Benefícios Promovidos à Saúde Pelo Consumo de Cogumelos

Cogumelos

Resumo da matéria -

  • Nove estudos recentes sobre cogumelos detalham uma ampla variedade de benefícios promovidos à saúde, incluindo: melhor controle de peso, melhor nutrição, aumento dos níveis de vitamina D e melhor funcionamento do sistema imunológico
  • Um dos compostos medicinais ativos encontrados no cordyceps foi identificado como potencial medicamento contra o câncer. Estudos mais recentes sugerem que também possui características anti-inflamatórias potentes que podem ser úteis para pessoas que sofrem de: asma, artrite reumatoide, insuficiência renal e lesão causada por acidente vascular cerebral
  • É importante comer APENAS cogumelos que foram cultivados organicamente porque eles absorvem e concentram as propriedades do local onde são cultivados
  • Cogumelos que podem ajudar a aumentar o teor de nutrientes da sua dieta incluem: shiitake, reishi, cordyceps, cauda de peru e himematsutake
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Os Muitos Benefícios Promovidos à Saúde Pelos Cogumelos

O FASEB Journal publicou recentemente nove estudos sobre cogumelos que também foram apresentados na Experimental Biology 2013, detalhando uma ampla variedade de benefícios promovidos à saúde, incluindo:

Controle de peso — Um estudo descobriu que substituir a carne vermelha por cogumelos brancos pode ajudar a incentivar a perda de peso. Participantes obesos com idade média de pouco mais de 48 anos consumiram aproximadamente uma xícara de cogumelos por dia ao invés de carne. O grupo de controle manteve uma dieta padrão sem cogumelos.

No final do período de testes de 12 meses, o grupo de intervenção havia perdido uma média de 3,6% de seu peso inicial, ou cerca de sete quilos. Eles também mostraram melhorias na composição corporal, como redução da circunferência da cintura e da capacidade de manter o peso perdido, em comparação com o grupo de controle.

Melhora da nutrição — Uma análise dietética constatou que o consumo de cogumelos foi associado a uma melhor qualidade da alimentação e melhor nutrição.

Aumento dos níveis de vitamina D através da alimentação — Foi constatado que o extrato seco de cogumelo de botão branco era tão eficaz quanto o consumo de suplementos de vitamina D2 ou D3 para aumentar os níveis de vitamina D (25-hidroxivitamina D).

Melhora da função do sistema imunológico — Os polissacarídeos de cadeia longa, particularmente as moléculas alfa e beta glucana, são os principais responsáveis pelo efeito benéfico dos cogumelos no seu sistema imunológico. Em um estudo, concluiu-se que a adição de uma ou duas porções de cogumelos shiitake secos promove efeito modulador benéfico na função do sistema imunológico. Outro estudo realizado com ratos concluiu que cogumelos brancos aumentaram a resposta da imunidade adaptativa à salmonela.

Fungos Parasitários Demonstram ser Promissores no Tratamento de Distúrbios Imunes e Câncer

O cordyceps, também chamado de fungo da lagarta ou tochukasu, é um dos cogumelos favoritos dos atletas porque ele aumenta a produção de ATP, força e resistência, e possui efeitos antienvelhecimento.

Este cogumelo parasitário é único porque, na natureza, cresce a partir de um inseto hospedeiro ao invés de um hospedeiro vegetal. Há muito é utilizado tanto na medicina tradicional chinesa e na tibetana.

Possui hipoglicemiantes e possíveis efeitos antidepressivos, protege o fígado e os rins, aumenta o fluxo sanguíneo, ajuda a normalizar os níveis de colesterol e tem sido usado para tratar hepatite B.

O cordyceps também possui propriedades antitumorais. Cientistas da Universidade de Nottingham estudam a cordicepina, um dos compostos medicinais ativos encontrados nesses fungos e identificado como potencial medicamento contra o câncer. Estudos mais recentes sugerem que também possui características anti-inflamatórias potentes que podem ser úteis para pessoas que sofrem de:

  • Asma
  • Artrite reumatoide
  • Insuficiência renal
  • Danos causados por acidente vascular cerebral

Uma questão que estava implorando por uma resposta era como a cordicepina poderia produzir tantos efeitos benéficos diferentes no nível celular. A pesquisadora, Dra. Cornelia de Moor, disse à Medical News Today:

"Nós demonstramos que a cordicepina reduz a expressão de genes inflamatórios nas células musculares lisas das vias aéreas, agindo na etapa final na síntese de seus RNAs mensageiros (mRNAs), que carregam o modelo químico para a síntese de proteínas.

