Perigos Surpreendentes para a Saúde Associados a uma Dieta Somente de Frutas

Dieta de fruta

Resumo da matéria -

  • Pesquisa sugere que a frutose pode ter um impacto particularmente significativo sobre o câncer de pâncreas, já que as células do câncer de pâncreas têm demonstrado usar a frutose para fazer sua divisão celular, acelerando o crescimento e a disseminação do câncer.
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

As frutas estão repletas de antioxidantes saudáveis, vitaminas e minerais, razão pela qual consumi-las com moderação é bom para pessoas saudáveis. No entanto, muitos beneficiam-se ao restringir a ingestão de frutas.

A frutose, um açúcar simples encontrado na fruta, é preferencialmente metabolizado em gordura no fígado, e a ingestão de grandes quantidades tem sido associada a efeitos metabólicos e endócrinos negativos.

Portanto comer quantidades muito grandes – ou pior, nada além de frutas – pode logicamente aumentar o risco de vários problemas de saúde, desde a resistência à insulina e à leptina até o câncer.

Como uma regra geral de saúde, eu recomendo limitar o consumo total de frutose a cerca de 25 gramas por dia, em média, e isso inclui a frutose vinda da fruta.

No entanto, se você tem resistência à insulina, doença cardíaca, câncer ou pressão alta, você deve reduzir para 15 gramas ou menos.

Kutcher Foi Parar no Hospital Depois de Adotar uma Dieta Somente de Frutas

O ator Ashton Kutcher divulgouos problemas de saúde provocados por seguir uma dieta somente de frutas, adotada na preparação para interpretar o personagem Steve Jobs no filme “Jobs”.

Jobs adotou uma dieta somente de frutas em sua juventude, e até mesmo a marca que ele cofundou: Apple (Maçã em inglês) – Kutcher contou recentemente ao USA Today:

Em primeiro lugar, a dieta de frutas pode levar a problemas sérios. Eu fui ao hospital dois dias antes de começarmos a gravar o filme. Eu estava me dobrando de dor. Os níveis dos meus pâncreas estavam completamente fora de sintonia. Foi realmente aterrorizante… considerando tudo.”

O “tudo” é provavelmente uma referência ao câncer de pâncreas – a doença que matou Steve Jobs em 5 de outubro de 2011, aos 56 anos de idade.

Por que Grandes Quantidades de Frutas Podem Não Ser Saudáveis

Embora as pessoas estejam tornando-se cada vez mais conscientes sobre a conexão entre o consumo excessivo de frutose e obesidade e doenças crônicas, muitos esquecem-se de que as frutas também são uma fonte de frutose.

Muitos tendem a acreditar que, contanto que a fruta seja natural e crua, você pode comer quantidades ilimitadas dela sem sofrer efeitos metabólicos adversos.

Eliminar alimentos processados ​​e refrigerantes – que são repletos de xarope de milho rico em frutose – e substituí-lo por uma dieta somente de frutas provavelmente não vai melhorar sua saúde.

É importante considerar TODAS as fontes de frutose e tentar limitar seu consumo total se você quiser otimizar sua saúde. É verdade que as frutas contêm fibras alimentares benéficas, antioxidantes, vitaminas e minerais, razão pela qual elas são uma parte importante de uma dieta saudável – contanto que elas sejam comidas com moderação.

Acredito que a maioria das pessoas iria beneficiar-se substituindo as frutas por 50 a 70% de suas calorias provenientes de gordura saudável. Você também precisa de quantidades moderadas de proteína de alta qualidade.

Uma dieta somente de frutas é essencialmente uma dieta de somente de frutose, e isso está fadado a terminar em um desastre para a sua saúde, pelo menos em longo prazo. Estudos demonstraram que a frutose pode induzir a:

Tolerância à glicose prejudicada, resistência à insulina e diabetes

Triglicerídeos elevados

Obesidade abdominal

Resistência à leptina

Inflamação e estresse oxidativo

Disfunção endotelial

Doença microvascular

Hiperuricemia

Dano renal

Doença hepática gordurosa

Pressão sanguínea alta

Síndrome metabólica

A Conexão da Frutose com o Câncer Pancreático

O câncer de pâncreas é um dos cânceres de crescimento mais rápido; apenas cerca de quatro por cento dos pacientes podem ter esperança de sobreviver cinco anos após o diagnóstico.

O câncer do pâncreas tem um prognóstico terrível – metade de todos os pacientes com câncer pancreático localmente avançado morrem 10 meses após o diagnóstico; metade daqueles nos quais ocorreu metástase morrem dentro de seis meses.

Seu pâncreas contém dois tipos de glândulas: glândulas exócrinas que produzem enzimas que decompõem as gorduras e proteínas, e glândulas endócrinas que produzem hormônios como a insulina, que regulam o açúcar no sangue.

Steve Jobs morreu de tumores originários das glândulas endócrinas, que estão entre as formas mais raras de câncer no pâncreas. Seu câncer foi detectado durante um exame abdominal em outubro de 2003, como a revista Fortune reportou em uma reportagem de capa de 2008.

