Sulfato de Magnésio: Como Usá-lo Como Suplemento

Sal de Epsom

Resumo da matéria -

  • O sulfato de magnésio, comumente conhecido como sal de Epsom, é geralmente usado para melhorar os níveis de magnésio no organismo
  • Conheça outras formas de utilização do sulfato de magnésio para beneficiar sua saúde
Tamanho da fonte:

O magnésio é um mineral proveniente do solo e está presente em diversos alimentos.

Ele desempenha uma importante função na adequação da saúde, pois é cofator em mais de 300 sistemas enzimáticos responsáveis por diversos processos biológicos, tais como:

Síntese proteica

Funções musculares e nervosas

Regulação da pressão arterial

Controle do açúcar no sangue

Produção de energia

Transporte de cálcio e potássio em membranas celulares

Está claro que o magnésio é um mineral essencial que todo mundo deveria possuir suficientemente. Infelizmente, este não é o caso para a maioria.

Estima-se que até 80% das pessoas não obtenham magnésio suficiente a partir de sua dieta e que podem estar, inclusive, deficientes deste mineral, podendo desencadear diversos problemas relacionados à saúde.

Diversos Sintomas da Deficiência de Magnésio

A deficiência de magnésio é uma causa de grande preocupação hoje em dia. Se seu organismo possui falta deste mineral, você pode desenvolver problemas, como:

Fadiga

Depressão

Diabetes

Hipertensão

Insônia

Coágulos sanguíneos

Doenças cardíacas

Cáries

Osteoporose

Hipoglicemia

Muito simplesmente, a melhor forma de você combater os perigos da deficiência de magnésio é aumentando o consumo de alimentos ricos em magnésio.

Diferentes Fontes de Magnésio

O nível de magnésio pode ser convenientemente elevado através da dieta. Existem diversos alimentos ricos em magnésio que você pode consumir e apreciar regularmente para ajudá-lo(a) a melhorar sua saúde, como:

  • Abacate: 58 miligramas por xícara
  • Cavala: 82 miligramas por xícara
  • Banana: 41 miligramas por xícara
  • Chocolate amargo: 432 miligramas por xícara
  • Espinafre: 157 miligramas por xícara

Além dos alimentos supracitados, o consumo de suplementos de magnésio pode ser outra forma de melhorar os níveis de magnésio, porém eles podem ser bastante confusos se você não estiver familiarizado(a) com eles.

Existem diferentes tipos de suplementos de magnésio, tais como cloreto de magnésio, óxido de magnésio, citrato de magnésio e sulfato de magnésio.

O motivo para o consumo de suplementos na forma de sais é que o magnésio puro não é facilmente absorvido pelo organismo, portanto deve estar ligado a uma substância base. Todos estes produtos usam diferentes bases dependendo do objetivo intencionado e da biodisponibilidade deles.

Biodisponibilidade é a quantidade de magnésio que pode ser absorvida no sistema digestivo para seu organismo usar.

Lembre-se que quando se trata de aumento do nível de magnésio, acredito que consegui-lo através da dieta é a abordagem mais saudável.

Suplementos podem funcionar, porém confiar demasiadamente neles pode causar problemas digestivos, pois níveis elevados de magnésio promovem efeitos laxativos. Se você ainda assim quer tentar esta abordagem, um suplemento de magnésio que você pode tentar é o sulfato de magnésio, também conhecido com sal de Epsom.

Estudos Relacionados aos Benefícios Promovidos Pelo Sulfato de Magnésio

Um dos principais benefícios promovidos pelo sulfato de magnésio é seu potencial para aumentar a quantidade geral de magnésio no organismo. Para conseguir isto, o sulfato de magnésio é tipicamente dissolvido na água do banho, permitindo que a pele absorva a substância. Ele pode também ser consumido em cápsulas dependendo da preferência do usuário.

Em um estudo conduzido pela Universidade de Birmingham no Reino Unido, solicitou-se a 19 participantes saudáveis que mergulhassem em banho de sulfato de magnésio por 12 minutos e seus níveis de magnésio foram medidos depois disso através de amostras de sangue e urina.

Os resultados indicaram que a maioria dos participantes teve as concentrações de magnésio elevadas em seus plasmas e que o banho consistente aumentou a concentração ainda mais.

