Boswellia: Confie Nesta Erva Para ter Uma Saúde Melhor

Boswellia

Resumo da matéria -

  • Se você estiver procurando por uma erva testada e aprovada que possa ajudar a melhorar sua saúde, experimente a boswellia. Seu uso é encontrado em vários escritos de civilizações antigas comprovando seu valor na melhoria do bem-estar de quem a utiliza
  • A Boswellia serrata possui diversos benefícios como a redução da inflamação do corpo, e ajuda no tratamento de doenças como osteoartrite, artrite reumatoide e inflamação intestinal
  • A boswellia pode ser usada para trazer alívio para a asma e pode ser usada para prevenir doenças como leucemia e câncer de mama
Tamanho da fonte:

Se você fizer uma busca rápida na internet por “boswellia”, poderá encontrar muitas informações, visto que existem dezesseis espécies conhecidas de boswellia. A Boswellia serrata é usada principalmente para fins medicinais. Ela é extraída de uma árvore de tamanho médio a grande, que é nativa de países como Índia, Iêmen, Somália e Etiópia.

A resina feita a partir do extrato de boswellia serrata tem sido utilizada na medicina popular asiática e africana para tratamento de diversas doenças. A boswellia serrata foi altamente valorizada durante o ápice das civilizações romana e indiana.

A erva boswellia não deve ser confundida com a boswellia sacra (vulgarmente conhecida como olíbano) que pode ser identificada por sua casca descamante semelhante a papel e cujas folhas aglomeram-se nas extremidades dos seus ramos emaranhados, ou com a boswellia carterii, que é frequentemente usada para fazer o óleo essencial de olíbano.

Benefícios da Boswellia para a Saúde

A Boswellia serrata possui diversos benefícios como a redução da inflamação do corpo e ajuda no tratamento de doenças como osteoartrite, artrite reumatoide e inflamação intestinal. Ela também é um analgésico, além de ajudar na diminuição da perda de cartilagem. A boswellia pode ser usada para trazer alívio da asma e diminuir a incidência de doenças como a leucemia e o câncer de mama.

O ácido boswellico presente na erva auxilia na prevenção da formação de leucotrienos no corpo. Os leucotrienos foram identificados como uma das causa de inflamação que podem desencadear sintomas de asma. Quatro outros ácidos encontrados na boswellia foram identificados como capazes de ajudar a impedir o desenvolvimento de uma enzima produtora de leucotrienos chamada 5-lipoxigenase (5-LO). Dos quatro, o ácido acetil-11-ceto-beta-boswellico (AKBA) é o mais potente.

Para que a Boswellia é usada?

O uso da boswellia é dividido em três categorias: religiosa, cosmética e medicinal. Os egípcios usavam a goma da boswellia serrata, ou olíbano, para embalsamar os mortos, enquanto as mulheres egípcias faziam o pesado delineador kohl moendo o olíbano em um pó fino.

Os católicos romanos e gregos também usavam o olíbano como incenso em rituais. No entanto, a boswellia foi mais largamente utilizada tendo em vista suas propriedades medicinais. Os chineses usavam a boswellia como estimulante, pomada tópica para lesões, erupções cutâneas e feridas de lepra, enxaguante bucal para problemas de boca e garganta e como um analgésico para o desconforto menstrual.

Na Índia, a prática ayurvédica usava a boswellia para ajudar no tratamento de:

Artrite

Colite Ulcerativa

Bursite

Diarreia

Problemas urinários

Doenças nervosas

Dismenorreia

Gonorreia

Micose

Ulcerações

Feridas

Picadas de cobra

Asma

Tosse

Atualmente, você pode comprar a boswellia como resina, pílula, creme ou pó. A resina em si é usada também em perfumes e cosméticos.