Ele supostamente passou nove meses em “terapias alternativas”, incluindo o que a Fortune chamou de “uma dieta especial”, embora não houvesse menção de que tipo de dieta poderia ter sido. Em 2004, depois que o câncer espalhou-se, Jobs optou pela cirurgia. Infelizmente, isso não o curou.

Posteriormente, ele foi submetido a um procedimento experimental chamado Terapia do Receptor de Peptídeos com Radionuclídeo (PRRT), que envolve a liberação de radiação nas células tumorais por meio da ligação de um dos dois isótopos radioativos a um remédio que imita a somatostatina, o hormônio que regula todo o sistema endócrino e a secreção de outros hormônios.

Este tratamento também falhou. Depois de ter feito um transplante de fígado, Jobs sucumbiu ao câncer em 2011.

Curiosamente, uma pesquisa publicada em 2010 sugere que a frutose pode ter um impacto particularmente significativo sobre o câncer de pâncreas.

A produção de insulina é uma das principais funções do pâncreas, usada pelo corpo para processar o açúcar no sangue e, no laboratório, a insulina promove o crescimento das células cancerígenas do pâncreas.

No entanto, há mais acontecendo do que somente isso. A pesquisa em questão demonstrou que a maneira pela qual os diferentes açúcares são metabolizados (usando diferentes vias metabólicas) é de GRANDE importância quando se trata de alimentar as células cancerígenas do pâncreas e fazê-las proliferar.

O estudo confirma o velho ditado de que o açúcar alimenta o câncer – uma descoberta pela qual o Dr. Warburg recebeu o Prêmio Nobel há mais de 90 anos. As células tumorais se desenvolvem com glicose e não possuem o mecanismo metabólico para queimar gordura. No entanto, as células usaram frutose para a divisão celular, acelerando o crescimento e a disseminação do câncer.

Há motivos razoáveis para suspeitar que, se seu corpo mantém altos níveis de insulina, você aumenta a capacidade de sobrevivência e crescimento do câncer de pâncreas.

Então, se você quiser prevenir o câncer, ou se quiser tratar o câncer, é vital que você mantenha seu nível de insulina o mais baixo possível.

Você Deveria Eliminar as Frutas da Sua Dieta?

Resposta curta, não, não seria sensato eliminar totalmente as frutas. As frutas são definitivamente uma fonte de frutose, e comer pequenas quantidades de frutas integrais é bom se você é saudável.

Nos legumes e frutas, a frutose é misturada a fibras, vitaminas, minerais, enzimas e fitonutrientes benéficos, os quais ajudam a moderar os efeitos metabólicos negativos.

No entanto, se você sofre de algum problema de saúde relacionado à frutose, como resistência à insulina, síndrome metabólica, doença cardíaca, obesidade ou câncer, seria sensato limitar o consumo total de frutose a 15 gramas de frutose por dia. Isso inclui a frutose de TODAS as fontes, incluindo das frutas integrais.

Se você não tem resistência à insulina,você pode aumentar esse valor para 25 gramas de frutose total por dia em média.

Se você obtém sua frutose apenas de legumes e frutas (de onde ela origina-se), como a maioria das pessoas fazia há um século, você consumiria cerca de 15 gramas por dia.

Hoje, a média é de 73 gramas por dia e nossos corpos simplesmente não conseguem tolerar esse tipo de abuso bioquímico. Então, por favor, adicione cuidadosamente suas frutas com base na tabela a seguir, a fim de manter seu consumo total de frutose abaixo de 15 a 25 gramas por dia, dependendo do seu estado de saúde atual.

Fruta Tamanho da Porção Gramas de frutose

Limão

1 média

0

Limão Siciliano

1 média

0,6

Oxicoco

1 copo

0,7

Maracujá

1 média

0,9

Ameixa

1 média

1,2

Goiaba

2 médias

2,2

Tâmara (estilo Deglet Noor)

1 média

2,6

Cantalupo

1/8 de cantalupo médio

2,8

Framboesa

1 copo

3,0

Clementina

1 média

3,4

Kiwi

1 média

3,4

Amora

1 copo

3,5

Carambola

1 média

3,6

Cerejas, doces

10

3,8

Morangos

1 copo

3,8

Cerejas, azedas

1 copo

4,0

Abacaxi

1 fatia (8,8 cm x 1,905 cm)

4,0

Toranja, rosa ou vermelha

1/2 média

4,3

Fruta Tamanho da Porção Gramas de frutose

Boysenberry

1 copo

4,6

Tangerina/mandarina

1 média

4,8

Nectarina

1 média

5,4

Pêssego

1 média

5,9

Laranja (laranja-da-baía)

1 média

6,1

Mamão

1/2 média

6,3

Melão Honeydew

1/8 de melão honeydew médio

6,7

Banana

1 média

7,1

Mirtilos

1 copo

7,4

Tâmara (Medjool)

1 média

7,7

Maçã (composto)

1 média

9,5

Caqui

1 média

10,6

Melancia

1/16 de melancia média

11,3

Pera

1 média

11,8

Uvas passas

1/4 copo

12,3

Uvas sem sementes (verdes ou vermelhas)

