Por Que a Medicina Não Permite que o Câncer Seja Curado

Tratamento Para o Câncer

Resumo da matéria -

  • Um documentário fascinante expõe a corrupção na indústria do câncer e as medidas extremas que ela empreenderá para desacreditar, aprisionar e destruir profissionalmente qualquer médico que prescreva tratamento natural para seus pacientes com câncer
  • Uma pessoa em cada três será diagnosticada com câncer ao longo de suas vidas; duas em cada três morrem de câncer em cinco anos
  • O paciente comum com câncer gasta US$ 50.000 combatendo a doença, tornando a indústria do câncer uma indústria de 50 bilhões de dólares por ano; o monopólio médico não é motivado a encontrar uma cura quando o tratamento é tão lucrativo
  • Muitos tratamentos naturais têm sido usados com sucesso contra o câncer, mas os tratamentos são silenciados, enterrados e mantidos fora do alcance público por campanhas de difamação financiadas pelo cartel médico
  • Minhas principais 12 estratégias de prevenção do câncer estão listadas, incluindo dicas específicas de alimentação, sono, exercício e controle de estresse
Tamanho da fonte:

Por Dr. Mercola

Imagine que um avião comercial caiu e houve algumas fatalidades envolvidas. Você pode ter certeza de que isso seria manchete em todos os principais jornais. Bem, nós temos o equivalente a 8-10 aviões caindo TODOS OS DIAS com todas as pessoas a bordo morrendo de câncer.

A medicina ocidental não está mais perto de encontrar uma "cura para o câncer", enquanto que o câncer se tornou uma epidemia mundial de proporções surpreendentes. As estatísticas falam por si mesmas:

  • No início de 1900, uma em cada 20 pessoas desenvolveram câncer
  • Na década de 1940, uma em cada 16 pessoas desenvolveram câncer
  • Na década de 1970, era uma em cada 10
  • Hoje, é uma em cada três!

A epidemia do câncer é um sonho para a Indústria Farmacêutica, e suas campanhas para silenciar as curas do câncer têm sido ferozes, história bem relatada no documentário Cancer: Forbidden Cures (Câncer: Curas Proibidas). Em Inglês

A Máquina do Câncer

Por favor, entenda que o câncer é um grande negócio. A indústria do câncer não está gastando praticamente nada de seus recursos multibilionários em estratégias efetivas de prevenção, como orientações alimentares, exercícios e educação sobre obesidade. Em vez disso, ela investe seu dinheiro no tratamento para o câncer, não na sua prevenção ou cura.

Por que eles matariam seu ganso dos ovos de ouro? Se eles puderem manter bem lubrificada e em bom funcionamento sua máquina de câncer, eles continuarão a obter grandes lucros com medicamentos quimioterápicos, radioterapia, procedimentos diagnósticos e cirurgias.

O típico paciente com câncer gasta US$ 50.000 combatendo a doença. Medicamentos de quimioterapia estão entre os mais caros de todos os tratamentos, muitos variando entre US$ 3.000 e US$ 7.000 para um suprimento de um mês.

Se a indústria do câncer permitisse uma cura, então sua base de pacientes desapareceria. Faz mais sentido manter um fluxo constante de pacientes com câncer vivos, mas doentes, e precisando de mais medicamento. Como esse monstro da sociedade surgiu?

O documentário é extremamente informativo. Ele detalha como a indústria farmacêutica associou-se à American Medical Association (AMA) (Associação Médica Americana) em um engenhoso plano para tomar o sistema médico em quatro etapas rápidas e fáceis, no início do século XX. Em poucas palavras, foi desta forma:

  1. Banqueiros internacionais proprietários de empresas farmacêuticas e químicas ganharam controle sobre o sistema de educação médica há mais de 100 anos.
  2. Fizeram doações à AMA e às principais faculdades de medicina em troca de cadeiras em seu conselho e da capacidade de controlar políticas.
  3. Finalmente, projetaram inteligentemente o controle de praticamente todas as agências reguladoras federais relacionadas à prática da medicina.