Dicas para Cultivar a Boswellia

A boswellia cresce melhor em climas quentes e sob o sol pleno, especialmente em áreas secas e montanhosas, ou com solo bem drenado, seco e alcalino. Evite plantar a boswellia em climas frios, pois as árvores não resistem a geadas. Suas sementes são raras e caras, então cultive a boswellia usando técnicas de estaquia.

Antes de colocar a planta no chão, certifique-se de que haja pelo menos 4,60 metros de espaço aberto ao redor dela. A seguir um tutorial do eHow sobre como cultivar esta planta em casa:

Coisas que você vai precisar

  • Muda de Boswellia
  • Fertilizante para árvores
  • Estacas para suporte de árvore
  • Corda

Procedimento

  1. Use a pá para cavar o buraco no chão onde você quer plantar a árvore. Remova pedras grandes e detritos.
  2. Faça uma única aplicação de uma mistura de fertilizante de árvore no solo. Embora a boswellia adulta seja resistente e possa crescer em um solo deficiente em nutrientes, uma aplicação inicial de fertilizante pode ser benéfica para novas mudas.
  3. Pegue a pá e faça um buraco na terra preparada e fertilizada. As medidas do buraco devem coincidir com a largura e profundidade da raiz da boswellia. Para conseguir essas medidas, coloque a muda no buraco. A base da muda deve estar no mesmo nível dos lados do buraco.
  4. Coloque a muda no buraco e encha as laterais com terra. Coloque uma estaca no chão perto da muda, depois pegue a corda e amarre a muda na estaca. Isso é importante, pois ajudará a dar suporte à boswellia até que ela consiga formar-se com mais firmeza. Depois você pode remover a estaca e a corda.

Quando ela estiver plantada, regue as plantas jovens diariamente (duas vezes por dia) até que os sistemas radiculares sejam estabelecidos. Reduza esse número para pelo menos algumas vezes por semana, assim que os sistemas da raiz tenham se estabelecido. Não se esqueça também de aparar a planta de tempos em tempos.

As árvores de boswellia crescem de nove a quinze metros de altura. Você só pode colher a resina de boswellia quando as árvores tiverem de oito a dez anos de idade. A colheita dela geralmente ocorre no início de abril, embora o extrato possa ser coletado no final de outubro também.

Para colher a resina boswellia, faça uma incisão de 15 a 20 centímetros de largura na casca da árvore. A resina branca leitosa irá escorrer e solidificar quando exposta ao ar. Ela transforma-se em cristais de tonalidade amarela. Duas semanas após essa goma ter sido liberada, colha esses cristais e limpe-os com a mão para remover os detritos.

Experimente estas receitas com Boswellia

Tradicionalmente, pequenas doses de boswellia eram tomadas para ajudar a aliviar a tosse crônica e o resfriado. Se você obter a aprovação do seu médico para consumir a boswellia, experimente fazer esta receita de vitamina anti-inflamatória de boswellia:

Receita de vitamina anti-inflamatória de boswellia

Materiais

  • 1 xícara de coco orgânico ou leite de amêndoa
  • 1 a 2 colheres de sopa de proteína de sementes de cânhamo
  • 1/2 a 1 xícara de mirtilos orgânicos congelados
  • 2 colheres de sopa de linhaça moída na hora
  • 1 colher de sopa de cúrcuma
  • 1 colher de sopa de pó de boswellia
  • 1 colher de sopa de canela
  • 1 tâmara crua
  • Uma pitada de pimenta preta
  • 1/4 colher de chá de pó probiótico

Instruções

  1. Coloque todos os ingredientes no liquidificador. Misture por um minuto até ficar homogêneo. Se a vitamina ficar muito grossa, dilua com água. Sirva imediatamente.

Esta receita serve uma porção.

Você pode comprar pó de boswellia através da internet, embora seja muito difícil de encontrar. Procure por produtos de boswellia que estejam padronizados para níveis especificados de ácidos boswellico. Apenas tenha cuidado quando estiver começando, e tente usar pequenas porções inicialmente.

