O que é a Ventosaterapia e o que Ela Pode Fazer por Você?

Terapia com Ventosas

Resumo da matéria -

  • A ventosaterapia é um tratamento médico antigo; suas raízes chinesas datam de 300 ou 400 EC. A cultura egípcia e do Oriente Médio também têm registros antigos da prática
  • Na ventosaterapia, ventosas de tamanhos variados são presas ao corpo. A sucção atrai o sangue estagnado para a superfície da pele e melhora a circulação sanguínea através dos tecidos, o que pode acelerar a cura
  • As pesquisas descobriram que a ventosaterapia pode trazer benefícios em doenças como a dor crônica no pescoço e no ombro, artrite do joelho, herpes-zóster, paralisia facial e espondilose cervical
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Atualmente os fãs de natação olímpica de todas as partes só estão falando sobre a ventosaterapia: uma discussão que começou graças aos ombros pontilhados por marcas roxas de Michael Phelps e Cody Miller. O ginasta olímpico Alex Naddour também foi visto ostentando as marcas semelhantes às de sucção, e muitos outros atletas de alto nível admitem usar a ventosaterapia.

Segundo a Reuters, as vendas de equipamentos para terapia com ventosas aumentaram 20% nos três dias seguintes à grande vitória de Phelps.

A International Cupping Therapy Association também relatou um “aumento de 50% de profissionais de saúde buscando seus certificados de ventosaterapia” durante o mesmo período de tempo. Os médicos de acupuntura também relataram um aumento de perguntas sobre esse tratamento.

O que é a Ventosaterapia?

A ventosaterapia é um antigo tratamento médico; suas raízes chinesas datam de 300 ou 400 EC. A cultura egípcia e do Oriente Médio também têm registros antigos desta prática.

A ventosaterapia ainda é usada regularmente na medicina tradicional chinesa (MTC) em hospitais chineses e em outros lugares. Ventosas de tamanhos variados são presas ao corpo, e a sucção atrai o sangue para a superfície da pele. É daí que provêm as marcas semelhantes a hematomas.

Considera-se que o tratamento melhora a circulação sanguínea, acelerando assim a cicatrização, reduzindo a dor e aliviando a dor muscular. De acordo com o Dr. Houman Danesh, especialista em controle da dor do Hospital Mount Sinai, em Nova York, a ventosaterapia ajuda a “iniciar o processo de cura natural do corpo”.

Phelps e Naddour acreditam firmemente neste tratamento. Em uma recente coletiva de imprensa, Phelps disse que passa por sessões de ventosaterapia antes da maioria das competições, e Naddour disse ao USA Today que a ventosaterapia tem sido um “segredo… que me mantém saudável. Foi o melhor investimento em dinheiro que já fiz”.

A Ventosaterapia Funciona para Tratar a Dor?

Embora alguns meios de comunicação tenham ridicularizado os atletas por promover charlatanismo, os estudos tendem a apoiar seu uso. Por exemplo, uma analise de 2014 de 16 estudos feitos sobre a ventosaterapia sugere que ela pode de fato ser benéfica para tratar da dor. Segundo os autores:

“A ventosaterapia combinada com acupuntura foi superior à acupuntura sozinha na intensidade da dor pós-tratamento… Os resultados de outros estudos individuais demonstraram benefícios significativos da ventosaterapia em comparação com remédios convencionais ou cuidados habituais…

Esta análise sugere um potencial efeito positivo em curto prazo da ventosaterapia na redução da intensidade da dor em comparação com nenhum tratamento, terapia de calor, tratamento usual ou remédios convencionais.”

A Ventosaterapia Pode Oferecer Alívio para Muitas Doenças Dolorosas

Um estudo publicado na Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine no início deste ano revelou que a ventosaterapia reduz significativamente a dor crônica no pescoço e no ombro, em comparação com nenhuma intervenção.

No grupo fazendo ventosaterapia, a intensidade da dor no pescoço foi reduzida de uma pontuação de gravidade de 9,7 para 3,6. Entre os controles, a dor foi reduzida de 9,7 para 9,5. O estudo também avaliou os efeitos físicos mensuráveis, incluindo mudanças na temperatura da superfície da pele e pressão arterial.

Ambas as medições mostraram melhorias estatisticamente significativas entre aqueles que fizeram ventosaterapia. Um estudo anterior comparando a ventosaterapia com relaxamento muscular progressivo revelou que ambos os tratamentos forneceram alívio similar da dor para pacientes com dor cervical crônica após 12 semanas.

No entanto, aqueles que fizeram ventosaterapia relataram melhoras significativamente maiores na sua sensação de “bem-estar” e um valor máximo de dor mais elevado, em comparação com aqueles que realizaram relaxamento muscular progressivo. Uma pesquisa publicada em 2012 também reportou resultados benéficos em pacientes com dor de artrite no joelho.

Uma meta-análise de 550 estudos publicados no PLOS One, no mesmo ano, revelou que a ventosaterapia “possui um benefício em potencial para as doenças com dor, herpes-zóster, tosse e dispneia”. Segundo os autores:

“A meta-análise mostrou que a ventosaterapia combinada com outros tratamentos MTC foi significativamente superior a outros tratamentos sozinhos para aumentar o número de pacientes curados com herpes-zóster, paralisia facial, acne e espondilose cervical. Nenhum efeito adverso grave foi relatado nos ensaios”.

