O óleo de coco é bom para pele ressecada, com coceira e descamação?

pele de coco

Resumo da matéria -

  • No inverno, a pele pode ficar ressecada e apresentar coceira e descamação, quando perde umidade. Felizmente, existem soluções simples e baratas para esse problema, e a maioria delas, se não todas, você encontra em sua própria cozinha
  • Embora os conselhos mais convencionais envolvam o uso de hidratantes à base de petrolato, eu recomendo evitar cremes com essa substância, ou óleos minerais, devido ao potencial carcinogênico
  • Em se tratando de ressecamento e descamação da pele, o ácido graxo ômega-3 de origem animal, como o óleo de krill, pode desempenhar um papel importante. Essa é uma das melhores formas de hidratar a pele de dentro para fora, além de beber bastante água pura e filtrada
  • O óleo de coco é especialmente eficaz no cuidado da pele e também protege contra possíveis infecções. Quando aplicado topicamente, ajuda a reduzir a aparência de linhas finas e rugas, promovendo a força e maleabilidade dos tecidos conjuntivos, além de esfoliar a camada externa de células mortas da pele, deixando-a mais lisa
  • O óleo de coco contribui para a saúde epitelial e previne o surgimento de coceira e ressecamento, mantendo sua pele hidratada e protegida. Suas propriedades antibacterianas e antifúngicas também ajudam a tratar várias condições da pele
  • A saúde e a qualidade da sua pele estão fortemente ligadas à sua saúde intestinal. Vegetais fermentados são ideais para promover o crescimento de bactérias intestinais benéficas
Tamanho da fonte:

A menor umidade do ar somada a temperaturas mais frias tendem a causar estragos na sua pele. Muitas pessoas apresentam ressecamento, descamação e coceira durante os meses de inverno, mesmo que não tenham um problema de pele diagnosticável como o eczema.

Essa coceira típica do inverno é causada pela falta de umidade da pele. Felizmente, existem soluções simples e baratas para esse problema.

Embora os conselhos mais convencionais envolvam o uso de hidratantes à base de petrolato, eu recomendo evitar cremes com essa substância, ou óleos minerais, devido ao potencial carcinogênico. Além disso, o óleo mineral também é comedogênico, o que significa que ele obstrui os poros e atrapalha o processo de respiração natural da pele, o que pode levar a cravos e espinhas.

É importante lembrar que a pele é o maior órgão do corpo humano, e quase tudo que você coloca nela é prontamente absorvido. Portanto, é muito sábio dizer que você não deve passar na pele nada que não teria coragem de comer.

Eu acredito firmemente que você deve abordar o cuidado da pele da mesma forma como trata sua alimentação e fornecer somente os melhores ingredientes da natureza, evitando ao máximo substâncias químicas tóxicas.

Pesquisas anteriores mostraram que as mulheres absorvem cerca de 2,3 quilos de substâncais químicas por ano apenas com a maquiagem que usam! Neste artigo, eu apresento dois tratamentos eficazes contra o ressecamento e a coceira da pele no inverno:

  • Obter através da alimentação quantidades suficientes de ácidos graxos ômega-3 de origem animal.
  • Usar óleo de coco para hidratar a pele.

Além disso, também vou apontar outras medidas alimentares que podem fazer uma grande diferença — e, é claro, não podemos nos esquecer do bom e velho conselho de beber água para nos mantermos hidratados.

Pele ressecada — um sinal de deficiência de ômega-3

A pele é um reflexo externo de que se passa dentro do seu corpo, então sua alimentação é uma poderosa aliada contra a maioria dos problemas de pele. Em se tratando de ressecamento e descamação da pele, o ácido graxo ômega-3 de origem animal, como o óleo de krill, pode desempenhar um papel importante.

Além de tomar bastante água, essa é uma das melhores formas de hidratar a pele de dentro para fora. Na verdade, uma boa maneira de avaliar como anda seu ômega-3 é observando suas mãos atentamente.