Ademais, o sulfato de magnésio possui outras aplicações além do aumento dos níveis de magnésio no sangue. A tabela abaixo mostra outras aplicações práticas potenciais para esta substância:

Para ajudar no tratamento de pré-eclâmpsia, o sulfato de magnésio pode ser administrado intravenosamente para ajudar na redução do risco de convulsões no organismo da mãe e é, na verdade, um dos métodos mais comuns usados para pessoas que desenvolvem este problema. Dosagens são estritamente controladas em um ambiente hospitalar para reduzir a ocorrência de outras complicações.

Tratamento para Pré-eclâmpsia

Pré-eclâmpsia é uma complicação que pode ocorrer durante a gravidez. É marcada por pressão alta, função anormal dos órgãos e excesso de proteína na urina.

Tratamento para Trabalho de Parto Pré-termo

Trabalho de parto pré-termo é definido como trabalho de parto antes da 37ª semana de gravidez, ocorrendo quando o útero contrai regularmente e desencadeia mudanças no colo do útero.

Mulheres grávidas que experimentam trabalho de parto pré-termo recebem sulfato de magnésio por via intravenosa na dosagem de 4 a 6 gramas por 15 a 30 minutos e, então, dosagem de manutenção de 2 a 3 gramas por hora.

Esta estratégia pode ajudar na inibição de contrações no útero.

Alívio da Constipação

Suplementos de magnésio são comumente consumidos por seus efeitos laxativos e o sulfato de magnésio mostrou-se útil nesta função.

Pesquisa realizada sugere que o magnésio ajuda a melhorar a evacuação puxando mais água do organismo até o cólon. Após o consumo de uma dose, a evacuação deve ocorrer dentro de 30 minutos a seis horas.

Alivia os Sintomas da Asma

Asma é um problema respiratório definido por dificuldade respiratória, tosse, chiado e aperto no peito.

Se este problema tornar-se grave, o sulfato de magnésio pode ser administrado para promover alívio imediato induzindo o relaxamento dos músculos bronquiais suaves.

Recuperação Muscular Melhorada

Pesquisa realizada mostrou que o magnésio pode beneficiar a recuperação muscular após atividade física intensa.

De acordo com a publicação Magnesium Research, o magnésio é responsável pelo consumo de oxigênio, produção de energia e equilíbrio eletrolítico.

Ademais, evidências sugerem que mesmo uma leve deficiência de magnésio pode ampliar os efeitos negativos de exercícios extenuantes, como estresse oxidativo.

Portanto, o aumento do consumo de magnésio pode ajudar na melhora da atividade física e recuperação.

Melhor Função Cognitiva

A deficiência de magnésio foi associada a diversas patologias neurológicas, como enxaquecas, depressão, epilepsia, derrame, lesões cerebrais e vertebrais traumáticas e doença de Parkinson.

Para ajudar na prevenção da perda da função cerebral, o sulfato de magnésio pode ser utilizado.

De acordo com um estudo feito em roedores publicado na PLoS One, a administração de sulfato de magnésio em ratos ajudou no aumento dos níveis de magnésio no cérebro, assim como reverteu deficiências em potencialização em longo prazo.

Quem Não Deve Consumir Sulfato de Magnésio?

O consumo de suplemento de sulfato de magnésio pode beneficiar sua saúde, no entanto pode promover alterações repentinas no seu organismo. Antes de considerar consumir o sulfato de magnésio, não deixe de consultar seu médico, especialmente se você tiver qualquer um dos seguintes problemas:

Doença renal

Doença cardíaca

Batimento cardíaco irregular

Diabetes

Distúrbio estomacal ou intestinal

Dor estomacal grave

Náusea ou vômito

Intestino perfurado

Obstrução intestinal

Constipação grave

Colite

Distúrbio alimentar

Se você teve uma alteração repentina nos hábitos intestinais, é importante dizer isso ao médico, pois o sulfato de magnésio pode afetar a saúde digestiva.

Mulheres grávidas não podem consumir suplementos de sulfato de magnésio, especialmente se estiver com previsão de parto nas próximas duas horas.