“Não se ATREVA a Curar Ninguém!’

Apesar da enorme quantidade de dinheiro canalizado para pesquisa sobre o câncer atualmente, dois em cada três pacientes com câncer estarão mortos dentro de cinco anos após receberem toda ou parte da trindade padrão do tratamento contra o câncer - cirurgia, radioterapia e quimioterapia. Isso não é muito surpreendente quando você considera que dois dos três são cancerígenos! Um estudo realizado estimou que a quimioterapia beneficia cerca de uma em cada 20 pessoas que a recebem.

Nos últimos cem anos, vários tratamentos naturais contra o câncer foram desenvolvidos e usados com sucesso para tratar pacientes nos EUA e em outros países. Todos foram veementemente desconsiderados, silenciados e empurrados para debaixo do tapete pelo monopólio médico, sendo que médicos e pesquisadores foram atacados, vilipendiados, enviados para a prisão e profissionalmente arruinados por ousarem desafiar a instituição médica.

Até hoje, no que diz respeito à credibilidade na medicina, "charlatão" é sinônimo de "competição".

A fim de proteger o monopólio médico, qualquer tratamento natural viável é recebido com forte oposição pelas indústrias farmacêutica e médica. As empresas farmacêuticas não têm interesse em agentes naturais que não podem patentear, porque interferem em seu fluxo de renda.

Eles tomarão - e assim já o tem feito - medidas extremas para evitar que a verdade sobre tratamentos naturais eficazes (ameaças competitivas) chegue ao público.

O FDA é agora, graças ao PDUFA, financiado principalmente pelas empresas farmacêuticas e é cúmplice neste processo. Eles restringem a concorrência sob o pretexto de proteger o público, quando a realidade é que eles estão protegendo os lucros das empresas farmacêuticas.

Minhas 12 Principais Estratégias de Prevenção do Câncer

Há tanta coisa que você pode fazer para diminuir o risco de câncer. Mas, por favor, não espere até obter o diagnóstico - você deve tomar medidas preventivas AGORA. É muito mais fácil prevenir o câncer do que tratá-lo, uma vez que ele aconteça. Eu acredito que você pode virtualmente eliminar seu risco de câncer e doenças crônicas, e melhorar radicalmente suas chances de se recuperar do câncer se você atualmente o tem, seguindo estas estratégias relativamente simples.

1. Preparação de Alimentos — Coma pelo menos um terço de seu alimento cru. Evite fritar ou grelhar; ferva, escalfe ou cozinhe seus alimentos em vez disso. Considere adicionar alimentos integrais, ervas, temperos e suplementos à sua dieta que combatem o câncer, como brócolis, curcumina e resveratrol.

2. Carboidratos e Açúcar — Reduza ou elimine alimentos processados, açúcar / frutose e alimentos à base de grãos de sua dieta. Isso também aplica-se a grãos orgânicos integrais não processados, pois eles tendem a se decompor rapidamente e elevar seu nível de insulina.

A evidência é clara de que, se você quer evitar o câncer, ou você atualmente está com câncer, você absolutamente DEVE evitar todas as formas de açúcar, especialmente a frutose, que alimenta as células cancerígenas e promove seu crescimento. Certifique-se de que sua ingestão total de frutose seja de cerca de 25 gramas por dia, incluindo fruta.

3. Proteína e Gordura — Considere reduzir seus níveis de proteína para um grama por quilograma de peso corporal magro. Seria incomum que a maioria dos adultos necessitasse de mais de 100 gramas de proteína e, provavelmente, quase metade desse valor. Substitua o excesso de proteína por gorduras de alta qualidade, como ovos orgânicos de galinhas alimentadas com pasto, carnes de alta qualidade, abacates e óleo de coco.