1 copo

12,4

Manga

1/2 média

16,2

Damascos secos

1 copo

16,4

Figos, secos

1 copo

23,0

Como Determinar sua Suscetibilidade Individual ao Dano da Frutose

Como já foi dito, aqueles que precisam ter cuidado com a ingestão de frutas são pessoas com altos níveis de insulina. Se você tiver qualquer um dos seguintes problemas de saúde, é muito provável que você tenha síndrome de resistência à insulina:

  • Excesso de peso
  • Colesterol alto
  • Pressão alta
  • Diabetes
  • Infecções Fúngicas

Além disso, você também pode usar seus níveis de ácido úrico como um indicador da sua suscetibilidade aos danos causados pela frutose, pois algumas pessoas podem processar a frutose de forma mais eficiente do que outras. Quanto maior for o seu ácido úrico, mais sensível você será aos efeitos da frutose.

A faixa mais segura de ácido úrico parece estar entre 3 e 5,5 miligramas por decilitro (mg/dl), de acordo com o Dr. Richard Johnson, o nível ideal de ácido úrico está provavelmente em torno de 4 mg/dl para homens e 3,5 mg/dl para mulheres.

Se você é daqueles que acredita que as frutas são saudáveis, não importa o quanto você coma, eu recomendo fortemente que você tenha verifique seu nível de ácido úrico para descobrir o quão sensível você é à frutose.

Coma a quantidade de fruta que você sente que é certa para você por algumas semanas e, em seguida, verifique o seu nível de ácido úrico e veja se seus níveis estão saudáveis. Muitos que estão acima do peso provavelmente têm níveis de ácido úrico bem acima de 5,5. Alguns podem até estar mais próximos de 10 ou acima.

Medir os seus níveis de ácido úrico é uma forma muito prática de determinar quão rigoroso você precisa ser quando se trata do seu consumo de frutose – e frutas.

Existe Algo Como uma Dieta Ideal Para Todos?

Os requisitos nutricionais podem variar muito de uma pessoa para outra, e é por isso que tenho sido um defensor de longa data de se comer de acordo com seu tipo nutricional. Por exemplo, se você é um tipo proteico, as frutas geralmente não são benéficas para você, com exceção do coco, que tem um teor de gordura maior que é benéfico para os tipos proteicos.

Por outro lado, os tipos carboidrato tendem a se dar bem com frutas e podem consumir com segurança quantidades moderadas. Esta é uma distinção importante, e todos devem tentar consumir principalmente as frutas específicas que são melhores para a sua bioquímica única.

Tenha em mente que novas evidências sugerem que sua dieta deve ser composta de pelo menos metade de gordura saudável, possivelmente chegando até 70%. É importante entender que seu corpo necessita de gorduras saturadas de origem animal e vegetal (como carne, laticínios, certos óleos e plantas tropicais, como o coco) para ter um ótimo funcionamento.

Quando você leva isso em conta, é fácil ver que uma dieta somente de frutas pode causar danos sérios à sua saúde. Tenha em mente que uma fome frequente pode ser um grande indício de que você não está comendo corretamente.

Não só é uma indicação de que você está consumindo os tipos errados de comida, mas também é um sinal de que você provavelmente os está consumindo em proporções desequilibradas para sua bioquímica individual.

A gordura sacia muito mais que os carboidratos, portanto, se você tiver reduzido os carboidratos e sentir-se faminto, lembre-se de que isso é um sinal de que você não os substituiu por quantidades suficientes de gordura.

Você deve certificar-se de que está adicionando os tipos corretos de gordura, como:

Azeitonas e Azeite

Cocos e óleo de coco

Manteiga feita de leite orgânico cru de animais alimentados com grama

Nozes cruas, como amêndoas ou noz pecã

Gemas de ovos orgânicos de animais alimentados com pasto

Abacates

Carnes de animais alimentados com grama

Azeite de dendê

(também conhecido como óleo de palma)

Óleos de nozes orgânicas não aquecidos

Se Você Busca Ter uma Saúde Otimizada, Preste Atenção aos seus Níveis de Insulina

Três problemas de estilo de vida continuam surgindo no radar quando você olha para o que está contribuindo para o câncer de pâncreas: ingestão de açúcar, falta de exercício e deficiência de vitamina D.

É óbvio que uma dieta somente de frutas pode comprometer seriamente a sua sensibilidade à insulina, aumentando assim o risco de vários problemas de saúde, incluindo problemas pancreáticos. É simplesmente frutose DEMAIS para a maioria das pessoas.

Então, por favor, tenha cuidado com qualquer dieta que pareça extrema, e lembre-se de que o corpo humano PRECISA de gorduras saudáveis e proteínas de alta qualidade para ter um funcionamento correto.

Quanto às frutas, seja cuidadoso se você tiver algum tipo de problema de saúde relacionado à insulina, como discutido acima, e limite o seu consumo total de frutose a 15 a 25 gramas de frutose por dia, dependendo do seu estado de saúde.