Ademais, não se sabe se o sulfato de magnésio passa para o leite materno. Se você decidir consumir o suplemento após o parto, consulte o médico antes por segurança.

Efeitos Colaterais do Sulfato de Magnésio que Você Deve Conhecer

Embora estudos publicados tenham sugerido que o sulfato de magnésio possa melhorar sua saúde, ainda existe uma chance de você experimentar efeitos colaterais. Efeitos colaterais relatados incluem:

Confusão

Tontura ou vertigem

Problemas cardíacos

Fraqueza

Pressão arterial baixa

Fraqueza muscular

Sonolência

Diarreia

Dor de cabeça

Sudorese

Ansiedade

Sensação de que você vai desmaiar

Embora existam diversos efeitos colaterais indicados, nem todos eles são alarmantes e não necessitam atenção médica. No entanto, se você experimentar os aspectos mais graves, tais como pressão arterial baixa, ataques de ansiedade e problemas cardíacos, pare de consumir o sulfato de magnésio e procure um médico imediatamente.

A Dosagem de Sulfato de Magnésio Depende do Produto que Você Escolher

Idealmente, homens devem consumir 400 a 420 miligramas de magnésio por dia, enquanto mulheres devem consumir 310 a 320 miligramas.

Existem quantidades ideais para ajudar na prevenção da ocorrência de sintomas da deficiência de magnésio. Você pode até aumentar as quantidades para 600 a 900 miligramas para aumentar os benefícios.

Para ajudá-lo(a) a saber se chegou à dosagem correta, cuidadosamente monitore as reações intestinais. Recomendo começar com 200 miligramas, para que seu organismo não fique repentinamente sobrecarregado com grandes quantidades de magnésio e, então, gradualmente aumente a dose até que você desenvolva fezes levemente soltas.

Este é um bom indicador de que você possui os níveis ótimos de magnésio e que ele não está tornando-se um laxante.

Porém, antes de seguir para a compra de um suplemento de sulfato de magnésio, consulte um médico para verificar se você possui qualquer problema pré-existente que possa evitar que você consuma o suplemento. Além disso, você não deve consumir mais que o necessário para evitar sofrer os efeitos colaterais.

Lembrete Importante Antes de Consumir Sulfato de Magnésio

Embora pareça que o sulfato de magnésio possa ajudá-lo(a), não se sobrecarregue dele sempre. Magnésio em demasia no organismo pode resultar em hipermagnesemia, problema que causa efeitos colaterais perigosos, tais como pressão baixa, paralisia respiratória e condução cardíaca anormal.

Para evitar efeitos como hipermagnesemia, você precisa aumentar o consumo de cálcio também. Idealmente, a proporção entre cálcio e magnésio deve ser 1:1. As propriedades relaxantes dos músculos que o magnésio promove equilibram as propriedades de contração muscular do cálcio.

O consumo de vitamina K2 também pode ser aumentado juntamente com o cálcio, pois ela ajuda a direcionar o cálcio para partes onde ele é mais necessário, como os ossos e os dentes. Sem vitamina K2, pode ocorrer calcificação arterial.

Perguntas Frequentes com Relação ao Sulfato de Magnésio

Q: O sulfato de magnésio é solúvel?

A: Sim, o sulfato de magnésio é uma substância solúvel, especialmente em água.

Q: O que o sulfato de magnésio faz?

A: O sulfato de magnésio, também conhecido com sal de Epsom, aumenta os níveis de magnésio no organismo, podendo ajudar em uma série de problemas, tais como pré-eclâmpsia, trabalho de parto pré-termo, saúde digestiva, reparação muscular e alívio de dores.

Q: O sulfato de magnésio é inflamável?

A: O sulfato de magnésio não é uma substância inflamável. No entanto, pode liberar fumaça tóxica ou irritante quando exposto ao fogo.

Q: O sulfato de magnésio é seguro?

A: O sulfato de magnésio é considerado geralmente seguro. No entanto, assim como acontece com outros suplementos, pode levar a efeitos colaterais indesejados. Problemas comumente relatados são diarreia, náusea, dor de cabeça e vertigem. Certifique-se de consultar um médico antes de consumir sulfato de magnésio ou qualquer outra forma de suplemento de magnésio com este propósito.

+ Recursos e Referências