infecção renal.

Talvez seja necessário procurar um médico se você achar que tem uma infecção renal (os sintomas incluem dores nas costas e virilha ou abdômen), e talvez seja necessário o uso de antibióticos para impedir que a infecção se espalhe pelos rins, onde pode causar a falência do órgão.

E o suco de cranberry no tratamento de ITU?

Pelo fato de conter a D-manose como um dos seus ingredientes ativos, muitas pessoas sabem que o suco de cranberry pode ser usado no tratamento de ITU. Frutas silvestres, pêssegos, maçãs e algumas outras plantas também podem ser fonte de D-manose. Então, por que não tomar o suco de airela em vez do suplemento de D-manose?

O suco é menos eficaz do que o suplemento devido ao teor de D-manose bem menor. Além disso, o suco de cranberry aumenta o estresse do sistema imunológico, e pode aumentar o crescimento de bactérias patogênicas no intestino devido à alta concentração de açúcar. Além de ser atóxica e completamente segura, sem efeitos colaterais, a D-manose pura é de 10 a 50 vezes mais forte do que o suco de cranberry.

A D-manose não é convertida em glicogênio nem fica armazenada no fígado, diferente das grandes quantidades de frutose que você vai ingerir ao consumir muito suco de cranberry. Apenas pequenas quantidades de D-manose são metabolizadas, portanto, ela não causa estresse metabólico nem interfere na regulagem do açúcar no sangue.

Cada célula no seu corpo é desenvolvida para usar a D-manose, assim como a glicose, a diferença é que seu corpo absorve a primeira bem mais devagar do que a segunda. A D-manose é ideal para diabéticos ou qualquer pessoa que não queira beber um suco de fruta bem doce, porque ela é filtrada pelos rins e encaminhada para a bexiga e, em seguida, excretada de forma rápida pela urina.

Passos naturais para um sistema urinário saudável

O fator mais importante para a saúde geral do trato urinário é beber bastante água pura e fresca todos os dias. A hidratação adequada é um fator muito importante para prevenir pedras nos rins, além de ser importante para a prevenção de ITU. Como mulher, existem algumas etapas de higiene que você pode seguir para manter seu trato urinário saudável:

  • Urine sempre que sentir vontade. Não resista à vontade de ir ao banheiro
  • Limpe-se da frente para trás, para impedir que as bactérias entrem na sua uretra
  • Tome banho no chuveiro ao invés de usar a banheira. Evite banheiras de hidromassagem
  • Limpe sua região genital antes da relação sexual
  • Use apenas papel higiênico branco sem perfume para evitar possíveis reações a corantes, ou melhor, lave-se no bidê, e como eles podem irritar a uretra, evite o uso de sprays de higiene feminina

Além disso, uma alimentação saudável é muito importante para auxiliar seu trato urinário. O consumo de alimentos fermentados como kefir, chucrute e outros vegetais fermentados são ótimos para a sua saúde de forma geral, inclusive para a saúde do seu trato urinário.

+ Recursos e Referências