Experimente hoje o Óleo de Boswellia

A resina da árvore de boswellia serrata pode ser usada para fazer óleo essencial de boswellia serrata, também chamada de olíbano. O óleo volátil da planta contém compostos como p-cimeno, d-limoneno, terpinoleno, acetato de bornil e metil chavicol. Ele não deve ser confundido com óleo essencial de olíbano, que é feito de Boswellia sacra ou Boswellia carteri.

Embora o óleo de boswellia serrata seja diferente de outros óleos essenciais de boswellia, ele é igualmente benéfico por conta das seguintes propriedades:

Anti-inflamatório

Antineoplásico

Antibacteriano

Antifúngico

Anticarcinogênico

Antidepressivo

Antiansiedade

Antiasmático

Imunomodulador

Usos do Óleo de Boswellia

Este óleo essencial amarelo claro e é excelente para melhorar o seu humor, limpar o corpo e a mente, proporciona um odor agradável ao ambiente, além de tratar de dores nas articulações, tendinites, asma, cólicas menstruais, osteoartrite e reumatismo. Aqui estão algumas maneiras utilizar o óleo de boswellia:

  • Enxaguante bucal para tratar o mau hálito causado por doenças na gengiva ou outros problemas dentários — xMisture algumas gotas de óleo de boswellia, um quarto de colher de chá de sal do Himalaia e quatro gotas de óleo essencial de hortelã-pimenta em uma xícara de água pura.
  • Óleo de massagem — Adicione o óleo de boswellia ao seu óleo de massagem para acalmar a pele e relaxar o corpo e a mente.
  • Creme para a pele — Misture algumas gotas de óleo de boswellia a seu creme preferido para uma pele mais clara e sedosa.
  • Compressa fria — Adicione algumas gotas em uma compressa fria para aplicar em partes doloridas do corpo.
  • Aplicação tópica — Coloque uma gota de óleo de boswellia na palma da sua mão, esfregue suavemente as palmas das mãos, aproxime do rosto e inspire profundamente.

Antes de usar óleo de boswellia, consulte um médico ou faça um exame para verificar possíveis alergias. Nunca tome o óleo de boswellia e sempre o dilua em um óleo base de seu uso. Você também pode tentar misturar óleo de boswellia com estes outros óleos:

Óleo de toranja

Óleo de bergamota

Óleo de manjericão

Óleo de pimenta preta

Óleo de néroli

Óleo de sândalo

Óleo de gálbano

Óleo de gerânio

Efeitos Colaterais da Boswellia

A Boswellia ou o óleo de boswellia possui diversos efeitos colaterais que podem potencialmente afetar seu corpo. As mulheres grávidas devem evitar a boswellia porque ela é um emenagogo, aumentando o fluxo sanguíneo para a pélvis e o útero, induzindo a menstruação, portanto a boswellia é um abortivo, o que significa que ela pode provocar um aborto espontâneo.

As mulheres que estão amamentando também devem evitar usar a boswellia. Além disso, outros efeitos colaterais da boswellia serrata, embora raros, podem ocorrer, como:

Desconforto no estômago, incluindo náuseas

Refluxo ácido

Diarreia

Erupções cutâneas e queimação

Sensação de estômago cheio

Dor no peito

Aperto na garganta ou no peito

Problemas respiratórios

Pele inchada

Urticária, erupções cutâneas ou comichão na pele

Alguns medicamentos ou suplementos podem interagir negativamente quando tomados juntamente com a boswellia, portanto evite-os a todo custo:

Medicamentos que são substratos da Glicoproteína-p (Gp-P) (a boswellia pode afetar o modo como o corpo os absorve ou metaboliza)

Anticoagulantes e/ou medicamentos antiplaquetários (a boswellia pode aumentar o risco de sangramento)

Suplementos com propriedades anticancerígenas

Suplementos de redução de colesterol

Agentes antifúngicos

Medicamentos para doenças articulares

+ Recursos e Referências