Este processo é chamado de poliadenilação. Medicamentos anti-inflamatórios comumente usados ou atuam muito mais cedo na ativação de genes inflamatórios, como a prednisona, ou atuam em um dos produtos finais da reação inflamatória (por exemplo, ibuprofeno).

Essas descobertas indicam que a cordicepina age por um mecanismo completamente diferente do que os anti-inflamatórios atualmente utilizados, tornando-a um medicamento potencial para pacientes nos quais esses medicamentos não funcionam bem.

No entanto, é uma surpresa que a cordicepina não afete a síntese de mRNAs de outros genes, porque quase todos os mRNAs requerem poliadenilação".

De acordo com pesquisa realizada pela Dra. de Moor, o mecanismo responsável pelos diversos efeitos diferentes promovidos pela cordicepina podem originar de sua capacidade de alterar a síntese de muitas classes de genes rapidamente induzidos que ajudam a neutralizar genes inflamatórios, retardando respostas celulares rápidas a danos nos tecidos. Pode também ajudar a prevenir a ativação excessiva de respostas inflamatórias.

"No entanto, também indica que a cordicepina pode promover efeitos adversos na cicatrização normal de feridas e nas defesas naturais contra doenças infecciosas.," afirma o artigo em destaque.

"A Dra. de Moor disse: 'Esperamos investigar quais genes são mais dependentes da poliadenilação do que outros e por que esse é o caso, assim como testar o efeito da cordicepina em modelos animais das doenças. O teste clínico da cordicepina não está em nossos planos imediatos, já que acreditamos que primeiro precisamos entender mais detalhadamente essa droga antes que possamos nos arriscar a tratar pacientes com ela.'"

Forrageiros, Cuidado com os Cogumelos Tóxicos

Um artigo de novembro de 2012 do The Atlantic destacou casos recentes de intoxicações alimentares letais relacionadas à ingestão de cogumelos silvestres, e a necessidade de cautela ao forragear alimentos:

"Das mais de 10.000 espécies de cogumelos, apenas cerca de 50 a 100 são tóxicas. Cerca de 6.000 americanos todo ano acabam consumindo-os. Mais da metade desses casos envolvem crianças pequenas não supervisionadas. Então, se você está considerando fazer um prato à base de cogumelo selvagem para a pessoa especial da sua vida, leve em consideração o seguinte: Mais de 90% das mortes, incluindo as mais recentes, são causadas por amatoxinas."

Como mencionado no artigo, a North American Mycological Association oferece informações vitais sobre uma série de cogumelos tóxicos e os sintomas que eles causam, incluindo os causados pela amanitina (amatoxina), que é um dos mais graves:

Fase 1 — Período de latência de 6 a 24 horas após a ingestão, no qual as toxinas estão ativamente destruindo os rins e o fígado da vítima, mas a vítima não sente desconforto.

Fase 2 — Período de cerca de 24 horas caracterizado por vômitos violentos, diarreia sanguinolenta e cólicas abdominais severas.

Fase 3 — Período de 24 horas durante as quais a vítima parece se recuperar (se hospitalizado, o paciente às vezes é liberado)

Fase 4 — Recaída, durante a qual frequentemente ocorre insuficiência renal e hepática, levando à morte. Pacientes também podem ter "hemorragia" e morrer devido à destruição de fatores de coagulação no sangue. Pode haver mais de uma recaída.

Advertência: Se você tiver algum motivo para suspeitar que alguém tenha ingerido um cogumelo contendo amanitina, NÃO ESPERE para que os sintomas apareçam! Não há antídoto para o envenenamento por amanitina, e a melhor opção é levar a pessoa ao hospital, onde as toxinas podem ser removidas antes de serem totalmente absorvidas pelo organismo.

Também é importante comer APENAS cogumelos cultivados organicamente porque eles absorvem e concentram as propriedades do local onde são cultivados – as boas OU as ruins. É isso que dá aos cogumelos sua potência, para melhor ou para pior. Cogumelos são conhecidos por concentrarem metais pesados, bem como poluentes do ar e da água.