4. GM — Evite alimentos geneticamente modificados, pois eles são tipicamente tratados com herbicidas como o Roundup (glifosato) que provavelmente são carcinogênicos. Uma equipe francesa de pesquisadores que estudou extensivamente o Roundup concluiu que ele é tóxico para as células humanas e, provavelmente, carcinogênico para humanos. Opte por alimentos frescos, orgânicos, preferencialmente cultivados localmente.

5. Gorduras Ômega-3 de Origem Animal — Normalize sua proporção de gorduras ômega-3 para ômega-6 consumindo óleo de krill de alta qualidade e reduzindo a ingestão de óleos vegetais processados.

6. Probióticos Naturais — Otimizando sua flora intestinal reduzirá a inflamação e fortalecerá sua resposta imunológica. Pesquisadores descobriram um mecanismo dependente de micróbios através do qual alguns tipos de câncer desenvolvem uma resposta inflamatória que estimula seu desenvolvimento e crescimento. Eles sugerem que a inibição de citocinas inflamatórias pode retardar a progressão do câncer e melhorar a resposta à quimioterapia.

Adicionar alimentos naturalmente fermentados à sua alimentação diária é uma maneira fácil de prevenir o câncer ou acelerar a recuperação. Você também pode sempre adicionar um suplemento probiótico de alta qualidade, mas alimentos naturalmente fermentados são as melhores opções.

7. Exercícios — A prática de exercícios reduz os níveis de insulina criando um ambiente de baixo teor de açúcar que desencoraja o crescimento e a disseminação de células cancerígenas. Em um estudo de três meses, concluiu-se que o a prática de exercícios altera as células do sistema imunológico para uma forma mais potente de combate a doenças em sobreviventes de câncer que acabaram de completar a quimioterapia.

Pesquisadores e organizações de câncer recomendam cada vez mais que o exercício regular seja uma prioridade, a fim de reduzir o risco de desenvolvimento de câncer e ajudar a melhorar os resultados do câncer. Pesquisas também encontraram evidências sugerindo que exercícios podem ajudar a desencadear a apoptose (morte celular programada) em células cancerígenas.

Idealmente, seu programa de exercícios deve incluir equilíbrio, força, flexibilidade e treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT). Para obter ajuda, consulte o meu Programa Peak Fitness.

8. Vitamina D — Há evidências científicas de que você pode diminuir o risco de desenvolvimento de câncer em mais da metade simplesmente otimizando seus níveis de vitamina D com uma exposição solar correta. Seu nível sérico deve estar estável em 50-70 ng / ml, mas se você estiver fazendo um tratamento para câncer, ele deve estar mais próximo de 80-90 ng / ml para obter um benefício otimizado.

Se você consumir vitamina D por via oral e tiver câncer, seria muito prudente monitorar os seus níveis séricos de vitamina D regularmente, além de suplementar sua vitamina K2, já que a deficiência de K2 é o que produz os sintomas da toxicidade da vitamina D.

9. Sono — Certifique-se de ter horas suficientes de sono reparador. Sono ruim pode interferir na produção de melatonina, que está associada ao aumento do risco de resistência à insulina e ganho de peso, ambos contribuindo para a virilidade do câncer.

10. Exposição a Toxinas — Reduza a sua exposição a toxinas ambientais, como pesticidas, herbicidas, limpadores químicos domésticos, purificadores de ar sintéticos e cosméticos tóxicos.

11. Exposição à Radiação — Limite sua exposição e proteja-se da radiação produzida por telefones celulares, torres, estações de base e estações Wi-Fi, além de minimizar sua exposição a exames médicos que usam radiação, incluindo radiografias dentárias, tomografias computadorizadas e mamografias.

12. Controle do Estresse — O estresse por todas as causas é um dos principais contribuintes para a doença. Até mesmo o CDC afirma que 85% das doenças são causadas por fatores emocionais. É provável que o estresse e os problemas emocionais não resolvidos sejam mais importantes do que os físicos, portanto, certifique-se de que isso seja controlado. Minha ferramenta favorita para resolver estes desafios emocionais são as Técnicas de Libertação Emocional (Emotional Freedom Techniques - EFT).

+ Recursos e Referências