As Aftas são Realmente Herpes? Aqui está a Verdade...

Feridas nos Lábios

Resumo da matéria -

  • O herpes é uma infecção viral muito comum sobre o qual ainda se há muita confusão, pois não só há diferentes tipos de herpes, mas o herpes oral também é frequentemente confundido com úlceras (também conhecidas como feridas), que são uma doença totalmente diferente
  • O herpes pode ser dividido em duas infecções primárias: herpes simplex (geralmente categorizado como herpes oral ou herpes genital) e herpes-zóster
  • O herpes-zóster, também conhecido como zona, geralmente é uma infecção reativada do vírus da varicela. Se você tiver a varicela, o vírus pode permanecer latente em seus gânglios autonômicos e, mais tarde, no decorrer da sua vida, pode ser reativado por algum tipo de estressor. O herpes-zóster é uma doença de pele muito dolorosa tipicamente encontrada em pessoas de 60 anos ou mais
  • Este artigo lista terapias naturais para tratar infecções de herpes, incluindo as Técnicas de Libertação Emocional (EFT) e vitamina D
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

A herpes é uma infecção viral muito comum, sobre o qual ainda se há muita confusão, pois não só existem diferentes tipos de herpes, mas a herpes oral também é frequentemente confundido com as úlceras (também denominadas feridas labiais), que são uma doença totalmente diferente.

Em primeiro lugar, a herpes pode ser dividido em duas infecções primárias:

  1. Herpes simplex
  2. Herpes-zóster

A infecção por herpes simplex afetará uma das duas áreas primárias e, portanto, geralmente é categorizada como:

  1. Herpes oral
  2. Herpes genital

Mas a infecção por herpes simplex também foi associada a uma série de outras doenças, como:

  • Paralisia de Bell
  • Esclerose múltipla
  • Doença de Alzheimer

A doença mais comum, que discutirei aqui, é o herpes oral, que é comumente confundido com úlcera ou aftas. No entanto, é importante entender que há uma diferença distinta e clara entre essas duas doenças, do contrario você corre o risco de selecionar um método de tratamento incorreto.

Qual é a Diferença Entre Aftas e Herpes Oral?

Úlceras/Aftas

Úlceras/Aftas – As úlceras, aphthous stomatitis, também conhecidas como aftas, são ulcerações dolorosas que normalmente ocorrem dentro de sua boca, dentro de sua bochecha ou, às vezes, até mesmo na sua língua.

Elas são devidas a um problema autoimune - tipicamente uma reação ao chocolate, cítricos ou trigo. É importante perceber que as úlceras NÃO responderão a qualquer tipo de intervenção do herpes, pois não são uma infecção viral, mas uma doença autoimune.

Se você tentar usar tratamentos anti-herpes para tratar as úlceras, eles simplesmente não funcionarão.

Vesículas de herpes oral

Vesículas de herpes oral - As lesões de herpes são bastante diferentes das úlceras, embora também possam ser muito dolorosas. Eles tipicamente apresentam-se como pequenas bolhas vermelhas nos seus lábios.

O que é Herpes-zóster?

Herpes-zóster, o segundo tipo de infecção por herpes também é chamado de zona. Geralmente é uma infecção de reativação do vírus da varicela. Se você tiver a varicela, o vírus pode permanecer latente em seus gânglios autonômicos.

Herpes-zóster

Mais tarde, no decorrer da sua vida, o vírus pode ser reativado por algum tipo de estressor, resultando na zona, que é uma doença de pele muito dolorosa, que faz com que a maioria busque um tratamento médico. Pode ser reativado em qualquer idade, mas tipicamente são as pessoas com 60 anos ou mais que desenvolvem zona.

Há várias tratamentos que você pode usar para tratar a zona. Normalmente, são usados medicamentos antivirais típicos e às vezes eles são efetivos. No entanto, minha experiência com eles não foi favorável.

E, é claro, eu sou contra o uso rotineiro de medicamentos para esses tipos de doenças quando há alternativas seguras e eficazes que você pode usar.

Terapias Naturais para Infecções por Herpes

Os seguintes remédios foram identificados como eficazes no tratamento de infecções por herpes:

Lisina (um aminoácido essencial)

Babosa

Bálsamo de limão (Melissa officinalis)

Resveratrol (um antioxidante muito potente da semente de uva)

Alho

Lactoferrina (uma proteína antimicrobiana potente encontrada no colostro)

Além desses remédios, que tendem a funcionar, na minha experiência, os dois tratamentos que funcionam melhor são as formulações homeopáticas e as Técnicas de Libertação Emocional (EFT). Você geralmente pode encontrar remédios homeopáticos especialmente formulados para herpes simplex ou herpes-zóster.

Eu tenho visto que eles são surpreendentemente eficazes. Eles também não são tóxicos, por isso são muito seguros, com praticamente nenhum efeito colateral.

As técnicas de libertação emocional são uma forma de acupuntura psicológica sem agulhas. Ao tocar em diferentes meridianos de acupuntura, você pode resolver energicamente o precedente emocional que fez com que seu sistema imunológico ficasse enfraquecido, permitindo que a infecção se estabelecesse. Uma vez que você chegue à raiz emocional, seu sistema imunológico tende a ser reativado, juntamente com uma série de genes que podem ajudar a resolver e curar sua doença física.

O Mais Recente Tratamento Contra Herpes

Por último, mas não menos importante, há mais uma nova intervenção que ainda não experimentei pessoalmente. No entanto, evidência sugere que funcionaria de forma eficaz e apoiaria seu uso, e ela é usar altas doses de vitamina D.

Houve um grande número de sucessos com pessoas que usam até 50.000 unidades uma vez por dia durante três dias. Seria particularmente eficaz se você não anda tomando vitamina D regularmente e não tem uma exposição frequente ao sol.

Se você testou seus níveis de vitamina D e está dentro do nível terapêutico, então, claramente, você não deve usar essa abordagem, pois você pode ter uma overdose de vitamina D. No entanto, mais do que provavelmente, se você estivesse com níveis normais de vitamina D, você não teria sido infectado em primeiro lugar.

Sabemos que a vitamina D funciona para tratar a gripe, tosse e resfriado, e parece funcionar contra a maior parte de todos os tipos típicos de infecções virais - mesmo infecções como o herpes.