Uma forma de saber o que você está consumindo é você cultivá-los. Você pode encontrar uma variedade de kits de jardinagem DIY disponíveis on-line, o que eliminará qualquer dúvida sobre que tipo de cogumelo que você está escolhendo.

Melhorando sua Nutrição com Cogumelos

Dois anos atrás, entrevistei Steve Farrar, que trabalhou e estudou cogumelos profissionalmente nos últimos 30 anos. Nos primeiros 20 anos, ele passou a cultivá-los e a trabalhar principalmente com chefes de cozinha gourmet, mas na década passada, ele começou a aplicar seus conhecimentos sobre cogumelos para fins de saúde.

De acordo com Farrar, americanos consomem cerca de 900 milhões de libras de cogumelos por ano, mas 95% são apenas de uma espécie: o cogumelo comum e seus parentes, os cogumelos crimini e portabello.

Realmente, o cogumelo de botão branco é um excelente alimento de baixa caloria, especialmente para diabéticos. Ele contém uma série de nutrientes valiosos, incluindo proteínas, enzimas, vitaminas do complexo B (especialmente niacina) e vitamina D2. No entanto, existem muitos outros tipos de cogumelos dignos de consideração, se você quiser melhorar sua alimentação.

Cogumelos são excelentes fontes de antioxidantes em geral, pois contêm polifenois e selênio, que são comuns no mundo das plantas. Mas eles também contêm antioxidantes que são exclusivos dos cogumelos.

Um desses antioxidantes é a ergotioneína, que os cientistas estão começando a reconhecer como "antioxidante mestre". Curiosamente, ele é um aminoácido que contém enxofre, e você pode reconhecer porque esse antioxidante em particular pode ser de particular importância para a saúde humana, já que muitas pessoas estão gravemente deficientes em enxofre.

Um estudo anterior publicado na revista Nature discute a importância da ergotioneína, que é bem exclusiva dos cogumelos, descrevendo-a como "derivado do aminoácido histidina, que contém enxofre", que parece ter função muito específica na proteção de danos oxidativos ao seu DNA.

Exemplos de cogumelos que você deve adicionar à dieta

Algumas das minhas espécies favoritas de cogumelos que melhoram a saúde incluem:

Shiitake (Lentinula edodes) — o shiitake é um popular cogumelo culinário usado em pratos de todo o mundo. Ele contém uma série de agentes estimulantes da saúde, incluindo lentinan, polissacarídeo para o qual foi nomeado. A lentinana foi isolada e usada para tratar cânceres estomacais e outros devido a suas propriedades antitumorais, mas também protegeu o fígado, aliviou outras doenças estomacais (hiperacidez, cálculos biliares, úlceras), anemia, ascite e derrame pleural.

Um dos mais notáveis estudos científicos demonstrando o efeito antitumoral do shiitake foi um estudo realizado com animais japoneses, onde ratos que sofriam de sarcoma recebiam extrato de shiitake. Seis dos 10 ratos tiveram regressão completa do tumor, e com concentrações ligeiramente maiores, todos os dez ratos mostraram regressão completa do tumor.

Cogumelos shiitake também demonstram efeitos antivirais (incluindo HIV, hepatite e "resfriado comum"), antibacterianos e antifúngicos; estabilização do açúcar no sangue; agregação plaquetária reduzida; e aterosclerose reduzida. Shiitake também contém eritadenina, que tem fortes propriedades redutoras de colesterol.

Reishi (Ganoderma lucidum) — O reishi é conhecido como lingzhi na China, ou "planta espiritual". Ele também é chamado de "Cogumelo da Imortalidade" - um nome que diz tudo sobre ele. O reishi tem sido usado medicinalmente na Ásia há milhares de anos. Um de seus compostos mais úteis é o ácido ganodérico (um triterpenoide), que está sendo usado para tratar câncer de pulmão, leucemia e outros tipos de câncer. A lista de benefícios para a saúde do reishi inclui os seguintes

Propriedades antibacterianas, antivirais (Herpes, Epstein-Barr), antifúngicas (incluindo cândida)

Anti-inflamatório, útil para reduzir os sintomas da artrite reumatoide

Melhora da regulação do sistema imunológico

Normalização dos níveis de colesterol no sangue e da pressão arterial

Redução de sintomas urinários relacionados à próstata nos homens

Cauda de peru (Trametes versicolor) — O cogumelo cauda de peru também é conhecido como Coriolis, ou "cogumelo da nuvem". Dois complexos de polissacarídeos na cauda de peru estão recebendo muita atenção científica, o PSK (ou "Kreskin") e o PSP, tornando-o o mais extensivamente pesquisado de todos os cogumelos medicinais com testes clínicos em grande escala.