Ventosaterapia Básica

Terapia de descompressão miofascial é o nome dado à ventosaterapia entre os treinadores de atletismo.

Os praticantes de MTC geralmente usam copos de vidro. O óleo é aplicado pela primeira vez na pele para evitar a fricção excessiva e dor quando a carne é sugada para dentro do copo. Ao usar copos de vidro, o vácuo é criado acendendo uma bola de algodão embebida em álcool e segurando-a dentro do copo.

O fogo consome o oxigênio dentro do copo, então quando a chama é removida e o copo colocado na pele, o vácuo resultante cria sucção. Se a sucção for muito forte, você pode aliviá-la pressionando suavemente o dedo próximo à borda do copo, deixando entrar um pouco de ar.

Os copos podem ser deixados no lugar ou movidos lentamente ao redor, sendo que essa segunda é chamada de massagem; o efeito é semelhante ao de uma massagem profunda. Os copos são geralmente deixados por três a cinco minutos. Os vergões resultantes normalmente desaparecem em alguns dias, sendo muito parecidos com uma contusão normal.

A Ventosaterapia Pode Influenciar sua Resposta Imune Inata

O Dr. Leonid Kalichman, professor sênior da Universidade Ben-Gurion do Neguev, em Israel, escreveu mais de 150 artigos sobre fisioterapia e reumatologia. Ele acredita que ao causar inflamação localizada, a ventosaterapia ajuda a desencadear a produção de citocinas que modulam a resposta do sistema imunológico.

Em um recente artigo de análise sobre pesquisa de ventosaterapia, publicado no Journal of Bodywork and Movement Therapies, Kalichman e seu coautor Efgeni Rozenfeld observaram que:

“Mecanicamente, a ventosaterapia aumenta a circulação sanguínea, enquanto fisiologicamente ativa o sistema imunológico e estimula as fibras mecanossensíveis, levando a uma redução da dor.

Há evidências científicas iniciais de que a ventosaterapia seca é capaz de reduzir a dor musculoesquelética. Como a ventosaterapia é uma modalidade terapêutica barata, não invasiva e de baixo risco (se realizada por um profissional treinado), acreditamos que ela deva ser incluída no arsenal da medicina musculoesquelética”.

Relatos Anedóticos

Embora mais pesquisas possam ajudar a explicar os mecanismos exatos por trás do poder de cura da ventosaterapia, muitos pacientes ficam satisfeitos em saber que ela funciona para eles — independentemente de como ou por que. Como observado por Jessica MacLean, diretora interina da International Cupping Therapy Association:

“Quando as pessoas recebem o tratamento e recuperam-se muito rápido, elas não se importam com as evidências científicas — elas apenas se importam com o fato de que aquilo funciona.”

A seguinte história de sucesso anedótica foi relatada pelo Desert News Utah:

“Funcionou para Maria, de 33 anos, que estava na Master Lu's… para acupuntura e ventosaterapia para tratar várias hérnias de disco na região lombar. Ela disse que tentou muitas opções, mas a dor vai ficando tão ruim que às vezes ela não consegue mexer-se. ‘Assim que terminei, foi um alívio imediato’, disse ela. ‘Eu nunca precisei voltar lá para outros tratamentos’.

Maria … machucou as costas levantando e movendo um monte de caixas. Ela disse que, além do alívio imediato e duradouro da dor, o procedimento de acupuntura e ventosaterapia é ‘relaxante’. Ela fará cerca de três consultas dentro de uma semana e, em seguida, não precisará retornar até que a dor agrave-se novamente devido ao uso excessivo, disse Lu.”

Você está Pronto Para Tentar Fazer Ventosaterapia?

A ventosaterapia é fácil de fazer e kits de vácuo podem ser comprados on-line por apenas USD 30,00. No entanto, eu recomendo fortemente ir a um médico de MTC treinado. Os médicos licenciados de MTC possuem um mínimo de 3.000 horas de treinamento e sabem como realizar a ventosaterapia com segurança e eficácia.

Cuidados para evitar sucção excessiva devem ser tomados ao tratar certas áreas do corpo. Embora suas costas e coxas possam aguentar uma sucção pesada, pode ser arriscado colocar os copos em certas áreas do pescoço, por exemplo, a menos que você saiba o que está fazendo.

A ventosaterapia também não é feita na cabeça ou no rosto; portanto, se você tiver uma dor de cabeça, normalmente você trataria o pescoço, os ombros e/ou os músculos das costas; os copos NÃO seriam colocados nas têmporas ou na testa. A ventosaterapia também é contraindicada para certos problemas de saúde graves.

Então, a ventosaterapia poderia funcionar no seu caso? Você simplesmente terá de experimentá-la antes de ter certeza. Estudos e evidências sugerem que o uso da ventosaterapia pode ser um complemento útil para outras terapias para a dor. Em alguns casos, pode até funcionar como tratamento autônomo, embora essa não seja a norma. A boa notícia é que, se funcionar, você notará uma diferença. E se isso não acontecer, nenhum mal terá sido feito a você.

O procedimento em si é tipicamente indolor (desde que uma sucção excessiva não seja usada), e os hematomas — que indicam que o sangue estagnado foi retirado do tecido para a superfície — geralmente desaparecem dentro de alguns dias. Se a estagnação do sangue não for um problema, nenhum hematoma aparecerá.