Se elas estiverem lisas e macias, você provavelmente está obtendo ômega-3 suficiente da sua alimentação. Do contrário, ou se outras áreas da sua pele apresentarem ressecamento, descamação ou rachaduras, há uma boa chance de que você precisa aumentar a ingestão de ômega-3.

Quando eu viajo, dou palestras e interajo com as pessoas em público, fico espantado, quando nos cumprimentamos, com quantas delas têm as mãos ressecadas. E quase todas elas têm alguma deficiência de ácidos graxos.

Os ácidos graxos ômega-3 ajudam a normalizar as gorduras da pele e a prevenir a desidratação das células. Isso mantém as células epiteliais fortes e repletas de umidade, o que pode ajudar a diminuir a aparência das linhas finas. Os ácidos graxos ômega-3 também podem ajudar a acalmar irritações na pele, dando um aspecto mais claro e uniforme, graças à sua atividade anti-inflamatória.

Então, como primeiro passo para combater o ressecamento da pele, veja se você está ingerindo ácidos graxos ômega-3 em quantidades suficientes. Nos meses mais frios do inverno, pode ser preciso aumentar a dosagem.

Outras medidas alimentares para promover a saúde e hidratação da pele

Além de aumentar sua ingestão de ômega-3, você também deve cuidar do restante da sua alimentação. Ter uma alimentação saudável, como descrito em meu plano nutricional, que prioriza os alimentos orgânicos integrais e biodisponíveis, é a estratégia número um para ajudar seu corpo a se desintoxicar naturalmente enquanto fornece os nutrientes necessários de que sua pele tanto precisa.

Alguns alimentos são especialmente eficazes para deixar a pele bonita, purificada e saudável, entre eles:

Vegetais frescos — idealmente frescos, orgânicos e cultivados localmente. O suco de vegetais frescos também é maravilhoso para a pele, assim como os carotenoides, responsáveis pelas cores vermelha, laranja e amarela nos alimentos. Estudos mostraram que a ingestão de alimentos com esses pigmentos intensos funciona mais para dar um aspecto saudável para o rosto do que para ajudar no bronzeado.

Vegetais fermentados Muitos não percebem isso, mas a saúde e a qualidade da pele estão fortemente ligadas à saúde intestinal. Os vegetais fermentados são ideais para promover o crescimento de bactérias intestinais benéficas.

Os sinais desses microrganismos presentes no intestino são enviados por todo o corpo — eles até interagem com organismos na sua pele. Os pesquisadores agora estão analisando como essas interações podem ajudar numa ampla variedade de condições da pele, incluindo ressecamento e baixa produção de colágeno.

Já foi comprovado que a normalização da microflora intestinal ajuda a combater irritações e problemas crônicos da pele, como eczema e psoríase. As células bacterianas que vivem em seu corpo superam as células humanas na proporção de 10 para 1. Mesmo depois de se lavar, ainda há 1 milhão de bactérias vivendo em cada centímetro quadrado da sua pele.

Porém, esses microrganismos não são inimigos, eles são essenciais para a saúde como um todo e para se ter uma pele radiante. As bactérias da parte interna do cotovelo, por exemplo, processam as gorduras brutas que produzem, o que ajuda a hidratar a pele.

Já foi comprovado que a otimização das bactérias intestinais resulta numa pele mais limpa e livre de acne. Se você não tem o hábito de consumir alimentos fermentados, recomendo a ingestão de probióticos de alta qualidade.

Evite açúcares, frutose, cereais e alimentos processados — este talvez seja o passo mais importante que você pode dar para melhorar a saúde geral da sua pele, independentemente da época do ano.

Se cortar todos os açúcares, frutose e cereais da sua alimentação por algumas semanas, você provavelmente notará uma melhora rápida na sua pele. Alimentos processados, gorduras trans, sal refinado e laticínios pasteurizados também podem ter um impacto negativo para sua pele.