Um estudo clínico financiado pelo NIH com duração de sete anos e US$ 2 milhões em 2011 concluiu que o micélio da cauda de peru melhora a função imunológica quando administrado diariamente a mulheres com câncer de mama em estágio I a III. A resposta imune dependia da dose, sem efeitos adversos. Demonstrou-se que o PSP é capaz de melhorar significativamente o estado imunológico em 70 a 97 por cento dos pacientes com câncer.

A cauda de peru também está sendo usada para tratar muitas infecções diferentes, incluindo aspergillus niger, Candida albicans, E. coli, HIV, herpes e pneumonia por estreptococos, e é hepatoprotetora. Também pode ser útil para tratar fadiga crônica.

Himematsutake (Agaricus blazei) — O himematsutake, também chamado de Cogumelo do Sol, é um parente do cogumelo comum. O himematsutake não foi cultivado no Oriente até muito recentemente, mas é agora um medicamento natural muito popular, usado por quase meio milhão de japoneses.

O cogumelo himematsutake está atraindo muitos cientistas em todo o mundo devido às suas notáveis propriedades anticancerígenas relacionadas a seis polissacarídeos especiais. Como muitos outros cogumelos medicinais, este fungo também pode protegê-lo (a) contra os efeitos nocivos da radiação e da quimioterapia.

Mas seus benefícios não param por aí – o himematsutake também pode ajudar a diminuir a resistência à insulina em pessoas com diabetes, normalizar seu colesterol, melhorar seu cabelo e sua pele e até mesmo tratar a pólio.

Recomendações de Uso e Dosagem para Suplementos de Cogumelos

Quando se trata de suplementos de cogumelos, existem dois tipos principais:

  • Concentrados ou extratos de cogumelos — A maioria destes são os chamados extratos de água quente, onde o micélio de cogumelos - corpo do fungo- é fervido por longos períodos de tempo para extrair os polissacarídeos de cadeia longa. O produto final é uma forma concentrada de gliconutrientes (açúcares complexos) considerado responsável por muitos dos benefícios para a saúde promovidos pelo cogumelo.
  • Alimentos Integrais / cogumelos crus — Consumir cogumelos crus ou usar um cogumelo integral (pílula em pó) é geralmente uma alternativa melhor se você estiver razoavelmente saudável e procurando manter uma saúde otimizada, pois eles ajudam a manter a função ideal de seus vários sistemas em vez de transmitir um efeito direto. A maior parte do conhecimento sobre os cogumelos vem da antiga medicina chinesa, onde os cogumelos são considerados tônicos. Os tônicos são considerados promotores de efeitos benéficos não específicos em vários sistemas do organismo que não diminuem com o tempo.

Como mencionado anteriormente, se você optar por consumir os seus cogumelos crus, certifique-se de que sejam cultivados organicamente, já que sua carne absorve facilmente os contaminantes do ar e do solo. Da mesma forma, você deve certificar-se de que qualquer produto que você comprar seja certificado como orgânico pela mesma razão.

Além de nutrientes valiosos, cogumelos integrais também fornecem fibra dietética saudável que atua como plataformas prebióticas para o crescimento de organismos probióticos no seu intestino, o que é muito importante para a saúde digestiva.

Adicionar Cogumelos é uma Forma Simples de Melhorar a sua Saúde Através da Alimentação.

Exemplos de Cogumelos para Adicionar à sua Alimentação

Com todas as evidências que demonstram que cogumelos são como pequenas potências de nutrição, eu recomendo adicionar alguns à sua alimentação. Eles são um excelente complemento para qualquer salada e vão muito bem com todos os tipos de carne e peixe.

Apenas certifique-se de que sejam cultivados organicamente para evitar contaminantes prejudiciais que os cogumelos absorvem e concentram do solo, ar e água. Além disso, evite pegar cogumelos na natureza a menos que tenha certeza absoluta de que você sabe o que está colhendo.

Há vários cogumelos tóxicos, e é fácil confundi-los a menos que você tenha muita experiência e saiba o que está procurando. Cultivar seus próprios cogumelos é uma excelente opção e alternativa muito mais segura do que colher cogumelos selvagens.