Evitar esses alimentos melhora a sensibilidade à insulina, o que é importante para a saúde geral, incluindo a saúde do coração. Curiosamente, pesquisas recentes mostram que a idade percebida do rosto de uma mulher, com base na tez e no aspecto das rugas, pode ajudar a prever seu risco de pressão alta e doenças cardíacas.

Aquelas que aparentavam ser mais jovens e tinham menos rugas também apresentavam pressão arterial mais baixa e risco reduzido de doença cardíaca.

O óleo de coco ajuda a hidratar a pele

Além de todos os benefícios para a saúde interna, o óleo de coco puro também é um maravilhoso hidratante natural "anti-idade" quando aplicado topicamente. Quando absorvido por sua pele e pelos tecidos conjuntivos, o óleo de coco ajuda a reduzir o aspecto das linhas finas e rugas, promovendo a força e maleabilidade dos tecidos conjuntivos.

Ele também ajuda a esfoliar a camada externa de células mortas da pele, deixando-a mais lisa. O fisiologista e bioquímico Ray Peat, Ph.D., considera o óleo de coco um antioxidante, devido à sua estabilidade e resistência à oxidação e à formação de radicais livres.

Além disso, o óleo de coco também possui uma poderosa atividade antimicrobiana. (Cerca de 50% da gordura do óleo de coco é de ácido láurico, que o corpo converte em monolaurina, substância que possui propriedades antivirais, anti-bacterianas e antiprotozoárias. O ácido cáprico, outra gordura do coco, só que presente em menor quantidade, também possui atividade antimicrobiana).

Como usar o óleo de coco para cuidar da pele

O óleo de coco talvez seja um dos ingredientes mais úteis que você pode ter na sua cozinha. Um artigo anterior de Delicious Obsessions5 lista nada menos do que 122 usos criativos desse produto que não pode faltar em nenhuma casa, incluindo 21 receitas caseiras para o cuidado da pele.

Por exemplo, você pode usar o óleo de coco como base para esfoliantes corporais, desodorante caseiro, pasta de dentes, creme para as mãos e para o corpo, protetor labial — até repelente contra insetos.

Além de ser uma opção segura e natural, o óleo de coco também proporciona à sua pele um tempo livre de todas as toxicidades presentes em produtos e cosméticos que você costuma usar em seus cuidados pessoais.

Veja alguns dos usos do óleo de coco que você pode experimentar para cuidar da sua pele:

  • Para limpar a pele — Pegue 1/2 colher de chá de óleo de coco e emulsione com os dedos. Massageie suavemente na pele em movimentos circulares. Lave com água morna e seque a pele.
  • Removedor de maquiagem à prova d'água — Para maquiagem à prova d'água, cubra as pálpebras e cílios com óleo de coco. Mas tenha cuidado para não deixar o óleo cair no olho. Massageie suavemente sua pele para soltar a maquiagem. Limpe com algodão e lave com água morna.
  • Hidratante para a pele — Para hidratação facial, esfregue suavemente uma pequena quantidade de óleo de coco sobre a pele recém lavada. Para hidratação corporal, você pode massagear o óleo de coco suavemente em sua pele ou adicioná-lo a loções e outros cremes naturais.
  • Creme de depilar — Aplique uma quantidade generosa de óleo de coco em sua pele antes de se depilar.

O óleo de coco também é um tratamento eficaz para várias condições da pele, como eczema e xerose. As condições associadas ao ressecamento da pele muitas vezes são extremamente desconfortáveis e apresentam coceira, para não dizer que elas também aumentam o risco de infecções. O óleo de coco ajuda a hidratar a pele ressecada e a protegê-la das bactérias devido a suas propriedades antivirais e antibacterianas naturais.

Para a acne, a aplicação de óleo de coco ajuda a acalmar a inflamação. Observou-se que o óleo de coco é tão eficaz quanto o peróxido de benzoíla no tratamento de espinhas. Isso só mostra quão impressionante é o óleo de coco para o cuidado da pele.

5 etapas para tratar o ressecamento da pele no banho

Remover o excesso de células mortas revela a pele nova que está por baixo. Com a rotina a seguir, você consegue esse efeito sem o uso de substâncias químicas agressivas:

  • Antes de entrar no chuveiro, esfregue seu corpo com uma escova de banho seca. Isso ajuda a remover a pele que está descamando.
  • Evite sabonete ou use o mínimo possível, especialmente no inverno ou em climas secos, pois ele tende a piorar o ressecamento da pele.
  • Em vez disso, aplique um esfoliante natural em todo o seu corpo (aplique o esfoliante também antes de se molhar e escolha um produto que contenha óleo natural para fins de hidratação).
  • A água quente pode piorar o ressecamento da pele, então tome o banho mais frio que puder.
  • Após o banho, aplique uma manteiga corporal natural ou óleo hidratante natural (não óleo mineral ou óleo de bebê) para ajudar a selar a umidade. Como mencionado anteriormente, o óleo de coco orgânico é uma ótima escolha.

Durante os meses de inverno, mantenha-se hidratado por dentro e por fora para evitar as crises de coceira

A maioria das pessoas lembra que é preciso se hidratar no verão, pois o calor provoca transpiração e sede. Mas a menor umidade e o clima frio do inverno tendem a remover a umidade da pele, então você ainda precisa se manter bem hidratado, mesmo que não esteja transpirando. Como já foi dito, otimizar seu nível de ômega-3 é uma das melhores maneiras de hidratar a pele de dentro para fora.

Mas também é preciso beber água pura e filtrada. Beba o suficiente para deixar sua urina de uma cor bem clara. Quando se trata de manter a pele saudável e elástica, sua alimentação pode fazer uma grande diferença de dentro para fora. Evitar açúcares, frutose, cereais e alimentos processados é uma estratégia fundamental para manter a pele saudável, independentemente da estação.

E os vegetais — frescos e fermentados — aumentam ainda mais o quociente de saúde da pele. Quanto aos tratamentos usuais contra o ressecamento da pele e coceira, lembre-se de que muitos produtos são repletos de substâncias químicas que podem piorar as coisas, em vez de melhorá-las.

Embora os cremes de petrolato ajudem a selar a umidade, parecendo resolver o problema, pesquisas mostraram que aplicações tópicas de hidratantes à base dessa substância podem, na verdade, aumentar o risco de câncer de pele...

O óleo de coco orgânico é uma excelente alternativa aos cremes potencialmente tóxicos e a loções repletas de ingredientes duvidosos. Você pode usar puro ou misturar com outros ingredientes naturais. Para ver mais ideias e receitas, veja o artigo do Delicious Obsessions sobre o assunto. Se você optar por um creme hidratante industrializado, recomendo aderir aos produtos 100% orgânicos e certificados pela ANVISA.

Pessoalmente, eu raramente coloco conscientemente na minha pele qualquer coisa que eu não estaria disposto a colocar na minha boca. Por exemplo, eu formulei minha manteiga orgânica com oito ingredientes baseados em alimentos que são reconhecidos por seus benefícios, segurança e eficácia.

Estes ingredientes contribuem individual e sinergicamente para uma pele mais macia, lisa e hidratada, sem sobrecarregar o corpo com potenciais toxinas. Acredito que, juntamente com uma alimentação rica em nutrientes e água pura, um hidratante orgânico verdadeiramente natural pode ajudar a obter uma pele purificada e radiante.

Manteiga de karité orgânica

Manteiga de cacau

Óleo de coco virgem

Óleo de jojoba

Manteiga de murumuru

Extrato de farelo de arroz (Oryza sativa)

Óleo de palma

Aloe vera